Entre para seguir isso  
Cannabispe

As Dez Piores Drogas Do Mundo

Recommended Posts

Um estudo liderado pelo professor David Nutt, da Universidade de Bristol, no sudeste da Inglaterra, analisou 20 drogas ilícitas e lícitas e as classificou numa escala do nível de dependência, efeitos no organismo e interação social. Confira as dez piores drogas: 1º. Heroína:

A heroína, ou diacetilmorfina, é uma droga opióide natural ou sintética, produzida e derivada do ópio, que é extraído da cápsula (fruto) de algumas espécies de papoula. Foi usada enquanto fármaco de 1898 até 1910, ironicamente (uma vez que é muito mais aditiva), no tratamento de dependentes de ópio e também como antitússico para crianças. A heroína foi proibida nos países ocidentais no início do século XX devido aos comportamentos violentos que estimulava nos seus consumidores. Em forma líquida, ela é usada com uma seringa, que injeta a droga direto nas veias, mas também pode ser inalada.

2º. Cocaína:

É classificada uma droga alcalóide, derivada do arbusto Erythroxylum coca Lamarck, estimulante com alto poder de causar dependência. Seu uso continuado, pode levar a dependência, hipertensão arterial e distúrbios psiquiátricos. Em forma de pó, a droga pode ser consumida de várias formas, mas o modo mais comum é pela aspiração. Em 1863, o químico Angelo Mariani desenvolveu o vinho Mariani, uma infusão alcoólica de folhas de coca, que chegou a ser muito apreciado pelo Papa Leão XIII, que inclusive premiou Mariani com uma medalha. A Coca-Cola seria inventada em parte como tentativa de competição dos comerciantes americanos com o vinho Mariani importado da Itália. Segundo rumores, o refrigerante continuaria desde a sua invenção até 1903 a incluír cocaína nos seus ingredientes, e os seus efeitos foram sem dúvida determinantes do poder atrativo inicial da bebida. Em 1885 a companhia americana Park Davis vendia livremente cocaína em cigarros, pó ou liquido injetável sob o lema de "substituir a comida; tornar os covardes corajosos, os silenciosos eloqüentes e os sofredores insensíveis à dor". Apesar do entusiasmo, os efeitos negativos da cocaína acabaram por ser descobertos.

3º. Barbitúricos:

Barbitúricos são sedativos e calmantes. São usados em remédios para dor de cabeça, para hipnose, para epilepsia, controle de úlceras pépticas, pressão sanguínea alta, para dormir. Nos primeiros anos de uso dos barbitúricos não se sabia que poderia causar dependência, mas já havia inúmeras pessoas dependentes. Hoje há normas e leis que dificultam uma pessoa a obter esse composto. Os barbitúricos provocam dependência física e psicológica, diminuição em várias áreas do cérebro, depressão na respiração e no sistema nervoso central, depressão na medula, depressão do centro do hipotálamo, vertigem, redução da urina, espasmo da laringe, crise de soluço, sedação, alteração motora.

4º. Metadona (Ópio):

O ópio (do grego ópion, "suco de papoula", pelo latim opiu) é um suco espesso que se extrai dos frutos imaturos (cápsulas) de várias espécies de papoulas soníferas, e que é utilizada como narcótico. O uso do ópio mascado ou fumado, que se espalhou no Oriente, provoca euforia, seguida de um sono onírico; o uso repetido conduz ao hábito, à dependência química, e a seguir a uma decadência física e intelectual, uma vez que é efetivamente uma droga destruidora do organismo. Para se fumar o ópio, utiliza-se um cachimbo especial, com uma haste de bambu e um fornilho de barro, e os seus adeptos seguem um verdadeiro ritual. Pode ser utilizado ainda, como comprimido, supositórios, etc.

