Ir para conteúdo
Growroom

"meu pai fuma maconha comigo"


Decker

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

É uma notícia mei velha, mas gostei de ler, tomara que vocês também gostem!

Felipe é um dentista de 53 anos. Como tantos outros de sua geração, começou a fumar maconha nos anos 60, quando a erva fazia parte do pacote básico dos jovens que queriam "contestar o sistema" ou apenas "curtir numa boa" (ah, como as gírias se tornam bobocas com o passar do tempo...). Felipe acendia baseados escondido dos pais. Depois de adulto e casado, continuou a fumar os cigarrinhos enrolados em papel de seda, mas sem ocultar o hábito de seus dois meninos. Hoje, a maconha é um item menos presente no cardápio de Felipe. Mas se tornou algo a ser compartilhado com os filhos. No mês passado, ele e Lúcio, o primogênito de 26 anos, introduziram o caçula de 16 na rodinha de fumo caseira. "Nessas ocasiões, ficamos alegres, rimos bastante", diz Felipe.

O fenômeno do "baseado em família" já apresenta proporções suficientes para chamar a atenção dos especialistas no tratamento de dependentes químicos. Nos Estados Unidos, vinte de cada 100 jovens internados em clínicas de desintoxicação tinham o costume de fumar maconha com os pais. Cerca de 5% deles foram apresentados à erva por papai ou mamãe. No Brasil, os números que emergem dos consultórios médicos impressionam. Dos dependentes atendidos pela psicóloga paulista Sueli de Queiroz, uma das mais respeitadas do país, metade é composta de pais que usam a erva com os filhos ou de filhos que dividem o baseado com os pais. O psiquiatra Arthur Guerra de Andrade, diretor do Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas da Universidade de São Paulo, lembra a história de um de seus pacientes, um adolescente de 17 anos. Filho de um alto executivo, o rapaz foi expulso da escola depois de ter sido flagrado com um cigarro de maconha. O pai, ao invés de lhe dar uma bronca ou de encaminhá-lo a um psicólogo ou algo que o valha, ensinou-lhe macetes de como fumar sem correr o risco de ser pego.

Para esses pais, fumar maconha é uma experiência inócua, que serve inclusive para estreitar laços. "É como tomar um cálice de vinho ou um copo de cerveja ao lado de quem se gosta", compara a empresária Lúcia, de 45 anos, que de vez em quando enrola um baseado com João, seu filho de 19. É uma visão equivocada. Assim como o álcool e o tabaco, a maconha faz mal, sim, à saúde. Com uma agravante: é droga ilegal. Esse fato, no caso do "baseado em família", tem implicações maiores do que a pena criminal. Uma das funções dos pais é inculcar nos filhos a obediência a determinados códigos. Em muitos pontos, as figuras paterna e materna encarnam as próprias regras sociais, o que é essencial não só para a educação, como para a formação da personalidade da criança e do jovem. "Quando um adulto usa a droga com o filho, está sinalizando que não é preciso respeitar a lei, nenhuma lei. A partir daí, cria-se uma confusão que pode levar a distúrbios psíquicos e de comportamento", critica o psiquiatra gaúcho Sérgio de Paula Ramos. Em resumo, pai é pai, amigo é amigo. O "pai amigo", que até fuma baseado, é uma daquelas modernices que só servem para causar transtornos. Os especialistas são unânimes: se um adulto é usuário de maconha (ou de qualquer outra droga), que a utilize longe da vista de seus filhos. A hipocrisia, aqui, é mesmo um elogio que o vício presta à virtude.

