petramaganhaes

Meu filho fuma maconha, o que fazer?

230 posts neste tópico

Entrei aqui em busca de orientação. Tenho um filho lindo de 20 anos que está desperdiçando sua vida em função da maconha. Ele terminou a escola, entrou numa faculdade mas logo desistiu. Começou a trabalhar, mas também não deu certo. Nada dá certo porque fica difícil coordenar qualquer atividade saudável com o vício e o grupo de amigos que o acompanha nessa decadência total. Até a academia que gostava tanto ele abandonou.

O pior é que ele continua sendo o garoto doce e carinhoso que sempre foi, só que sai de casa assim que acorda, por volta das duas da tarde, aparece à noitinha para um banho e alimentação, e novamente desaparece ficando sabe Deus onde até amanhecer. Às vezes chega em casa cambaleante, com olhos vidrados. Imagino que misture a maconha com álcool e nem quero pensar se com alguma coisa mais forte. Não lhe dou dinheiro para que não compre drogas, mas os avós ficam com pena e continuam sustentando os vícios dele. Fiquei sem trocar uma palavra com meu filho por um mês e isso me fez sofrer muito. Me ofereci para colocá-lo numa clínica de desentoxicação e ele riu da idéia, citando um filme que eu deveria ter visto e que mostraria o funcionamento de uma clínica dessas. Imploro que pare, que volte a estudar, mas ele sempre tem um motivo para adiar essa virada em sua vida: agora é o ano novo e depois o carnaval. Diz que vai voltar para a faculdade, mas nem sabe em que curso quer entrar.

Sempre fui uma mãe muito presente, até para compensar a ausência do pai que nos deixou muito cedo. Dei-lhe uma boa educação, tanto em casa como estudando em bons colégios, curso de Inglês. Ele teve e tem uma estrutura familiar sólida onde não há luxo, mas também não falta comida. O que quer esse meu filho? O que posso fazer para ajudá-lo a se livrar desse vício? Estou morrendo aos poucos ao ver meu filho se destruindo. Não tenho coragem de falar sobre isso com ninguém mais da família e meu desabafo aqui é por puro desespero.

POR FAVOR, SE ALGUÉM TIVER ALGUM TIPO DE SOLUÇÃO PARA O MEU CASO, ME AJUDE, PELO AMOR DE DEUS!

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom voce ter se aberto aqui no grow room querida mamãe

Por favor, em primeiro lugar, não fique tão assustada e desesperada, pois isso faz muito mau ao coração, e não compensa!!

segundo, provavelmente seu filho, deve ter gostado muito da erva querida, e está muito empolgado ainda com ela...

fique calma, e não faça pressão para que ele pare, isso só vai distanciar vocês, por que ele não vai parar só pq vc quer, no máximo ele vai arrumar um jeito de enganar voce, o que não é legal

a relação entre mãe e filho deve ser natural, bonita e saudável...

quando ele chegar, cambaleando como você disse... chegue com calma perto dele, sem julga-lo... de um abraço e um beijo... e diga boa noite!

agora o principal

pelo que percebi, voce ainda não está preparada pra ter uma boa conversa com ele

voce tem que conhecer melhor a maconha, pra saber que ela não vai destruir a vida do seu filho....

o unico que pode fazer isso, é ele próprio

se vc precionar, vai acabar com a vida social dele, ele vai ter medo de olhar pra vc... ou de te encontrar.... então de apoio a ele.... e diga a ele que vc está disposta a compreender o HABITO dele de fumar maconha

desde que ele tome cuidado com o lugar onde ele se arrisca pra adquirir a erva

desde que ele mesmo trabalhe pra comprar o que ele tanto gosta...

e diga a ele... que drogas não compensam...

foi o que a minha mae fez...

me deu apoio... e até me ajudava a cuidar de umas plantas....

tenho certeza que ela ficou muito mais decepcionada quando descobriu que eu fumava cigarro.. do que qdo eu contei pra ela que eu fumo uma maconha

1 abraço e boa sorte...

paz

9 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já tá de parabéns por procurar o Grow! Mostra que vc trá realmente interessada em ajudar seu filho.