5º. Álcool:

A bebida alcoólica pode ser considerada como a droga mais vendida no planeta, e o alcoolismo, dela decorrente, é um sério problema de saúde pública mundial. Pesquisas recentes sobre os efeitos do álcool no cérebro de adolescentes mostram que essa substância, consumida num padrão considerado nocivo, afeta as regiões responsáveis por habilidades como memória, aprendizado, autocontrole e principalmente a motivação. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estudos apontam que o "consumo baixo ou moderado de álcool" resulta em uma redução no risco de doenças coronárias. Porém, a OMS adverte que "outros riscos para a saúde e o coração associados ao álcool não favorecem uma recomendação geral de seu uso". Foi comprovado que o consumo moderado de álcool está associado a um maior risco de doença de Alzheimer e outras doenças senis, angina no peito, fraturas e osteoporose, diabetes, úlcera duodenal, cálculo biliar, hepatite A, linfomas, pedras nos rins, síndrome metabólica, câncer no pâncreas, doença de Parkinson, artrite reumática e gastrite.

6º. Cetamina:

O cloridrato de cetamina é uma droga dissociativa usada para fins de anestesia, com efeito hipnótico e características analgésicas. Conhecido remédio para cavalo, é consumida por conter efeitos psicotrópicos, os quais vão de um estado de leve embriaguez até a sensação de desprendimento da alma em relação ao corpo. Pode ser inalada, engolida ou injetada direto nas veias sanguíneas. Essa droga aumenta a resistência vascular pulmonar que em pessoas com DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), comum em fumantes e bronquíticos, e se utilizado por essas pessoas pode precipitar uma insuficiência cardíaca direita. Também aumenta a pressão arterial e o consumo de oxigênio pelo coração, podendo levar a um infarto fulminante do miocárdio.

7º. Benzodiazepinas:

Pertencente ao grupo de fármacos ansiolíticos, esta droga é usada no tratamento sintomático da ansiedade e insônia. A benzodiazepina vem em forma de comprimido e seu uso causa dependência psicológica e física, dependente da dosagem e duração do tratamento. A dependência física estabelece-se após 6 semanas de uso, mesmo que moderado. Os problemas de dependência e abstinência são comparáveis aos de outras substâncias que causam depêndencia, tendo-se transformado, nos países aonde há um uso mais generalizado, num problema de saúde pública, que só agora começa a ser reconhecido na sua verdadeira escala.

8º. Anfetamina:

Em estado puro, as anfetaminas têm a forma de cristais amarelados, com sabor intragavelmente amargo. Geralmente ingeridas por via oral em cápsulas ou comprimidos de cinco miligramas, as anfetaminas também podem ser consumidas por via intravenosa (diluídas em água destilada) ou ainda aspiradas na forma de pó, igual a cocaína. Nas últimas décadas, a anfetamina tem sido usada em massa em tratamentos para emagrecer, já que a droga é temporariamente eficaz na supressão do apetite. No entanto, conforme o tempo passa, o organismo desenvolve tolerância à anfetamina e torna-se necessário aumentar cada vez mais as doses para se conseguir os mesmos efeitos, o que pode fazer com que o apetite desapareça e torne o usuário anoréxico. Ao contrário do que os médicos pensavam quando se começou a utilizar a anfetamina, a droga não causa dependência física, mas psicológica, podendo chegar a tal ponto em que o abandono de seu uso torna-se praticamente impossível.

9º. Tabaco:

O tabaco é nome comum dado às plantas do género Nicotiana L. (Solanaceae), em particular a N. tabacum, originárias da América do Sul da qual é extraída a substância chamada nicotina. O usuário da nicotina, presente no cigarro, charuto, cachimbo e rapé, aumenta a probabilidade de ocorrência de algumas doenças, como por exemplo infarto do miocárdio, bronquite crônica, infisema pulmonar, derrame cerebral , úlcera digestiva, etc. Após uma tragada, a nicotina é absorvida pelos pulmões chegando ao cérebro geralmente em 9 segundos. Os efeitos são uma leve estimulação do cérebro e diminuição do apetite. Não há, na realidade nenhum efeito mais intenso ou importante. No entanto, o cigarro tem um potencial muito grande de provocar câncer, já que o fumo contém cerca de 80 substâncias cancerígenas. Há também estudos mostrando que as pessoas que fumam entre um e dois maços de cigarros por dia vivem cerca de 8 anos menos do que aqueles que não fumam.