Existe, ainda, um contigente expressivo de pais que, embora não fumem maconha, permitem abertamente que seus filhos o façam dentro de casa – na linha "melhor aqui do que lá fora". Há também aqueles que fingem não ver o que ocorre. Permanecem na sala, tentando ignorar aquele cheirinho de mato que vem do quarto. Esse universo foi abordado num estudo realizado pela antropóloga Rachel Trajber. Durante três meses, Rachel conviveu com sessenta jovens de 12 a 21 anos, de todos os segmentos sociais da cidade de São Paulo. Os jovens de classe média, principalmente, mencionaram um "certo consentimento" dos pais em relação ao uso da erva. Essa atitude não é tão perniciosa quanto consumir a droga ao lado dos filhos, mas ajuda a cristalizar a idéia de que maconha não faz mal e de que é um erro incluí-la no rol dos entorpecentes. A maioria dos pesquisados, aliás, acredita que só as substâncias mais pesadas, como cocaína, crack e ecstasy, podem ser consideradas drogas. Eles, assim como seus pais, deveriam ser informados de que nunca a erva foi tão perigosa. Nos últimos quarenta anos, a concentração de THC, o princípio ativo da maconha, aumentou muito (veja quadro abaixo). Conseqüentemente, seu poder de viciar também. Uma pesquisa conduzida pela psicóloga Flávia Jungerman, supervisora do Ambulatório da Maconha da Universidade Federal de São Paulo, traçou o perfil dos usuários no Brasil. Eles começam a fumar por volta dos 14 anos e mais da metade enrola mais de um baseado por dia. "Os jovens precisam que alguém imponha limites", afirma Flávia. Isso cabe a você, pai.

MAIS FORTE E MAIS PERIGOSA

O princípio ativo da maconha é o THC, sigla de tetrahidrocanabinol. É ele o responsável pelas sensações de relaxamento e desinibição experimentadas por quem fuma a erva. Traduzindo: aquele sorrisinho estereotipado é causado pelo THC. A fome que todo usuário sente depois de fumar – a popular "larica" – também é obra do THC. Nos últimos quarenta anos, a presença dessa substância aumentou muito nos baseados enrolados pela moçada. Na década de 60, um cigarro da erva continha 0,5% de THC. Atualmente, estudos americanos apontam para níveis de até 5%. Há ainda o skank, a supermaconha desenvolvida em laboratório, com 20% de THC. Por causa dessas altas taxas de princípio ativo, a maconha hoje vicia mais e inflige danos ainda maiores ao organismo. O uso freqüente da droga diminui a coordenação motora, altera a memória e a concentração. Pode levar o usuário a crises de ansiedade e depressão. Além disso, prejudica o funcionamento do sistema respiratório – acarreta infecções de garganta e de pulmão. O THC é apenas um dos 400 compostos químicos encontrados em um cigarro de maconha. Alguns deles são cancerígenos, como o alcatrão!

Fonte:

http://www.escolavesper.com.br/vejamaconha...vejamaconha.htm

Edição 1 726 - 14 de novembro de 2001

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Decker

Realmente, este é um assunto muito sério, complicado e complexo. Tenho filhos e não sou hipócrita, mais a maioria dos nossos brother aqui, não são pais, o que inviabiliza qualquer tipo de comentário. O lance de ser Pai ou Mãe, torna as pessoas diferentes, tanto pela responsabilidade como o amor que voce investe na sua criação.

Como usuário, não gostaria que meu filho fumasse maconha, muito menos junto comigo; Se algum dia ele for um usuário, espero que ele nunca deixe eu saber, ou deixe eu desconfiar... se algum dia, por vacilo dele eu venha saber, como Pai exclarecido, irei aconselhar e pelo diálogo saberei até onde ele chegou. Fumo maconha até hj e os meus Pais nem desconfiam; A figura paterna deve ser sempre respeitada e preservada... Se vc não respeita seus Pais vai respeitar a quem?

Mais isso tudo é a minha opnião em relação aos meus filhos, pessoal e intrasferível. Respeito toda e qualquer opnião que venha de terceiros em relação aos seus filhos, cada um cria sua prole como bem entende.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Luchiano disse bonito:Mais isso tudo é a minha opnião em relação aos meus filhos, pessoal e intrasferível. Respeito toda e qualquer opnião que venha de terceiros em relação aos seus filhos, cada um cria sua prole como bem entende.
Falow tudo, pois na hora de dar opinião tem um monte , mas na hora de ajudar a criar vc apenas ve as costas dos zé povinho...
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

meus pais tiveram o primero contato com a maconha quando eu falei q fumava

tinha 16 anos

na epoca minha mae foi aberta e ate fumo comigo pra ela ver como eh(n chapo n axo graca e n fuma)

