Entre para seguir isso  
Bas

A Culpa é dos Usuários de Drogas

Recommended Posts

Como todo usuário de maconha é claro que me sinto muito chateado com essa caça as bruxas, aqui no Rio de Janeiro, os maconheiros são hoje os grandes vilões da cidade. A opinião pública está massacrando os usuários de drogas e todos estão entrando nessa onda, daqui a pouco tem vizinho denunciando vizinho por que o cara é consumidor de maconha, a liberdade individual vai sumindo diante de um quadro de posições reacionárias e hipócritas. Todo usuário fica chateado por estar de alguma forma contribuindo para a violência na cidade, mas colocar a culpa unicamente no usuário como estão fazendo é um absurdo.

É muito fácil colocar a culpa no usuário, é apenas analisar como uma questão puramente econômica [economia neoclássica - lei da oferta e da procura], portanto a nossa sociedade que está viciada nesta maneira de pensar puramente economicista acaba encontrando a solução, o traficante compra armas com o dinheiro das drogas porque o usuário compra drogas. Como sempre, a partir de uma equação chegamos a uma solução, o usuário é o culpado. CULPADO, CULPADO, CULPADO, CULPADO, CULPADO.

Um dos problemas de nossa sociedade é achar que com equações matemáticas e raciocínio puramente linear irão encontrar soluções para todos os nosso dilemas. Esta forma de pensar é muito boa para as questões naturais, mas não para as questões sociais. Com este raciocínio o cientista construiu a bomba atômica. A psicologia matematizada pode produzir cenas com as do filme Laranja Mecânica [quando tentam curar o doente mental obrigando ele a ver muitas cenas de violência]. Está mais do que provado que algumas questões, como os desvios de conduta psicológicos também podem ser derivados de problemas ligados a sociedade [família]. O tratamento destas questões está vinculado às questões de saúde pública. Acredito que o consumo de drogas não é um desvio de conduta, mas o consumo excessivo de drogas e a dependência química sim e, portanto, isto deve ser encarado como caso de saúde pública.

O consumidor de drogas não viciado, ou viciado socialmente aceito, pois consegue cumprir com suas obrigações sociais, de ser uma mercadoria [trabalhar] e ser um consumidor ativo no mercado, pode ser comparado ao consumidor de álcool ou calmantes. O seu maior erro está no ato ilegal de comprar a droga. A pergunta é desde quando existem na sociedade pessoas que consomem esses tipos de produtos? Quantos na sociedade nunca experimentaram tais produtos? Desde sempre se utilizam tais produtos. Quando se culpam os usuários pelos graves problemas de nossa sociedade estão dizendo, por exemplo, que o Bob Marley é o maior pilantra da história, o que seria uma grande injustiça. Apresentar como proposta o fim do consumo é uma solução hipócrita, impossível e irresponsável.

Obviamente a legalização seria uma solução muito boa, dizer que a sociedade brasileira não está preparado para tal passo é ridículo, nunca nenhuma sociedade será unânime quanto a este assunto, muito menos todos estarão preparados para a completa liberdade em ralação ao consumo de qualquer droga. Portanto, a legalização das drogas é uma política que deveria ser feita com objetivos claros como controlar o tráfico, diminuir a lavagem de dinheiro e aumentar a arrecadação, os problemas seriam inúmeros, como hoje o número de mortes em acidentes de trânsito por embriaguez, o são. Eu acredito que a elite [hipócrita] e os governantes brasileiros é que não estão preparados para legalizar as drogas.

Soluções alternativas tem sido apresentadas, na Europa existe muito dinheiro e energia investidos no auto-plantio, o site growroom, em português, defende a bandeira deste movimento o auto-plantio, este talvez seja o mais importante veículo para debater este assunto no país. Mas se o preconceito contra o usuário continuar aumentando nem este movimento, ainda marginal, terá mais sentido, e os que lutam pelo direito de usar os produtos que bem desejam para alterar sua percepção, sem com isso prejudicar os outros, terão sido vencidos pela ignorância.

Acredito que ser consumidor de maconha hoje em dia é um fardo pesado, e quanto mais se culpam os consumidores, mais pesado fica. Quando surgiram as primeiras favelas na cidade, os culpados não eram os consumidores, mas sim os governantes e suas políticas públicas. Quando o prefeito Pereira Passos destruiu os cortiços e estimulou a periferização da cidade é que a favelização foi estimulada. Quando o Comando Vermelho foi criado e permitiu o surgimento de um poder paralelo na cidade, não foram os consumidores os culpados, mas sim o Estado autoritário que juntou criminosos comuns e políticos no presídio da Ilha Grande. A grande expansão das áreas de favela nos anos 60,70,80 e 90, não foram responsabilidade dos consumidores, mas sim de um governo omisso que por falta de políticas públicas permitiu tamanha degradação da população pobre, que se tornou cada vez mais excluída. O consumidor de drogas não é o grande responsável pela criação de um poder paralelo no Rio de Janeiro e isso que tem que ficar claro. Se o negócio é achar culpados porque não culpar os policiais e os políticos corruptos, ou a incompetência do poder judiciário, ou a incompetência do sistema penitenciário, ou, principalmente, a segregação sócio-espacial e a exclusão social.

