Entre para seguir isso  
Scrollock

[blog] Países Da Onu Definem Estratégia Sobre Drogas Com Veto Dos Eua

Recommended Posts

Scrollock    6

Países da ONU definem estratégia sobre drogas com veto dos EUA

Viena, 10 mar (EFE).- Os países da ONU definiram a estratégia internacional sobre drogas para a próxima década, cuja negociação foi marcada pelo confronto entre a maioria dos países da Europa e da América Latina, com as posições lideradas pelos Estados Unidos, informaram à Agência Efe fontes diplomáticas.

A negociação da declaração sobre as drogas foi centrada no conceito de "redução do dano", apoiado de forma ativa pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e todas as agências da ONU, mas que foi vetado do texto por EUA, Japão, Vaticano, Rússia, Itália e Colômbia.

A delegação americana alegou que o conceito era "ambíguo", enquanto um grupo de países europeus - Alemanha, Portugal, Holanda, Espanha e Reino Unido - tentou até o último momento incluir essa definição, mesmo no rodapé.

A "redução do dano" refere-se às políticas de distribuição de seringas descartáveis a usuários de drogas injetáveis, promoção da higiene e supervisão médica preventiva a doenças que podem ser transmitidas por uso de narcóticos, como aids e tuberculose.

Estas políticas têm claros resultados positivos, segundo a OMS, que estima que 10% dos novos casos de aids se devem à utilização de seringas usadas.

"O debate se concentrou na oposição entre uma filosofia punitiva com outra aproximação mais humana em relação às drogas", afirmou à Efe um diplomata latino-americano.

"A novidade é que a maioria dos países latino-americanos esteve muito mais próxima no debate da Europa do que dos Estados Unidos", acrescentou.

Altos funcionários das Nações Unidas, como o relator especial sobre tortura, o relator sobre o direito à saúde e o principal representante do Unaids, solicitaram às delegações que a estratégia de "redução de danos" fosse incluída no texto.

O Vaticano se opôs, afirmando que a "assim definida política de redução de danos leva a uma liberalização das drogas".

Diplomatas europeus consultados pela Efe afirmaram que a posição do Vaticano levou junto a Itália, criticada, junto com a Suécia, por romper a frente comum da União Europeia (UE) sobre o assunto.

A posição dos EUA foi definida por outro participante da reunião como "esquizofrênica", pois a política que vetou já é aplicada em vários de seus estados.

O texto, que não é vinculativo, será adotado na quinta-feira em reunião de alto nível de dois dias com a participação de todos os países das Nações Unidas.

No documento, os países se comprometem a que "o objetivo final" da estratégia para 2019 seja "minimizar e, eventualmente, eliminar a disponibilidade e o uso de drogas ilícitas".

Em 1998, na declaração anterior, a ONU tentou conseguir "um mundo livre de drogas", com "a eliminação ou uma redução significativa do cultivo ilícito de coca, maconha e ópio em 2008", o que não foi conseguido.

Uma das novidades a respeito da declaração anterior está em ressaltar o respeito aos direitos humanos na luta contra as drogas, uma dos pedidos expressos das ONGs.

Os países também destacam sua preocupação com a "crescente violência resultante das atividades do crime organizado envolvido no tráfico de drogas".

Além disso, reiteram seu apoio às estratégias de redução da demanda e aos cultivos alternativos como uma via para evitar as plantações de drogas ilícitas.

As ONGs criticaram o resultado das negociações como "continuísta", com uma política que fracassou na última década, com apenas pequenas melhoras.

"Foi dado um pequeno passo, quando precisávamos de um verdadeiro salto", disse à Efe Daniel Wolfe, diretor do programa de redução de danos da Open Society, da Fundação Soros.

Apesar de reconhecer um avanço na menção explícita aos direitos humanos no documento, Wolfe criticou como uma "utopia" a intenção de eliminar o problema das drogas, e defendeu um enfoque mais pragmático.

O International Drug Policy Consortium, que reúne dezenas de ONGs que tratam do assunto, disse que se perdeu uma oportunidade para mudar uma estratégia que considera fracassada.

"Infelizmente, as negociações produziram uma frágil e incoerente declaração política que pede mais do mesmo: estratégias ineficazes e frequentemente contraproducentes, garantindo que esta oportunidade para o progresso - esta oportunidade para salvar milhares de vidas - será perdida", afirmaram as ONGs. EFE

FONTE: http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1...TO+DOS+EUA.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bas    2.578

nenhuma novidade ne

Não me chamem de profeta. Ja tinha dito q seria assim em um outro topico

Que não tinha sequer a palavra reducão de danos no documeto redigido por eles.