meu pai foi muita treta

hj tenho 20 anos e fumo no meu quarto trankilo a hora q eu kero

e eles entendem e me respeitam

tenho papo muito aberto com eles falo de tudu q eh droga

mas falo q soh usu maconha

(eu usu oq me daum, mas soh sou viciado em maconha)

c um dia for pai eu vou kerer q o primero contado dos meus filhos seja comigo

c ele gostar, otimo vai ser bem legal fumar com eles

eu gostaria q meus pais fumasem comigo

eh como a reportagem falo

eh um ato bonito fumar um com alguem q c gosta muito

eh um passo a frente no relacionamento um "tchan" a mais

:)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Muitos pais são extremamentes alienados e tem aquela

visão única dos maconheiros como delinguentes, sei que

isso não passa de mentiras controladas por um grande

jogo de interesses, que tem pouco fundamento ou nenhum.

Então pra que se preocupar se meu filho fuma ou não?!

Acho que tudo isso é uma questão de opinião e criação.

Se meu filho souber o tanto que eu sei sobre a maconha

e ter uma conciência do que isso causa na sua vida, vou

deixar ele fumar seu basiado na boa. Se ele não souber

paciência!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Sou pai kra, vou dar uma criação p meu filho de liberdade e confiança, se tiver vontade, quiser experimentar, vai ter toda uma criação para tomar a liberdade e me falar, fazer em casa, se quiser com o paizão aki :)

Da mesma forma que não vou esconder que eu fumo maconha, que trabalho, que estudo, que faço todas as coisas normais de qualquer digno cidadão brasileiro.

Afinal, meu filho eh e vai ser meu melhor amigo!!!

Pra mim, confiança e respeito andam lado a lado.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

eu não sou mãe nem pretedendo ser tão cedo...

Mas no dia que eu for (e se daqui pra laeu pensar da msma forma) meus filhos vão sim ter a libedade de fumar dentro de casa, comigo, e ate de traze alguns amigos pra uma session.

Vários pais fazem isso com bebida alcoolica que por sinal acho mais ofensivo a saude que maconha, e no entanto muita gente não se choca com isso...

Pq não dar a lierdade de fumar? eu acho que eu seria muito hipocrita em fumar desde cedo e nao eixar um filho fumar...

conheço varias familias que os pais fumam com os filhos, ou ja fumaram e que a relacao de pai e filho é muito mais bonita, amiga do que pais certinhos que tem filhos certinhos.. é um barrreira entre pai e filho que é quebada, el confia mais em vc.. pelo menos é assim que eu vejo hj..

Meus pais não querem que eu fumem, e eu tenho que dizer que não fumo, é uma situacao muito chata pra mim pq pra mim pai e mãe é sinônimo de amigos e amigos que nao pode saber que a gente fuma geralmente é um amigo mais um pouco distante, amigos sujeiras.. heuheuhe

é essa minha opiniao :D

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Meus pais sao karetas e acham q maconheiro eh marginal... ou seja fumo escondido....

se tiver filhos pretendo não introduzir a maconha a eles, mas não vou esconder q fumo... c algum dia um deles vier falar cmg q fuma, eu vou dizer pra ele fazre isto em casa, ou cmg... e claro vou orienta-lo sobre a maconha e outras drogas...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Bom ae!!

po concordo com a aninha ae

seria muito hipocrita d proibir meus filhos de fumarem

e eu ter fumado desde cedo e sei la, kem sabe esteja fumando ate la ne, heheh

seria muito bom pra trocar ideia com ele, mostrar os pros e contras da maconha..e que tejam um bom conhecimento da erva!

e pra depois sim, cunsumilá- la.

Acho que é isso

po galera, to muito bem!

to chapadaum aki, curtindo um Bob!

