Hernesto

Ayahuasca Oficialmente Regulamentada Para Uso Religioso.

Recommended Posts

Vender os igredientes ou a bebida meramente por grana caracteriza extrativismo criminoso.

é a mesma coisa q eu entrar na mata e catar um palmito pra comer. beleza. mas e se eu começar a catar p vender?!

entende?!

a nao ser q eu faça uma plantação de cipó... e espere pelo menos uns 4 anos p começar a colher... ai eu nem vender vou querer ne... nego se vale d q é so entrar na mata e destruir uns pés de cipó, pra ganhar dinheiro.

isso é triste. se vc quer provar pq nao vai la e cata?

ou vai num centro diferente, hj em dia tem varios, q nao sao religiosos rigidos. mas comercializar daime é como comercializar palmito, teria q ser regulamentado o comercio pra nao haver extrativismo ilegal.

e comprando isso pela internet vc esta ajudando as pessoas a fazerem esse tipo de coisa. é quase como destruir a floresta p vender a madeira.

Agora, se vc acha tb que pode comprar 5 mil anos de sabedoria pela internet...vai tomar e ganhar uma lição.

eu como tomador de ayhuasca a mais de dez anos, nao recomendo ninguem tomar sozinho, na floresta, no contexto dessas plantas, sempre existe a figura do gui, do xama, uma pessoa q ja percorreu o caminho da planta e pode ajudar o neófito a alcançar o grau que a a planta tem pra dar. sem ele, na cidade grande, longe da nossa propria natureza... fica dificil de ter uma revelação de vida espiritual que vá realmente valer a pena. isso pq se vc nao tiver proposito serio nem tome o diame, pq so vai fazer vc passar mal. ayhuasca nao é cannabis, é um segredo de Duas plantas. e quem "descobriu" o segredo nao foi a toa e nem por acaso.

dentre centenas de milhoes de plantas da amazonia, como descobrir q as duas corretas a serem misturadas eram essas?! isso ngm explica.

:cool

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

eu ja usei ayahuasca uma vez e foi mto legal tive uma trip bem silenciosa profunda introspectiva fiquei com mto sono e bocejei mto mas entrei na forca nao tive nenhuma visao mas me senti em pazz com a natureza

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A Revista Veja desta semana mais uma vez ridiculariza o Santo Daime, com seu preconceito nojento e gratuito. Vejam a nota publicada na página 41, abaixo.

Sugiro que todos enviem cartas de indignação para a coluna "Leitor" da revista, acrescentando o nome, endereço, nº do RG e telefone: [email protected]

LIBERADO

oficialmente pelo governo brasileiro o consumo do santo daime, o chá lisérgico que faz a cabeça do pessoal da nova era com a promessa de abrir a seus seguidores as portas do autoconhecimento. O daime causa alucinações pesadíssimas, provocadas pela dimetiltriptamina, substância presente no cipó da ayauasca, planta que serve de base ao daime e é venerada por seus entuasiastas. O governo diz que autorizou o pessoal a ficar viajandão para respeitar a liberdade religiosa. Cabe a pergunta: se alguém criasse uma religião batizada, digamos, Santo Pirlimpimpim, baseada em aspirações mágicas da cocaína, o Planalto também oficializaria o consumo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Veja é igual BBB, só quer ibope. Quando a midia geral brasileira fez algo que preste?

Em um pais que cidadão da risada da dor que outro cidadão sente, o que podemos esperar?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A Revista Veja desta semana mais uma vez ridiculariza o Santo Daime, com seu preconceito nojento e gratuito. Vejam a nota publicada na página 41, abaixo.

Sugiro que todos enviem cartas de indignação para a coluna "Leitor" da revista, acrescentando o nome, endereço, nº do RG e telefone: [email protected]

LIBERADO

oficialmente pelo governo brasileiro o consumo do santo daime, o chá lisérgico que faz a cabeça do pessoal da nova era com a promessa de abrir a seus seguidores as portas do autoconhecimento. O daime causa alucinações pesadíssimas, provocadas pela dimetiltriptamina, substância presente no cipó da ayauasca, planta que serve de base ao daime e é venerada por seus entuasiastas. O governo diz que autorizou o pessoal a ficar viajandão para respeitar a liberdade religiosa. Cabe a pergunta: se alguém criasse uma religião batizada, digamos, Santo Pirlimpimpim, baseada em aspirações mágicas da cocaína, o Planalto também oficializaria o consumo?