10º. Buprenorfina:

A droga é derivada da heroína e serve como substituta para os usuários de ópio e heroína que já estão viciados e completamente destruídos pela droga. Vem fazer com que o adicto não sinta a ressaca da abstinência tão violentamente e que, a médio prazo, lide de forma mais saudável com o fim do vício pelo ópio ou por heroína. Este medicamento de substituição tem revelado bons resultados e funciona da seguinte maneira: no começo usa-se uma dosagem de acordo com os consumos do viciado em heroína, que vai sendo vigiada e reduzida lentamente até 0 miligramas, conforme o paciente não sinta mais a necessidade dos opiácios (morfina e heroína).

http://br.noticias.yahoo.com/s/23032009/48...ogas-mundo.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma coisa parece bastante clara: não são os motivos científicos que justificam a proibição da cannabis para uso medicinal. Sua margem terapêutica é tão ampla que não existem casos documentados de sobredose de cannabis. A aspirina mata por hemorragia digestiva, o paracetamol por insuficiência hepática, os opiáceos por depressão respiratória, alguns antidepressivos por arritmia cardíaca... Já os efeitos secundários da cannabis são menos graves do que a maioria dos fármacos que encontramos nas farmácias. Como se explica o poder político não sucumbir perante as evidencias que vão aparecendo a cada dia e demonstram algo que a humanidade já sabia desde vários milênios antes de Jesus Cristo

Dr. Javier Pedraza

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ta falando serio bugasman?

A maconha é a "porta para outras drogas"? Na grande maioria das vezes em que uma pessoa que hoje cheira cocaina, ja fumou maconha antes! Mas isso nao é consequencia da maconha, e sim da cabeça fraca, ou do gosto das pessoas. Acho que uma reportagem nao pode definir o que voce pensa, ou o que voce é . Se voce for se basear pelas noticias que rondam por ai , nao vai fumar canabis nunca mais mano! E se basear justamente por uma reportagem da "Veja" ???

E voce dizer que a canabis é a mais perigosa do mundo, por esse motivo ou por qual seja, acho que ta pegando meio pesado...mas cada um com seu cada um, eu curto cannabis e só!

Eu ja fumo maconha ha muitos anos e nao é por isso que aderi outra droga pro meu dia-a-dia!

E, antes do que MACONHA, acho que todo mundo começa pelo ALCOOL...que tambem nao ta na lista... acho que todo mundo deu um golinho de cerveja antes de dar um doizinho na primeira ponta.

Abraço! :Maria:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gente que mentira. A maconha era pra ser a primeira da lista. Se ela é porta pra outras drogas então ela é a principal responsável para o vício em todas essas drogas da lista. É como uma fórmula matemática, se usar maconha então = cheirar pó; se comer maconha = então injetar heroína. Posso provar, li na Veja.

Ta falando serio bugasman?

A maconha é a "porta para outras drogas"? Na grande maioria das vezes em que uma pessoa que hoje cheira cocaina, ja fumou maconha antes! Mas isso nao é consequencia da maconha, e sim da cabeça fraca, ou do gosto das pessoas. Acho que uma reportagem nao pode definir o que voce pensa, ou o que voce é . Se voce for se basear pelas noticias que rondam por ai , nao vai fumar canabis nunca mais mano! E se basear justamente por uma reportagem da "Veja" ???

E voce dizer que a canabis é a mais perigosa do mundo, por esse motivo ou por qual seja, acho que ta pegando meio pesado...mas cada um com seu cada um, eu curto cannabis e só!

Eu ja fumo maconha ha muitos anos e nao é por isso que aderi outra droga pro meu dia-a-dia!