Mas é o seguinte: maconha, apesar do que dizem, é muito tranquilo! O rsico tá no álcool, cocaína, crack, etc, etc, etc... se quiser realmente entender a maconha, converse com seu filho enquanto ele fuma, ou se tiver a cabeça extremamente aberta, fuma um com ele. Juro que não mata! e ele vai ver que vc tá querendo entender, e não simplesmente recriminar por algo que nem conhece. Vê se é só o beck que ele tá usando, ou se tem coisa pior.

E outra: maconha geralmente não é misturada a nada. O que acontece é que a galera usa as drogas e no intervalo fuma um prá dar uma relaxada... ou seja, as vezes é até antagônica às outras drogas.

Tenho conhecidos que largaram vícios como a cocaína, fumando MUITA maconha!

Maconha é como qualquer outra coisa: quem põe classificação de bom ou ruim é a gente e o uso que fazemos das substãncias...

Não sei se ajudei em alguma coisa...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola petramagalhaes.

Então não é facil ver seu filho entrar no mundo das drogas, mas para isso acontecer realmente teve algo que ele procurou e não sabemos se foi por curiosidade, fuga de problemas ou mesmo por pressão de seus amigos para ele se relacionar com essa turma, então o melhor para se fazer e conversar com ele, tire todas as barreiras que a midia e a socidedade plantou sobre a cannabis e sente com seu filho (ele já é um homem) e abra o jogo sobre o que você esta pensando, pergunte o por que ele experimentou, o que ele sente quando fuma cannabis, por que ele desistiu da faculdade para ficar na rua, pergunte dos novos amigos que ele esta andando?

Mas o principal desse dialogo é que vocês dois se entendam e consigam conversa seriamente pois o problema não é apenas da senhora ou do seu filho e sim do futuro de sua familia.

Abrazos

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

oi petramaganhaes, tb sou pai de adolescentes. tenho mais de 40 anos e fumo maconha a mais de vinte. a não ser o problema "social" que a maconha tras consigo, se for só isso que ele está usando, pode ficar "menos preocupada".

o caso é conversar com ele sem recriminá-lo e tentar saber o que o levou a entrar nesse mundo. pelo menos vc já deu um passo certo pra cuidar do seu menino, procurando por "informações corretas".

com o meu filho mais velho converso com ele abertamente sobre qualquer assunto.

não há dúvidas que fiquem em aberto. eu acho que ele ainda não sabe que eu fumo, mas quando chegar a hora vou estar preparado pra isso.

o Thomas como sempre muito coerente. as dicas dele vc pode ter como um ponto de partida.

a dica que eu te recomendo é que vc fale com ele a respeito desse site.

diz pra ele que achou um site legal de "maconheiros". talvez se ele não se abrir com vc, pode se abrir com a gente, com os seus "iguais", sacou?? ae a gente dá uma bordoada nele e tenta colocar o cara nos eixos, ok?? muitas experiências de vida existem aqui, e talvez o cara se identifique com algumas delas.

é isso ae. abracios!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Creio que nem a senhora, nem Deus!, podem convencê-lo a parar com a maconha, pois isso é uma decisão pessoal...minha família era super repressiva comigo quando descobriram e me deixaram de castigo no quarto por 6 meses, cortaram dinheiro, carinho, dialogo e tudo o mais que me impulssionava cada vez mais para rua...eu era mais aceito no grupo da rua que no convívio familiar...por favor :( Não deixe que isso aconteça em sua família :o É melhor que seu filho fume em casa com diálogo e atenção familiar do que evitar chegar em casa cedo pois a senhora vai estar acordada e vai pesar nos olhos vermelhos dele...Oriente-o...compre um colírio e ensine que ,apesar de sua decisão pelo uso da canabis ele deve arcar com a má figura que isso representa para a sociedade e que ele tem que manter o respeito B) ...Sabe eu tbm passei por esse período de desinteresse e tbm arco com essas consequencias...Mas desde que comecei a frequentar este fórum e aprender muito, minha vida tem mudado e vem ganhando novo sentido...diminui em muito a frequencia de uso da danada...planto flores e hortaliças por todos os lados e todos os agronomos, biologos, quimicos, fisicos, administradores etc...que eu conheco desacreditam do conhecimento que acumulei nestes ultimos tempos :<img src=:'>