Não acredito que li isso...

Bom, é um comentário bem "Veja" mesmo. De se esperar.

Mas ainda sim surpreende pelo tamanho do preconceito contido nas palavras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A Revista Veja desta semana mais uma vez ridiculariza o Santo Daime, com seu preconceito nojento e gratuito. Vejam a nota publicada na página 41, abaixo.

Sugiro que todos enviem cartas de indignação para a coluna "Leitor" da revista, acrescentando o nome, endereço, nº do RG e telefone: [email protected]

LIBERADO

oficialmente pelo governo brasileiro o consumo do santo daime, o chá lisérgico que faz a cabeça do pessoal da nova era com a promessa de abrir a seus seguidores as portas do autoconhecimento. O daime causa alucinações pesadíssimas, provocadas pela dimetiltriptamina, substância presente no cipó da ayauasca, planta que serve de base ao daime e é venerada por seus entuasiastas. O governo diz que autorizou o pessoal a ficar viajandão para respeitar a liberdade religiosa. Cabe a pergunta: se alguém criasse uma religião batizada, digamos, Santo Pirlimpimpim, baseada em aspirações mágicas da cocaína, o Planalto também oficializaria o consumo?

esse é o nivel das mesmas pessoas que lutam contra a cannabis, sempre com declarações inteligentes e com muito fundamento.. merece até 1min de silencio!! -_--_--_--_- , para mundo! que eu quero descer! :Ddura:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não acredito que li isso...

Bom, é um comentário bem "Veja" mesmo. De se esperar.

Mas ainda sim surpreende pelo tamanho do preconceito contido nas palavras.

O que mais me surpreende é que alguém paga salário p pessoa escrever essas baboseiras... Mais ainda do que as pessoas que compram esse tipo de revista...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

¨O daime causa alucinações pesadíssimas, provocadas pela dimetiltriptamina, substância presente no cipó da ayauasca, planta que serve de base ao daime e é venerada por seus entuasiastas.¨

1-DMT nao esta presente no cipo, sim nas folhas que sao misturadas ao cipo. O cipo apenas permite que o DMT presente nas folhas da chacrona faca efeito.

2- Ayahuasca, nao eh nome de plnata nenhuma. Ayahuasca e o nome da bebida que se prepara com o cipo Jagube (Banisteriopsis caapi) e com as folhas da planta Chacrona (Psychotria viridis). A bebida eh chamada ayahusca, santo daime, vegetal, oasca...enfim...

3-Comparar o uso tradicional milenar da ayahuasca com o uso de cocaina,na boa...sem comentrios

Ser criticado pela Veja eh quase um elogio...Revistinha fascista e sensacionalista...Quem nao lembra do caso da Soninha...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

nossa, pode crer Hernesto, nem me preocupei em analisar bem o texto devido a ignorancia de como foi escrito, bem observado... "dimetiltriptamina, substância presente no cipó da ayauasca foi a PÉROLA clap HAHAHAHHAHA

que o cara mal sabe do que fala, ok, percebe-se.. mas isso assinou o atestado de burrice! Essa revista é só mostra o que a grande mídia é... ao inves de prezar pelo jornalismo, fluxo das informações, concorrem para ser a mais vista $$$$.. nem que para isso apelem de todas as formas para impressionar o leitor, que agora já virou consumidor, porque se depender dessas coisas para se informar, é mais um alienado no exército deles.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

¨O daime causa alucinações pesadíssimas, provocadas pela dimetiltriptamina, substância presente no cipó da ayauasca, planta que serve de base ao daime e é venerada por seus entuasiastas.¨

1-DMT nao esta presente no cipo, sim nas folhas que sao misturadas ao cipo. O cipo apenas permite que o DMT presente nas folhas da chacrona faca efeito.

2- Ayahuasca, nao eh nome de plnata nenhuma. Ayahuasca e o nome da bebida que se prepara com o cipo Jagube (Banisteriopsis caapi) e com as folhas da planta Chacrona (Psychotria viridis). A bebida eh chamada ayahusca, santo daime, vegetal, oasca...enfim...