Da-lhe EUA!

Enquanto esses FDP nao quebrarem vai ser foda!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Canadense    3.378
nenhuma novidade ne

Não me chamem de profeta. Ja tinha dito q seria assim em um outro topico

Que não tinha sequer a palavra reducão de danos no documeto redigido por eles.

Da-lhe EUA!

Enquanto esses FDP nao quebrarem vai ser foda!!

hahaha daqui a 10 anos vamos ter que pedir pra china...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Scrollock    6

O Bas falo tudo... nós somos totalmente manipulados pelos EUA... infelizmente eles tem o poder.

Não sei o que pensar, eu tinha muita esperança, pelo menos que eles deixassem cada país decidir sua política anti-drogas.

baita sacanagem... conseguimos os direitos humanos na luta contra as drogas??!! q merda significa isso??? não vão mais poder mata usuário???

Será que poderemos plantar legalmente com essa justificativa? :/

afff.... fumei um baita baseado da massa pra passar a indignação :vsf:

nos resta continuar na luta :punk:

floww!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
aleluia    201
nenhuma novidade ne

Não me chamem de profeta. Ja tinha dito q seria assim em um outro topico

Que não tinha sequer a palavra reducão de danos no documeto redigido por eles.

Da-lhe EUA!

Enquanto esses FDP nao quebrarem vai ser foda!!

Na super interessante um cara falou isso... que a agencia estadounidense de drogas mandava na política brasileira de drogas...

o brasil é uma colonia...

Pior que vai ser MTA MTA MTA palhaçada... o dia que legalizarem por la no outro dia aqui tb vai ser...

é preclaros colegas... o melhor é investirmos nos nossos armários!

mas com essa crise e com o obama lá é capaz das coisas começarem a mudar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Mactak    25

A posição dos EUA é hipócrita pracarai. Quando imperava a lei seca e a crise da bolsa de 1929 levava os magnatas a pular do alto de seus edifícios os caras aproveitaram para liberar o álcool, gerando arrecadação. Temos visto aqui mesmo no fórum o parecer de alguns políticos e economistas ressaltando os beneficios que traria a legalização no que diz respeito a economia. Estão dando um tiro no pé outra vez.

O Vaticano também só dá bola fora. Cambada de hipócritas.

Querem continuar com essa ladainha de Guerra Contra as Drogas até quando?

Porra. Revoltei geral.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Canadense    3.378
BURGUESES SAFADOS!!!!!!! :vsf: :vsf: :vsf: :vsf: :vsf: :vsf: :vsf: :vsf: :vsf: :vsf:

burgues seria a classe social da revolução frances. o do marxismo, ou dos imbecis que acha que rico é burgues??? B)

O termo Burgo remonta à Idade Média, em que era o nome dado a cidades que eram protegidas por fortalezas. Dessa palavra procede o adjetivo "burguês", também usado como substantivo e que designava o habitante do burgo.

No entanto, os burgueses eram pobres e não sonhavam com enriquecer-se nem, muito menos, com tomar o poder. Desprezados pelos nobres e pelos artesãos, estes burgueses eram herdeiros da classe medieval dos vilões e, por falta de alternativas, dedicaram-se ao comércio, que, alguns séculos mais tarde, serviria de base para o surgimento do capitalismo.

Os burgos eram lugares fortificados por muralhas, por tanto, bons para proteger as pessoas dos diversos assaltos nas estradas, que na época eram muitos. Com o tempo, chegaram pessoas demais para ficar nos burgos, por necessidade de proteção, então alguns (os mais pobres) ficavam fora das muralhas e os nomes deles se tornaram extraburgos.

Os burgos, depois de um tempo, passaram a ser bancos e começaram a enriquecer.

Com a aparição da doutrina marxista, a partir do século XIX, a burguesia passou a ser identificada como a classe dominante do modo de produção capitalista e, como tal, lhe foram atribuídos os méritos do progresso tecnológico, mas foi também responsabilizada pelos males da sociedade contemporânea. Os marxistas cunharam também o conceito de "pequena burguesia", que foi como chamaram o setor das camadas médias da sociedade atual, regido por valores e aspirações da burguesia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bas    2.578
Na super interessante um cara falou isso... que a agencia estadounidense de drogas mandava na política brasileira de drogas...

o brasil é uma colonia...