Meu conselho é: afaste ele do tráfico e encomende 10 sementes de uma espécie de fácil cultivo e indique este site para ele estudar as melhores técnicas de cultivo...A senhora vai ver como ele vai estudar: matemática, Química, Física, História, Geografia, Botanica, Agronomia, Biologia etc...com a maior boa vontade! Saiba que foi a partir desta minha investida no plantio desta erva que me decidi por fazer uma faculdade na área de agronomia ou biologia com especialização em botanica...A senhora não acredita nos vasos de flores e nas hortinhas que eu fa~ço no trabalho, na casa da namorada, da avó etc...Adão foi posto no Édem e, como primeiro trabalho da humanidade, cuidava do jardim :D Vai por mim! Ele vai dar o maior valor para a senhora e vai, assim como eu, abandonar a galera da rua e passar mais tempo dentro de casa...mostre o pacotinho de sementes gringas, os materiais (não muito caros) de plantio e diga a ele que só vai liberar o espaço do plantio quando ele arrumar um emprego...vai ser pra ontem ;)

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Será que a gente deixou ela horrorizada?

Será que ela pensou que esse site era de ajuda para dependentes, não percebeu que o lance aqui é de antiproibicionismo e de autosustentabilidade? :huh: (lado ingênuo)

Ou será que a estória é falsa, e se trata de alguém curioso pelas nossas respostas? <_< (lado nóia)

(Mistérios que imaginamos na ausência de novas msgs de petramaganhaes... )

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ehauheuahea

po, dps que eu respondi.. ela me mandou uma MP... e disse obrigado.. agora sei como pensa o meu filho: igual a voces...

dai eu respondi, dizendo pra conversar mais... mas acho que ela nao voltou mais

coitado... tomara que nao tenha sido internado o garoto...

muito triste... sofrer preconceito da familia é a pior coisa que tem....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

obrigado a todos que tiveram a paciencia de me responder .

a ajuda de voces foi fundamental para que eu pudese entender como funciona a cabeça de um viciado , conversei com meu filho e pasei a aceitar que ele faça o que quizer da vida dele mas que ele respeite o lar , nao trazendo o maldito veneno das drogas para dentro de casa , ele pode fazer o que quizer mas desde que ele se sustente.

muito obrigado a todos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você taxou seu filho de viciado, que pena!!!!

Espero que você não entre apenas no GR para saber como lidar com viciados e sim entender com tem pessoas que querem mudar esta visão da sociedade e que muitos aqui são pais de familia e pessoas responsaveis e não somos deliquentes viciados apenas por causa que usamos a cannabis.

Abrazos e boa sorte com seu filho

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E muito melhor é vc trazer seu filho para casa, pra vc saber o que ele faz, do que afastá-lo num momento que ele pode tá precisando, a mercê de várias "malandragens" que podem acontecer na rua. Já pensou se seu filho for preso, pelo fator de fumar Cannabis?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sua resposta quer dizer o seguinte:

"Cheguei a conclusão de que não posso mais usar de meu comportamento "ignorante" e ditatorial para decidir o que vai ser da vida de "meu " filho...então, por não querer ser humilde e por querer orgulhosamente manter a aparencia de que "eu mando aqui", dou as costas para aquilo que acho ser um problema e mando ele se ferrar em qualquer outro lugar, menos na "minha casa"...típico da ignorância ditatorial orgulhosa e egoísta... <_< "

Será que a senhora é a mãe tão presente que acha e diz ser? :o

Duvido <_<

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

hidro!!

vc traduziu muito bem cara

ela deu as costas...

fico indgnado com tamanha ignorancia

mas que ABSURDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

será que é tão difícil entender carajooooooooooo!!!!!!!!!!!

santa ignorância

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Petra, se a senhora tiver uma latinha de cerveja na geladeira ou um maço de cigarros em algum canto da casa, lamento lhe informar que o maldito veneno das drogas já está dentro de sua casa...pensando desta maneira fica difícil de ajudar seu filho...de todas essas drogas que nos rodeiam, sinceramente, a maconha é a mais inofensiva...tenho quase 40 anos e fumo desde os 14 anos, na casa que crescí com meu pai e irmãos (minha mãe morreu cedo), todos fumavam maconha e todos são bem suceditos na vida, inclusive eu...quando era adolescente cheguei muitas vezes doidão cambaleando, coisa de adolescente, mas sempre encontrava algo dentro de casa muito importante na formação da personalidade de uma pessoa, o diálogo.