Do jeito que estão falando por aí parece que os consumidores são os maiores culpados e que o problema será resolvido com a redução do consumo, meu caro isto é uma ignorância. Na minha maneira de ver é mais honesto e sensato tentar reduzir o poder paralelo a partir de políticas de inserção social, educação e saúde pública do que combatendo os consumidores como quer o governo americano e as empresas produtoras de armamentos. Porém, acho óbvio que deve se retirar o tráfico das favelas, como todos sabem, a política de segurança no Rio sempre foi deixar o tráfico na favela, este é o grande erro, pois o pobre é quem mais sofre. Sendo a legalização um alvo muito distante, acredito que a primeira solução é abafar o tráfico nas favelas, impedindo o consumidor entrar e sair, desarticulando o financiamento do poder paralelo dentro das favelas e trazendo o tráfico para o espaço oficial da cidade. Posteriormente, deve-se entrar pesado com alternativas sociais e econômicas para a população pobre favelada, pois se não, combate-se o tráfico, mas a população pobre e sem alternativas deixa de ser traficante para entrar em outro tipo de crime [infelizmente os políticos tiveram esta opinião por muito tempo, de que é melhor o pobre lá traficando do que aqui roubando].

O problema de ficar culpando o usuário é que o aumento do preconceito não ajuda a resolver nada, enquanto isso a política continua sendo a mesma e os verdadeiros responsáveis pela nossa guerra urbana [compradores, financiados e financiadores] não fazem nada para mudar sua posição social e continuam se dando bem com isso tudo. O consumo de drogas nunca vai acabar na sociedade, pois existem drogas legais, e se acaba a maconha tem a cola de sapateiro e qualquer outra coisa que um maluco possa usar. Agora, a segregação sócio-espacial e a exclusão social podem acabar, se forem encaradas de frente, pensadas a partir de suas verdadeiras razões.

Com certeza nossos problemas sociais não são fruto do consumo de drogas, podem até apresentar relações entre si, mas os consumidores não podem ser vistos como os verdadeiros responsáveis pela guerra urbana no Rio de Janeiro. A ilegalidade se aproveita da ausência do estado nas áreas de favelas. Por que não encaramos esta guerra como um tipo de luta de classes, a população pobre e excluída finalmente sendo vista como tal e gerando preocupações nas autoridades responsáveis. Talvez fosse mais honesto que culpar exclusivamente os consumidores.

HCMR

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bem colocado cara , a situação do usuario ta foda em todo pais mais ai no Rio deve ta até bem mais cruel com toda essa violencia acontecendo diante da televisão!

Se tem uma pessoa que eu não suporto é o Garotinho...ele é um fascista...não sabe nem ao menos maquiar a incompetencia da politica que usa...só sabe atacar usuarios!

O mais triste é que consegue formar opinião entre boa parte da população , talves mais triste é simplesmente o fato dele ser o secretario de segurança...

não curto acusar...mas que ele deve ter um dedo no negocio deve ter...direta ou indiretamente!

Quem tendo poder na mão não quer uma boquinha de mais de dez milhoes por semana?

São poucos e não estão ocupando cargos como o dele!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As drogas fazem parte do crescimento de um ser humano normal

as pessoas que infelizmente não tiveram contato com drogas, são aquelas que também nunca se apaixonaram, perderam a linha, erraram, roubaram o carro dos pais, colaram, viveram de verdade e de alguma forma são frustrados e hipocritas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal o texto, mas se vc pensar bem é até compreensivel que o Estado fike tentando colocar a culpa no usuario.

É mais facil e tem muito mais apelo com os parentes e amigos de "viciados". Quando colocam akeles anuncios babacas na televisao, akilo funciona como lavagem cerebral que nem novela da Globo, e fica muito mais simples pra sociedade olhar feio prum maconheiro.

Com toda essas marginalização do uso, o Estado espera que tenhamos vergonha de ser usuarios e passemos a nao mais consumir, relamente uma ideia idiota. Mas qual seria a alternativa? Colocar a culpa neles mesmos? Isso nao vai rolar de jeito nenhum, aki no Brasil o que menos acontece é o Estado criticar o proprio umbigo. Colocar a culpa no trafico? Como? Se eles vivem praticamente em um universo paralelo, no topo de seus morros e cercados de AR-15? Que apelo teria? Como a sociedade ia fazer cara feia pra algo que nem ve?

A culpa é do usuario pq ele esta ali, de babaca, tendo que passar por todos os perrengues do mundo pra conseguir comprar sua droga na ilegalidade. Comprando produto ruim, caro e correndo o risco de tomar porrada de policial corrupto. Não somos coitadinhos, fizemos uma escolha, preferimos nos manter ilegais do que nos render ao totalitarismo e nossa falta de liberdade pessoal de colocar dentro do meu corpo o que eu bem entender.

É facil dar porrada em quem ja esta por baixo, a covardia do Estado nao é novidade. E como a proibição é totalmente louca e baseada em praticamente nada (as razões historicas para o proibicionismo raramente tem a ver com violência ou saude publica, é só pesquisar), se depender do Estado, eles vão se manter na eterna ignorância jogando rios de dinheiro fora no que é uma luta inutil, até perceberem que estão dando murro em ponta de faca e tudo o que o proibicionismo causa começar a afetar seriamente suas "plataformas", e a guerra civil se instalar de uma vez por todas. Daí talvez, eles começem a ver o problema por outro angulo, o das liberdades pessoais, o de tratar o problema com inteligencia, como quesão de saude publica, e não de policia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
As drogas fazem parte do crescimento de um ser humano normal

as pessoas que infelizmente não tiveram contato com drogas, são aquelas que também nunca se apaixonaram, perderam a linha, erraram, roubaram o carro dos pais, colaram, viveram de verdade e de alguma forma são frustrados e hipocritas.

Só não concordei com vc uma coisa sobre o "preconceito" do não usuario, conheço pessoas (e são poucas) que não utilizam de nenhum droga para fazer o que ele estão fazendo hoje e olha que são uma raça de loco...