Falow!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

tbem acho uma hipocrisia sem tamanho proibir seu filho de fumar, ainda mais se vc fuma. eu jah fumei com meu pai, que me alertou dos males da erva, e me deu uma boa educação sim senhor, com certeza muito melhor do que alguns pais "caretas" que eu vejo por aí. a vida é cheia de vícios, e vale mais um filho também usuário e esclarecido do que um que não usa e sem instrução, escondido atrás da hipocrisia dos pais.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

I dae pessoal, hj finalmente resolvi me cadastrar, leio o forum a tempos e com certeza é um dos melhores sobre o assunto! parabens pra vcs que fazem isso cada vez evoluir mais!

bom eu fumo com meu pai faz uns 2 anos , com certeza ele me deu todo o conhecimento sobre todas as drogas q eu tenho em hj, ele foi viciado narcoticos durante 10 anos, ele usou tudo quanto é tipo de droga e hj ta curado do vicio. ele sempre me falou mtas coisas construtivas e nao simplesmente: "faz mal e tu não vai fuma" como minha mãe vive dizendo (meus pais moram separados e minha mae é uma alienada...) com certeza eu tenho mto mais confiança nele do que mto dos meus amigos e eu sei que isso soh fortalece a nossa relaçao entre pai e filho. ele apoia todas as ideias sobre a legalização e discriminação (as vezes eu acho q ele ando lendo coisas aqui no growroom hehehe) e além de tudo ele é medico, ele sabe o que realmente faz mal...

falow!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
aninha escreveu

eu não sou mãe nem pretedendo ser tão cedo...

Mas no dia que eu for (e se daqui pra laeu pensar da msma forma) meus filhos vão sim ter a libedade de fumar dentro de casa, comigo, e ate de traze alguns amigos pra uma session.

Vários pais fazem isso com bebida alcoolica que por sinal acho mais ofensivo a saude que maconha, e no entanto muita gente não se choca com isso...

Pq não dar a lierdade de fumar?

Mandou muito bem aninha!!! Essa é a minha grande indignação!!! Por que fazem tanta vista grossa pra essas DROGAS lícitas?!?!?!? Todo mundo aqui sabe que o Alcool é extramemente prejudicial a saúde, e que a ERVA "ILÍCITA" não chega nem aos pés dele ainda mais quando se analisa todo o contexto!!!

Bando de filha da ...!!! Numca nem fumou pra saber como é e fica aí falando merda!! Esse é um assunto que me deixa P da vida!!! Mais deixa que uma hora eles vão ter um filho alcólatra que vai ter que ser tratado, maconheiro não é só ter comida em casa que tá tudo certo!!!

Muito bom esse post!!! Valeu!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Meu pai me ENCHE o saco!!!!

Espero que ele tenha alguém pra encher o saco dele o dobro do que ele faz comigo, ai a vida dele vai ser um INFERNO!!!

HAHAHAHA, esse negócio de família pra mim eh coisa do passado, jah foi superada, hahaha!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Acho q temos que lembrar que a perspectiva muda... os fatos não!!!

A maconha é proibida; isso eh perspectiva. É uma planta que sempre foi consumida, e sempre será, isso é fato!

Não podemos esquecer que nós usuários e até não usuários, nos deixamos afetar pela perspectiva em vigor... ( é proibida) - e mesmo que muitos afirmem que não, isso nos influencia... mas como usuário convicto (não do hábito de fumar, mas de saber que não há erro no fumar a maconha), o fato de ser para os outros algo terrível e/ou proibido não deveria influenciar em nada a visão que temos deste hábito de fumar.

Tudo depende de como vc vê isso... se vc faz e crê que é errado, tbm acho q não deveria permitir que seu filho o fizesse, mas se acredita que há um certo jeito, que inclui certos preceitos para o ato de fumar sua erva, ensinai a vossos filhos e compartilhai com eles essa erva divina!!!!

OM

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Rolissssarchhh escreveu

Meu pai me ENCHE o saco!!!!

Espero que ele tenha alguém pra encher o saco dele o dobro do que ele faz comigo, ai a vida dele vai ser um INFERNO!!!

HAHAHAHA, esse negócio de família pra mim eh coisa do passado, jah foi superada, hahaha!!!!

Respeite seu pai ....... afinal vc nao eh nada alem de porra dele ..... pensa que ele podia ter te jogado pelo ralo batendo uma punheta ....... mas ele te deu sua vida .... sei lah ... pelo que tu tah dizendo nao adianta nem quere explika
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

POORRRAA!!!!!!!

minha mãe embaça deu fuma eu ja rodei 3 vezes e mesmo assim ela proibi eu qeria mto q ela fumasse comigo ja q meu pai morreu infelizmente pq garanto q ele dexaria eu fumar sempre foi mente aberta agora minha mãe paresse q sabe q continuo fumando nm sei se conto q conrinuo ou se abfo a parada por favor me de uma opnião!!!!!!!!!!!!!!