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alo galera.

Observei que muitos estão preocupados e se sentindo culpados pelo que escreveram. Gostaria que soubessem que achei perfeito os conselhos que passaram. Na verdade, para resumir essa historia toda, é importante definirmos uma coisa. A responsabilidade sobre o que se tornou o filho, em grande parte é dos pais, pois formam seus filhos conforme o que aprenderam e viveram, e se este aprendizado foi ruim, você já sabe a conseqüência.

E digo mais, os pais deveria saber lidar com os filhos através da sabedoria que adquiriram durante a vida, mas na maioria das vezes, quando o filho se torna adulto, eles se perdem.

Desculpe a franqueza, mas sou pai, sou filho, e já vi todo esse filme, e fico puto quando vejo que se repete frequentemente.

Eu gostaria de poder ajudar esse garoto, mas coitado, com uma mãe neurotica não é facil de se acertar.

Mãe querida, entendo seu sofrimento, mas ele provem de sua ignorância, preconceito e falta de formação espitirual, uma terapia para os dois seria uma boa.

Lembre-se, se você não soube educar seu filho, na pior das hipóteses, ele será igual a você.

É o que pensa o pescado

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

“a ajuda de voces foi fundamental para que eu pudese entender como funciona a cabeça de um viciado”

“A cabeça de um viciado” acho que a senhora já conhece muitas, quantos alcóolatras pela vida nós conehcemos? Quantas amigos/as viciados em comprimidos tranquilizantes ou anfetaminas para controle de peso? Mas o que falamos aqui é de expansão mental, que a Erva é Sagrada, assim como quis Jesus que o vinho tb fosse, e o álcool é uma das piores drogas, é droga pesada, mata e corrompe o juízo, mas Jesus santificou a droga, a pior, agora me respondam, por que será que Jesus santificou, sacralizou, com um entusiasmo jamais visto na história do mundo, inmclusive em um de seus milagres faz vinho para uso recreacional, este seria o único ato fútil da vida de Jesus, se ELE tivesse cometido atos fúteis em seus milagres. Pois bem, foi esta ferrenha posição libertária, preservando o livre arbítrio, ensinando a hora certa de usar drogas (lembra que na noite anterior a sua prisão ele recusou de beber o vinho com os seus?).

Mesmo com o álcool pode-se alcaçar uma certa elevação mental, nada que se compare a canabis, mas o mestre Buda tb se refere ao mendigo bêbado jogado na sarjeta como estando mais próximo do nirvana do que os críticos e preconceituosos de seus alunos ali presentes e chacotando o homem caído.

Se a gente pudesse escolher o que seria menos pior, um filho maconheiro ou um filho alcóolatra? Mesmo assim nada contra os alcóolatras se eles acharem que o melhor jeito de viver é bebendo todos os dias, se tiver saúde e mente forte pra isto, é como diz a tradição:

O mal não está no que entra pela boca do Homem, mas pelo que sai da boca do Homem

Obrigado à senhora por nos dar o privilégio de sua compania, compartilhar seus anseios conosco, queríamos que mais pessoas consultassem o site para consultar suas dúvidas com quem entende de cannabis.

Fica com Deus, qualquer coisa estamos aqui...

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mamãe,

essa atitude de deixar "fazer o que ele quiser, mas não dentro de casa" só vai piorar a situação. Parece a mesma coisa que os pais fazem para evitar que a filha namore dentro de casa. Criam uma porção de impecilhos, regulam hora, proibem o namorado de entrar em casa. "Na rua pode, aqui dentro de casa, não!" Ora como se isso fosse resolver o assanhamento! E pumba! A menina vai pro motel e fica grávida. Sempre a melhor solução é resolver os problemas dentro de casa!! Dentro de casa seu filho está protegido e fica sob a sua vigilância e guarda. O seu maior medo não é que algo de ruimj aconteça, então?

