Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'tv'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 2 registros

  1. Novas séries apostam em maconha, liga de super-heróis e horror policial Considerada um tapa-buraco no passado, a summer season, temporada de lançamento de séries entre junho e agosto, ganha relevância a cada ano que passa. Em 2017, a Netflix sai na frente com duas grandes produções, uma que reunirá quatro super-heróis da Marvel (Os Defensores) e outra sobre a legalização da maconha (Disjointed), de Chuck Lorre. Droga também é tema de Snowfall (FX), desenvolvida pelo renomado cineasta John Singleton, diretor do filme Os Donos da Rua (1991). A atriz Jessica Biel, famosa pela série Sétimo Céu (1996-2007), faz a protagonista da impactante The Sinner, do USA Network (o mesmo de Mr. Robot). E os fãs de Stephen King, decepcionados com a adaptação cinematográfica do livro O Nevoeiro (2007), têm a chance de serem recompensados com a série homônima do canal Spike. Saiba mais sobre as principais apostas da summer season norte-americana de 2017: DIVULGAÇÃO/SPIKE O ator Morgan Spector em The Mist; série é inspirada no livro O Nevoeiro, de Stephen King The Mist, estreia em 22 de junho Após Under the Dome (2013-2015) e 11/22/63, mais um livro de Stephen King ganha vida na TV. O Nevoeiro está sendo adaptado pelo canal Spike, do grupo Viacom (MTV, Nickelodeon), e mostra a transformação de uma pequena cidade após uma misteriosa névoa muito densa tomar conta da paisagem. O caos é instaurado, as regras da sociedade se perdem e uma família tem de lidar com um crime brutal. A história de horror é protagonizada por Alyssa Sutherland (Vikings), Morgan Spector (Boardwalk Empire) e Isiah Whitlock Jr. (The Wire). DIVULGAÇÃO/FX Damson Idris (à esq.) Amin Joseph em Snowfall; série é assinada pelo diretor de Donos da Rua Snowfall, estreia em 5 de julho Produzida pelo renomado cineasta John Singleton, indicado ao Oscar por Os Donos da Rua (1991), a série nem estreou e já tem US$ 8,8 milhões (R$ 28 milhões) de crédito fiscal garantido para filmar sua segunda temporada na Califórnia. Com muitos atores estreantes, Snowfall é a aposta do canal FX para o trimestre. A trama mostra a epidemia do crack na Los Angeles dos anos 1980. A atração terá tanto o ponto de vista dos traficantes quanto o da polícia e chega ao ar três anos depois de ser rejeitada pelo canal Showtime (de Ray Donovan e do revival de Twin Peaks). DIVULGAÇÃO/AMAZON The Last Tycoon, estrelada por Matt Bomer, retratará a indústria hollywoodiana dos anos 1930 The Last Tycoon, estreia em 28 de julho Outra série rejeitada pela HBO estreia na Amazon (seguindo os passos de American Gods). Inspirada na obra de F. Scott Fitzgerald, que rendeu o filme O Último Magnata (1976), The Last Tycoon mostra a relação explosiva entre o produtor hollywoodiano Monroe Starh (Matt Bomer, de White Collar) com um poderoso dono de um estúdio cinematográfico, Pat Brady (Kelsey Grammer, de Frasier), nos anos 1930. A história da série é levemente baseada na vida do magnata Irving Thalberg, um dos criadores da MGM. DIVULGAÇÃO/USA NETWORK Em The Sinner, Jessica Biel interpreta uma mulher que surta e mata um estranho na praia The Sinner, estreia em 2 de agosto A atriz Jessica Biel, conhecida pelo seu papel na série Sétimo Céu (1996-2007), retorna à TV como protagonista em The Sinner, baseada no livro homônimo de 2008. Ela vive uma mulher doce que surta durante um passeio familiar em uma praia e mata um homem com várias facadas no pescoço, aparentemente sem qualquer motivo. A trama acompanha detetives com a missão de tentar desvendar o porquê do ataque. O ator Bill Pullman (Independence Day) contracena com Jessica. REPRODUÇÃO/NBC O ator Marlon Wayans na comédia Marlon; você já viu ele em algum filme ou série por aí... Marlon, estreia