Ir para conteúdo
Growroom

Cerco Ao Tráfico Faz Maconha Quase Sumir Em Sp


Recommended Posts

  • Usuário Growroom

ESTADÃO

A descoberta da logística dos traficantes para colocar maconha no mercado brasileiro levou a uma apreensão recorde no último ano. Somado a isso, o Primeiro Comando da Capital (PCC), que domina a distribuição da droga no Estado, decidiu priorizar o comércio de cocaína e pasta-base. Resultado: a maconha quase sumiu de São Paulo. O fenômeno, que ganhou força nas últimas semanas, tem intrigado a polícia paulista e da fronteira.

Uma das consequências da diminuição da oferta é que o preço da maconha multiplicou por dez no Estado. O quilo, antes adquirido por R$ 200, já vale até R$ 2 mil. "Detectamos que os traficantes estão com dificuldades na fronteira. Não tem passado nenhum grande carregamento", afirmou o delegado Marco Antônio Paula Santos, diretor do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc).

O vizinho Paraguai sempre foi o maior fornecedor para o Brasil. A droga entrava principalmente por Foz do Iguaçu, no Paraná, e Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul. Com o aumento da fiscalização nessas regiões, a rota entre Guaira, no Paraná, e Salto Del Guairá, no Paraguai, ganhou importância.

No ano passado, depois de um trabalho conjunto entre Polícia Federal, Ministério Público do Paraná e Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, foram apreendidas 44 toneladas da droga. Nos dois anos anteriores, as autoridades haviam apreendido um total de 38 toneladas. Também foram presos, em 2009, cinco importantes fornecedores de maconha do Paraguai. Mais de 200 mulas, os pequenos traficantes, foram detidas na região.

"Tiramos do mercado dois grandes carregamentos que iriam abastecer São Paulo, com embalagens marcadas, que ajudaram a dar prosseguimento nas investigações e render mais prisões. É esperado que os criminosos passem a repensar rotas e mecanismos de entrada, depois de grandes tombos como esses", disse o promotor de Justiça Marcos Cristiano Andrade.

PCC. Há ainda outros fatores. No Estado de São Paulo, a maconha é distribuída por traficantes ligados ao Primeiro Comando da Capital. Para o diretor do Denarc, o aumento das apreensões levou a uma mudança nos negócios da organização criminosa. "O PCC resolveu apostar na cocaína e na pasta-base para fazer o crack, já que os lucros são muito maiores", afirmou o delegado Marco Antônio Paula Santos.

Para trazer maconha, é necessário esconder grandes carregamentos em caminhões, muito mais facilmente detectados do que as mulas que transportam até 10 quilos de cocaína em malas ou até 70 quilos em carros.

O que ninguém sabe é se a situação vai durar. O delegado da Polícia Federal do Paraná Érico Ricardo Saconato afirma que o aumento da fiscalização pode criar novas rotas. Para Marcos F., assistente especial chefe da Oficina de Salto de Guayra da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, que pediu para não revelar o sobrenome, se a maconha continuar em falta no segundo semestre, quando a oferta é maior por causa do período de colheita, será possível afirmar que houve uma mudança estrutural no tráfico entre os dois países. "Só então poderemos dizer que as autoridades fizeram o que era preciso."

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 320
  • Created
  • Última resposta

Top Posters In This Topic

  • Usuário Growroom

parabens para a polícia ?!?!?!

Aumentaram o lucro dos traficantes e o Crack está sobrando em SP!!!!

Quando que eles vão entender que o sitema atual de combate as drogas não funciona?? só piora as coisas.....

" tic tac o tempo vai passando......" até quando?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

parabens para a polícia ?!?!?!

Aumentaram o lucro dos traficantes e o Crack está sobrando em SP!!!!

Quando que eles vão entender que o sitema atual de combate as drogas não funciona?? só piora as coisas.....

" tic tac o tempo vai passando......" até quando?

Chega a doer.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Eles estao vendendo mais crack pq o crack dá mais lucro, só isso.

Enquanto isso os "cabeças fracas" se não encontram a maconha, fumam crack mesmo, ainda mais com toda essa propaganda que tem sido feita para o crack.

Solução? Plantem e não comprem NADA!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

o q eu sei é q aki no rio só chega prensado que presta quando vem uns pesos de prensado bom la de SP....

como pode?! ehehe

ta faltando dum lado e aparecendo do outro. e digo mais , esse fumo bom que tem rolado a 8 pra um deve ser feito por aqui pelo proprio pais...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

8x1? Caralho! Daqui a pouco o preço de prensado vai alcançar o preço do bud

ehehe

vc nao entende velho...

aqui no RJ ja ultrapassou cara :o

parece loucura, mas se vc pesar um grama de green e pensar que quando se acha uma fonte, esse grama custa em torno de 40 - 60 reais dependendo claro da qualidade do fumo, e pegar o que estao vendendo em algumas favelas por 5 reais, q vc tem q juntar 5 trouxas pra dar um grama...

se vc pensar em materia de becksm com um g de solto faço 3 ou 2 gordinhos, de green, agora de prensado um g é um fino... um beck. ou seja o custo beck a beck, ja é o mesmo....

loucura?

precisava ver o green q o amigo pegou por 30 reais na favela outro dia... meia bongada.