Então não tem necessidade de usar drogas para serem pessoas apaixonadas, eroubarem o carros de seus pais e na epoca que fiz isto nem pensava em usufluir da erva...Mas como cada um tem sua opinião aqui esta a minha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Skywalker escreveu

Hj estava lendo a revista Veja dessa semana (28/4/2004), e fiquei indignado com o texto simplista de Lya Luft, e com as declaraçoes tb simplistas de Def Yuri e Maria Thereza de Aquino, citadas na coluna de Roberto Pompeu de Toledo...

Apartir disso eu fiz um texto, mostrando meu ponto de vista em relaçao ao lugar-comum: "O usuario de drogas financia a violencia"... comentem:

Toda vez que o Brasil, aos olhos da mídia, passa por um problema, os intelectuais procuram achar um culpado. No caso mais recente o culpado escolhido, pela violência de que o Rio de Janeiro é refém, foi o usuário eventual de drogas, “os verdadeiros inimigos da sociedade” segundo a psiquiatra Maria Thereza de Aquino em entrevista ao jornal O Globo.

     

Essa afirmação é extremamente simplista. Esquecem-se os intelectuais de outros fatores que geram a violência. Um sistema que proporcionou o aparecimento das condições precárias das favelas também tem culpa, assim como políticos e juízes corruptos, um governo que não resolve a questão da desigualdade social, um sistema carcerário ineficiente que não recupera criminosos e a sociedade que da às costas a esses ex-presidiários dando-lhes como única alternativa voltar ao crime.

Quando Lya Luft diz que “cada vez que um de nós consome uma droga qualquer, está botando no cano de uma arma a bala – perdida ou não – que vai matar uma criança, uma mãe de família, um trabalhador” ela considera o usuário o responsável direto por assassinatos. Na realidade a responsabilidade do usuário é indireta, e também não é inteiramente sua. Ele não consome a droga com intenções de matar alguém.

Usando a mesma analogia, aquele que paga os seus impostos para obter a segurança que a polícia oferece, também financia a violência. A polícia já matou e humilhou pessoas inocentes (e ainda o faz), então quem paga seus impostos é responsável pela morte dessas pessoas. Assim como ninguém queria que os inocentes fossem mortos, os usuários de drogas não queriam financiar a violência.

O cidadão tem o direito de consumir aquilo que ele quiser, desde que seja legal, portanto se ele tem o direito de consumir substâncias tóxicas como álcool e tabaco, ele também deveria ter o direito de usar outras drogas. O usuário sofre com o monopólio de só poder comprar de traficantes financiadores da violência, não saber a procedência de sua mercadoria, ainda são obrigados a conviver com o preconceito da sociedade e ainda possuem seus direitos proibidos.Portanto o usuário de drogas não é o culpado pelo trafico, e sim sua principal vítima.

valeu...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Cigano escreveu

Mui boa sua comparação entre usuarios e pagadores de impostos...pode até parecer exagerado , mas eu acho que não é!

Só tenho medo pq por ai posso me tronar criminoso em duas coisas :P !

E quanto a essas opinões , pra min elas não tem nenhum credito , quem entende do assunto realmente sabe que não é por ai , só que por serem intelectuais suas declarações acabam por ser aceitas por muitos, quer dizer , são perfeitos pra vender o peixe dos proibicionistas e se estão vendendo é pq são alienados , pelos menos em relação a esse assunto !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
espiritosanto escreveu

As afirmações dela são ridículas, com certeza alguém que não estudou a fundo o assunto para depois comentar.

Imaginem vocês uma coisa, se fosse apartir de agora, totalmente extinto o tráfico de drogas, simplesmente nao existice mais, se os usuários todos conseguissem a maconha por conta própria (plantando).

Assim, uma gigantesca movimentação de dinheiro acabaria, dinheiro que sustenta a vida de milhares de pessoas, des de agricultores, traficantes e até os "aviõesinhos". Sendo assim, todas essas pessoas precisariam de um novo meio de "ganha pão".

Qual seria ele? Será que a nossa sociedade tem empregos "decentes" para todos eles?

Acredito que não, e sendo assim, eles provavelmente, seguiriam pelo lado da criminalidade. Mas outro tipo de criminalidade, como Sequestro, Roubo, Assassinatos e etc...

Entao talvez pensando por esse lado, o usuário de droga está fazendo exatamente o contrário do que esta mulher falou, ele está previnindo uma violência de grande porte. Ou será que "Sequestro, Roubo, Assassinatos e etc...", tem menor valor penal do que o tráfico?

Bom essa é minha opinão, acho que essa mulher realmente não sabia o que estava falando.

Mas apesar de tudo, eu não acredito que sustentar o trafico seja uma boa claro!

Keep Growing men!

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A verdadeira questão que está por trás de tudo isso é a de aceitar as pessoas como elas são.

Essa frase é tão banalizada em letrinhas de musicas fúteis que hj em dia seu significado perde o sentido.

Qdo eu paro pra pensar sempre chego na mesma conclusão, e mesmo assim não posso dizer q não tenho precoceito em relação a certas pessoas ou tipos de comportamentos.

Mas acho importante refletir sobre essas coisas pois, na minha opnião, a liberdade do ser humano só tem limite qdo começa a afetar a liberdade de outros.

Debater essas coisas é ótimo pra manter as idéias organizadas na caxola. :b

valew galera.

t+'s!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

culpam o usuário de drogas pela violência do tráfico assim como, na época da revolução industrial, culparam as máquinas pelo desemprego.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas se eu sou usuário, eu termino por alimentar quem fornece...

Se não existisse quem consumisse drogas, não existiria quem quisesse vendê-las...

Plantar a própria erva e descriminilizar quem o faz, para uso pessoal, seria mais do que bom por enquanto...

capto?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Kra, fiquei pasmo com as opinioes!

mto boas!

Otimo texto Bas, Meriadoc e Skywalker!

E Otimas opinioes do pessoal!

td q eu poderia falar aki jah foi dito nos textos.

abraçs!

