Ir para conteúdo
Growroom

Ayahuasca Oficialmente Regulamentada Para Uso Religioso.


Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Olha, eu quero pedir desculpas a quem se sentiu ofendido. Não é esse meu assunto de interesse que me fez cadastrar aqui (estou por conta do CBD). Ayahuasca é um assunto que já esgotei as chances de uso no modelos disponíveis atualmente (digo religioso). Se quantidade ingerida de uma única vez fosse credencial para falar, posso garantir que já ingeri em ambiente controlado quantidade maior de que qualquer pessoa que já conheci mestre e qualquer outra pessoa. Por isso fui irônico quando li que o chá da ayahuasca pura (só o cipó) causa somente purga. Eu passei 12 horas sentindo efeito máximo, mas não é isso que credencia ninguém a ensinar ninguém ou ser líder. Bobagem.

É preciso admitir que a legalização dessas seitas fatalmente irá conduzir a estudos mais aprofundados. Exatamente como está acontecendo com o canabidiol, mas é preciso enfatizar que trata-se de substâncias completamente diferentes tanto no uso medicinal e/ou recreacional (até na impossibilidade dessa hipótese para uma das substâncias).

Concordo com você, sempre tem algo a mais para aprender e nesse caso por mais que tenha tido uma certa quantidade de experiências, mal arranhei a superfície. Se por enquanto as diversas vertentes continuam contaminando (no sentido de influenciar na análise das experiências), acredito que no futuro a abordagem será mais fisiológica e objetiva.

Abraços.

Bidi, acho que tá na hora de você largar mão de tudo que você acha que conhece sobre o vegetal/oasca/daime e conhecer ele em primeira pessoa.

Tenho certeza que ele tem muito a te ensinar.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 263
  • Created
  • Última resposta

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Ayahuasca oficialmente regulamentada para uso religioso. :pula: Direito Ambiental CONAD regulamenta o uso religioso da Ayahuasca O Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas - CON

então vc insiste cabelo? não tem mais cultivo maneiro no fórum? admito que tem muita gente fazendo falta no fórum, mas tem muita coisa boa e nova pra ser vista: http://www.growroom.net/board/t

bah, muitas ofensas foram trocadas, mas pra mim o pior foi falar que não tem mais cultivo legal no fórum. é normal mesmo o fórum ir se reciclando, só vc ver quem estava no fórum no início... sobro

  • Usuário Growroom

Eu entendo perfeitamente as pessoas que acham que a pessoa pode ser "facilmente" manipulável "sob o efeito do chá".

Embora não concorde. Eu mesmo quando fui nas Igrejas cantava vários hinos que conhecia pois eles me ajudavam muito a me firmar e a entrar na mesma corrente e vibração do grupo. Tive momentos incríveis no Daime, costumo dizer que foi a experiência mais apavorante, incrível, ansiosa e deslumbrante que já tive, tudo junto. Não consigo enxergar como a pessoa faz o uso recreativo, pois não encontrei nada de recreativo no Daime.

O quesito espiritual trazido pelo chá é realmente incrível, e não creio que estudando apenas o cérebro se encontrariam respostas adequadas pro que acontece, uma vez que os estados não ordinários de consciência são muito íntimos, é um contato muito íntimo que você tem com sua biografia e sua vida.

A história do mestre Irineu também acho muito interessante, mas é importante sempre lembrar que somos humanos. Pra quem conhece o Daime a algum tempo e pesquisou a fundo a religião sabe algumas coisas como por exemplo que o Mestre Irineu depois dos bailados fazia danças de forró com cachaça (não durante, mas depois da cerimônia).

A divisão de homem e mulher também tem fortes evidências de um sujeito que se sentia sexualmente atraído pelas mulheres durante o trabalho e corria atrás delas, daí Irineu propôs a divisão.

Essas histórias que contêm (do forro e da divisão) são todas da Bia Labate, talvez a maior antropóloga sobre Ayahuasca no Brasil.

Essas histórias não são contadas pelas pessoas da alta hierarquia do Daime, acredito que pra manter a figura do Mestre como alguém divino ou alguém sagrado.... Mas pra mim essas histórias fazem do Irineu quem ele realmente foi, e ainda assim acho incrível.

Só na dieta da macaxeira !!!