Seu filho provavelmente vai se afastar ainda mais. Nota-se que realmente o diálogo entre ele e a senhora não é muito bom. O seu sofrimento provavelmente também faz mal ao seu filho que não encontra na senhora um porto seguro, alguém que o entenda e que possa conversar abertamente. Educar também é ser amigo e não apenas repressor. Não existe "cabeça de viciado", o que existem são pessoas normais, com anseios, carências e sofrimentos. Provavelmete a senhora não se referiria assim de alguém que toma diariamente um cervejinha pra "descontrair" depois do trabalho. Sua visão ainda tem muito de preconceito e desconhecimento e por isso, acaba transmitindo para o seu filho e a sua relação com ele essa falta de abertura. É normal que na nossa sociedade as pessoas lidem com o tema das drogas com o terrorismo que a mídia e o governo impõem. Que fiquem com medo só de ouvir falar de maconha. A violência que o tráfico gera nos faz ficar cegos, surdos e mudos para outras opiniões e formas de lidar com as drogas.

Procurando o GROW a senhora teve uma atitude muito libertadora, não se arrependa, continue conversando com o pessoal daqui. Discuta seus argumentos, revele seus sentimentos, suas opiniões. Lembre-se que ninguém aqui a conhece e apenas queremos ajudar. A senhora mesmo disse que foi bom ter escrito aqui, apenas não conseguimos ainda convencê-la a se libertar do preconceito e mudar de atitude. Então, no site tem muita coisa legal pra conhecer e estudar. Puxe seu filho e façam isso juntos. Garanto que será a melhor terapia que conseguirá!!

Força e beijos! Parabéns pela iniciativa

Ass: um "viciado" igual ao seu filho e tantos outros milhões pelo mundo afora, que vivem um vida normal, trabalhando, estudando e pagando impostos e até com título de pós-graduação.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Petra não estou fazendo em nenhuma hipotese apologia à drogas, mas por que não experimenta com seu filho?

se cuida

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Grow ta virando meio que Divã .....

Um dia entra uma mãe que não quer que o filho fume, outro dia entra o pai que quer que os filhos fumem com ele ....

Vai entender esses maconheiros .;....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

nao li todos os posts, so os dois da mae perdida, mas LEIA a minha opiniao pois deve ser diferente das demais

o que eu acho é que voce nao sabe NADA de maconha, seu filho esta te vendo como uma ignorante e nao vai aceitar nada do que voce esta tentando dizer a ele pelo fato de voce se mostrar muito ignorante sobre o assunto que esta sendo o centro da vida dele neste momento (a maconha).

.seu filho nao esta viciado na maconha, e sim nas pessoas que fumam, nas ideia que rola em uma roda de maconheiro e na libertade em que ele esta se enxergando.

.sobre isso acho que ele deve ainda estar descobrindo e daqui a pouco ele vai se ver muito lesado e vai cansar dessa, talvez começar a curtir aprender a cultivar (como a maioria de nos aqui) e nao querer so ficar chapado e largado.

*voce chamar maconha de droga e veneno eu vejo como eu desrespeito a minha pessoa que fuma e nao considero uma droga, pois é uma flor que eu tem o prazer de fuma-la como voce pode ter o prazer de tomar um chá de qualquer planta

*sobre isso recomendo o livro "O fino da Erva" de Dau Bastos, como ele voce nao ira mais ser uma ignorante e expressar ideia ridiculas como algumas que voce disse.

Boa sorte

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Devemos respeitar para sermos respeitados!

Então acho que esta é uma luta que as seções de outro temas relacionados esta tentando levantar, que e mudar a cabeça de pessoas que não usam a cannabis e por não conhecer os efeitos e apenas pegar pessimos exemplos de usuários e dizer que a maconha e a porta de entrada de outras drogas e maconheiro ser sinonimo de bandido e viciado

E a melhor maneira e passar informações para estes que vamos formar uma nova opinião na cabeça da sociedade!!!!

Abrazos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.