=)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em qualquer lugar, em qualquer época vai existir drogados.

O problema de drogas nos EUA é muito pior que aqui no Brasil, mas nem 10% dos crimes lá tem relação com o tráfico!!!

Parabéns pelo texto!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom o seu texto...

A lei da oferta e procura foi bem deturpada ao longo dos anos...

Se existe a procura pelas drogas alguém tem que ter a oferta... As unicas pessoas que oferecem no momento são os traficantes, portanto o usuário não pode ser culpado da violência sobre nenhuma circustância.

Se existisse outro meio de obter drogas no Brasil acredito que a maioria dos consumidores optariam pela forma legal de comprar as drogas...

Certa vez ouvi um amigo meu meio burro dizendo que se houvesse uma iniciativa privada e legal de vender drogas a violência aumentaria, pois os traficantes iam sair assaltando todo mundo pra conseguir dinheiro pra sobreviver. Isso eh uma possibilidade mas eu a considero mto remota... Se um mercado legalizado fosse aberto muitas oportunidades de emprego surgiriam em todos os setores da economia... Os trabalhadores rurais seriam empregados na produção da matéria-prima e industrias para a tranformação de matéria-prima em bens de consumo surgiriam empregando mais pessoas ainda... Além disso teriamos muitos bares e locais em que a venda desses produtos devidamentes licenciados empregariam pessoas no 3o setor da economia.

A legalização acabaria com os problemas da violência, e em menor escala com o desemprego. Se essa se tornasse uma iniciativa para empresas estatais seria melhor ainda, pois o dinheiro arrecadado com a venda das drogas seria convertido para areas em que o nosso país precisa de mais verba, como a educação e a saúde.

A única coisa que me preocupa nessa situação eh a viabilidade econômica desse projeto. Eventualmente, acredito que o mercado seria saturado, mas não eh um problema tào grande quando a violência e é muito mais facilmente resolvido.

A legalização traria muitos beneficios para a sociedade, mas enquanto o moralismo corrupto dos americanos assombrar o mundo será dificil para outros países legalizarem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O usuario não é culpado de modo algum, pois não foi ele quem criminalizou a droga, o consumo de entorpecentes pela humanidade é algo natural( até os animais se drogam)e muito anterior a essa modernas leis de direita cristã puritanista, a qual quer controlar todos os aspectos da vida das pessoas, sexual, comportamental e mental.

Esse tipo de campanha visa apenas achar um bode expiatório( um que não tenha como se defender), para a falida politica facista da repressão, a qual causa mais danos e morte que o próprio consumo, ou seja o remédio é pior que a doença. Toda a violência que vemos todos os dias não é culpa do usuário, o problema somente surgiu quando foi feita a proibição, antes disso as drogas eram vendidas em qualquer farmacia, e não tinha todo esse estigma social, moral ou criminal envolvido, ou seja quem causou algum problema foras as autoridades, a cannabis não é diferente que a cerveja ou tabacco( os quais são mais perigosos que cannabis), o que faz as pessoas não verem isso é o condicionamento ao qual elas foram submetidas e programadas desde a infância, as drogas psicotrópicas e psicodélicas, ajudam a quebrar esse condicionamento, e isso é um dos grandes medos do establishment, os movimentos de contracultura dos anos sessenta foram sem sombra de dúvida engatilhados pelos efeitos do LSD e outros psicodélicos e psicotrópicos.

Já foi provado que a descriminização de todas as drogas e a legalização das naturais não processadas, é o caminho para tirar o poder das mãos do crime organizado, e dar poder ao povo. tratar o usuário como criminoso ou simplesmente um doente é fechar os olhos para verdade por conveniência política.

Olha o que está acontecendo no Canada, foi liberado e nada demais aconteceu, as pessoas so estão fumando e plantando livremente sem ter medo. As outras drogas mais pesadas continuam ainda sendo um problema de saude publica ( drogas não devem ser um problema criminal)mas grande parte do dinheiro que era granho pelos traficantes e pelo crime organizado foram para as familias que agora podem ter seu proprio plantio informal e não precisam masi gastar comprando por preços exeiorbitantes um produtos de má qualidade, os cultivadores podem cultivar legalmente, para fornecer a doentes, e o dinheiro que ia para as mãos do crime organizado agora nao vai mais. Vc se quiser pode plantar em casa, ou comprar do seu amigo, uma cannabis de otima qualidade por um preço bem modico.

E dessa maneira muitos doentes tem acesso a essa droga maravilhosa que pode ajudar tantas pessoas que estão em um terrivel sofrimento, mas as autoridades não estão nem ai para essas pessoas, existe um infinidade de usos terapeuticos e mesmo industriais para a cannabis, mas é tudo proibido por estupidez ganância e ignorancia, puro facismo direitista cristão. VOCÊ ELEITOR É O RESPONSÁVEL POR ELEGER ELES

A venda informal é o caminho, muitas pessoas poderão tirar sustento através do cultivo (poder para o povo) , fornecendo uma droga natural de melhor qualidade e a um preço melhor q a fornecida pelo crime organizado, e se essa venda informal fosse legalizada e taxada como em esquema de coffeshops, a verba desse dinheiro poderia ser encaminhada, para financiar a assistência médica de dependentes quimicos, e na prevenção de novos usuários.

A outra solução seria continuar enchendo os nossos presídios por crimes relacionados a drogas o que só piora a situação.

