Ir para conteúdo
Growroom

Videos da sessão do CCJ que excluiu o auto-cultivo


Recommended Posts

o usuário marachimbeh conseguiu o video da sessão da CCJ que acabou com 4 anos de discussão sobre a politica de drogas e excluiu a previsão de cultivo para consumo que havia no texto.

estou repetindo a informação que o próprio marachimbeh colocou no tópico que discutia o assunto porque passou quase despercebido.

os videos estão em http://ecognitiva.blogspot.com/

não deixem de assistir, é simplesmente chocante ver a ignorância dos senadores ao tratar de um tema tão importante.

vamos apoiar a iniciativa do blog ecologia cognitiva que está ativo no acompanhamento dos desdobramentos de mais este absurdo cometido pelos nossos legisladores.

CUIDADO: CENAS FORTES !

O excelentíssimo senador Demostenes Torres, ao defender sua emenda, afirma categoricamente que não existe cultivo para consumo e que não há sequer um usuario preso no Brasil.

Segue o post do marachimbeh no outro tópico:

Alô Galera,

Como havia anunciado, descolei o vídeo da sessão da CCJ do Senado onde foram incluídas as emendas que desfiguraram o projeto da 'nova' política de drogas.

Tá lá na 'Ecologia Cognitiva' (trechos). A íntegra estará disponível em breve.

Creio que vale à pena acessar e avaliar o que aconteceu, lembrando que não há decisão ainda. A matéria vai para plenário, e a questão da infração regimental ocorrida na aceitação das emendas foi confirmada pela resposta que o Sen. Jefferson Peres deu à minha mensagem (veja nos comentários deste post). Aliás, temos que chegar junto desse bom velhinho. O cara é super respeitado na casa, já foi presidente do Senado, e só não faz mais barulho porque fica com a impressão de que está pregando no deserto, com todos contra ele. Cadê nóis, galera?!

Acredito que a disponibilização do vídeo é um passo intermediário, que nos ajuda a conhecer os termos em que está rolando o debate. Mas é importante articularmos iniciativas para influenciar o processo até a votação, e tudo depende da nossa capacidade de comunicação, articulação e mobilização. Vamo que vamo, sei que cada um pode contribuir de alguma forma.

Aloha.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 69
  • Created
  • Última resposta

Top Posters In This Topic

  • Usuário Growroom

Eu tinha visto os vídeos pelo otro tópico já, e tinha pensado em abri um novo pra isso, mas achei que iam reclamar prq jah tinha lah...

Mas o video é REVOLTANTE. O senador Demóstenes Torres- PFL/GO,diz no segundo trecho:

Após ler um texto, que falava sobre o projeto de quem planta,cultiva,semeia para uso próprio, não ser enquadrado como traficante, ele solta:

"A legislação está criando a figura de plantio para consumo próprio. O que não existe! Não existe plantio para consumo próprio. Eu estive fazendo um estudo, e pra se fazer 1g de cocaína é preciso de 100g de folhas de coca. O cara vai ter que plantar uma enorme quantidade de plantas, e ter material para refinar, equipamentos.Quer dizer, isso não existe! Não existe plantio para uso próprio. Isso é uma utopia. Não existe a menor lógica. Até porque se o governo fizer isso, um dia um grupo de familiares usuários de maconha pode chegar ao desplante de ir até o Governo Federal e pedir emprestado um dinheiro destinado ao PRONAF, e dizer: Estamos precisando plantar maconha para consumo próprio. Não se planta arroz, feijão, pra uso próprio?

Por mais absurdo que seja essa isso, o governo está abrindo essa idéia.

Uma pessoa lá no quintal plantou uns pés de maconha. 1,2,3,4, 5 pés de maconha, vai fornecer 2 cigarros de maconha. Não existe plantio para uso próprio"

Por esse trecho, dá pra ver o CONHECIMENTO e a SABEDORIA dos caras que governam nosso país. Não existe auto cultivo? Só no senado não existe. O Gabeira poderia dar uma ajuda lá. Mostrar que com UMA planta, já se tira muito mais que 2 cigarros de maconha, e que em países como Austrália e Holanda, o auto-cultivo já é aprovado pela lei.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

É muita ignorância, não somente em relação à Cannabis, mas sim em relação à vida, ao Universo. Não passam de pessoas que possuem a mente e o coração doentes, longe do contato orgânico com o planeta. Sinto muito.