3-Comparar o uso tradicional milenar da ayahuasca com o uso de cocaina,na boa...sem comentrios

Ser criticado pela Veja eh quase um elogio...Revistinha fascista e sensacionalista...Quem nao lembra do caso da Soninha...

apenas para completar, o principio ativo do cipó é a harmalina, que é um inibidor de monoaminoxidase, sem ele o DMT nao é oralmente ativo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ponto final clapclap

¨´apenas para completar, o principio atvo do cipó é a harmalina, que é um inibidor de monoaminoxidase, sem ele o DMT nao é oralmente ativo.¨

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tava navegando e acabei vendo esta pessima noticia de um jovem que morreu afogado após tomar o daime... Como já foi discutido neste tópico mesmo é necessário acompanhamento de pessoas "experientes" para tomar o daime, ainda mais se for as primeira(s) vezes que tomar.... segue o video, aposto que a imprensa vai sair metendo o pau no daime e sua regulamentação...

http://www.youtube.com/watch?v=Hax8cuj9wS0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Primeiramente facamos uma corrente positiva para o irmao. E muito triste que isso tenha acontecido com ele, e seus familiares.

¨Agora, o estado está convencido de que tomar um psicoativo mais forte que o LSD em ambientes seguros e contextos seguros é possível. É claro que essas pessoas que passaram a vida lutando por isso tem medo de que a ayahuasca vire uma droga de rave.... Podem acontecer incidentes ruins envolvendo o uso da bebida, a mídia pode deturpar tudo, o que pode gerar um movimento de voltar à proibir a bebida que para muitos é um remédio....isso em nome da diversão de alguns que acham que a coisa é brincadeira....¨

Nao que eu esteja afirmando que o uso que o irmao fazia nao era serio, mas em seu altar, nao tinha nenhum simbolo do Santo Daime, UDV, Barquinha. Nenhuma entidade daquelas que fazem um uso ha muito tempo...que ja estabeleceram suas metodologias.

Eh aquela questao da liberdade de quem nao concorda com as religioes ayahuasqueiras tradicionais, para criar as proprias serimonias...Podem acontecer coisas como essas. Novas regras, novos riscos...Mas a liberdade eh primordial.

Tava falando em outro topico sobre a luta do mestre Irineu, o fundador do Santo Daime, para estabelecer normas e condutas que demonstrassem a seriedade da doutrina do Santo Daime. Todos vestidos de terninho branco e gravatinha, estrela brilhando no peito, tudo limpinho e alinhadinho. Todos sentados em seu lugar ou bailando em seu lugar durante as serimonias, deixando seu posto soh quando necessario, e retornado ao seu lugar. Bem diferente do contexto em que conheceu a bebida, junto aos indios na floresta.

http://www.youtube.com/watch?v=SnLsNuPFX0I&feature=player_embedded#at=26

E nao foi soh ele. Dr Timoty Leary, o maior estudioso do LSD, falava muito bem sobre a importancia De um Guia experiente, arrumacao do ambiente, e da preparacao da mente para realizar sessoes terapeuticas com LSD. Esses fatores de acordo com ele eram decisivos no sucesso da experiencia psicodelica. Fazer o uso acompanhado por pessoas que saibam lidar corretamente com os efeitos da substncia psicoativa,em contexto terapeutico de auto conhecimeto, em ambientes limpos, claros, seguros, em andares baixos e sem riscos. E foi o desrespeito a essas regras que causou a proibicao do docinho hehehehe

O titulo da materia nao eh cabivel. O que ele bebeu nao foi Daime. Ele bebeu Ayahuasca. Daime soh se bebe nos centros autorizados pelo Mestre Irineu/CEFLURIS. Leia se Santo Daime e Barquinha.

PS: Vamos lembrar que uma das maiores causas de morte por afogamento eh o consumo de alcool nas praias, e piscinas de clube. Que eh insentivado pelas proprias propagandas desses produtos, que em grande parte se passam nesses ambientes. Se o afogameto fosse com alguem que ingeriu alguma bebida alcolica haveriam aquelas criticas? ¨Aquela bebida maldita¨...O afogameto seria atrelado ao alcool? Sua legalidade seria questionada?

Forca para o irmao em sua jornada, e luz para os ayahuasqueiros do Brasil.

Vejam bem onde pisam.

A porta tah sempre aberta.

Viva a liberdade da Ayahusca

Viva o Santo Daime.

Vou postar um Hino recente do Santo Daime...

Todos sabem

quem segura esse barco

quem segura essa onda

quem nao deixa afundar

E Deus somente Deus

Pode mandar

Tem muita gente conhecendo essa bebida

mas se orientem pela luz dessa doutrina

Que ela foi recebida e transmitida por Sao Irineu.