:bong:

é velho, os novos tempos estao chegando.

panfletei em ipanema a marcha e fiz uma analize das rodas de fumo, o que rola é:

- macaca velha, o vleho fumo ruim, vi gente ate recusando numa roda, falando q ia apertar um do bom, q era pro mano guardar o fedorento.

- prensado bom , se ve mto entre os playboys la. varios desses 8 ou 10 pra um.

- solto. vi UM solto, uma sacolinha com uma gata apertando um cone. acho q ela trouxe aquilo d algum canto.

- home grow. ainda raro mas cada vez mais presente. alias no meio dos playboys ate mais presente q a macaca. mas menos q o 10x1 ehehecada vez mais ou vc planta, ou gasta, ou fuma porcaria, ou nao fuma aki no rio...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

cara, eu acharia justissimo 10x1 num homegrown...

não só pelo conceito do anti trafico bla bla bla... mas por que eu sei o trampo que é...

HAHAHAHA

vc nao entendeu, 10x 1 aki é o prensado! hahaha o prensado bom.

aki homegrow vai para no minimo 40x1 . no minimo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

e em sp o dificil eh achar homegrow

nao sei se é porque como o prensado eh mais barato, nao vamos atras do homegrow, ou se pq a cultura de cultivo aqui eh pequena.

espera-se aumentar a cultura, certo!? :hahaha:

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

sp ta tendo marroquino a rodo..... saindo a 35... banza memsmo... tem prensado a quase 10 pa 1 e tem homegrow ja a 60 pa 1......

lei da oferta e da procura mulekada... a agua ta quase batendo na bunda... e jaja quem nao investiu no cultivo proprio finalmente vai c foder.... e TALVEZ... entender a realidade desse pais

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

po galera isso e foda!! Tambem nao vejo uma solução proxima nao...so daqui a muitos e muitos anos viu. infelizmente. Hoje vou fazer um corre pra pegar 50tinha q dizem q e do bom que parece que vem no peso por 3x1 150lascas. Eu morava em outra cidade a uns anos atras e la eu pegava por 2x1 depois passou pra 3.....eu fico de cara inflacionou muito. o lance de la era que o pior de la e o melhor daqui hahahah me fudi diga se de passagem. Lembro da epoca que peguei 1kg por 200 lascas....acabei pegando 5 porque era o minimo. fui vitima da lei...acabei virando traficante sem queer mas foi uma fase da vida que ja passou. Hoje o quilo sai a 1000reais e nem tenho vontade de fazer o corre de novo. Ate desanima...ate a maconha sofre com a inflaçao afff. Po gente foi so um desabafo mesmo liga nao! lembrando tambem que em amsterdam a 3 anos quando passei por la a grama custava 9 euros e o euro custava 3 reais uma grama a 27 reais...muito barato ta tirano...tu vai num coffe toma uma bebida de qualidade uma comida de qualidade e um fumo de qualidade q civilizaçao avancaça....do melhor de la na epoca....amnesia haze no amnesia coffe shop...showwww abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

mto justo, até barato, pq se encontra os bons geralmente a 50 a 60 pilas...

50 eu acho q ainda é até justo dependendo do fumo. tem q ser top mesmo.

nao me vem com porcaria de homegrow merdio q se vende a 30 prata um grama por ai...faz favor... isso tem rolado cada vez mais tb.. mas prefiro o prensado bom a 10 pra um q esse homepalha a 30...

...

agora falando em hash, tem rolado por aqui tb, mesmo preço do q em sp. alguns ate valendo bvem a pena.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Tá na hora de mudar essa logística. Os traficantes espertos vão rapidamente perceber que ganharão muito mais se desistirem do paragua e começarem a produzir internamente um produto de mais qualidade. Os usuários (nós) agradecem.

Porra, Carlindo...

Mandou mal demais!

Logo tú que é um cara cabeça, e das antigas...

:punk:

Me inclua fora desse NÓS aí, véio...

Ta de brincadeira, além de não financiar traficante, uma coisa que eu NUNCA na minha vida faria mesmo se tivesse comprando do tráfico seria agradecer a eles!

O que é isso, contribuir com a violência e o armamento da bandidagem e ainda agradecer?

Agradecer o que?

Ter uma erva de melhor qualidade, ao preço de enriquecer essa raça maldita?

As armas que eles compram vendendo a maconha hoje (ta certo que nao é só de maconha que vive o tráfico, mas não quero entrar no mérito da questão), podem servir pra me dar um tiro amanhã!

Quando eu estou em entresafra sem fumo algum eu fico CARETA, mas não compro do tráfico.

Ja me cansei de ver essa maconha resinada com sangue, vá me desculpar!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Na PUC, veto completa 01 ano.

"Na Tarde de anteontem o ESTADO esteve nos corredores da PUC.. Abordou um aluno que lia um livro de filosofia e perguntou o que tinha mudado. "mudou pq?" perguntou. A reportagem explicou que tratava da discussão levantada pela reitoria. Ele acendeu um cigarro de maconha e disse que tudo continuava como antes. O estudante falou sobre a falta de maconha no mercado e especulou sobre os motivos. 'Acho que está chovendo muito no Paraguai.'"

HAHAHA

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Uma amiga pegou 25g por 100 conto, nunca vi algo tão porco.

Só folha seca e semente, 80% assim.

Fiquei até com dó !

Cada vez mais o auto-cultivo torna-se necessidade pra mim.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...