Nunca foi na UDV. Cheguei a marcar de ir numa data de "adventícios" como eles chamam, mas acabei não indo. Mas foi uma dificuldade grande conseguir contatar alguém da UDV, tive que ir atrás de grupos no facebook sobre a UDV, e aí consegui contato. Eles certamente são mais "fechados" pra receber novatos.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Irmao daonde foi que você tirou essa estoria do Mestre com forró e cachaça?! nossa senhora...meu Deus do céu...

Rapaz olha la o que voce ta falando do Mestre amigo....

chamando o Mestre de cachaçeiro.... dizendo que quem diz isso é a Bia! por favor a fonte.

Irmao eu nunca li um absurdo tao grande, eu nunca imaginei aqui no growroom ler a serie de insultos , desrrespeito e maledicencias preconceituosas e mentirosas, sobre Daime!!! nunca imaginei isso....

isso aki ta mto diferente mermo...eu fico mto triste,... eu sinceramente vo seguir o conselho do Aromabuds, eh isso meu camarada, é melhor me retirar....

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Irmao daonde foi que você tirou essa estoria do Mestre com forró e cachaça?! nossa senhora...meu Deus do céu...

Rapaz olha la o que voce ta falando do Mestre amigo....

chamando o Mestre de cachaçeiro.... dizendo que quem diz isso é a Bia! por favor a fonte.

Irmao eu nunca li um absurdo tao grande, eu nunca imaginei aqui no growroom ler a serie de insultos , desrrespeito e maledicencias preconceituosas e mentirosas, sobre Daime!!! nunca imaginei isso....

isso aki ta mto diferente mermo...eu fico mto triste,... eu sinceramente vo seguir o conselho do Aromabuds, eh isso meu camarada, é melhor me retirar....

Não falei que era cachaceiro, falei que ele consumia cachaça após as cerimônias dançando forró.

Mostre-me onde está o desrespeito em falar que alguém bebe cachaça (não falei que era cachaceiro, é bem diferente)?

No começo dos trabalhos rolavam trabalhos longos e depois dança de forró com cachaça, depois com o tempo ele parou de usar o álcool com o Daime por que disse que os dois não se misturavam. Mas houve uma época em que sim, se misturavam os dois. É uma história pouco conhecida por daimistas, pois como disse, creio que muitos tentam evitar essas histórias pra não tirar a imagem de santo do Irineu.

Qual o problema em se manter fiel a verdadeira história? Por que a necessidade de ver o Raimundo Irineu Serra como alguém sagrado? Não entendo isso, e não é particularmente do Daime, é com qualquer religião. "Não creia nos mestres que te aparecem" é uma lição enorme e se aplica ao próprio Daime.

A fonte? O próprio site oficial do Irineu. Segue o link e a parte destacada sobre a cachaça, forro e daime. http://www.mestreirineu.org/luiz.htm. A Bia Labate em seus livros explana de forma bem mais específica essas histórias que contei.

"Proporcionava festas de dança. O Mestre dançou muito e a dança dele predileta justamente era o forró. Ele gostava do forró. Ele dançava bem, e bonito, e era animado numa festa. Festa dele não perder uma parte sequer, noite inteirinha. Eu já alcancei de uma noite, mas houve aí um passado em que dançavam eram três noites seguidas, como por exemplo no casamento dele com a comadre Peregrina, foram três noites de dança. Em outra visitação que ele fez a sua família no Maranhão, ao retornar foram três dias de dança. Agora, não tudo isso, mas em um dia dancei muito assim em sala em que o Mestre também dançava. Era muito animado. Até adotou a bebida alcoólica um tempo, só que não deu certo. Para ele dava porque ele bebia e sabia beber, mas os seus bebiam e não sabiam beber, porque é característico do álcool: é pouco ou nenhum que sabe beber. O Mestre sabia, mas os dele não sabiam e começavam a fazer besteiras, e em conseqüência disso veio uma ordem da rainha e o Mestre publicou num trabalho: "De hoje em diante nem eu nem nenhum dos meus é para se ingerir mais bebida alcoólica. Por ordem da rainha está proibido isso aqui dentro e quem teimar, querer levar lá do jeito dele, eu chamo de sem-vergonha." Foi duro, não foi? Daime é que é Daime, é com Daime. Agora se quer tem as opções que se pode fazer. Se quer o Daime tem o Daime, é com o Daime mesmo, mas se quer a cachaça é ela mesma, não venha para cá com história não. Eles não se unem, não se dão, não podem seguir assim paralelamente. Ele tomou até esta liberdade, mas por que isso? Porque na proporção em que ele se alegrava, que ele procurava se alegrar, ele se alegrava mais ainda quando também presenciava os seus alegres. Aí, feita essa proibição, já se dançava tomando Daime. Forró. Tomando Daime. Rapaz, ficava uma festa... É um trabalho. "
  • Like 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Muito interessante. Agora saquei melhor qual era a do forró... Na hora só achei muito sem noção (ainda mais porque era uma das primeiras vezes que eu tomava)... Não bastasse terem colocado o forró, pediram que eu não me afastasse do grupo... Tive que aturar :(

