shark psico

Maconha E Sexualidade

Recommended Posts

entao irmao acho q a erva q vc ta precisando é chá de picão

cada um...... vai plantá maconha irmao e nao fica aqui desvirtuando o forum com baboseiras..... :vsf:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Malandragem da um tempo, deixa essa par safado ir embora... é por isso que eu vou apertar, mas não vou acender agora...

Vou apertar, mas não vou acender agora.... vou apertar, mas não vou acender agora... Se segura Malandro, pra fazer a cabeça tem hora...

[]'s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, o ideal num momento desses que vc está passando seria procurar um analista... esse profissional poderia lhe ajudar a se encontrar com relação a sua sexualidade. Melhor procurar ajuda profissional. Ou escute os conselhos da galera aqui, se vc filtrar o sarcascmo, tb são válidos para vc.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

mano..tu é viado mesmo..nao tem mais jeito. agora bola pra frente..ou pra tras..como preferir e vai plantar maconha!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porra vão tudo se fuder galera ... vcs são uns tiradores de sarro do caralho mesmo ... eu aqui com o traseiro ardendo, sem conseguir sentar e vcs rindo ...

Como vc quer exigir respeito dos outros... se voce não respeita a si próprio?

Mano growroom é coisa séria!

[]'s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se isso fosse a uns 40 anos atras, e o DEA visse uma coisa dessas, com certeza iria sair na mídia norte americana : "novas descobertas da ciência, comprovam que fumar marijuana transforma machos em mordedores de fronha"

Agora na boa cara, se vc fuma um e sente vontade de furar o corim, e isso te incomoda... pare de fumar...

Apesar de eu achar que vc é um "fake" que ta tentando tirar onda em cima dos maconheiros... Faz isso não cara, se só vai conseguir ser zoado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, se é que vc não é fake (como suspeito) pergunto:

Vc gostou de dar o *? Pq se gostou, qual o problema? Continua. Num interessa se vc é gay ou não. Nomes são apenas nomes, o que vc tem que saber é o que vc quer da sua vida.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

planta um pé de pica e vai ser feliz

esse é o meu conselho de coração mesmo

sem zuada

a felicidade só é verdadeira se você for quem você realmente é

amar o ator e não o personagem

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E já despontou a Miss Carnaval Diversidade 2010 galera!!!

Mais respeito ao futuro primeiro grower transexual do Growroom

:wacko:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vcs são mto cruéis e sádicos .... me mandando plantar pé de picão e o kct ... vou seguir os conselhos do BC Bud e arrumar um analista ... porra tenho um problema cs nao entendem ... resolvi dar fim no meu problema utilizando um pipe de metal como consolo, não é tão cômodo como um de borracha, mas dá pro galho ... em seguida posto fotos ...

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

mermão larga de ser escroto, vai procurar um trabalho ou algum fórum de qualquer assunto que te interesse! Ficar aqui querendo ibope, tu é um mlk carente problemático que gosta de levar pau no cú! E ainda tem gente que ainda tem a presteza de querer ajudar. Gasta seu tempo em algo útil seu babaca!

(pra todos, não é um comentário homofóbico)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ta na cara que esse maluco soh ta querendo causar...tem que banir e lacrar os topicos...

Gostaria muito que as pessoas tivessem um pouco de respeito com a comunidade do growroom, que eh um trabalho serio onde pessoas voluntariamente sem nenhum retorno imediato se arriscam (porque infelizmente "apologia" pode ser considerado crime) para ajudar outras que nem sequer conhecem a iniciar um cultivo de cannabis com o simples objetivo de inibir a atividade criminosa e obter um produto natural e de qualidade superior.

Quando peço respeito obviamente nao me refiro as pessoas que xingaram o cidadao ai que abriu o topico, xingaram com muita razao, porque aqui nao eh lugar pra fazer gracinhas (ateh eh em alguns topicos especificos, aproveite-os)...

pra mim parece que o cara eh um careta que esta com vontade de zuar os usuarios de cannabis, e vem com esse papinho aranha ai...

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vcs são mto cruéis e sádicos .... me mandando plantar pé de picão e o kct ... vou seguir os conselhos do BC Bud e arrumar um analista ... porra tenho um problema cs nao entendem ... resolvi dar fim no meu problema utilizando um pipe de metal como consolo, não é tão cômodo como um de borracha, mas dá pro galho ... em seguida posto fotos ...

Abraço

Isso mesmo, procura o analista de Bagè que ele da um jeito!!!!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Também acho que é um fake querendo causar intrigas.

hehehe bem coisa de viado mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso mesmo, procura o analista de Bagè que ele da um jeito!!!!!!!

Muito bem lembrado

KKKKKKKKKKKK

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ta na cara que esse maluco soh ta querendo causar...tem que banir e lacrar os topicos...

Gostaria muito que as pessoas tivessem um pouco de respeito com a comunidade do growroom, que eh um trabalho serio onde pessoas voluntariamente sem nenhum retorno imediato se arriscam (porque infelizmente "apologia" pode ser considerado crime) para ajudar outras que nem sequer conhecem a iniciar um cultivo de cannabis com o simples objetivo de inibir a atividade criminosa e obter um produto natural e de qualidade superior.