Acredito que o quadro no Brasil não vá mudar, pois tomemos de exemplo o que aconteceu no México: uma lei aprovada no país, que legalizava certa quantidade de Cannabis e algumas substância, foi vetade pelos EUA. Nosso país também não passa de um Zé-ninguém, que é o broche que os EUA usam no terno dourado.

Essa doença é global... pessoas, vocês precisam se tratar!!!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Que ignorância o quê!!!

É muita esperteza isso sim...

Eles se fazem de bobos mas na verdade os bobos somos nós, é o povão.

Sabe porque essa perseguição contra o auto-cultivo?

Porque a maconha é a droga que mais gera dinheiro no meio do tráfico.

Se as pessoas começarem a plantar prejudica os negócios, a proibição do auto-cultivo é apenas protecionismo a um negócio BIlionário.

Alguém tem dúvida que no senado estão os chefões do trafico de drogas do Brasil? Ou pelo menos estão os paus-mandados dos caras?

É crime plantar seu próprio bagulho ou é crime trabalhar de terça a quinta, ganhando um salario de QUATRO dígitos?

Esquerda, direita é tudo a mesma MERDA.

PS: Esse ano eu comecei e acabei (no vegetativo) TRÊS cultivos, TRÊS, um foi na semana passada, eles querem que a gente frequente bocas, compre do deles.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Cara, o Jefferson Peres falou muito bem, muito bem mesmo...

Fiquei até espantado..

Poderiamos juntar coisas assim, discutir alguns argumentos, e começar a publicar..

mandar por e-mail pra toda a lista.. pra fazer isso rodar pela internet..

se conseguirmos juntar alguma coisa, e fazer com que chame a atenção das pessoas, que disperte curiosidade, a gente consegue abrir a cabeça de pessoas..

o panfleto que foi feito para a passeata em novembro de 2005, chegou pra mim por e-mail, em uma daqueles correntes, sendo que o ultimo contato que me mandou foi um conhecido meu..

temos que nos mobilizar de alguma forma..

Porque no senado, tem um ou dois lutando pela gente, por nossa causa, resta a nós lutarmos fora...

abraços..

Que ignorância o quê!!!

É muita esperteza isso sim...

Eles se fazem de bobos mas na verdade os bobos somos nós, é o povão.

Sabe porque essa perseguição contra o auto-cultivo?

Porque a maconha é a droga que mais gera dinheiro no meio do tráfico.

Se as pessoas começarem a plantar prejudica os negócios, a proibição do auto-cultivo é apenas protecionismo a um negócio BIlionário.

Alguém tem dúvida que no senado estão os chefões do trafico de drogas do Brasil? Ou pelo menos estão os paus-mandados dos caras?

mais isso ja é claro faz tempo, o problema é que não podemos chegar neles falando isso..

quem manda na droga usa terno cara, não tem essa..

se nossos governantes fossem inteligentes, ao invés de ganhar dinheiro sujo, podiam ganhar limpo, com impostos e taxas...

se a maconha fosse legalizada no brasil, daria mais dinheiro que cerveja..

a maioria dos cervejeiros dessa "nova geração" fuma maconha, mais nem todo maconheiro dessa mesma geração bebe cerveja, alguns são até contra o alcool..

e complicado cara..

temos que fazer algo pra abrir os olhos de todos..

abraços..

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Baixei agora o video completo pelo google... realmente é revoltante ver a ignorancia de certos politicos em temas ainda tabus...porem fica uma luz no fim do tunel, quando vemos pessoas mais esclarecidas como o sen. jefferson peres( [email protected]) ou o batista motta falando sobre legalizaçao, de forma clara e concientizada, no meio de uma discussao com tantos argumentos ultrapassados, conservadores e etc etc..

alias o email do demostenes eh [email protected]

provavelmente ele nem abre a caixa de emails mas quem sabe agente pode dar uns toques pro cara...livros sobre o tema pra ele ler e n ficar falando besteira as custas do dinheiro dos outros, rsrs sei la..

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Pode crê,

Pior que a idéia do Mexicanweed pode ser uma boa,se organizássemos várias informações referentes ao tema auto cultivo e tentássemos enviar aos deputados e senadores??Claro que existe a possibilidade de não dar em nada mas se a coisa fosse feita em massa talvez nos dariam atenção aí enviaríamos aos jornais,revistas e emissoras de tv,tipo um protesto ao auto cultivo?De repente quem já tá agilizando,e mais todo mundo que frequenta o fórum (19 mil e picos),pode ,sei lá, fazer tipo um abaixo assinado a esse documento/informativo ou,sem abaixo assinado mesmo,enviar aos amigos e fazer uma corrente de informações sérias e com dados bibliográficos,quem sabe,alguém dá atenção??

Não conheço site/entidade melhor pra organizar isto que o Growroom...

O que vcs acham??

Mais alternativas??

abs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Pode crê,

Pior que a idéia do Mexicanweed pode ser uma boa,se organizássemos várias informações referentes ao tema auto cultivo e tentássemos enviar aos deputados e senadores??Claro que existe a possibilidade de não dar em nada mas se a coisa fosse feita em massa talvez nos dariam atenção aí enviaríamos aos jornais,revistas e emissoras de tv,tipo um protesto ao auto cultivo?De repente quem já tá agilizando,e mais todo mundo que frequenta o fórum (19 mil e picos),pode ,sei lá, fazer tipo um abaixo assinado a esse documento/informativo ou,sem abaixo assinado mesmo,enviar aos amigos e fazer uma corrente de informações sérias e com dados bibliográficos,quem sabe,alguém dá atenção??

Não conheço site/entidade melhor pra organizar isto que o Growroom...

O que vcs acham??

Mais alternativas??

abs

Apoio totalmente, dá para fazer também aqueles abaixo-assinado on-line.

O projeto não foi aprovado ainda, então eu tava pensando, se nós bolassemos uma carta e enviassemos para pessoas que tem uma inserção na mídia, tipo Rita Lee, os vj's da MTV, Caetano Veloso, Gilberto GIl, jornalistas, Angeli, Laerte, Glauco, músicos, O TICO SANTA CRUZ DO DETONAUTAS ( quando houve a tragédia com o guitarrista da banda, o tico escreveu um texto em seu blog, onde ele citava que o jovem não podia fumar seu baseado sossegado, e falava dos grandes por trás da proibição), enfim para todos que de certo modo tenham afinidades de idéias com a gente e abertura na mídia brasileira.

De repente escrever de novo para o Gabeira, e pedir orientação sobre o que fazer.

Na carta nós não podemos chegar pedindo a legalização, é utópico, mas falar da injustiça que é encarcerar como traficante por 5 anos um sujeito que queria apenas se manter longe do tráfico.

Se um se sensibilizar com nossa situação e resolver brigar, por na mídia as "ignorâncias" de nossos representantes em Brasilia, já ajuda.

Esse projeto não pode passar.

Trecho do texto do Tico Santa Cruz (Detonautas) após tragédia com guitarrista da banda.

Os verdadeiros traficantes não estão na favela.

Estão na política, na justiça, de terno e gravata

em todos os lugares em que a influência deles possa

manter esta teta que gera lucros estratosféricos.

É muito sinistro.

Eles estão infiltrados na sociedade, travestidos de bons moços, bons pais, bons maridos.

Vivendo em mansões cercadas de segurança enquanto

os soldados se matam por mixaria.

Muitos desses soldados percebem que o caminho

do tráfico é muito lucrativo, mas se soubessem de verdade

o quanto seus patrões ocultos ganham, nem pensariam duas vezes em trocar seus chinelos e fuzis por uma sala em Brasília com ar condicionado e milhares de dólares em contas estrangeiras.

Vc tá fumando um baseadinho ai e tá tranquilão...

Eles vão te acusar de colaborar com o tráfico e com

a violência....

Vão usar de um monte de argumentos.

Mas a droga mata muito menos que a guerra que é

gerada por essas mesmas pessoas.

A PROIBIÇÃO GERA LUCROS MUITO ALTOS E NÃO INTERESSA A ELES E AO SISTEMA QUE ELES CRIARAM QUE ALGUÉM OUSE MUDAR ISSO.

Se estivessem preocupados com a sua SAÚDE MESMO, como dizem por ai, proibiriam o CIGARRO E O ÁLCOOL.

Ou estas drogas não fazem mal ?????????

Ou então converteriam o dinheiro de nossos impostos para os médicos, hospitais e campanhas preventivas.

Integra

http://www.growroom.net/board/index.php?sh...c=17931&st=1580

Abraço

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Geison, meu companheiro

Eu acho que essa carta deve ser escrita coletivamente (e RÁPIDO).

Vou deixar aqui uns pontos que eu acho que seriam interessantes de serem explorados.

1º Na carta não devemos pedir ajuda para LEGALIZAÇÃO, ainda é muito distante, e ninguém vai entrar em briga perdida. Devemos expor os "erros" da CCJ, e pedir ajuda para transformar o grower em USUÁRIO, continuaria sendo proibido plantar, mas a punição seria mais "justa". Isso impediria, como citou o "nobre" senador, de famílias de usuários de ir ao PRONAF pedir financiamento para seu auto-cultivo (não sei se dou risada ou se eu choro).

2º Falar dos nossos casos (DKD e LOW), um que tem 40 anos, chefe de família, formado pela USP e preso por um ano, tendo enfrentado rebeliões e o cacete. Outro, também chefe de família e que tinha acabado de passar em uma universidade federal e, salvo engano meu, perdeu a vaga.

3º Com algumas plantinhas apenas a pessoa se sustenta, e não recorre ao tráfico. Engraçado, o "nobre" senador disse que 5,6,7 plantas tira 2 baseados apenas, então como nós com 5,6,7 plantas podemos ser traficas? Isso daria lucro? 2 baseados?

4º Mostrar que somos uma organização, somos milhares, e somos cidadãos brasileiros e não criminosos.

5º Ao pedir ajuda, deixar claro, que os que receberam a carta vão simplesmente estar defendendo uma causa justa, e não muleques mimados ou traficantes.

6º A transformação do grower, de trafica para usuário, não será a salvação do Brasil, não acabará com a fome nem com a miséria, mas acaba´ra com uma injustiça terrível.

7º Isso pode ser usado também: http://www.damasio.com.br/?page_name=art_0...&category_id=33 . Quem entende mais de leis, ele ou "eles"?

Abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então galera !

abri este tópico justamente para chamar a atenção de quem passa por aqui, mas como já expliquei em outro tópico (segue explicação abaixo) o GR não pode entrar de frente nessa briga.

podemos até nos reunir aqui e trocar ideias sobre linhas de ação, mas as iniciativas devem ser tomadas individualmente ou através de ajuda para aqueles que estão na linha de frente do anti-proibicionismo, como o ECOLOGIA COGNITIVA, REDE VERDE e PSICOTROPICUS, essas iniciativas tem pessoas dispostas no comando, como o Elias e o Luis Paulo.

Mas de qualquer forma este espaço pode servir como organização para essas ações de ajuda.

Para iniciativas individuais (sem citar o GR) segue o link para o formulário de contato do Senador Demostenes Torres http://www.senado.gov.br/web/senador/demos...ecomSenador.asp mandem suas mensagens, digam que assistiram os videos da sessão para que ele saiba que está sendo observado.

[]´s

Obs: Segue justificativa do posicionamento do Growroom sobre o ativismo cannabico.

Caros colegas.

A respeito das manifestações no sentido de o Growroom agir de forma mais energica nesta situação, tenho a dizer o que segue:

Como todos sabem, nossa maior preocupação aqui é a segurança do forum, de seus administradores, moderadores e usuarios.

Atualmente o Growroom não tem condições de "dar a cara a tapa" publicamente na defesa de suas convicções, sei que muitos de vocês não concordam com esta atitude e acham que o GR deveria entrar com tudo nesta briga.

Infelizmente não podemos faze-lo por questao de segurança de nossos usuários, para brigar junto ao congresso e à sociedade civil como um todo, o GR teria que tirar do ar todos os tópicos e posts que de uma forma ou de outra ensinam a cultivar cannabis, sob pena de haver uma caça as bruxas baseada na temida apologia.

O GR, através de seus administradores e moderadores, tem trabalhado em busca de uma solução que nos possibilite brigar de forma mais enfática pelos nossos direitos, no momento, estamos de mãos atadas pois não podemos nos expor e assim colocar em risco a segurança de todos aqueles que postam ou já postaram um cultivo aqui no GR.

Desta forma, enquanto não houver uma solução para a pressão diária a que o GR é submetido devido ao seu conteúdo, vamos nos concentrar ajudando nas iniciativas de projetos que tem condições de brigar pelos nossos direitos, como o que vem sendo desenvolvido pela ECOGNITIVA e PSICOTROPICUS

Vamos ajudar da melhor forma as iniciativas neste sentido e através de ações individuais, esperamos que entendam a nossa preocupação com a segurança e fiquem certos de que assim que for possivel se movimentar sem estar amarrado a questão da segurança o GR vai agir com todas as suas forças.

[]´s

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Mas não teria problema nós nos organizarmos aqui (20000 users), e usarmos o ecognitiva como "braço armado" do ativismo pró-grower?

Poderiamos falar, na eventual carta, que somos uma organização, sem citar o nome growroom? Falar que, por motivos óbvios de segurança, a organização prefere se manter anonima?

De repente, em caso de uma resposta positiva de alguém de renome, poderiamos mostrar o nome GR?

Eu, de novo, me disponho a botar meu nome e RG na carta.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Exatamente isso nemmeviu !

O espaço para organização esta a disposição, é todo nosso.

só nao podemos expor o GR devido ao tamanho do nosso banco de dados sobre cultivo de cannabis, pra entrar de vez no ativismo deveriamos apagar tudo isso, o que nao seria legal...

mas a ideia é essa mesmo que vc postou

[]´s

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Alô Galera,

Muito legar ver a mobilização da turma.

Creio que estamos mesmo numa encruzilhada. Por um lado não podemos arriscar perder a cobertura para tratar dos temas que nos são tão caros, e por outro vemos que não dá mais para ficar totalmente no armário, sob risco de estarmos ajudando a perpetuar uma situação abusurda, irreal.

Comecei a Ecologia Cognitiva quando passei pela experiência de ter um irmão de fé, pai de família, excepcional pessoa, preso por 2 anos por causa de dois vasos. Senti que alguma coisa tinha que ser feita, e que se ninguém estava fazendo, então era eu mesmo.

Tudo o que eu gostaria neste momento é de poder engrossar este coro que, tenho certeza, está engasgado na garganta de muita gente boa por aí. O que tá faltando para pegar fogo neste debate?

Em relação a este caso da CCJ, cabe mesmo aos growers (que eu resolvi chamar lá fora de 'jardineiros') a maior mobilização. A tal emenda nº 2 do Demóstenes altera o mérito do projeto, e o debate correspondente simplesmente não aconteceu (como o 2º vídeo mostra bem). E a contraposição aos argumentos do senador só pode ser dada por quem tem conhecimento de causa.

No fim de semana estive conversando com uns amigos* que trabalham na tv senado, e eles disseram que se houvesse vontade do 'outro lado' em se manifestar, de repente rolava de fazer uma matéria para a tv. Vcs me perguntam se há risco nisso? O que posso dizer é que estamos falando de jardineiros*, ok? Que tal pensarmos numa entrevista?

Quanto ao uso do 'Ecologia Cognitiva', demorou. Está aberto inclusive para que outros ativistas voluntários postem, porque este movimento só faz sentido se for efetivo, e só vai ser efetivo se conseguir mobilizar a galera. Sou especialista em web e dá para ir crescendo o projeto na medida em que mais pessoas se juntem.

E vamos tabelando. Muito bom poder conversar mais à vontade por aqui, na irmandade.

Abraços.

Elias.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

abri este tópico justamente para chamar a atenção de quem passa por aqui, mas como já expliquei em outro tópico (segue explicação abaixo) o GR não pode entrar de frente nessa briga.

Pode crê,rateei qdo disse "Não conheço site/entidade melhor pra organizar isto que o Growroom..."

Eu quis dizer os integrantes do GR

Mas é isso a minha idéia,era mesmo essa Chalirouman,vamos nos organizar e pensar nessa carta. PROPOSTAS SÃO BEM VINDAS

Acho até que podemos,além se usar o Ecologia Cognitiva temos tb o blog do Princípio Ativo,que tenho certeza que,apesar da correria dos guri,podemos disponilizar os materiais que criarmos por aqui,temos a Psicotrópicus ,mas além desses cada um pode fazer sua parte tb e espalhar as informações e como o nemmmeviu disse,não pedir nada de legalização nem descriminalização,temos,por hora,que ver a situação dessa lei que não pode passar,se conseguirmos atenção da mídia as outras propostas virão naturalmente e pensando bem,se conseguirmos mudar um pouquinho que seja a idéia da maioria do povo sobre a cannabis já teremos logrado um grande exito e teremos efetivamente dado início a nossa luta em âmbito nacional,pq imagina uma pessoa pensar que de 2,3 pés se tiram 2 becks somente,pra quem conhece um pouco isso é ridículo,por isso que temos o dever como,além de usuários,cidadãos de impedir que uma lei bandida obtenha aprovação dos nobres colegas.Que não passam de nossos funcionários.

Vâmo que vâmo!

abs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Ficar assim não dá mesmo. O curioso, é que eu acho pelo menos, que no Brasil já tem GRANDE parte da população que já sabe das verdade da maconha. Veja pelos músicos: D2,Bnegão,Chico Boarque,Tico santa Cruz(que foi dito ai em cima),Rita Lee,várias bandas de reggae, os caras do Cachorro Grande, e por aí vai...

Ainda tem a Soninha, e o Gabeira- ponto para esse.

O Gabeira apareceu em uma reportagem na última veja, de 2 páginas, SÓ dele, elogiando sua luta contra as corrupções e injustiçãs que acontecem por lá. Tbm citam que ele defende a discriminalização da maconha, e que um vício que ele não larga, é fumar seu "cigarrinho proibido" todo dia. Foi uma boa matéria, pois mostro que maconha não é coisa daquele velho esteriótipo de maconhero vagabundo,marginal,desgraçado.

Acho que, conhecendo do assunto, de política, e estando lá por Brasília, o Gabeira poderia ajudar MTO a nossa causa, mas falar com ele é difícil.

Não vamos aceitar a fala desse senador.Quem julga a lei só vai ter ESSA opinião para ver? O cara disse que auto-cultivo não existe e pronto? Vai ficar por isso?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Acabei de enviar um e-mail ao senador...

Senador Demóstenes Torres, tive a oportunidade de assistir trechos do vídeo da sessão da Comissão de Constituição e Justiça do Senado no dia 31/05/2006, quando foi apreciado o Substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei do Senado nº 115, de 2002, que institui o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas - SISNAD.

E fiquei REVOLTADO com sua total ignorância sobre o assunto abordado.

Após ler um texto, que falava sobre o projeto de quem planta, cultiva, semeia para uso próprio, não ser enquadrado como traficante, o Sr. disse:

"A legislação está criando a figura de plantio para consumo próprio. O que não existe! Não existe plantio para consumo próprio. Eu estive fazendo um estudo, e pra se fazer 1g de cocaína é preciso de 100g de folhas de coca. O cara vai ter que plantar uma enorme quantidade de plantas, e ter material para refinar, equipamentos.Quer dizer, isso não existe! Não existe plantio para uso próprio. Isso é uma utopia. Não existe a menor lógica. Até porque se o governo fizer isso, um dia um grupo de familiares usuários de maconha pode chegar ao desplante de ir até o Governo Federal e pedir emprestado um dinheiro destinado ao PRONAF, e dizer: Estamos precisando plantar maconha para consumo próprio. Não se planta arroz, feijão, pra uso próprio?

Por mais absurdo que seja essa isso, o governo está abrindo essa idéia.

Uma pessoa lá no quintal plantou uns pés de maconha. 1,2,3,4, 5 pés de maconha, vai fornecer 2 cigarros de maconha. Não existe plantio para uso próprio"

Ora senador, maconha não é cocaína, aliás, são plantas totalmente diferentes, o Sr. foi infeliz em sua comparação, realmente, são necessárias 100g de folhas secas de coca para se fazer 1g da droga em estado puro, mas com a maconha não é assim que funciona, o que se consome na cannabis são as folhas e flores, não é necessário nenhum tipo de refinamento como o Sr. disse, basta secar e fumar, sem qualquer tipo de material, se é produzido 100g de folhas e flores, serão consumidos 100g da erva, o que equivale a 100 cigarros de maconha, ja que cada "baseado" tem média o peso de 1g.

E 5 pés de maconha podem fornecer de 500g a 1kg de erva para consumo, não 2 baseados como o Sr. disse em seu infeliz comentário.

E por que famílias pediriam renda para o plantio?, maconha não é como coca, não precisa de refino, basta plantar, colher, secar e fumar, não existem custos para quem planta a maconha para consumo próprio.

Como o senador deve saber, principalmente em relação à cannabis, o uso social positivo só pode acontecer através do cultivo pessoal da planta, que elimina a relação com o tráfico e pode demonstrar a possibilidade da integração social do uso culturalmente regulado.

Graças a "nova lei anti-drogas", mais usuários conscientes serão presos injustamente, por não quererem colaborar com o tráfico, mais jovens serão presos por se auto sustentar, graças a infelizes comentários sem nenhum tipo de embasamento científico na sessão do CCJ.

A maconha tem mais de 110 utilidades medicinais, e em mais de 6 mil anos de uso, numca foi registrado uma morte sequer pelo uso desta planta, ao contrário do álcool e do cigrro que matam mais de 15 milhões de pessoas por ano no mundo todo, a maconha é uma planta milagrosa, com auto poder medicinal e pouco poder prejudicial, é no mínimo, ridículo e totalmente sem sentido, uma planta como essas ser criminalizada de tal forma.

As piores drogas, Sr. Senador, são a hipocrisia e a ignorância.

Está meio estúpido eu sei, mas provavelmente ele nem vai ler o que eu escrevi.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Não fico estupido não mangue. Fico bom. Agora eu concordo que o desgraçado nem ler vai. É foda.

Você bem que podia nos ajudar com as cartas que iremos mandar.

Abraço amigo

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Mando bem Mangue!

O ruim é pensar que teoricamente vivemos em democracia(governo do POVO), mas na prática, o POVO não manda em nada. O que vale é o interesse dos polítcos. Infelizmente.

Mandar cartas é uma ação válida, mas quem vai ler vai ser uma secretária, e se for ele próprio, vai pensar:

"O que esse maconheiro desinformado está falando? Quer confrontar comigo?"

Para combater o sistema e suas ignorâncias, agente tem que se organizar, ou fazer alguma coisa que chame atenção.

A idéia das assinaturas, já disse por aí, mas repito com prazer. Para ser aceita uma proposta/projeto de lei de autoria do povo, é necessário que 1% dos eleitores assinem, e na atual situação do país, isso equivale a 1.200.000 assinaturas. 1.2 milhões. CONCERTEZA, tem muito mais gente que apóia a causa do que esse número. O último caso foi do projeto de colocar em cada produto que vc compra, quanto de imposto tem alí. E eles juntaram 1.5 milhões de assinaturas, levaram tudo em carrinhos pro congresso.

Agora é se organizar, colher as assinaturas , e tentar acabar de vez com essa política anti drogas ultrapassada.

Hoje na tv, vendo uma entrevista com o D2, foi perguntado sobre drogas, e ele disse uma coisa boa:

"Por exemplo em são paulo, que teve essa onda violência em um final de semana, resultando em mais de 100 mortos. Nunca vai acontecer de em um final de semana, morrerem mais de 100 pessoas por CONSUMIREM drogas."

É isso que tá acontecendo. A guerra e a proibição contra as drogas tá matando mais gente do que as drogas em si. Mas para os senhores Senadores "espertos", assim é melhor né.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...