Que ela foi recebida e transmitida por Sao Irineu

Hino recebido por Niltom Capareli

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Qt ao afogamento é realmente triste...mas não dá pra culpar a ayahuasca...qq substancia psicotropica forte pode causar alucinaçoes e por consequencia riscos a integridade fisica...não esqueço a estoria do "homem lombada" (nao sei se é lenda ou verdade) o maluco tava doidao na Bahia e deitou na estrada de terra....tragicamente se transformou no "homem lombada".... :blink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas pelo que eu soube ele nao tomou daime e morreu assim na miração nao galera... parece que ele participou de um trabalho a noite e se afogou na manha após o trabalho...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá galera do growroom!

Esse é meu 1o post. Fico mto feliz em ver tantos irmãos daimistas, da UDV e ayahuaqueiros em geral.

Quanto a regulamentação, acho fundamental, pois o Daime é uma bebiba poderosíssima, que não pode ser ingerida de forma inresponsável. Além disso, vale lembrar dos riscos de ser consumida por pessoas com distúrbios psiquiátricos, e/ou que estejam tomando medicação prescrita por psiquiatra.

Acho que essa história de monopolizar não procede, pois todos tem a liberdade de visitar um Centro, passar por uma entrevista e consumir o Daime.

O Centro ou Igreja que distribui o Daime que é responsável pela segurança do visitante, por isso é indicado que a pessoa só abandone o local do trabalho, quando o mesmo for finalizado. Entendo o lado dos que criticam a regulamentação, pois também já fui muito rebelde, quando conheci o Santo Daime queria só ficar pegado e de bobeira e achava um saco os fiscais virem atrás de mim, eu até poderia ter abandonado, mas percebi que tempo pra ficar de bobeira tem de sobra depois do trabalho, ainda mais com a companhia de nossa Mãe e a satisfação de dever cumprido.

Sobre a legalização da cannabis, acredito que possa percorrer o mesmo caminho, mas é uma pena que tantos ainda a usam com desrespeito e vestindo a carapuça que os preconceituosos os põem. Isso só dificulta. Quanto mais unidos estivermos de ideias elevados, melhor para nossa causa. Viva a Santa Maria, Viva a Ganja!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

caros amigos,

eu tive a oportunidade de experimentar o "chá" na União do Vegetal (UDV), da qual minha mãe participa...e adora...

inclusive participando da "diretoria" do núcleo que ela frequenta ...

enfim, em relação a regulamentação eu acho ótimo... afinal é uma evolução da sociedade...

porém, no que diz respeito à "onda"... meu deus !!! que loucura... confesso que não gostei... não faz o meu tipo...

vi alucinações sérias, passei muito mal, vomitei à vera...

obs: nem quando tomei chá de cogumelo, que achei muito legal, ou usei "bala" ou "doce", dos quais não gostei...

tive uma alucinação tão forte... inexplicável... tipo aquelas histórias que eu não acreditava... em ver dragão, mosntros... olhar uma planta e ver tipo aquelas coisas carnívoras de filme... parada trash...

o curioso, é que eu não gostei, óbvio, fui pra curtir um barato... passei mal pra cacete... e minha mãe teve a cara de pau de me falar que eu vomitei pra descarregar as negatividades... que aquilo era a minha cerveja e a minha maconha, e que o chá milagroso estava me limpando...

agora cá com meus botões, ela não aceita de hípotese alguma que eu fume...maconha, pq cigarro eu não fumo mesmo...

pertubou tanto até descobrir o cultivo... enche o saco para eu acabar de vez com o cultivo e parar de fumar...e eu moro sozinho...

mas a UDV para ela é o céu na terra, o vegetal é sagrado, e não é alucinógeno...

na minha vida e experiências na escala das drogas, a mais forte sem dúvida alguma que usei foi o vegetal... o único que me tirou do meu corpo...

entretanto, ela entra em parafuso com a minha erva...dá pra entender...

eu explico, mas a hipocrisia é maior, eu só queria que ela entendesse que é simplesmente uma questão de gosto...

ela gosta do vegetal, e eu não recrimino...e eu gosto da maconha...

pra finalizar, aproveitando a deixa do jornal "o globo" é uma questão de moral...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

o curioso, é que eu não gostei, óbvio, fui pra curtir um barato... passei mal pra cacete... e minha mãe teve a cara de pau de me falar que eu vomitei pra descarregar as negatividades... que aquilo era a minha cerveja e a minha maconha, e que o chá milagroso estava me limpando...