ABUSO DE DROGAS NÃO É CRIME, É PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

o que financia o tráfico mesmo eh a cocaína.. o crack.. a heroína.. o ecstacy.. nao a maconha, que embora seja muito vendida nao tem tanto valor $$$$... o papel fundamental da maconha, como tem muuuitos usuários, e aqui sabemos disso, eh "banalizar" a venda das drogas.. porque nos sabemos quao pequenos sao os males da maconha.. mas a populacao em geral nao sabe.. e isto nos torna consumidores de DROGAS.. assim como qualquer outro.. está aí oq penso..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

...acho o usuario que compra é , sem duvida,quem financia o trafico, mas nem por isso é o culpado pela violencia que se espalha por ai.

A culpa é da legislação ´.Se fosse + moderna a situação seria melhor.

A legislação atual atende somente o sistema instalado e quem nele estiver engajado.

...já viu isso :é proibido falar em canabis.Só pode malhar. Se o que voce falar não exprimir condenação ou não levar a conclusões NEGATIVAS sobre a erva,.......

é APOLOGIA.

tamofudi..........

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O sistema é assim, e digo mais!!!

Eu SOU culpado por financiar o crime mesmo!!! se eu compro do traficante e fumo eu sou usuario (e financio o traficante) e se eu planto em casa, um pé só, eu sou traficante, mesmo que seja pra mim mesmo....

A justica financia o crime me obrigando a procurar um traficante... e depois dizem que eu sou culpado... ahh VSFUDER porra!

depois eu pergunto, quem é beneficiado com essa politica? o governo nao eh (a nao ser os envolvidos com o crime organizado) pq tem que gastar dinheiro combatendo o trafico e nao recolhe impostos... EU nao sou, pq tenho que ir na sujeira e nao posso plantar em casa (etc etc etc... esses problemas que todos sabem)... O unico que ganha com isso é o trafico porra!!!

entao eu digo: Dou dinheiro SIM... pq ele é o unico que oferece o que eu quero e pronto!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