Quando peço respeito obviamente nao me refiro as pessoas que xingaram o cidadao ai que abriu o topico, xingaram com muita razao, porque aqui nao eh lugar pra fazer gracinhas (ateh eh em alguns topicos especificos, aproveite-os)...

pra mim parece que o cara eh um careta que esta com vontade de zuar os usuarios de cannabis, e vem com esse papinho aranha ai...

Falou tudo Jahbaa!!

Já mandei uma mp pros mods...

lamentável esse tipo de tópico... engraçado... claro, mas preocupante tbem, pois existem pessoas que usam das drogas pra justificar suas atitudes.

Acho que todo mundo tem dúvidas e questionamentos, mas droga nenhuma vai ser solução.

a ganja abre a mente mas não te leva a se transformar em outra pessoa.Isso seria seu inconsciente se manifestando e pesquisando sobre isso achei um texto hiper interessante.

no mais pra descontrair .. lembrei de um quadro do jo soares das antigas :<img src=:'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ANÁLISE DE UM CASO PARANÓICO (Caso Schreber)

Patrícia Alvarenga Lima

Paranóia, segundo Kraepelin (1913) é uma "psicose caracterizada pelo desenvolvimento de sistema delirante crônica, imutável, produto de causas endógenas, que evolui conservando o paciente em perfeita lucidez do sensório e ordem no pensamento, vontade e atividade" (Frota, 1983, p.420).

Mas de acordo com muitos autores da contemporaneidade, por exemplo, os autores do CID - 10 (1993), a denominam como um transtorno delirante, que pode aparecer como uma reação psicopática, com sintomas patoplásticos na senilidade, paralisia geral, intoxicações, psicoses afetivas, ou ainda, uma subforme da esquizofrenia.

Os sintomas mais presentes na paranóia são os delírios sistematizados, não alucinatório, que progride lentamente e acaba por denominar todo o pensamento do doente, alterando conseqüentemente, o seu comportamento. (Frota, 1983) A paranóia também é caracterizada por delírios místicos, persecutórios, eróticos, megalomaníacos, enciumados, reformadores, entre outros. Que se mostram de acordo com o tema e com o conteúdo do transtorno delirante, delimitando assim o tipo de comportamento do doente. Freud, no caso Schreber, relatou que a paranóia tem sua etiologia num conflito de uma fantasia de desejo homossexual reprimida, caracterizado por delírios de perseguição.

Segundo Freud (1992), as formas de paranóia conhecidas podem ser representadas como contradições de proporções únicas, eu (um homem) o amo (um homem). Para Freud, a característica mais peculiar na formação da sintomatologia paranóide se concentra no mecanismo de projeção. Uma percepção interna é suprimida, e ao invés de seu conteúdo, após sofrer esse tipo de deformação, ingressa na consciência sob a forma de percepção externa.

Nos delírios de perseguição, essa deformação consistiria numa modificação afetiva, tendo como conseqüência à percepção distorcida do que internamente seria amor, externamente ser percebido como ódio. (Fenichel, 2004) Schreber era um juiz que ao assumir um de seus cargos, começou a ter delírios e conseqüentemente começou a surgir atitudes ambivalentes em relação a Deus e pela idéia de tornar-se mulher e salvar o mundo. Freud em sua interpretação do caso frisou que Schreber através de sua patologia tentava resolver seu complexo paterno, principalmente por se tratar de um conflito homossexual passivo.

Schreber tentava proteger-se com a formação de idéias delirantes resguardando-se do seu conflito infantil em relação ao seu pai. Freud também salientou que a pessoa a quem o individuo dirige os delírios e afirmar que estar a persegui-lo, atrelado a esses delírios percebe-se sentimentos de ódio e que essa pessoa hoje temida foi em outra época uma pessoa amada e querida, ou é um representante funcional dessa pessoa. No caso de Schreber seria seu pai, projetado na figura do seu médico Flechsig. Como sabemos que a repressão dos conflitos homossexuais foi a causa originária de seu transtorno, então a manifestação da libido homossexual não foi catequizada de uma forma que não fizesse com que houvesse a ocorrência de tais conflitos . O caso analisado por Freud, ou seja, Schreber, delirava e acreditava que seu médico, Flechsig, o perseguia, para que os dois tivessem algum tipo de contato sexual. O médico então então se tornou o objeto da libido homossexual, e sua constante luta contra impulsos reprimidos pelo individuo e a sociedade da época contribuíram para a manifestação do conflito que deu origem aos sintomas de Schreber. Vale salientar que o pai de Schreber também foi um médico de grande êxito profissional, e que as fantasias e atitudes de ser transformado em mulher, ou seja, emascular-se pode ter assim retornado à atitude feminina em relação a que gostaria inconscientemente de ser dirigido ao pai e que representava seus desejos nos primeiros anos de vida. Schreber projetou inconscientemente esses sentimentos para seu médico, que em delírios o perseguia, corroborando assim, as suposições de Freud acerca dos mecanismos paranóicos serem conflitos homossexuais inconscientes e de maneira geral um tanto agressivo em relação à figura que está sendo dirigida tal conflito.