E, antes do que MACONHA, acho que todo mundo começa pelo ALCOOL...que tambem nao ta na lista... acho que todo mundo deu um golinho de cerveja antes de dar um doizinho na primeira ponta.

Abraço! :Maria:

Acho que o cara tava sendo irônico, eu espero!!!!

Mas tua resposta foi perfeita! heheheehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Guest kringor

AS 10 PIORES DROGAS DO MUNDO:

1° Poluição

2° Armas

3º Religião

4º Politica

5º Televisão

6º Junk food

7º coca-cola

8º alcool

9° Moda

10° IGNORANCIA

O ministerio da realidade adverte: qualquer uma dessas drogas é extremamente viciante e não mata, faz muito pior te faz achar que esta vivo...

jogue fora sua quimica mortal

fume SO O NATURAL

blessed be !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

kringor, só a lógica que nao está correta, porque só existe poluicao, armas, televisao, etc (nao concordo com toda sua lista mas com esses mencionados e outros sim) já que existe a ignorancia. A ignorancia está na raíz da merda toda, entao pra mim, ignorancia seriaa pior droga... porque eh altamente chapante e te trava verdadeiramente no sofa....

O título do topico diz que a maconha nao esta nas dez piores drogas... pra mim, deveria estar em PRIMEIRO LUGAR..... obviamente, das dez melhores ne!! Poxa, quando se fala "dez piores drogas", eu sinto uma lista de um monte de lixo.... a palavra "droga" jah dá essa conotacao e pores, hehe....

E a Cannabis eh algo que, se estiver em CNTP (condições normais de tratamento e plantio) e, obviamente, for homegrow, eh slgo divino, nao faz mal, faz bem, eh fantástico, pode curar de verdade.... pode ser veneno para muitos, obvio, como tudo... mas entre os "venenos" que há por aí, foi o que eu escolhi por ser o mais seguro e o mais legal,.... hehe.....

da lista, já usei alcool (esse fim de semana, hehe... sempre bem moderado mas esse fim de semana dei uma exagerada, hehe) e tabaco também.... em forma de cigarros (idiotice, questao de sociabilidade e adaptacao ao grupo, coisa de adolescente mesmo) e em forma do fumo do narguilé, que provei uma vez e achei legalzinho, pq eh meio vaporizado mesmo, fiquei querendo um volcano, hehe...

Dessas 10 eu já usei 7... Não foi tão perigoso assim, hehehe

Ae grower, se nao for ruim pra ti e tal, se nao for ferir sua privacidade nem nenhuma regra do forum, rola de dizer quais? Porra, vc soh NAo tem 3 das acima, hehehehehe..... de verdade, se for ruim pra vc responder, de boasssss

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Junk food e coca cola?! pô... aquele pão de queijo da padaria com uma coca de garrafa gelada no copo com muuuito gelo pra larica?

concordo com todas as outras, mas pô.. logo a lariquinha mais esquema...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pô Avalo, só o Normal mesmo, hehehe...

algumas fiz uso uma vez só, como special-k (ketamina), outros pouquíssimas vezes como os remédios, essas só experimentei mesmo...

Que usei mesmo, regularmente, só alcool, tabaco e cocaína. Mas já não uso nenhum desses três, nunca tive problemas mais sérios, não uso por opção mesmo, prefiro a cannabis...

Não usei Heroína, Ópio e nem a buprenorfina. Hoje nem experimentaria, mas em outras épocas usaria de boa. Só não experimentaria injetáveis, crack e metanfetamina, de resto foram todas experiências positivas no final...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O ópio não é metadona. Metadona é só uma das substâncias encontrada nele, uma outra encontrada em quantidade é a morfina.

Ta falando serio bugasman?

A maconha é a "porta para outras drogas"? Na grande maioria das vezes em que uma pessoa que hoje cheira cocaina, ja fumou maconha antes! Mas isso nao é consequencia da maconha, e sim da cabeça fraca, ou do gosto das pessoas. Acho que uma reportagem nao pode definir o que voce pensa, ou o que voce é . Se voce for se basear pelas noticias que rondam por ai , nao vai fumar canabis nunca mais mano! E se basear justamente por uma reportagem da "Veja" ???