  • Tópicos

  • Posts

    • Devido ao grande número de cultivadores optando pelo uso de materiais "inapropriados" em forros de parede com o intuito de refletir a luz,resolvi traduzir um material informando sobre as opções de materiais disponíveis e as vantagens/desvantagens dos mesmos. Todo o material em inglês foi retirado do site "www.growweedeasy.com" e está disponível aqui para eventuais consultas e correções deste tópico.   glossário; hotspots = ponto quente (geralmente referido a distribuição desequilibrada de luz,criando pontos com uma concentração maior de luz) ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Refletividade - Aumente o rendimento indoor com paredes refletivas by Nebula Haze   Introdução a refletividade É importante para qualquer cultivador que esteja cultivando cannabis indoor maximizar o poder de suas luzes de cultivo. As luzes para cultivo indoor de cannabis ficaram incrivelmente brilhantes ao longo dos anos e isso permitiu que os cultivadores forneçam as suas plantas uma luz abundante. No entanto, você pode fazer com que suas luzes pareçam ainda mais brilhantes e mais poderosas sem aumentar a quantidade de eletricidade que você usa. Refletividade adequada nas paredes próximas as suas plantas, e um bom refletor irão refletir a sua luz de volta as suas plantas em vez de deixar toda a luz que atinge os lados seja absorvida. Em fato, uma refletividade apropriada pode fornecer até 30% a mais de luz para as suas plantas! Tudo isso sem mudar nada mais no seu setup. Sem eletricidade a mais, apenas mais 30% de luz! Como você provavelmente já sabe, luz é oque a cannabis (e a maioria das plantas) usam para produzir energia e luz é oquê potencializa o crescimento de seus buds. É importante entender que as lâmpadas para cultivo indoor são mais eficazes quando você obtém o máximo de luz que elas produzem em suas plantas. Quanto mais luz tiver que viajar até suas plantas, mais luz será "perdida" no caminho. Ao garantir que a luz seja refletida de volta, suas plantas poderão usar ainda mais a luz produzida, que normalmente seria "perdida". Paredes refletivas também ajudarão a impedir que partes de suas plantas fiquem sobre sombra. Ao ar livre, os produtores podem usar o sol! O sol está a quase 150 milhões de quilômetros de distância, mas produz tanta luz que pouco é perdida em pequenas distâncias. Isso significa que a refletividade não é importante ao crescer ao ar livre sob luz solar direta; o sol já dá às suas plantas toda a luz que elas precisam!   Diferente de cultivar outdoor,refletividade é importante para conseguir os maiores rendimentos! Mais luz = crescimento mais rápido e maior produção! ... mas só até um certo ponto!   As paredes da sua área de cultivo: Suas plantas terão mais luz se estiverem em um espaço contido por paredes refletivas em comparação com as plantas sentadas no meio de uma sala aberta, mesmo que as paredes da sala sejam refletivas. Isso ocorre porque a quantidade de luz utilizável que uma parede pode refletir para uma planta diminui à medida que a parede se afasta. É em parte por isso que tendas e caixas de cultivo(growbox) serem tão eficazes - além de ajudá-lo a fornecer o ambiente perfeito para suas plantas, elas ajudam a conter a luz para que suas plantas aproveitem mais! Verifique se as paredes refletivas estão configuradas para obter a maior refletividade! Isso significa: Evite vincos/rugas em materiais que devem ficar lisos/esticados As paredes devem ser planas com o mínimo de curvas ou dobras possível Curvas suaves são melhores que curvas de 90° na forma do revestimento refletivo A textura de estilo martelado(hammered) fornece algumas das melhores refletividades devido aos ângulos em que reflete a luz e diminui os hotspots. A maioria das barracas de cultivo feitas profissionalmente tem um material refletivo de estilo martelado na parede. Esse acabamento martelado também é o que você encontra em refletores de luz de alta qualidade. O material refletivo não deve estar sujo ou gasto - mantenha suas paredes limpas! "Evite vincos e bolhas... diferente desta parede revestida em mylar" Nota: Ao cobrir as paredes com algo que vem em um rolo plano como mylar ou foylon, verifique se o material está esticado para evitar bolhas de ar que podem criar hotspots e reduzir a refletividade. O velcro é uma ótima maneira de colocar materiais refletivos com vincos/rasgos mínimos. A MELHOR refletividade vem da textura "estilo martelo", como as paredes de tendas profissionais e refletores de luz. Entraremos em detalhes sobre outras opções, mas se você estiver procurando pela resposta direta, aí está! "Textura 'Estilo-Martelado' tem a melhor refletividade;Tendas de cultivo profissionais e refletores são cobertos por esta textura" Opções de refletividade para a sua growbox/growroom Diferentes opções de refletividade variam em eficiência. Também é importante encontrar uma solução que se ajuste ao seu setup e orçamento pessoais. Vou cobrir algumas das opções mais populares - junto com os prós e contras de cada uma - para ajudá-lo a escolher a opção certa para o seu espaço de cultivo de cannabis. Opções de refletividade altamente recomendadas para sua área de cultivo Tendas de cultivo (melhor refletividade) Obter uma tenda de cultivo dará aos cultivadores entusiastas provavelmente a melhor refletividade de luz entre qualquer opção. As paredes da barraca de cultivo são fáceis de limpar, à prova de luz, resistentes à água, não derreterão (como alguns plásticos) e a maioria das barracas de cultivo são criadas com opções de resfriamento integradas. Quando se trata de cultivar quantidades pessoais de cannabis indoor, as barracas de cultivo são uma das melhores opções para o “revestimento” da área de cultivo, pois foram projetadas ao longo de várias décadas para criar o melhor ambiente de cultivo interno para suas plantas. As tendas para cultivo podem ser encontradas em vários tamanhos e geralmente oferecem os melhores resultados para o seu orçamento. Depois que peguei minha primeira tenda de cultivo, percebi que nunca mais voltaria a cultivar em mais nada! Olhe tendas de cultivo na Amazon.com Tinta látex branca lisa (85-95% de refletividade) Esta é uma opção altamente recomendada para quem não pode investir em uma tenda de cultivo ou para o cultivador DIY (Do It Yourself/faça você mesmo) que opta por construir um gabinete de cultivo (ou uma sala inteira). Excluindo a textura de estilo martelado que você vê nas tendas para cultivo, essa tinta fornecerá as melhores opções de reflexão para qualquer empresa. A tinta branca lisa é barata, eficaz e não há como criar bolsas de ar ou hotspots por trás do material refletivo. Apenas pinte as paredes, deixe-as secar e pronto! A tinta branca absorve muito calor sem refleti-lo de volta para a sala (o que exigiria mais ventilação para manter o calor baixo) e as paredes pintadas são fáceis de limpar. Não utilize tinta brilhante, mesmo que pareça mais reflexivo - você deseja tinta branca plana (chamada "fosca") para obter a melhor refletividade. Se você tiver a opção, poderá pintar o teto e / ou o piso para obter refletividade