Na psicanálise freudiana todo fenômeno patológico possui uma origem num mecanismo de repressão. E quando esse conteúdo que foi reprimido é irrupto, esta irrupção provoca a formação da sintomatologia patológica havendo uma regressão do conteúdo libidinal que foi fixado e reprimido no sistema inconsciente. Corroborando o que Freud afirmou como os delírios provenientes dos conflitos de Schreber em relação ao desejo inconsciente pelo pai ( complexo paterno ), e pela utilização por parte do ego desta libido liberada, ou seja, o desligamento libidinal para o engrandecimento do próprio, onde faz co que haja um retorno ao estágio narcisismo onde o único objeto sexual de uma pessoa é seu próprio ego. Com isso ocorre uma fixação nesse estágio, o que constituem uma medida de quantidade de regressão característica da paranóia. Freud (1992, p. 104) frisa bem a relação da paranóia com os mecanismos das neuroses dizendo que estas surgem a partir de um conflito entre o ego e o instinto sexual e que as formas que elas assumem guardam a marca do curso do desenvolvimento seguido pela libido e pelo ego. O estudo do delírio paranóico não foi muito abrangido pela psicanálise, só se tem evidencias de se tratar de alguma coisa ligada a índole narcísica, pois os pacientes e em especial Schreber que são portadores dessa neurose consideram o estabelecimento externo de sua integridade como algo muito importante para o mundo. O que pode ser observado em toda a descrição do caso e em tudo que foi visto, é que o conflito homossexual resultante do complexo paterno não foi bem explicado e explanado por Freud. Este explica paulatinamente o mecanismo paranóico a partir dos processos de regressão, repressão e negação originada de algum conflito de origem libidinal que foi reprimido e ficou fixado em algum momento do estágio fálico, não relatando como se deu tal conflito para que houvesse uma inserção de papeis sexuais, ou seja, onde a mãe está presente nesta etapa para resolver os complexos desta fase do desenvolvimento psicossexual? Por que o paranóico não consegue passar por o estágio fálico de forma a resolver tal etapa como a maioria dos outros indivíduos? O que teria acontecido com os pais de Schreber, em especial, para que houvesse essa distorção no processo de desenvolvimento desse individuo? Também não foi bem exposto de como Schreber vivenciou o conflito? E se o próprio com todo o seu poder intelectual, em momentos de lucidez, ou seja, quando esteve sem ter delírios, nunca se mostrou ciente de tal transtorno e o que fez para burla-lo?

REFERÊNCIAS

FREUD, S. O caso de Schreber, artigos sobre a técnica e outros trabalhos, v. XII 24 ed. Rio de Janeiro: Imago, 1992.

FENICHEL, O. Teoria psicanalítica das neuroses. 10 ed. São Paulo: Atheneu, 2004.

PINTO, G. F. Psiquiatria básica. 1 ed Fortaleza: Ed. Centro Médico Cearense-UFC, 1983.

OMS. Cid - Classificação de transtornos mentais e de comportamentos da CID-10. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

http://www.cchla.ufpb.br/deptpsic/psicopatologia/patricia_schreber.htm

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porra vão tudo se fuder galera ... vcs são uns tiradores de sarro do caralho mesmo ... eu aqui com o traseiro ardendo, sem conseguir sentar e vcs rindo ... é sério galera qdo fumo erva parece a baixa uma pomba gira sei lá o que ... Grim engraçadinho ... não perde a chance de tirar uma palha neh mané ... a ajuda que eu busco aqui era de repente ter alguém q passa pela mesma situação q eu ... de repente vc, sei lá ... joaobolavarios vc é um escroto fica de 4 na minha frente q te mostro qm é a bichinha passiva ... alguma sugestão de erva q me deixe mais macho, Blue Berry, Afghan talvez ??? pensei que a galera aqui tinha a cabeça mais aberta ... desculpa incomodar aí

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK melhor parar de fumar mané! antes que pegue uma AIDS ai!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

´´resolvi dar fim no meu problema utilizando um pipe de metal como consolo, não é tão cômodo como um de borracha, mas dá pro galho ... em seguida posto fotos ...

´´

putz..alow moderação..

o que antes tava engraçado jaja vira 10pg de xingamentos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

´´resolvi dar fim no meu problema utilizando um pipe de metal como consolo, não é tão cômodo como um de borracha, mas dá pro galho ... em seguida posto fotos ...

´´

Parece que isso deixa bem claro que é um fake né.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só mais um CUZÃO querendo tirar uma onda com a galera, eu ia até dar uns conselhos(tipo começar a se exercitar e talz) pois sempre percebi a perda de libido e virilidade após um período longo de pesada utilização da erva.

E rapaz(moça), se tu ficou com vontade de chupar uma rola e o fez não tem jeito não, tu é uma bicha mesmo, agora vai pra balada gay encontar tua alma gêmea.

Até nunca mais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.