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Gideon dos Lakotas, o famosíssimo Gideota ahahaha

Ayahuasca teve sempre uso ritualístico, mas a gente não sabe qual tipo de conclusão e epífane os xamãs chegaram, e se alguns saíram da miração céticos? Agnósticos? Não vamos esquecer que antes da crença veio a dúvida. E não gosto nada também dessa cristianização do ritual, só que não conheço também como aconteceu esse processo, e se ele ocorreu com objetivo de salvar o chá? Num país teocrático como o Brasil, jamais que uma droga poderosa como a ayahuasca ligada a religiões tribais seria legalizada, já conectando ela ao cristianismo ela se tornou mais aceitável socialmente, quem sabe, são só suposições, não precisam me xingar...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Relaxa cabelo, não podemos contribuir com o correio da má notícia. Insinos do mstre q a gente tanto zela.

Sobre comparar o uso da ayhuasca com uma religião não afina. Igual violao desafinado. Sabe de nada. Pois a ayahuasca (huni) é para convidados apenas. A contribuiçao é para cobrir despesas da casa nos centros e daime não é religião.

Quanto a postura do plant, conselho... quando for procurar por um caminho vá vazio, caso contrario sera melhor ficar em casa lendo o osho uns anos antes.

Para o amigo canhamo que disse que a cannabis deve ser vista legalmente como uso religioso... nao rola. Puro engano. Pois mesmo a ayhuasca que eh feita para uso religioso nao consegue despertar em todos esse sentido. A cannabis tem de ser vista como uso medicinal primeiro. A galera do trafico deve aprender a respeitar isso para que a legislação seja menos incisiva nesse assunto. Afinal, ate bob marley sofreu consequenciais graves por compartilhar de forma recreativa a casa aberta.

No mais, cabelo... soh de saber que tu eh damista te consideto irmãozão do peito. Então na boa, desapegaa desse fardo de conscientizar galera. Como voce disse la no começo, o daime é dificil de ezplicar e prezados sejam os que sabem e podem desfrutar desse reino tão marabilhoso. Discutir com o erro é perder tempo também. Assim como para os que são contrarios a doutrina que sirvam de peso no senado para qie a erva seja vista como medicina...

Enfim, como diz a primwira lição do tao: o tao que pode ser dito não é o tao.

Para quem perguntou sobre a dife da barquinha é daime em gira, com preto velho e tudo mais... um dos saloes mais bonitos que o povo já fez. O auto santo 3 a linha do mestre, onde devemos respeitar os jejuns colocados. O sapato e agravata são pretas. Linha de tucum... coisa fina e nao recomendada para os que chegam muito cheios de preconceitos ou maniazinhas do dia dia. A udv voce tem de ser convidado... é um trabalho mais filosofico, galera fica sentada ouvindo alguem falar. As musicas sao tocadas por um aparelho... ja o cefluros é como diriamos... uma das melhores opoetunidades para quem quer conhecer a doutrina, fazer uso da santa maria e bailar.

Pro plant recomendar um cara muito bacana... nao sei se a galera conhece o Din. Como ele voce vai poder ezperimentar o chá e depois ir nadar no rio sem camisa... ate pelado se voce preferir. Mas devemos lembrar e manter o devido respeito por todos. Ainda sugerir a linha do beija flor de lotus... para quem gosta da cultura indiana junto com o daime. Semana passada a globo news veiculou um matetia com o prem baba... um dos trabalhos mais bonitos que podemos encontrar disponivel pelo mundo. Aproveitar para parabenizar toda a galera envolvida nas conquistas que a ayhuasca fez e faz pelo mundo a fora. Como recebeu nosso querido e estimado mestre Irineu, graças a ele todo esse povo hoje pode ouvir e saber sobre os poderes da medicina da floresta. E saudações ao povo pano!