Pior que vai ser MTA MTA MTA palhaçada... o dia que legalizarem por la no outro dia aqui tb vai ser...

é preclaros colegas... o melhor é investirmos nos nossos armários!

mas com essa crise e com o obama lá é capaz das coisas começarem a mudar.

Mas quem ta afinando não é o Brasil

Quem ta fudendo tudo sim são os EUA

Mas a nossa comissão realmente não deve ser das mais progressista, visto que quem está a frente do SENAD é um militar, e não alguem da saúde ou dos direitos humanos.

icon11.gif Vocês vão marchar em suas cidades?!?!?!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
pernola    386
O Vaticano também só dá bola fora. Cambada de hipócritas.

O que vc esperava do Vaticano?

A igreja católica é o poder mais imundo e sem caráter que já existiu nesse mundo, bando de filho da puta. Apoiou regimes de extrema direita, é contra a camisinha, pílula, aborto. É contra a liberdade.

Bando de filho da puta do caralho!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
davinci    340

Que pena, 2009 tava tudo pra ser O ano das mudanças, tava tudo indo tão bem....

Mais 10 anos de puro hipocrisia e insuficiencia de resultados...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
didimoco    43

Essa posição dos EUA é surpresa lá na ONU?

A europa ta noutra, o povo italiano é liberal, vamos ver a reação deles na posição deles, lá vende até sementes: http://www.semitalia.biz/

E a parada não esta decidida;

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bas    2.578
Essa posição dos EUA é surpresa lá na ONU?

A europa ta noutra, o povo italiano é liberal, vamos ver a reação deles na posição deles, lá vende até sementes: http://www.semitalia.biz/

E a parada não esta decidida;

Essa posição é a final sim! E não é surpresa nenhuma

A Itália é altamente careta e comandada pelo Berlusconi, um grande fascista.

Ta decidido sim

A reunião que esta acontecendo esses dias é a reunião com os representantes de Estados. Reunião fechada.

As da semana que vem vão ser abertas para ONGs, mas nada mais será mudado.

Já era amigo. Pode tirar seu cavalinho da chuva... e chora...

Vai ficar de KAOzinho ainda e não vai na Marcha!!??

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bas eu acho que nao eh bem assim nao cara.

Vc tem razao, nada mudou. A nova meta é a meta antiga reescrita. Se nao fosse a pressao para uma minima mudanca, a meta nem mudaria.

O que acontece é que o representante dos EUA (que manda na Colombia) e dos outros paises que vetaram a reducao de danos já saem de seus paises com uma ordem: nao deixem nada mudar. E os caras tem lobby e fazem isso.

Pra questao ser global, o primeiro passo será o governo dos EUA permitir o uso de cannabis medicinal pela lei federal ou ao menos deixar os estados legislarem sem interferir com o DEA. Dado esse primeiro passo, os EUA terao que assumir a postura da descriminalizacao e é o unico pais capaz de mudar algo em um nivel tao grande quando a ONU. E pra isso acontecer, creio que somente em um possivel segundo mandato do Obama, depois de resolvida a meleca economica e o Iraque.

Mas o fato é que o discurso que o FHC e os outros ex presidentes tinham foi feito, foi ouvido. E isso é o que é importante. A mudanca terá que ser na mentalidade de toda uma populacao e será pouco a pouco. Outro dia o Gabeira quase foi eleto prefeito... ontem o FHC fez o discursso pró descriminalizacao e reducao de danos.... amanha eh outro passo e mais outro.... o importante é que por alguns anos o movimento (que antes era de legalizacao e hoje de descriminzalizacao) ficou meio parado, ninguem falava em nada..... e agora o assunto esta sendo discutido, esta ai para as pessoas pensarem... e pra mim, dada a atual situacao da Cannabis, está muito bom.

Quando eu fui otimista no outro topico, o que vc cantou a pedra, foi no sentido da discussao... ninguem achou que sairia algum texto dali... a reducao de danos em caso de seringas eu achei que sim, seria inserido, isso foi um vacilo, mas, como disse acima, mudar a coisa ao nivel de ONu nao eh brincadeira, o lobby eh fudido demais, tem gente disposta a dar a vida pra ver a cannabis eternamente criminalizada. Entao eh nesso ponto que discordo, continuo otimista no cenario geral e creio que os passos corretos estao dados.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bas    2.578
Outro dia o Gabeira quase foi eleto prefeito...