cara, as plantas enteogeneas estão ai na natureza, quem sou eu pra falar quem deve ou não usar, mas as plantas enteogeneas não te da a liberdade de usar ela de forma recreativa como a maconha deixa. Ela não é só alegria, ela é que nem um professor, ela vai te dar a lição, já que você procurou a aula tem que assistir! O fato de vomitar cabe ao que você cre, seja que seu organismo não aceitou , ou seja que foi feita a limpeza. Bom, não duvido de nada! só sento na cadeira e recebo a aula! Tudo na experiencia enteogenea serve de experiencia! cabe a voce tirar o proveito

se for pra ficar de boas só com sensação boa e agradavel.. é melhor ficar no verde mesmo (e as vezes até o verde da umas lição em mim tambem!), o uso da ayahuasca nao tem essa finalidade recreativa!

abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tae um tópico que ia só olhar, já que manjo nada... porém, uma amiga me chamou pra ir com ela tomar e acabei aceitando (não queria ir sozinha e talz, uma amiga que a chamou e ela me chamou)

Agora pra quem manja de já ter tomado, é forte assim a parada? Primeira vez toma menos, eu que controlo ou é igual a todos? E também, com todo respeito, mas até por um q vi no NatGeo e uma reportagem do Dischovery, vc vomita sem controle mesmo? E acontece diarréia tbem?

É melhor ir a primeira vez só pra conhecer e não tomar? alias... pode só conhecer a primeira vez vai, sem tomar? EX: Vamos a primeira vez, eu tomo ela "me olha", na segunda o contrário?

É nesse sistema de ir no sábado a noite e só sair no domingo de manha... mas quando chega de manha, vc já esta "OK", tudo "normal" ou ainda fica no efeito? Seria possível, ir de carro ou tem que ser taxi ou onibus?

Claro que isso é beeem subjetivo, depende do estado de espirito e talz, mas é comum Bad Trip? Alguém manja de alguém que "não voltou" da experiencia? Acontece o famoso "flashback" de ácidos? Sou sempre meio cético, e vou pra tentar sei lá, conhecer esse lado que não conheço, e as vezes acho que não existe pra ser sincero, isso ajuda ou atrapalha? (não sei se existe, mas se existir, é bom pelo menos conhecer né?)

Bom, é isso ae, se alguém puder dar esse help, vai me dar um ponto de partida, já que não conheço ninguém que tome ou tenha tomado, e o que a gente ve... bom, a matéria acima já da a letra né?

Abços! :cool

Editado por Atakus

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então Atakus. Seria até bom ir acompanhado na primeira vez. A presença de uma pessoa que vc conheça e confie, irá lhe deixar mais confortável no ambiente. Isso proporciona uma experiencia melhor.

A dosagem é relativa. E não é você quem escolhe normalmente, e sim o mestre/padrinho que está no controle da experiencia.

Os vomitos e diarréias, são bem relativos. Vc pode tomar e não acontecer nada. Pode tomar e vomitar bastante.

De qualquer maneira, pode ter certeza que se vomitar, a sensação "pós-vomitada" será libertadora. Vc se sentirá fisica e espiritualmente mais limpo.

Nao acho que vc precise ir a primeira vez só pra conhecer, e depois pra tomar. Na verdade, isso é pessoal né ? Faça como se sentir melhor. Mas não há problema em vc ir pela primeira vez e tomar.

Vc tomando sabado a noite, domindo de manha já estará 100% OK, concerteza. Na verdade, dependendo da hora que for, no mesmo dia (sbado anoite) daria pra voltar dirigindo normal. Novamente, o padrinho/mestre poderá de indicará melhor, se vc está em condições de ir pra casa ou não. Mas não é tão "pesado" quanto vc está imaginando. Esquece que não tem o perigo de vc estar voltando pra casa no dia seguinte e ver a estrada em forma de espiral.

A bad trip, novamente é bem relativo e pessoal. Depende de vc, do "set & setting", a música do ambiente, as pessoas ao redor. Mas veja bem. Vc poderá ver coisas ruins também. O famoso "lago negro da lua". Ao tomar o chá (ou outras plantas mágicas) não tem seu ego controlando o que vc "pode" e o que "não pode" ver. Em estados normais, há algumas coisas (sujeiras) que ficam debaixo do tapete. Os enteógenos levantam esse tapete, e vc verá tudo que tem pra ver.... algumas coisas podem não ser bonitas nem agradavéis, mas estão lá! E vc terá de ser firme, olhar pra elas, reconhecer que estão erradas, e então partir para muda-las.