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Relaxa cabelo, não podemos contribuir com o correio da má notícia. Insinos do mstre q a gente tanto zela.

Sobre comparar o uso da ayhuasca com uma religião não afina. Igual violao desafinado. Sabe de nada. Pois a ayahuasca (huni) é para convidados apenas. A contribuiçao é para cobrir despesas da casa nos centros e daime não é religião.

Quanto a postura do plant, conselho... quando for procurar por um caminho vá vazio, caso contrario sera melhor ficar em casa lendo o osho uns anos antes.

Para o amigo canhamo que disse que a cannabis deve ser vista legalmente como uso religioso... nao rola. Puro engano. Pois mesmo a ayhuasca que eh feita para uso religioso nao consegue despertar em todos esse sentido. A cannabis tem de ser vista como uso medicinal primeiro. A galera do trafico deve aprender a respeitar isso para que a legislação seja menos incisiva nesse assunto. Afinal, ate bob marley sofreu consequenciais graves por compartilhar de forma recreativa a casa aberta.

No mais, cabelo... soh de saber que tu eh damista te consideto irmãozão do peito. Então na boa, desapegaa desse fardo de conscientizar galera. Como voce disse la no começo, o daime é dificil de ezplicar e prezados sejam os que sabem e podem desfrutar desse reino tão marabilhoso. Discutir com o erro é perder tempo também. Assim como para os que são contrarios a doutrina que sirvam de peso no senado para qie a erva seja vista como medicina...

Enfim, como diz a primwira lição do tao: o tao que pode ser dito não é o tao.

Para quem perguntou sobre a dife da barquinha é daime em gira, com preto velho e tudo mais... um dos saloes mais bonitos que o povo já fez. O auto santo 3 a linha do mestre, onde devemos respeitar os jejuns colocados. O sapato e agravata são pretas. Linha de tucum... coisa fina e nao recomendada para os que chegam muito cheios de preconceitos ou maniazinhas do dia dia. A udv voce tem de ser convidado... é um trabalho mais filosofico, galera fica sentada ouvindo alguem falar. As musicas sao tocadas por um aparelho... ja o cefluros é como diriamos... uma das melhores opoetunidades para quem quer conhecer a doutrina, fazer uso da santa maria e bailar.

Pro plant recomendar um cara muito bacana... nao sei se a galera conhece o Din. Como ele voce vai poder ezperimentar o chá e depois ir nadar no rio sem camisa... ate pelado se voce preferir. Mas devemos lembrar e manter o devido respeito por todos. Ainda sugerir a linha do beija flor de lotus... para quem gosta da cultura indiana junto com o daime. Semana passada a globo news veiculou um matetia com o prem baba... um dos trabalhos mais bonitos que podemos encontrar disponivel pelo mundo. Aproveitar para parabenizar toda a galera envolvida nas conquistas que a ayhuasca fez e faz pelo mundo a fora. Como recebeu nosso querido e estimado mestre Irineu, graças a ele todo esse povo hoje pode ouvir e saber sobre os poderes da medicina da floresta. E saudações ao povo pano!

Abraço!

Obrigado irmão!

Eu entendo que se o pai e a mae, a familia e tal, nao conseguiram dar educação nao sou eu que tenho a pretensão de faze-lo.

Acontece que eu estou aqui no growroom vao fazer 10 anos e eu nunca vi e nem imaginei ver aqui o que eu to presenciando ultimamente, um monte de mlk mal educado e desrrespeitoso, e que acha que ta abalando ainda, ngm pra regular pq todo mundo ja parece ter enchido o saco, e fica isso aqui, um monte de publicaçao desse nivel dos posts desses camaradas ai cientista e bibi, ai pra trás. Quer dizer mano, isso aqui pra mim acabou. Por isso que a galera antiga se retirou toda e ngm que cultiva um cultivo maneiro como tinha antigamente aqui varios, posta mais o cultivo. nao da motivaçao e o site fica o que ta, uma merda. Eu fico muito triste ... Deus ajude a casa ai.

um abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

cabelo,

apesar do seu jeito colérico admiro sua sinceridade pra tratar dos assuntos

ao mesmo tempo em poucas linhas de desabafo você sintetizou como anda o pré-conceito na nossa sociedade.

quando a gente passa a se juntar pra lutar contra isso é realmente uma decepção ver esses preconceitos disseminados do jeito que tá.