VALEU AI GALERA EH NOIS

:):);)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Minha mãe é psicologa fez um curso de drogas no DENARC e me usa para estudos... ela levo numa boa de eu fumar maconha só pediu para um não abusar e utilizar outras drogas, e foi oq eu fiz e faço fumo um pouco menos pq tava muito cabeção e quando ela me pergunta alguma coisa sobro os efeito eu falo e nós conversamos abertamente

Ja fumei algumas vezes com pais de amigos meus, é bem melhor eles só tem fumo do bom e do melhor heheheh

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Decker escreveu

Uma das funções dos pais é inculcar nos filhos a obediência a determinados códigos. Em muitos pontos, as figuras paterna e materna encarnam as próprias regras sociais, o que é essencial não só para a educação, como para a formação da personalidade da criança e do jovem. "Quando um adulto usa a droga com o filho, está sinalizando que não é preciso respeitar a lei, nenhuma lei. A partir daí, cria-se uma confusão que pode levar a distúrbios psíquicos e de comportamento", critica o psiquiatra gaúcho Sérgio de Paula Ramos. Em resumo, pai é pai, amigo é amigo. O "pai amigo", que até fuma baseado, é uma daquelas modernices que só servem para causar transtornos. Os especialistas são unânimes: se um adulto é usuário de maconha (ou de qualquer outra droga), que a utilize longe da vista de seus filhos. A hipocrisia, aqui, é mesmo um elogio que o vício presta à virtude.

Fonte:

http://www.escolavesper.com.br/vejamaconha...vejamaconha.htm

Edição 1 726 - 14 de novembro de 2001

Que coisa ridícula, esse parágrafo foi o mais tosco que eu achei pra contestar, geralmente eu não gosto de me precipitar e ir criticando a opinião de alguém, mas o ser que escreveu isso é muito imbecil: "Quando um adulto usa a droga com o filho, está sinalizando que não é preciso respeitar a lei, nenhuma lei...", nossa, nada a ver isso, só porque o pai está quebrando essa lei especificamente, que muitos concordam comigo aqui que está muito errada, não quer dizer de forma alguma que ele não respeita NENHUMA lei.

"...Em resumo, pai é pai, amigo é amigo. O "pai amigo", que até fuma baseado, é uma daquelas modernices que só servem para causar transtornos...", outra frase infeliz, acho que não tem nada a ver isso, um pai amigo é muito mais respeitado e tem uma relação muito melhor com o filho que um pai conservador...

Desculpe com quem concorda com esse texto, eu até respeito a idéia, mas não consigo adimiktir essas conclusões absurdas que utilizaram no texo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

a lei é (ou deveria ser) o ethos institucionalizado, oficializado.

quando a lei se afasta da realidade, dá nisso. fumar maconha pode de repente ser uma infração à lei, mas não ao ethos estabelecido de fato.

quer um exemplo?

pela lei, adultério é crime e dá cadeia, mas a prática social não dá a mínima pra isso.

e aí?

nem toda lei é regra e nem toda regra é lei.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Tópicos