ainda maior. Às vezes, as embalagens de tinta listam a refletividade e, quanto mais refletividade, melhor. "Pintura branco liso é uma opção fácil e efetivamente refletiva"   Panda Plastic (85-95% refletividade) O Panda Plastic (também conhecido como "Polímero Preto e Branco") recebe esse nome por ser branco de um lado e preto do outro. Embora possa ser um pouco caro, o Panda Plastic oferece excelente refletividade da luz. Você aponta o lado branco em direção às luzes, e o lado preto ajudará a capturar a luz que entra ou sai. O Panda Plastic pode ser pregado ou afixado (o velcro funciona muito bem) às paredes e é facilmente retirado. Quanto mais grosso o Panda Plastic, mais durável é. Lembre-se de que é feito de plástico, pode derreter se ficar muito quente - tome cuidado para nunca deixar o Panda Plastic ficar muito perto das luzes! Orca Grow Film - (90-94% de refletividade) O Orca Grow Film é feito de microfibra de plástico branco e usa uma estrutura única semelhante aos flocos de neve ou à pele de orcas (baleias assassinas) para espalhar a luz. Embora seja caro (ainda mais que o Panda Plastic), o Orca Grow Film é resistente a mofo, fácil de limpar e espesso - esses recursos o tornam mais durável e menos propenso a rasgar em comparação com algumas outras opções de refletividade. Usando uma estrutura cristalina altamente refletiva, o Orca Grow Film distribui uniformemente a luz refletida, de modo que não tende a criar hotspots, mesmo quando há vincos. O Orca Grow Film é usado como o Panda Plastic, em que você aponta o lado branco para suas plantas com o lado preto voltado para fora. O Orca Grow Film tende a refletir também a luz infravermelha, o que significa que ele tenderá a manter o calor dentro da sala de cultivo. Bom para áreas onde a temperatura fica baixa. Boas opções refletivas Revestimento elastomérico branco para telhado "Kool Seal" (90% de refletividade) Essa é outra opção que pode ser bastante cara, embora faça o trabalho. O revestimento elastomérico branco do telhado é uma ótima opção para alguns produtores; é feito de resina elastomérica 100% acrílica e adere a praticamente qualquer superfície. Depois de seco, forma uma manta espessa de proteção resistente a mofo que se expande e se contrai como a borracha e tende a manter o calor dentro da área de cultivo (boa para regiões frias) e até ajuda a absorver o som. A maior desvantagem desse método é o custo. É recomendável usar um primer como o "Kool Seal Kool Lastik Primer" para garantir que o revestimento grude corretamente nas paredes, no entanto, isso só torna o preço muito menos atraente. Mylar (90-95% refletividade) Mylar é um material reflexivo barato que parece brilhante e geralmente vem em folhas ou rolos. "Foylon" é uma versão mais durável do Mylar e "filme anti-detecção C3" é uma versão à prova de infravermelho do Mylar (o que significa que ele retem mais calor). O Mylar geralmente é oferecido com 1 mm ou 2 mm de espessura - quanto mais espesso o Mylar, mais durável ele tende a ser (resistente a rasgos e vincos). Mylar pode ser difícil de limpar e pode precisar ser substituído após alguns ciclos. Não é à prova de luz, mas ajuda a manter o calor na sala de cultivo, por isso é importante que você crie um bom sistema de ventilação para se livrar de todo o calor extra que está sendo contido na área de cultivo. Se houver vincos, rasgos ou o filme ficar sujo, a refletividade da luz será drasticamente reduzida, portanto, certifique-se de que ele esteja esticado nas paredes e mantido limpo. "Mylar é eficiente até ficar sujo,infelizmente é difícil limpa-lo" Opções refletivas “aceitáveis” cartolina branca (até 60% de refletividade) A cartolina branca é barata e está amplamente disponível. Alguns cultivadores a usarão nas quinas da sala de cultivo, assim como no piso e no teto. Embora seja reflexivo quando novo, o papel branco é difícil de limpar e fica mole e/ou mofado se molhado. Papel alumínio (55-60% refletividade)  O papel alumínio é frequentemente usado na cozinha, e muitos cultivadores verão que é brilhante e deduzem que pode ser uma boa opção para refletir a luz em suas plantas. Apesar de parecer intuitivo, o lado opaco da folha de alumínio reflete a luz melhor do que o lado brilhante. Infelizmente, um dos problemas com a folha de alumínio é que é extremamente fácil de dobrar e qualquer vinco desigual pode reduzir drasticamente a refletividade. De fato, quem já usou papel alumínio sabe que é um desafio não dobrá-lo! Alguns cultivadores enrugarão toda a folha de alumínio, o que pode ajudar a difundir a luz de maneira mais uniforme. Ter tudo dobrado realmente funciona melhor do que colocando-o esticado com apenas alguns vincos. A folha de alumínio não queimará suas plantas, diferente do que afirmam alguns cultivadores, mas existem opções refletivas muito melhores e esta deve ser usada apenas como último recurso. Cobertores de emergência (70% refletividade) Os cobertores de emergência geralmente são feitos de mylar, mas vem dobrados em vez de enrolados (facilitando o vinco). Esses cobertores tendem a ser muito finos e fáceis de rasgar por acidente. Uma das vantagens é que esses cobertores são baratos e, portanto, podem ser substituídos com frequência, mas é difícil fazê-los ficar esticados nas paredes. Opções refletivas "para não usar" Espelhos (boa refletividade para imagens mas não para luzes) Os espelhos parecem intuitivamente uma ótima opção, mas, na realidade, eles são "aceitáveis" (na melhor das hipóteses) para refletir as luzes de cultivo indoor de volta às suas plantas. Embora os espelhos sejam ótimos para refletir claramente sua imagem de volta para você, eles não são bons para refletir a luz; especialmente a luz que é utilizada em suas plantas. Os espelhos não refletem a luz das luzes de crescimento em padrões ideais e tendem a criar pontos de luz/calor. Embora seja melhor do que uma parede preta, recomendo não usar espelhos para refletir luz na área de cultivo de cannabis. Isopor (60-70% refletividade) O isopor (espuma de poliestireno expandido) é barato, pode ser comprado em chapas, é durável e não pesa muito. Você pode pendurá-los nas paredes ou podem até ser usados como uma "parede" por si só. A superfície irregular do isopor ajuda a difundir a luz sem criar hotspots. No entanto, os prós do isopor são superados pelo fato de ser super inflamável! Por esse motivo, eu recomendo não usar isopor para refletir na área de cultivo de cannabis.     