Na minha opinião as pessoas que usam drogas mais pesadas praticamente todas começaram com maconha não por ela ser porta de entrada, mas por ser a mais leve, mais amplamente disponível e também barata. Se uma pessoa nunca usou nenhum tipo de droga (estou falando ilícitas, o primeiro contato com drogas geralmente é com o álcool) obviamente ela não vai começar injetando heroína, vai começar dando umas bolas... é barato, é facil de conseguir, é uma droga leve... Apartir daí quem tem interesse em continuar continua, quem não é afim de usar outras coisas não usa, não é a maconha que vai mudar isso.

Um dos problemas é que por ser ilegal ela é vendida por traficantes que muitas vezes também vendem outras drogas. Daí uma pessoa que vai comprar maconha acaba tendo acesso (e muitas vezes é oferecido) a drogas mais pesadas. Mas daí não é problema da maconha em si, mas do estado legal dela. Esse foi um dos motivos da Holanda adotar a postura que possui atualmente com a maconha, pra que os usuários de maconha não tenham esse contato com o tráfico de outras drogas. Considerando que ela é a droga ilícita mais usada, essa é uma estratégia muito boa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu acho que fanatismo no futebol é uma droga... umas das piores, mais estupidas... e que mais cagam coisas bonitas, como era ir no domingao com a familia pro estadio... ainda rola em muitos lugares, mas em outras cidades fica prticamente impossivel levar familai pra arquibancada... pq cadeira eh osso ne!!!

"cè confundiu, isso é torcida nao é gangue" (Planet Hemp),,,,, fanatismo e bussiness acabam com qualquer esporte

ps.: nao estou falando que o pessoal ai do fla flu eh fanatico nao, soh aproveitei o gancho e o beck jah dixavado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Falaa Avalo!! Mas falo tudo mesmo irmao!!

Eu na real só to zuando mesmo pra dar uma descontraida, nem so fanatico de futebol e tambem nem so a favor de levar esse esporte tao a serio, como alguns levam!

Nao ha nada melhor do que ir com a familia pro estadio, ou queimar um Hash tambem na vibe do jogo!! :Maria: hahahhah Futebol é bom pra curtir, pra zoar..nao pra sai na porrada porque teu time perdeu, ou pior, ganhou!! E só pra lembra eu só tava zuando heinn galera!

Mas é isso mano, mando bem no assunto!! Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

lol, aqui no Brasil na minha opinião as piores drogas são:

CRACK

COCAINA

TABACO

ALCOOL

Mesmo pq nem existe heroína ou ópio por aqui... Se bem que ópio é uma das drogas que nunca tomei e gostaria de experimentar...

Bem, fanatismo por futebol, religioso, também aqui no Brasil bate qquer coisa... Aliás, bate quase tudo, a pior droga mesmo, talvez do mundo inteiro, é o GOVERNO BRASILEIRO.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

De boa cara. Esse tipo de argumento de que 'maconha não é droga' é uma das coisas que na minha opinião tiram credibilidade do movimento de legalização. Maconha é uma droga sim, ela possui substâncias que quando consumidas agem em receptores do nosso cérebro alterando a nossa percepção.

A maconha é benigna se comparada com drogas como álcool, tabaco, cocaína, crack etc, mas dizer que 'não é droga' que 'não faz mal' na minha opinião acaba soando como uma viagem. A maioria das pessoas não tem problemas com a maconha, mas muita gente pode ter. Assim como tem problemas com jogo, sexo, e até internet.

Na minha opinião os argumentos pró-legalização devem ser focados na comparação dos malefícios da maconha com outras drogas (principalmente as lícitas), no problema do tráfico e no simples fato de que ninguém tem o direito de nos dizer o que devemos ou não usar.

minha opinião.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
Entre para seguir isso