No início pode ser um choque, e vc pode pensar "quanta coisa pra resolver e mudar...", mas conforme for resolvendo, sentirá a sensção de libertação e liberdade.

Nunca ouvi falar a respeito de "flashbacks" com ayahusca. Na verdade, mesmo com o uso de ácido... não conheço nenhuma pessoa (em primeiro grau) que já teve algo do tipo. DIZEM que sim, mas por enquanto minha experincia me conta outra coisa.

Vc ser "cético" não é nenhum problema. Vá lá e veja o que tem pra ser visto. Como bem disse o amigo ali pra cima:

"Ela não é só alegria, ela é que nem um professor, ela vai te dar a lição, já que você procurou a aula tem que assistir!"

É isso. Espero ter lhe ajudado. E se vc for mesmo na reunião, que tenha uma experiencia proveitosa!

Abraço

Tae um tópico que ia só olhar, já que manjo nada... porém, uma amiga me chamou pra ir com ela tomar e acabei aceitando (não queria ir sozinha e talz, uma amiga que a chamou e ela me chamou)

Agora pra quem manja de já ter tomado, é forte assim a parada? Primeira vez toma menos, eu que controlo ou é igual a todos? E também, com todo respeito, mas até por um q vi no NatGeo e uma reportagem do Dischovery, vc vomita sem controle mesmo? E acontece diarréia tbem?

É melhor ir a primeira vez só pra conhecer e não tomar? alias... pode só conhecer a primeira vez vai, sem tomar? EX: Vamos a primeira vez, eu tomo ela "me olha", na segunda o contrário?

É nesse sistema de ir no sábado a noite e só sair no domingo de manha... mas quando chega de manha, vc já esta "OK", tudo "normal" ou ainda fica no efeito? Seria possível, ir de carro ou tem que ser taxi ou onibus?

Claro que isso é beeem subjetivo, depende do estado de espirito e talz, mas é comum Bad Trip? Alguém manja de alguém que "não voltou" da experiencia? Acontece o famoso "flashback" de ácidos? Sou sempre meio cético, e vou pra tentar sei lá, conhecer esse lado que não conheço, e as vezes acho que não existe pra ser sincero, isso ajuda ou atrapalha? (não sei se existe, mas se existir, é bom pelo menos conhecer né?)

Bom, é isso ae, se alguém puder dar esse help, vai me dar um ponto de partida, já que não conheço ninguém que tome ou tenha tomado, e o que a gente ve... bom, a matéria acima já da a letra né?

Abços! :cool

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hei Atakus,

Parabéns pela atitude. Você não vai se arrepender. Siga as dicas do White Smoke. Não vá com essa nóia de vomitar. Se der vontade, peça licensa(na UDV é assim) e saia. Como é a primeira vez, alguém vai te acompanhar, com certeza. Faça o vomito e volte. Tranquilo. A sensação de limpeza depois é tranquilizadora. É importante não ficar segurando o vomito durante a sessão. Se sentir vontade vá. É legal conversar com o mestre antes da sessão. Exponha tudo o que quiser.

Uma dica importante. Evite comidas pesadas, gordurosas. Bebida alcoolica nem pensar. Aí o vegetal iria te ensinar o tanto que o alcool faz mal.

Nunca ouvi falar de alguém que não voltou.

Na minha primeira experiência, vomitei um pouco e foi tranquilo. Nenhuma experiência mais pesada. Em algumas sessões não foi fácil não. Vi o meu lado negro. As merdas que já fiz. Auto-conhecimento puro. Costumo dizer, brincando, que uma sessão corresponde a 500 consultas com psicólogo!

Como dizem na UDV, a experiência com o vegetal pode não ser fácil, mas sempre libertadora! Sempre vale a pena!

Depois da sessão eu ia embora pra casa, outra cidade, mais de 100km de distância, umas duas horas depois da sessão(de madrugada mesmo). Na paz. Sem problemas.

Enfim, fique tranquilo que você vai voltar e não vai pirar.

E o domingo tende a ser dos mais tranquilos da sua vida!

Depois conte para nós a sua experiência!

Um abraço e PAZ!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...