Como a refletividade afeta a temperatura na sala de cultivo Certas opções de refletividade tendem a reter o calor, enquanto outras tendem a deixar o calor sair. De qual você precisa para seu setup de crescimento? Se o growroom/growbox estiver frio... Use uma das seguintes opções para refletir o calor na sala de cultivo… Orca Grow Film Revestimento elastomérico branco de telhado "Kool Seal" Mylar / Foylon / C3 filme anti-detecção / cobertores de emergência Folha de alumínio (em uma necessidade - essa não é uma boa opção a longo prazo) Ou simplesmente pegue uma tenda de cultivo, que conterá grande parte do calor, a menos que você o ventile. Se o growroom/growbox estiver quente... Use uma das seguintes opções para deixar o calor escapar facilmente da sala de cultivo…   Use tinta branca lisa nas paredes do seu espaço de cultivo para refletir muita luz, enquanto absorve parte do calor. Paradoxalmente, uma barraca de cultivo também é a melhor opção para áreas de cultivo quentes, pois elas vêm com opções de resfriamento integradas que facilitam a instalação de um exaustor e o controle completo da temperatura da área de cultivo. Refletores (para lâmpadas)   Procure refletores nos quais o interior tenha uma textura de superfície "estilo martelo", pois é a mais eficaz na reflexão Procure curvas suaves em seu refletor, se possível. Curvas mais acentuadas no refletor reduzirão ligeiramente sua eficiência. Opte por um amplo refletor acima de suas plantas. Refletores estreitos ou pequenos não são capazes de refletir tanta luz em suas plantas. É por isso que pequenos refletores de “tubo frio” têm capacidade limitada de reflexão em comparação com outros tipos de refletores com faces mais amplas. Os refletores devem estar próximos da lâmpada e refletir a luz para baixo em direção as suas plantas Medidores de luz Embora os guias acima o ajudem a tirar o máximo proveito de sua área de cultivo, uma das melhores maneiras de testar a quantidade de luz que suas plantas recebem é usar um medidor de luz (também conhecido como medidor de lux). Um medidor de luz simplesmente mede quanta luz está sendo recebida em um determinado local. Você pode usar um para medir o quanto suas paredes refletivas estão fazendo a diferença! Nota: Embora os medidores de luz sejam muito bons para medir a luz da maioria das lâmpadas, eles não são tão eficazes na medição da luz de LED.   Ciência: Muitas vezes você verá lâmpadas medidas em quantos "lúmens" são emitidos. Por exemplo, digamos que uma lâmpada produz 20.000 lúmens - como você determina quanto dessa luz é realmente recebida por suas plantas? Um medidor de luz mede "lux", que é diferente de lúmens, lux é um indicador melhor da quantidade de luz recebida por suas plantas. O Lux mede quantos lúmens são recebidos em uma quantidade especificada de área (um lux é igual a um lúmen por metro quadrado). É isso que é importante para a sua cannabis - quanta luz está realmente chegando a elas! Muitos fatores afetam quantos desses lúmens realmente "chegam" às suas plantas, como a distância das plantas às luzes e à refletividade de suas paredes. Embora lux não seja uma maneira perfeita de medir a luz, é melhor do que usar lúmens. Analogia: "Lúmens" são como a potência do seu carro. "Lux" é a velocidade máxima real do seu carro. É importante entender que um medidor de luz mede a quantidade total de luz visível e não mede o "espectro" da luz. Um medidor de luz não pode dizer se a luz está no espectro que suas plantas preferem ou podem usar. É por isso que é importante obter luzes de cultivo feitas para plantas como cannabis, para que você não precise se preocupar com o espectro. Um medidor de luz medirá a quantidade de "lux" e aqui está um bom guia para ajudá-lo a determinar se suas plantas estão recebendo lux o suficiente. <15.000 lux - crescimento esparso ou "flexível" - a planta não está recebendo luz suficiente 15.000 - 50.000 lux - boa quantidade de luz para um crescimento vegetativo saudável 45.000 - 70.000 lux - quantidade ideal de luz para plantas de cannabis no estágio de floração (brotamento) 70.000 - 85.000 lux - muita luz, algumas strains ficam bem nesse nível de luz, mas algumas plantas perdem suas folhas superiores cedo sob essa intensidade de luz, especialmente plantas que não são resistentes ao calor / luz (como muitas strains com predominância indica ) ) > 85.000 lux - nessa intensidade da luz, você atingiu o "ponto de saturação" da planta, o que significa que sua planta não pode usar toda a luz (tenha cuidado com a intensidade da luz!) Nota: A única maneira de aumentar o ponto de saturação da planta é suplementar com CO2. Os medidores de luz permitem medir diretamente a mudança no brilho à medida que você adiciona materiais refletivos à sua área de cultivo, além de ajustar as luzes para que fiquem mais próximas ou mais afastadas das plantas para fornecer a quantidade exata de luz desejada. Os medidores de luz também são úteis para testar lâmpadas novas ou antigas para garantir que elas estejam tão brilhantes quanto deveriam. À medida que as lâmpadas ficam mais velhas, elas tendem a produzir menos luz ao longo do tempo, e um medidor de luz pode ajudá-lo a decidir quando é hora de trocar suas lâmpadas ou melhorá-las.   Conclusão: Melhor opção de refletividade indoor A melhor opção para os pequenos cultivadores (se você puder pagar) é adquirir uma tenda de cultivo feita especialmente para o cultivo de plantas. Adquira uma barraca de cultivo profissional com paredes texturizadas "estilo martelo", se possível. "A textura 'Estilo martelado' tem a melhor refletividade de luz" "Tendas de cultivo profissionais e refletores de lâmpadas são frequentemente revestidos por essa textura"   As paredes das tendas de cultivo foram projetadas para refletir de volta a maior parte da luz que pode ser usada por suas plantas e ter materiais refletivos em todos os lados, incluindo o piso e o teto. As tendas de cultivo de qualidade são à prova de luz (nenhuma luz entra ou sai) e foram projetadas para serem acopladas a um sistema de exaustão para controlar facilmente seu calor. Elas também são resistentes à água e fáceis de limpar. Uma tenda de cultivo é mais fácil de montar e usar do que quase qualquer outra opção de cultivo. Gorilla Grow Tent Lite 4 x 4 (121cm x 121cm) Esta é uma barraca muito popular, bem classificada e amplamente utilizada entre os cultivadores amadores. Esta tenda irá ajudá-lo a crescer tranquilamente em casa nos próximos anos!   -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------   é isso rapaziada,deu um trabalhão traduzir,revisar e caçar palavras pra encaixar melhor na nossa compreensão linguística,mas com certeza valeu a pena. o conteúdo é ótimo (apesar de eventuais erros de digitação na hora da tradução).  acho importante salientar aqui que pedi autorização ao site pelo "uso do conteúdo" e apesar de não terem me respondido fiz o possível pra evitar problemas dando os devidos créditos por esse material incrível.    
    • Sua planta é muito linda,cara se vc fecundour ela cedo possivelmebte pode ter sementes antes de toda a planta florecer, ja ouvi gente disendo que a seed brotou e germinou no bud,entao leva a crer que pode existir semente madura,mas infelizmente nao posso co firmar com vc quanto tempo leva pra gerar uma semente tao pouco gerar e amadurecer,mas via de regra e nao se afobar,vc tera sua planta florecida e com seeds de primeira com a presença e permissão de jah Boa sorte  
    • Preciso saber quanto tempo leva para eu fazer as semente já engravidei a planta nas regiões baixas para fazer semente tem 3 semana em média e eu engravidei da de diferente macho que saiu das genéticas e uma herma tbm muito cheirosa .. quero saber só consigo as sementes no fim da coleita ou e possível tirar antes?