Quem fala menos escuta mais. É por isso que ao chegar em um lugar de cultura milenar o melhor a fazer é estar aberto ao entendimento e à percepção, criticar não é ruim mas se trata de você (indivíduo) e suas zero vivências no assunto, normalmente uma opinião contaminada pela própria formação. Acho que se não tiver disposto a enxergar o básico, perde um pouco o sentido. Vira egotrip.

Não é nada pessoal contra ninguém. Estou acompanhando esse tópico de longe, esperando sempre ver um belo e fundado post sobre o assunto e pra um cara que está procurando se abrir pra esse tipo de experiência o tópico vira um desserviço com essas discussões pessoais.

"me criticar é fácil. difícil é ser eu."

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

pedrero, milenar é a Ayahuasca... Daime é um pouquinho mais velho que o rastafarianismo, mas, ainda assim, extremamente recente.
Realmente, daime teve o papel de difundir a medicina que é o chá. Não muda o fato que é associado ao cristianismo, religião podre, submissiva e repressora e que eu desprezo profundamente. Os que não conseguem enxergar que o daime é uma religião, só digo uma coisa... Tenho pena de vcs por estarem tão imersos dentro da própria religião que não consigam nem perceber. Outra coisa é esse lance de 'tal e tal lugar (os meus kkkk) são bons, o resto não vale a pena!', coisa que qualquer religião vai te dizer. Outra característica bem comum é ser basicamente incapaz de discutir, ouvir e analisar racionalmente argumentos de quem discorda de ti. Tudo que presta é o que concorda contigo, e tudo o que não presta é o que discorda de ti. Tudo que é bom é da tua época, tudo que é recente é ruim.

"ngm que cultiva um cultivo maneiro como tinha antigamente aqui varios, posta mais o cultivo"
Bá, o cabelo... Tá carregado aí, hein? O.o
Percebe quantos manos firmeza tá esculachando com essa? Porra, larga o preconceito e vai dá uma olhada nos diários de cultivo, tá rolando muita coisa maneira.
Acho que tá precisando tomar um daime... hehehe

Te digo mais cara: relê os teus posts e os meus, mas sem personalismos. Vai ver claramente quem tá sendo baixo nível, na moral. Enquanto eu uso argumentos, escuto o outro lado e tento contrapor, tu fica em cima de pessoalidades e ofensas. Esse é o tipo de 'boa' pessoa que tuas práticas religiosas tão te tornando...?

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu tenho vários problemas com muitos religiosos

mas eu tenho muito respeito pelas religiões

claro que o desabafo é amplo, mas falando do daime, pelo rumo da conversa eu acredito que haja um porquê de procurar "tal e tal lugar".

eu compreendo perfeitamente seu desprezo à determinadas doutrinas, até concordo com algumas coisas, mas procuro me desfazer do "eu" quando procuro conversar ou ler sobre o assunto porque "eu", na real, tenho uma visão muito rasa e contaminada sobre. Daí um cidadão que vive a coisa se ofende, e com razão, ainda mais quando envolve espiritualidade. É desmerecer muito estudo e vivência, a não ser que você tenha esse estudo e vivência pra falar no mesmo nível (não sei se você tem, é apenas uma hipótese). Claro que não justifica um monte ofensas, mas daí entra em outra esfera de relação, muito mais humana, e a busca aí é pessoal e intransferível.

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

O tempo inteiro falei com base na minha experiência pessoal, três lugares que ministram o daime em que fui e três amigos que não eram religiosos e tiveram surto estilo ficar gritando e rezando por semanas/meses depois de terem ido (depois de terem tomado sem nenhum tipo de preparação ou questionário - inclusive um tinha histórico de problemas mentais, não deveriam ter deixado tomar -, assim como eu em dois dos três lugares que fui). Meu padrão de comparação são uns 10 outros lugares que ministram ayahuasca, e não daime, em que eu fui também. Edit: pensei bem e acho que me lembrei e todos, 7 lugares diferentes e mais sessões independentes que eu participei.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

então, mas não to falando de você especificamente entende

acho que esta é a questão

você relatar suas experiências e sua percepção da coisa é ótimo

mas criticar um processo milenar pode ser perigoso e com certeza terá juízo de valor

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Ao menos ficou claro a relação do forro, daime e cachaça.