Voce não deve morar no Rio.

O gabeira ta correndo da Legalização.

Se voce for falar com ele, te digo q ele corre.

Quer fazer um teste?? Liga pra ele atras de apoio pra Marcha.

Depois posta aqui o que aconteceu.

Se quiser te passo o telefone do Gabinete dele ou celular. Me envia MP q te passo.

Quanto a coisa estar avançando eu concordo contigo, mas infelizmente não é ainda suficiente para uma mudança real.

Realmente o proibicionismo está entrando em colapso. Estão perdendo o controle da situação e cada vez mais ee uma falta de bom senso não legalizar a cannabis.

Temos continuar esse trabalho e precisamos de mais gente envolvida na causa.

Gostaria de contar uma novoidade muito boa, não muito a ver diretamente com o tópico

Segunda feira tive o prazer de reencontrar o Marcelo Yuka, ex baterista do Rappa.

Ele está entrando de cabeça conosco na Marcha da Maconha.

Entrevistamos o Yuka para um documentário que estão produzindo sobre a proibição da Marcha no Brasil e conversamos sobre o apoio a marcha.

O cara é SIMPLESMENTE FODA.

Ele está lançando uma marca de camisas e a primeira camisa será da marcha da Maconha.

Estamos tentanndo viabilizar uns debates onde lançariamos as camisas. E ele já disse q a grana arrecadada seria toda doada a marcha.

Espero que a classe artistica (BANDO DE BUNDA MOLE) comece a sair do armário com o exemplo do Yuka. Mas realmente não acredito.

Tive ontem com o Tico Santacruz e discutimos isso. É tudo um bando de hipócrita!! Cheiram e fumam a dar com o pau, dizem que amam seu país, sua cidade, criticam a violência, mas nada fazem pra mudar esse cenário... lastimável.

Mas é isso aí. As coisas estão andando, mas ainda só na sociedade civil.

E quem tem o poder de decisão são os chefes de estado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
nemmeviu    103
Voce não deve morar no Rio.

O gabeira ta correndo da Legalização.

Se voce for falar com ele, te digo q ele corre.

Quer fazer um teste?? Liga pra ele atras de apoio pra Marcha.

Depois posta aqui o que aconteceu.

Se quiser te passo o telefone do Gabinete dele ou celular. Me envia MP q te passo.

Vai fazer o cara perder tempo.

Politica é assim, não importa o certo. O que importa é parecer bonito para as massas, a massa é burra e manipulada, os politicos são cínicos e hipocritas. O mundo sempre foi assim.

Só a gente quer a legalização de verdade (quem fuma), de resto, mesmo os formadores de opnião por ai, que falam bonito, e as vezes até empolgam a gente, tão cagando e andando.

Triste.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
grower1977    123

"a eliminação ou uma redução significativa do cultivo ilícito de coca, maconha e ópio em 2008"

"minimizar e, eventualmente, eliminar a disponibilidade e o uso de drogas ilícitas".

Pra mim não muda nada, mas também não acho o fim do mundo, sinceramente, ainda acredito que alguém possa peitar isso e implementar uma política sobre as drogas bem mais coerente.

Eu vou marchar, mas do que nunca é preciso gerar discussões, temos que aproveitar o momento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Scrollock    6

Na verdade esse tratado pode ser modificado a qualquer momento é só os signatários aceitarem as mudanças.

Como o obama tah se saindo um perfeito fantoche... então não sei se há esperança de mudanças por lá.

Essa foi a chance dele mostrar que era presidente, e perdeu!

é só mais uma marionete de merda! u.u

Agora é lutar com o que temos, nossas plantas e nossa mente =D

flow!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
davinci    340

Aqui pessoal, agora nao to entendendo nada, a reunião de Viena já aconteceu ou não? No blog sobre drogas o autor do texto diz que ela será hoje quarta-feira dia 11. Afinal, já foi ou não?

"Reunião na ONU que debaterá políticas sobre drogas começa nesta quarta

Começa nesta quarta-feira, dia 11, em Viena, a reunião de alto nível da Comissão de Drogas Narcóticas (CND) da ONU, que vai fazer uma avaliação dos dez anos da política internacional sobre drogas implementada na sessão especial da Assembléia-Geral da ONU de 1998 (UNGASS). O resultado da avaliação vai ajudar a pautar as diretrizes da ONU sobre o assunto para os próximos dez anos.