  • Posts

    • Blz @HashDelta9 ! Muito bom tocar nesse assunto >>> Alguns "insights" sobre o tema >>> Mermaun aqui tem 120k de maluco .... flow absurdo . Eu sou uzu faz anos... tipo 2 logins por semana . A pf tinha que ter uma puta equipe pra ver tudo ... Eu não consigo >>> dar salve nem pra 1/10  Naturalmente protegidos pela nuvem .... Agora por aqui passa muito QI alto ... os cranios ... os agros ...  os guerrilheiros  Rola uma irmandade irada .... Uns caras que escrevem só testão  Poemas e o carai Blablabla  Sobre segurança: Regra nº 1 > NÃO PODE TER BALANÇA EM CASA  Regra nº 2 > NÂO PODE COLHER MAIS DO QUE VOCÊ VAI CONSUMIR OU APRENDE A EXTRAIR  Segurança no GR : Se você já foi Leader ou Ganhou "dias"  algumas vezes .... Tá bolado ... acha que falou d+  É só mandar qualquer 1 ir a merda no Tópico das Seeds Br  e arrumar confusão . Ou escrever a palavra FOFOCA e depois comentar  sobre algum fert ou led br Os moderators vão capitar sua mensagem e você vai receber BAN = RESETED FOR LIFE  Eu não gosto de me gabar .... + já FUI com 2K ... Acordei levinho  Imagem cortesia >>> ProtonMail          
    • A discussão acabou indo para questões de Estado e intervenção, mas o lance é o seguinte, meus caros: enquanto houver Leis proibindo, a gente corre risco sim, não tem jeito. Nossa melhor arma é a inteligência. Tem algumas dicas gerais que valem não apenas para "cultivos secretos", mas também para qualquer tipo de situação relacionada com privacidade na Internet: 1) Se postar fotos, tenha certeza absoluta de que a imagem não apresenta NADA que possa ser usado para identificar sua pessoa, sua casa, seu carro, seu cachorro,... enfim... qualquer coisa que algum cidadão possa dizer: "Mas não é o quarto do Fulano?" 2) Falando em fotos, nunca poste uma foto com os dados EXIF do arquivo. Se você não sabe o que é isto, são aquelas informações detalhadas que a própria câmera (ou celular) coloca no arquivo JPG, que tem absolutamente todos os dados da foto, e dependendo até a localização GPS de onde ela foi tirada. Então, se liga. Antes de postar, SEMPRE apague os dados EXIF, ou então use um truque bacana: coloque a foto na tela e capture a tela, como se tirasse um "print" da tua própria foto. E aí salva este print com outro nome, sendo esta a imagem que irá para o fórum. Não sei se expliquei bem, mas faça uns testes aí, você vai entender. 3) Obviamente, nunca use informações pessoais, de nenhuma espécie, nos posts do fórum. Nada mesmo. Não faça referências de onde você mora, estuda, trabalha, etc. Seja bem rigoroso neste sentido. É claro que isto é básico, mas o que costuma acontecer é o seguinte: no início a gente é cuidadoso, praticamente um "agente secreto da KGB"... mas com o tempo vamos relaxando e assumindo que não vai dar nada, que tá tudo bem e que ninguém tá vendo. Aí é quando o cara se fode. Lembre-se: dependendo da situação, basta apenas um erro e deu pra ti. 4) Tem várias outras dicas, mas uma última aqui: o ponto fraco deste fórum é o IP. Através dele seria, teoricamente possível, saber quem você é e chegar até você. Lembre-se que a polícia não tem só aqueles "brucutu" armados que só sabem dar porrada. Eles têm departamentos inteiros de peritos que manjam pra kralho de tecnologia. Então assim, quer uma dica? Use VPN. Se puder, uma VPN paga. Tudo bem, eu sei...eu sei... custa um dindin $$$.... mas pagar um advogado é BEM mais caro. É isto. Fique com Jesus.
    • Sim, ela roda também se tu for pego. Claro que, na prática, teu depoimento na polícia poderia aliviar UM POUCO a barra dela, bastando para isto você assumir toda a culpa e tal. Porém neste momento entramos naquele nebuloso terreno, onde nunca se sabe como a polícia vai encarar a situação. Mas assim, se apenas você e ela sabem do "plantio secreto", e se vocês tomam os devidos cuidados com os vizinhos e/ou familiares e amigos, a chance é realmente mínima de dar ruim. Polícia funciona muito na base da denúncia, porque os caras não têm nem efetivo nem tempo para ficar ativamente procurando jardineiro do bem. E processos de investigação só acontecem quando os caras já têm uma forte suspeita e apenas precisam juntar provas e elementos concretos para pedir uma "busca e apreensão", ou coisas do tipo. Mas estas investigações tomam tempo, custam caro e normalmente precisam render um "peixe grande" para justificar toda esta mobilização. Então Hard Xarpi, o lance é o seguinte: bico 100% fechado (tu e tua namorada), cuidado com cheiros, luzes e exaustores barulhentos (vizinhos xeretas são o inferno) e o resto é só alegria. Flw!
×
×
  • Criar Novo...