Também não consigo enquadrar o Daime como as religiões tradicionais, pois todo o aprendizado que acontece é com você mesmo na sua intimidade com sua consciência ampliada pelo chá e os hinos. Diferente de outras religiões que rola uma doutrinação pesada de cima pra baixo, onde o argumentar por si só já é uma heresia.

O que não entendo é que por diversas vezes contei essa história (já conhecida por muitos) de que no inicio Irineu misturava Daime, cachaça e forró para daimistas e muitos se sentiram insultados, como se tivesse falando algo errado. É só estudar direitinho a história e ver que o Irineu curtia muito um forró. Após as cerimônias ele gostava muito de aproveitar os efeitos positivos do chá pra dançar forró, era um excelente dançarino.

Quanto maior a tentativa de vê-lo como alguém santo, maior seu distanciamento como simples humano. (simplicidade não é para poucos. digo simplicidade psicológica e não usar uma tanga e dizer-se simples).

Concordo com o cabelo que caiu um pouco a qualidade dos usuários. Eu raramento entro no GR, mas isso por que como todos aqui criamos uma conexão emocional de primeiras experiências no cultivo junto aos irmãso que sempre ajudavam. White Smoke, BC Bud, Thiabo, Canadense, Leo Green, o doutor Capituxo hahah entre dezenas de outras pessoas.

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

o forró sintetiza bem o lance do preconceito

forró é uma manifestação cultural fodida, genuinamente brasileira e recheada de ritmos complexos. Um baú histórico da nossa etnia, ritmo africano, harmonia e forma européia

mas com a indústria cultural banalizando e vendendo como sabão em pó, parece coisa de prego. Não gostar de forró é uma opção pessoal, mas daí pra desmerecer.. um cara que vive essa cultura de verdade não deve suportar ver alguém falando que forró é uma merda

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Concordo que seja diferente das religiões tradicionais... Discordo que 'não é religião'. A doutrinação certamente não é pesada como numa igreja católica, mas existe...
Há um mestre (diferente de um guia numa sessão de ayahuasca ou um pajé num ritual indígena), há um conjunto de dogmas, verdades inquestionáveis e mentiras condenáveis, há hierarquia, há cantos que invocam figuras cristãs durante as cerimônias... Certamente tem uma visão bem mais benéfica e positiva que o cristianismo em geral, baseado na culpa, uma vez que basicamente é baseado no perdão. Ainda assim, há doutrinação. Acharem tão absurdo saber que o Irineu dançava forró e bebia cachaça é um dos reflexos disso.

Outro momento marcante que me lembrei: pessoal olhando com a maior cara torta simplesmente porque eu não tava rezando a ave maria e o pai nosso antes e tomar o chá.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Sempre fiquei indignado com o preconceito relacionado a maconha, mas vendo essas discussoes acabo entendendo que o ser humano nao tem jeito e que isso sempre vai existir.....sendo muito fechados pra aprender novas coisas e criando pré-conceitos sem ao menos nem se preocupar em aprender um pouco antes de julgar ou julgar sem ao menos nem conhecer.

É interessante ver que todos tem um pouco de verdade nas palavras,mas acabam misturando com preconceitos e idéias pré concebidas que se transformam em uma lavagem de palavras que no fim, justamente as mantem pra nao dar o braço a torcer do erro.

Existem pessoas e pessoas

Casos e casos

Situacoes e situacoes

E todos podem fazer oq quiser respeitando o proximo.....De uma coisa aprendi na vida, que nao podemos julgar ninguem pois as vezes demoramos a entender as pessoas e o porque das atitudes.....e no futuro podemos ver que estavamos errados...e seria melhor ter mantido a boca fechada......mas claro no fim aprendemos. Mas a que custo?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Outro momento marcante que me lembrei: pessoal olhando com a maior cara torta simplesmente porque eu não tava rezando a ave maria e o pai nosso antes e tomar o chá.

Eu nunca rezo ave maria e pai nosso simplesmente por que não me sinto atraido, e nunca em nenhum momento as pessoas fizeram cara feia pra isso.

Tudo depende da casa que você vai, e pelo o que você falou foi bem estranha tua experiência. Se você for do Rio tem também a Arca da Montanha Azul que é mais holística.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...