Já se sabe que, à exceção fortíssima dos Estados Unidos, da Rússia e da Índia, a posição de todos os países que participarão da avaliação é de que a política incentivada na última década - que pregava a guerra total ao tráfico e a tolerância zero ao uso de entorpecentes - foi um retumbante fracasso logístico, financeiro e social. Relatórios elaborados por comissões européias e latino-americanas (entre elas a Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, co-presidida pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso), que serão apresentados na reunião, mostrarão em números o crescimento do poder econômico do tráfico internacional de drogas, o aumento das áreas de plantio, a escalada da violência gerada pelo tráfico e o surgimento de novos mercados de 1998 para cá. Algumas propostas de flexibilização das políticas públicas anti-drogas, em especial com relação ao comércio e uso de maconha, também deverão ser colocadas à mesa.

Não se espera, contudo, nenhuma mudança realmente significativa no posicionamento oficial da ONU quanto ao assunto.

Isso porque o integrante mais influente da decisão, os Estados Unidos, não dá mostra de que irá admitir oficialmente que a violenta e milionária política de guerra total às drogas - em grande parte financiada pelo governo americano e sua poderosa agência antidrogas - deva ser revista.

Nos últimos meses, grupos lobistas atuaram junto à Casa Branca para tentar alterar alguns pontos no relatório americano sobre o assunto, flexibilizando a posição dos EUA e permitindo a votação de algumas mudanças, principalmente as relacionadas à redução de danos, conceito que os EUA até hoje ainda se recusam a aceitar. Não se sabe ainda até que ponto os EUA poderão flexibilizar sua posição, se é que o farão em algum aspecto.

Os debates, porém, prometem ser quentes. Principalmente por causa da posição da União Europeia. O relatório da comissão que formulou a posição da UE sobre o tema, divulgado esta semana, impôs duras críticas à política de tolerância zero, e novamente propõe, assim como já fazem os países latino-americanos, que a questão das drogas seja tratada como política de saúde pública, e não se segurança.

Algumas propostas mais radicais - como a sugestão de entregar para o Estado o plantio e a distribuição de maconha, que será apresentada pela Inglaterra, e a defesa da descriminalização do plantio da folha de coca, que será feita pela Bolívia - também prometem gerar discussões acaloradas. Não se espera, contudo, que qualquer dessas propostas possa realmente sair do papel.

Este blog estará acompanhando o andamento das reuniões em Viena, torcendo para que, contrariando todas as expectativas, o encontro ofereça ao mundo alguma surpresa positiva."

???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
didimoco    43
Essa posição é a final sim! E não é surpresa nenhuma

A Itália é altamente careta e comandada pelo Berlusconi, um grande fascista.

Ta decidido sim

A reunião que esta acontecendo esses dias é a reunião com os representantes de Estados. Reunião fechada.

As da semana que vem vão ser abertas para ONGs, mas nada mais será mudado.

Já era amigo. Pode tirar seu cavalinho da chuva... e chora...

Vai ficar de KAOzinho ainda e não vai na Marcha!!??

Calma bas, expire..................inspire......................expire...................

.....inspire...

Melhorou?

Ahhh bom ;)

Acredito que vários passos foram dados a favor da maconha, mas quanto a legalizar todas as drogas, sempre achei impossível de acontecer agora.

Então vamos separar as coisas: liberar o cultivo não é "legalizar a maconha", e sim "descriminalizar a maconha"

E é isso que eu quero, cultivar a minha erva em paz. :D

Quanto a marcha, estarei lá. :ph34r:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
_planta!    4

Pra haver mudança tem que partir do povo, e é o correto.

Não sei a realidade nas regiões de cada um aqui, mas na minha, a grande maioria de quem fuma maconha não está preocupada com a descriminilização ou legalização.

Vai levar uns 40 anos pra uma mudança mais real, eu sou radical nesse ponto.

A coisa iria andar muito mais rapido se criassemos um poder paralelo pra combater o tráfico, explorando a venda sim, do fumo cultivado por nós, conscientizando quem compra.

Geraria renda pra quem cultiva, toda parafernalia que usamos movimentaria a economia, o usuario sairia do trafico violento e desordenado.

Pena que a maioria dos brasileiros são bananas pra enfrentar a lei. Querem mudanças e não querem fazer nada, o cultivo em casas é a solução e ponto, até a policia tem que aceitar isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso