Ir para conteúdo
Growroom
thegreenonE

Ronaldo e Gabriel Pensador serão intimados a depor

Recommended Posts

O delegado Luiz Marcelo Xavier, do Serviço de Repressão a Entorpecentes de Niterói (SER), confirmou hoje que o atacante Ronaldo e o cantor Gabriel Pensador serão intimados a depor no processo que investiga quadrilha de distribuição de ecstasy pela internet, desbaratada pela SRE. Os dois foram citados por criminosos em conversas telefônicas interceptadas pela polícia como participantes de uma festa em que houve consumo de drogas. Os traficantes também discutem como se tornar fornecedores do jogador.

"Ronaldo e Gabriel serão intimados como testemunhas. São (citados em) declarações deles (traficantes) e é importante que esclareçam se a festa de fato ocorreu e se sofreram assédio da quadrilha", afirmou Xavier na tarde de ontem, em entrevista concedida no Museu de Arte Contemporânea, na zona sul de Niterói. O delegado disse que caso se confirme que Ronaldo e Gabriel Pensador fumaram maconha na festa, como comentado nas gravações telefônicas, eles podem ser indiciados como usuários de drogas.

Os nomes do atacante e do cantor foram citados numa conversa telefônica entre Thiago Tauil e Amon Lemos, irmão de Lívia Lemos, ex-namorado de Ronaldo, ambos presos como integrantes da quadrilha. Amon diz que participou de uma festa na casa de amigos de Ronaldo. "Tava lá ele (Ronaldo), o Gabriel Pensador". Amon passa a comentar sobre uso de drogas. "Fumamos o maior (inaudível)" e comenta que "todo mundo gosta". "É né? Ronaldo Também?", quer saber Tauil. "Todo mundo", responde Amon.

Tauil telefona então para outro integrante da quadrilha, André Kohler Archiles, e comenta a aproximação de Amon com o jogador. "Falou que o canal pros caras lá é a gente".De acordo com Xavier, as gravações complicam ainda mais a quadrilha de traficantes da classe média. "Além de responder por tráfico, eles também têm de responder por associação para o tráfico, já que discutem como se tornarem possíveis fornecedores de Ronaldo", diz o delegado. Xavier descartou a hipótese de o atacante ser ouvido por carta rogatória. Ele pretende ouvir o jogador quando ele vier ao Brasil para o jogo contra o Chile, dia 4 de setembro, em Brasília. A chegada de Ronaldo está prevista para 30 de agosto. Já Gabriel Pensador deve ser ouvido na próxima semana.

A chefe do Setor de Investigações da Polinter, inspetora Marina Maggessi, disse que não intimará Ronaldo para depor no inquérito que investiga as ligações próximas entre jogadores e artistas e o traficante Erismar Rodrigues Moreira, o Bem-Te-Vi, chefe da venda de drogas na Rocinha. Nas gravações, um criminoso avisa que "R-9" quer subir o morro, com presentes, como camisas da Seleção Brasileira e tênis Nike.

"Não chamo aqui ninguém que foi citado em conversas. Qualquer um pode usar o nome de uma pessoa famosa. Só vamos investigar quem falou com o traficante, como foi ex-goleiro do Flamengo Júlio César e o pagodeiro Gerson Dupan", disse a inspetora. "Acho covardia intimar pessoa citada e só atrapalha as investigações". O Estado não conseguiu localizar o cantor Gabriel Pensador e o assessor de Ronaldo, Paulo Júlio Cleman.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Demorou, o Ronaldinho tem mais é que ser preso mesmo, independente do motivo ....

Mais se ele fosse preso por fumar maconha ia ser otimo, do jeito que tem um monte de idiota que imita ele em tudo (ate aquele corte de cabelo ridiculo que ele usava e parecia o Cascão) com certeza Legalizariam a maconha ,,,,,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
O delegado disse que caso se confirme que Ronaldo e Gabriel Pensador fumaram maconha na festa, como comentado nas gravações telefônicas, eles podem ser indiciados como usuários de drogas.

:<img src=:'> :<img src=:'> :<img src=:'>

Então tem que prender o FHC pq já fumou, não é crime ter fumado, nem se fizer teste e der positivo no sangue, não é crime pois o bem tutelado não é a sua saúde(óbvio, eles querem te prender! te matar, se resistir...), mas o único bem tutelado é a saúde pública: teme-se uma epidemia de maconha...que nunca ocorreu em milhares de anos de uso por várias civilizações, enquanto o álcool onde chega é uma epidemia, e mata índios e pobres, no final mata todo mundo, o sistema não consegue arcar com o prejuízo, os impostos não cobrem os custos com a saúde, nem do tabaco... é redutora de danos, de custos e de burrice :<img src=:'>

e ainda dizem que nas pesquisas os maconheiros falariam que fumam maconha, segundo eles somos uns 5 milhões no Brasil; todos pra cadeia agora! :rolleyes:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ligações perigosas

Relações promíscuas entre celebridades e traficantes revelam a chocante conivência com o poder paralelo

Ricardo Miranda

Colaborou Francisco Alves Filho

Quando desembarcar no Brasil para a próxima partida da Seleção Brasileira contra o Chile, em Brasília, no dia 4 de setembro, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, o camisa 9 da Seleção Brasileira e do Real Madrid, Ronaldo Nazário, o Fenômeno, receberá um convite no mínimo constrangedor para um atleta que é exemplo para jovens em todo o mundo. Será intimado por policiais do Serviço de Repressão a Entorpecentes de Niterói para dizer o que sabe de uma das maiores quadrilhas de venda de drogas no Estado, que fornecia ecstasy em boates, festas, pela internet e pelo telefone – o delivery do tráfico.

O bando foi desmontado há um mês na chamada Operação Oceânica, levando à prisão dez garotos de classe média alta do Rio de Janeiro, Niterói e Região dos Lagos. Em meio a horas de escutas telefônicas, obtidas com autorização judicial, ISTOÉ teve acesso a conversas interceptadas no final de junho em que três deles discutem como se tornar fornecedor do craque e descrevem uma festa na casa de um amigo de Ronaldo, que teria ocorrido no dia 22 de junho, onde um seleto grupo de convidados estaria consumindo drogas.

Muy amigos: Bem-te-vi, chefe do tráfico da Rocinha, e Thiago e Amon (com Ronaldo), presos por tráfico. Diálogos comprometedores que envolvem famosos como o jogador

– Ontem eu fui lá conhecer o Ronaldo e tudo – conta Amon de Magalhães Lemos, 19 anos, numa conversa gravada no dia 23 de junho. Na época, Ronaldo, que pedira para não jogar a Copa das Confederações, curtia suas férias no Rio ao lado da ex-namorada, a modelo Lívia Lemos, e de seu irmão Amon.

– Ontem foi irado, mané – relata Amon.

– Foi pra onde? – pergunta seu comparsa, Thiago de Vasconcelos Tauil, 23 anos, um dos principais distribuidores de ecstasy do Estado.

– Nós fomos na casa de um amigo dele. Tava lá ele (Ronaldo), o Gabriel Pensador, o caralho... – lista Amon, referindo-se ao cantor que tem entre seus sucessos o hit O cachimbo da paz”, no qual aborda o uso da maconha.

A conversa passa a girar sobre o consumo de drogas.

– Ele gosta muito, ele gosta muito – insiste Thiago, falando do músico.

– Todo mundo gosta – responde Amon.

– É, né? Ronaldo também? – pergunta Thiago.

– Todo mundo! – garante Amon.

– Ah...!!! – comemora o parceiro.

Thiago então liga para outro traficante do grupo, André Kohler Archiles, 26 anos. E comemora a aproximação de Amon com Ronaldinho.

– (Amon) Falou que o canal agora pros caras lá é a gente.

Presos por tráfico de drogas e associação com o tráfico, Amon, Thiago e André botaram lenha numa fogueira que nos últimos dias não parou de queimar. “Um grupo de traficantes aparece se associando para se tornar fornecedores de um jogador. Um deles conta que estava numa festa onde todos consumiam entorpecentes. Quero que o Ronaldo esclareça o que é verdade nisso tudo”, informou o delegado Luiz Marcelo Fontoura Xavier, titular da Entorpecentes de Niterói e responsável pelas investigações que derrubaram Amon e companhia. O cantor Gabriel o Pensador também será ouvido no inquérito.

  

A lei contra-ataca: os policiais Marina

e Xavier, ações eficientes e alerta contra quem ajuda a legitimar o tráfico  

 

A Polícia Civil do Rio divulgou nos últimos dias grampos telefônicos de outra investigação, chamada de Papa-Léguas, que flagrou um dos reis do morro, o traficante Bem-Te-Vi, envolvendo celebridades que desfrutariam de sua intimidade. Em algumas dessas conversas, o traficante se refere a um jogador a quem chama de R9 – nome da marca com que Ronaldinho batizou sua linha de produtos na Nike, entre outros empreendimentos. Num dos diálogos, Bem-Te-Vi corre para arrumar 30 garrafas de lança-perfume para R9. Em outro, gravado na manhã do dia 27 de dezembro, o traficante é acordado para um encontro com seu “compadre” famoso, que o esperava em um shopping da cidade.

– O amigo aqui tá falando que só quer te dar um abraço e uns presentes e sair fora para não tumultuar o bagulho – avisa um traficante.

O encontro é frustrado, mas os presentes são entregues – camisas da Seleção Brasileira e tênis Nike que viriam a ser distribuídos numa festa na Rocinha. Bem-Te-Vi, nome de guerra de Erismar Rodrigues Moreira, é o chefe do tráfico na Rocinha, favela de 150 mil habitantes entre a Gávea e São Conrado – o maior escoadouro de drogas para o consumidor da zona sul carioca. Vaidoso, gosta de promover peladas com jogadores conhecidos, a quem presenteia com balas de fuzil. “Essas celebridades se deixam usar como verdadeiros promoters do tráfico”, condena o chefe de Polícia Civil do Rio, delegado Álvaro Lins. Tantos nomes têm aparecido – e, dizem, muitos ainda podem vir – que Lins determinou que seja aberta uma investigação independente, já batizada de Celebridades, para apurar o uso, por traficantes, de artistas, cantores e jogadores de futebol em bailes funk e partidas de futebol “beneficentes” para aumentar a capacidade de venda de drogas na favela.

Na maioria dos casos, não há crime – diferentemente do que aconteceu com o ex-goleiro Edinho, filho de Pelé, e com o pagodeiro Marcelo Pires Vieira, o Belo, ambos gravados em conversas que comprovavam seu envolvimento com traficantes. Álvaro Lins garante que se ficar demonstrado que alguma celebridade contribuiu, ainda que indiretamente, para o tráfico, será enquadrada por associação. Na maioria das vezes, porém, a questão não é criminal, mas moral. “Essas pessoas estão legitimando o poder paralelo”, avalia a inspetora Marina Maggesi, chefe do setor de investigações da Polinter.

Futebol e fuzil: Romário (à esq.), flagrado pela polícia numa câmera

de celular em uma pelada cercada

por homens armados 

Muitos contatos entre jogadores do Rio e o traficante Bem-Te-Vi foram intermediados pelo advogado Marcelo Santoro, irmão da modelo Mônica Santoro e ex-cunhado do jogador Romário. Santoro será ouvido pela polícia nos próximos dias. Ele apresentou Bem-Te-Vi ao goleiro da Seleção Brasileira e da Inter de Milão, Julio César. No dia 11 de junho, o goleiro dá uma demonstração de como, para muita gente hoje no Rio, é melhor chamar o bandido do que a polícia. Ao relatar um crime para o traficante, ouve um conselho.

– Quando for assim, tem que entrar pro morro, vem pro morro (...) que aqui é tranqüilo, que aí já pega logo e passa fogo – diz Bem-Te-Vi.

Na quarta-feira 17, o jogador Jorginho, camisa 10 da Seleção Brasileira de beach soccer, tentou explicar na polícia por que, na noite de 9 de janeiro, esteve na festa de aniversário de um dos “gerentes” de Bem-Te-Vi. Criou uma nova máxima carioca: diz que convive com o traficante, mas jura que não é seu amigo. Entra para a galeria de uma cidade partida onde pessoas clamam pela paz sem abrir mão de consumir sua droga e reclamam da inoperância da polícia sem se importar em se aproximar do bandido. Essas relações perigosas entre a sociedade e traficantes, mesmo que nenhum crime seja cometido, mostram como é fácil driblar a barreira entre a convivência e a conivência com o poder paralelo.

O atacante Romário, do Vasco, é citado em gravações que envolvem dois traficantes: Bem-Te-Vi, da Rocinha, e Edmilson Ferreira dos Santos, o Sassá, chefe do tráfico no Complexo da Maré – hoje o maior revendedor de drogas para bocas-de-fumo do Rio. Um taxista, que fora até a Rocinha entregar três fuzis de Sassá para Bem-Te-Vi, conta ter visto Romário numa festa promovida por traficantes no dia 19 de maio.

  

Bom exemplo: o ex-jogador Badeco

e a Cooperativa Craques de Sempre. Palestras educativas na periferia   

 

– Mermão, tinha que ver a festinha que tava lá, parceiro! – surpreendeu-se o taxista.

– Romário e o caramba, né? – retruca Tadeu Nascimento Silva, o Bola, gerente do tráfico de drogas na Vila dos Pinheiros, que faz parte da Maré.

– Tava Romário e vários amigos lá, pesadão, várias gatas, várias louras.

Na polícia, onde depôs na quinta-feira 18, Romário acrescentou um detalhe insólito à pelada na Rocinha – e ao seu currículo. Campeão mundial em 1994, Romário afirmou que o traficante Bem-Te-Vi não apenas esteve presente na pelada “beneficente”, como jogou por dez minutos no seu time. Romário não mencionou na polícia, mas participou de pelo menos uma outra pelada com traficantes do mesmo grupo. Inquérito policial informa que o craque foi a estrela de uma partida no dia 16 de junho em um campo na Vila dos Pinheiros, cercado por homens armados com fuzis. A pelada foi registrada pela câmera de um telefone celular. Quem talvez melhor resuma o problema é um ex-jogador, hoje dedicado a outros campos. “Cada vez que um jogador dá um mau exemplo, muitos meninos o seguem”, lamenta Ivan Manoel de Oliveira, o Badeco. Ex-jogador da Portuguesa, Badeco preside a Cooperativa Craques de Sempre, que, em parceria com a polícia paulista, realiza palestras alertando crianças da periferia de São Paulo sobre o risco do uso de drogas. Enfim, um bom exemplo.

http://www.zaz.com.br/istoe/1871/brasil/18...s_perigosas.htm

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Polícia pode convocar Ronaldo e Gabriel O Pensador a depor sobre tráfico

Publicidade

da Folha Online

da Folha de S.Paulo, no Rio

O atacante Ronaldo, do Real Madrid, e o cantor Gabriel O Pensador, podem ser chamados a prestar esclarecimentos no SRE-Niterói (Serviço de Repressão a Entorpecentes) de Niterói, segundo reportagem publicada na revista "IstoÉ", que chegou neste final de semana às bancas de jornais.

Os dois foram citados em conversas entre Tiago Tauil, de 23 anos, e Amon Lemos, de 19, irmão da apresentadora Lívia Lemos, ex-namorada de Ronaldo.

Tiago e Amon foram presos em julho, acusados de integrar uma quadrilha de dez rapazes --sendo cinco universitários- do Rio de Janeiro, Niterói e Búzios que vendia ecstasy, skank, LSD e metanfetaminas em festas e na internet.

Tiago e Amon citaram os nomes de Ronaldo e de Gabriel O Pensador em conversas telefônicas gravadas com autorização da Justiça.

O bando foi desmontado há um mês na chamada Operação Oceânica, que prendeu dez garotos de classe média alta do Rio de Janeiro, Niterói e Região dos Lagos

O depoimento de Ronaldo pode ser solicitado assim que desembarcar no Brasil, quando o jogador deve se apresentar para o jogo contra o Chile. O cantor Gabriel O Pensador também deve ser chamado na delegacia para depor.

De acordo com a revista, as escutas telefônicas mostram conversas entre os jovens do grupo, que discutiam a maneira de se tornar fornecedor do craque.

Eles ainda teriam descrito uma festa ocorrida na casa de um amigo de Ronaldo, no dia 22 de junho, onde um seleto grupo de convidados estaria consumindo drogas.

Na conversa, Amon diz a Tiago que teria conhecido Ronaldo nessa festa. Nessa época, Ronaldo, que pedira para não jogar a Copa das Confederações, curtia férias no Rio. Amon conta ainda que Gabriel o Pensador estaria nessa mesma festa.

Tiago teria então se referido às preferências do cantor em relação às drogas: "Ele gosta muito, ele gosta muito". Em resposta, Amon disse: "todo mundo gosta".

No grampo, Amon diz que Ronaldo seria um freguês em potencial para a quadrilha liderada por eles.

"Dá pra gente fazer um dinheiro nele", disse Amon ao cúmplice, segundo um dos investigadores relatou à Folha.

Após essa conversa com Amon, Tiago teria ligado então para outro traficante do grupo, André Kohler Archiles. Nessa ligação ele teria comemorado a aproximação de Amon com Ronaldinho. "Falou que o canal agora pros caras lá é a gente", diz a gravação publicada pela revista "IstoÉ".

O delegado Luiz Marcelo Xavier disse que poderá convocar Ronaldo para depor, mas que ainda está pensando no caso.

O assessor de imprensa de Ronaldo, Paulo Júlio Clement, disse que o atacante está à disposição se a polícia entender que ele pode ajudar na investigação.

Ronaldo espera, segundo o assessor, ser intimado como testemunha, já que bandidos são os que foram presos, não ele.

Procurada pela reportagem, a assessoria de Gabriel O Pensador não foi encontrada para comentar o assunto.

Bem-Te-Vi

Pode haver também citação a Ronaldo, segundo investiga a polícia, em grampo da Polinter no radiocomunicador do traficante Erismar Rodrigues Moreira, o Bem-Te-Vi, chefe das drogas na Rocinha. Na escuta, um homem identificado como Negão fala com Bem-Te-Vi sobre a ida ao morro de um jogador, que ele identifica como R-9, a mesma expressão usada pela Nike em linha de produtos ligados a Ronaldo.

"Já tá aqui em frente ao Fashion Mall... Bill, tu ligou no papo? O R-9?", diz Negão. "Tô ligado, manda esperar", diz Bem-Te-Vi. "Então, desce logo. O cara já está pertinho. Quer que eu vá até aí te buscar? O amigo está perguntando onde quer que eu leve ele?", pergunta Negão. "Lá na associação [de moradores]", responde Bem-Te-Vi.

Sobre essa possível menção do nome de Ronaldo na conversa de Bem-Te-Vi, o assessor do jogador disse que muitas vezes as pessoas usam os nomes de celebridades indevidamente e sem que as pessoas citadas tenham sequer conhecimento do que estão falando.

A Polinter ouviu ontem o pagodeiro Gérson Dupan, do grupo Kiloucura, que também aparece em escutas telefônicas conversando com Bem-Te-Vi.

Dupan disse que fazia shows na Rocinha e manteve contatos com Bem-Te-Vi, pois o traficante contratou o grupo várias vezes.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidia...95u112211.shtml

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O povo sabe que a única instituição que sobe o morro é a polícia, atirando...

Quando os bicheiros e donos de bocas de fumo patrocinavam, e ainda patrocinam, as festividades da comunidade (que, aliás, este carnaval, patrocinado no início pelos bicheiros e donos de bocas de fumo, quando fez sucesso foi capitalizado pelo Estado e está ganhando muito dinheiro, mas este não retorna pra comunidade...), este poder paralelo criado pelo proibicionismo da maconha e do jogo de bicho, tradições populares, históricas, hoje em dia cresceu muito com a cocaína bilionária e está bancando os jogadores de futebol, que passam fome, bancando os músicos, que passam fome, bancando todos aqueles ATÉ que sejam famosos e a mídia os requisite como Cidadãos Exemplares, tendo que negar toda sua raiz e origem... E a rede globo que ajudou a implantar a ditadura militar no país e agora posa de boazinha... muy bonzinhos patrocinando mentiras sobre a maconha para prender maconheiros pobres (ou de origem humilde, mas com as famílias burguesas donas deste país, seus executivos e testas de ferro que sustentam a cocaína...). É uma grande hipocrisia, só acredita quem quer, antes se você não acreditasse ia pra fogueira pela inquisição, ou seria torturado pelos militares ditadores, mas agora, que parece que não existe pressão com força física, a pressão é de manter a mídia massificante mentindo, e haja grana para patrocinar ideologias na mídia, até um Papa que foi da artilharia nazista, e consequentemente matou muitos judeus (Deus deve tê-lo perdoado por seus assassinatos de mulheres, crianças, homens, etc...) é santificado pela mídia corrupta e corruptora. “A ideologia de uma sociedade é a ideologia de sua classe dominante”, e ela também é comprada e imposta, seja pela bala contra os maconheiros, ou pela enganação da imprensa burguesa.

A guerra contra os maconheiros é a luta de classes expressa no proibicionismo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Sexta-feira, 26 de agosto de 2005 -  21h01

Gabriel, o Pensador, depõe no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro - Citado em conversas entre dois acusados de tráfico como alguém que supostamente "gosta muito" de maconha, o cantor Gabriel o Pensador negou nesta sexta-feira ser usuário da droga em depoimento à Polícia Civil. Ele foi ouvido como testemunha pelo delegado Luiz Marcelo Xavier, do Serviço de Repressão a Entorpecentes de Niterói, e afirmou que Tiago Tauil, de 23 anos, e Amon Lemos, de 19, que o citaram na conversa grampeada pela polícia com autorização da Justiça, pretendiam "se fazer de importante" para fornecedores de drogas.

O atacante Ronaldo, do Real Madrid, também foi citado na conversa e deverá ser intimado no dia 31 a prestar depoimento, segundo o delegado, também como testemunha. Tiago e Amon, irmão da apresentadora Lívia Lemos, ex-namorada de Ronaldo, foram presos em julho, acusados de integrar uma quadrilha que vendia drogas como ecstasy, skank e LSD em festas e na internet. Na conversa, Amon relata a Tiago uma festa na casa de um amigo de Ronaldo, no dia 22 de junho, onde um grupo de convidados teria consumido drogas.

Gabriel confirmou que foi à festa, disse que houve um contato informal com Amon mas negou que tenha havido consumo de drogas. "Ele (Amon) queria se fazer de importante para o fornecedor de ecstasy, mas ninguém ofereceu drogas na festa. Depois, me mandou recados pelo Orkut, acho que com a intenção de demonstrar que me conhecia e conhecia o Ronaldo", disse Gabriel, que foi à delegacia com uma camisa do Tabajara Futebol Clube, time fictício criado pelo grupo Casseta e Planeta. "Combina com a situação, eu caí junto com as feras", disse ele, referindo-se aos últimos casos de suspeita de envolvimento de jogadores de futebol com traficantes.

No diálogo, Thiago diz que Gabriel dormiu em sua casa no Hawaí e afirmou que "ele gosta muito", ao ouvir o comentário de Amon, segundo o qual havia "fumado o maior..." com o cantor na festa. "Me senti mal com tudo isso porque houve fofocas, julgamentos levianos, mas não vou brigar com a imprensa. Estou aliviado." O cantor disse que fez uma música sobre o caso: "Tem culpa eu?".

Na letra da música Cachimbo da Paz, ele diz: "E o Cachimbo da Paz continua proibido. Mas se você quer comprar é mais fácil que pão." Para o delegado Xavier, Gabriel "deixou claro que não faz uso de entorpecentes". "O importante do depoimento é a associação entre os traficantes e os contatos com pessoas conhecidas para buscar uma posição melhor em organizações criminosas."

http://www.estadao.com.br/rss/agestado/2005/ago/26/214.htm

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"Na letra da música Cachimbo da Paz, ele diz: "E o Cachimbo da Paz continua proibido. Mas se você quer comprar é mais fácil que pão." Para o delegado Xavier, Gabriel "deixou claro que não faz uso de entorpecentes"

huaohaouhaouhaouah

É claro que ele nao usa entorpecentes, vai ver ele tem origem indigena :o

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

– Ele gosta muito, ele gosta muito – insiste Thiago, falando do músico.

– Todo mundo gosta – responde Amon.

– É, né? Ronaldo também? – pergunta Thiago.

– Todo mundo! – garante Amon.

– Ah...!!! – comemora o parceiro.

TODO MUNDO GOSTA!! hahahaha

Falou tudo

PAZ

post-22359-1125320997_thumb.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Polícia descarta envolvimento de Ronaldo com o narcotráfico

O delegado-titular do SRE (Serviço de Repressão a Entorpecentes) de Niterói (RJ), Luiz Marcelo Xavier, descartou nesta segunda-feira as suspeitas de envolvimento do atacante Ronaldo, da seleção brasileira e do Real Madrid, com o tráfico de drogas pela internet.

Ronaldo chegou da Espanha e seguiu, de helicóptero, para a delegacia. Ele se apresentou espontaneamente para prestar esclarecimentos, na condição de testemunha. Deixou o local sem falar com a imprensa.

O atacante Ronaldo

Durante conversas interceptadas mediante autorização judicial, Ronaldo teve o nome citado por jovens de classe média acusados de traficar ecstasy e maconha pela internet. Eles teriam mencionado sua presença em uma festa, onde houve consumo destas substâncias.

O atacante atribuiu as citações a uma tentativa dos jovens de obter prestígio e negou envolvimento com o consumo ou tráfico de entorpecentes. Disse ainda ignorar o suposto envolvimento de Amon Lemos, 19, irmão de sua ex-namorada, Lívia Lemos, com o narcotráfico.

Na sexta-feira, Xavier já havia afirmado que iria à Granja Comary (centro de treinamento da seleção brasileira, em Teresópolis, RJ) no próximo dia 31 para intimar o atacante.

No próximo domingo, Ronaldo joga com a seleção brasileira, contra o Chile, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2006.

Escutas

Também citado nas conversas, o cantor Gabriel O Pensador, prestou depoimento à polícia na semana passada. Ele admitiu ter conhecido Amon Lemos, mas negou que fosse usuário de drogas.

Gabriel, na ocasião, também afirmou que Lemos pode ter citado seu nome e o do atacante porque queria aumentar seu prestígio na quadrilha.

O grupo foi desarticulado no mês passado, na chamada Operação Oceânica.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidia...95u112491.shtml

Delegado se convence de inocência de Ronaldo

Rio de Janeiro - Em depoimento prestado à polícia, o atacante do Real Madrid Ronaldo negou qualquer envolvimento com a quadrilha de jovens que vende drogas pelo Orkut. O delegado Luiz Marcelo Xavier, do Serviço de Repressão a Entorpecentes de Niterói, ficou convencido de que o nome e imagem do jogador foram usados indevidamente pelos traficantes.

Ronaldo compareceu espontaneamente (ele não chegou a ser intimado) e depôs na condição de testemunha no inquérito que apura a ação do bando, formado por jovens de classe média. Treze deles estão presos. O atacante foi citado em conversas grampeadas pela polícia por ter participado de uma reunião entre amigos, no mês de junho, na qual estavam alguns dos jovens.

Nas gravações, os rapazes, entre eles Amon Lemos, de 19 anos, irmão da apresentadora de televisão Lívia Lemos, ex-namorada de Ronaldo, comentam que gostariam de fornecer maconha para o jogador. Eles mencionam também o cantor Gabriel O Pensador, que prestou depoimento na semana passada e negou que faça consumo de qualquer tipo de droga. Amon colocou em sua página no Orkut uma foto sua com Ronaldo, tirada na tal festa. O jogador confirmou que esteve na reunião, mas disse que não fuma maconha e que não viu ninguém fumar na ocasião.

Ele chegou ao Rio de manhã cedo - está no Brasil por conta do jogo da Seleção Brasileira contra o Chile, no próximo dia 4, em Brasília - e foi direto para a delegacia, onde chegou por volta das 7h30, acompanhado de assessores, mas sem advogado. "Ficou claro que os traficantes usaram o nome dele para conseguir prestígio com o resto da quadrilha", acredita o delegado. Ronaldo saiu sem falar com jornalistas.

Júlio César, goleiro da Internaziole de Milão, flagrado por outra escuta telefônica conversando por duas vezes com o traficante Erismar Rodrigues Moreira, o Bem-te-vi, chefe do tráfico da Rocinha, também chegou ao Rio e prestou depoimento à Polinter. Ele afirmou que não é amigo de Bem-te-vi. Sobre a conversa que teve com o bandido, disse que foi "um ato impensado." "Agora posso dormir tranqüilo. Peço desculpas aos meus fãs", disse.

Depois de ouvi-lo, a polícia descartou envolvimento dele com o tráfico. A inspetora Marina Maggessi, chefe do setor de investigações da Polinter, acha que o goleiro foi ingênuo. "Ele não percebeu que o traficante usa a celebridade para atrair consumidores de droga à favela".

http://www.estadao.com.br/cidades/noticias.../ago/29/186.htm

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pq sera q eles saiem ilesos.. deve se o tal do dinhero e da fama...

haha ta certo o gabriel deve ser indigena mesmo.. jura q ele fuma um :P haha piada neh.. soh no brasil que os cara sao gravado e saiem limpo

abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
soh no brasil que os cara sao gravado e saiem limpo

abraço

Três pontinhos você se equivocou, não foi o Gabriel nem o Ronaldo que foram grampeados e sim a quadrilha que foram presa que citaram os nomes dos dois ;)

Abrazos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
thomas

me referia ao julho cesar,

mas igual eles tem um privilegio que nos n temos ne.. afinal sao celebridades hehe

abraço!

Correto Três pontinho.

Mas ae e sobre o Romario tambem o cara e envolvidissimo com os mandantes do morro tiraram fotos e o escambau e ai nada acontece!!!!

Esse pais e das calças bejes apenas para quem não tem$$$$$

ABRAZOS

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
:<img src=:'>   :<img src=:'>   :<img src=:'>

Então tem que prender o FHC pq já fumou, não é crime ter fumado, nem se fizer teste e der positivo no sangue, não é crime pois o bem tutelado não é a sua saúde(óbvio, eles querem te prender! te matar, se resistir...), mas o único bem tutelado é a saúde pública: teme-se uma epidemia de maconha...

mto bom.. faz direito aonde?? hehehehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
thomas

me referia ao julho cesar,

mas igual eles tem um privilegio que nos n temos ne.. afinal sao celebridades hehe

abraço!

concordo, infelizmente é a mais pura verdade.... exemplo recente: Marcelo Anthony, (não deu nada pro cara e ele ainda foi eleito o homem mais sexy pela Istoé) pego com aprox. 100g em porto alegre.

Que país exemplar esse nosso Brasil...

:unsure:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pois eh kingston.. esse ai do anthony aconteceu aqui naminha city.. foda o pior de tudo eh q o cara q passo pra ele o fumo era amigo do pai de um amigo meu.. o cara n era trafi n soh foi da de brother com o cara e apresento aquele clone la.. e ta preso.. e o anthony ta aonde? na capa da revista :\ é o brasilzão... foda.... um dia muda.. tomara...

abraços e energias positivas pra galera ai

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...