em 16 de agosto Nome conhecido dos fãs de comédia, seja no cinema ou na televisão, o ator Marlon Wayans vem com uma atração tipicamente familiar. Ele vive um alter ego, chamado Marlon Wayne, que acaba de se separar da mulher e passa sufoco na nova vida de divorciado, sem deixar de lado a responsabilidade de criar dois filhos adolescentes. O grande público conhece Wayans da série Dupla do Barulho (1995-1999) e do filme As Branquelas (2004); em ambas as produções, ele atuou ao lado do irmão Shawn. DIVULGAÇÃO/NETFLIX Defensores promete apresentar a mais nova vilã sedutora da TV, vivida por Sigourney Weaver Os Defensores, estreia em 18 de agosto Para a Netflix, a minissérie Os Defensores é a aposta para superar as apagadas Luke Cage e Punho de Ferro e repetir o sucesso das antecessoras Demolidor e Jessica Jones. Os heróis dessas quatro séries unem forças para combater uma organização criminosa comandada por uma vilã que cairá nas graças do público. Alexandra, interpretada por Sigourney Weaver (de Alien e Avatar) é "poderosa em Nova York, tudo o que Sigourney é: sofisticada, inteligente e perigosa", palavras ditas por Marco Ramirez, o showrunner da atração que terá oito episódios. REPRODUÇÃO/NETFLIX Legalização da maconha é tema de Disjointed, série da Netflix protagonizada por Kathy Bates Disjointed, estreia em 25 de agosto Rei da comédia na TV norte-americana, Chuck Lorre aterrissa na Netflix. O criador de Two and a Half Men (2003-2015) e The Big Bang Theory chega ao mercado de streaming com Disjointed, série sobre a legalização da maconha. A atriz Kathy Bates, vencedora do Emmy por American Horror Story, será a protagonista. Ela interpreta uma advogada que lutou a vida inteira contra a proibição da venda de maconha e finalmente vive o sonho de ser dona de um dispensário que comercializa produtos derivados da erva em Los Angeles. Fonte: http://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/series/novas-series-apostam-em-maconha-liga-de-herois-e-horror-policial--15350
  2. Um membro do governo de Merkel fuma um baseado ao vivo na TV Martin Lindner, FDP, fumou um cigarro de maconha em um programa de televisão a pedido do apresentador http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=BK1w5o8CTwo A imagem de rigidez em torno da cena política alemã hoje balançou sem precedentes: um deputado do Partido Liberal (FDP), parceiro no governo de coalizão de Angela Merkel , fumou um "baseado" de maconha na televisão. O escândalo foi estrelado por Martin Lindner , vice-chefe do grupo parlamentar do FDP , durante uma transmissao do "Late Show" transmitido na noite de quinta no canal Tele 5. A situação estranha aconteceu quando o apresentador começa a oferecer um "baseado" a Lindner. O político conservador, que está usando um terno escuro e com gel de cabelo bem penteado, cheira-o com ceticismo e disse: "Não é de verdade." O apresentador então desafia-o a provar isso e eles saem para uma varanda do estudio, Lindner o acende e depois de uma longa tragada, conclui: "De fato, é real". "É um programa de brincadeira", explicou então o diálogo com a DPA. "A verdade é que eu não posso dizer se (o cigarro) tinha algo. Em qualquer caso, ele teve um grande efeito. " O apresentador Benjamin von Stuckrad-Barre resolveu a questão: "O 'baseado' era real." Lindner, 48, trabalhou durante muito tempo para a legalização de drogas leves como a maconha . Assim, contradiz a posição oficial do seu próprio partido e do governo de Merkel, agora correu para tirar distancia da provocacao. "A maconha é uma droga ilegal e proibida na legislação de drogas ", disse Mechthild Dykmans, chefe de políticas antidrogas do governo e membro do FDP. "Banalizar a maconha publicamente envia uma mensagem completamente errada." A oposição sentiu que a cena no entanto, gravada um dia antes que vai ao ar, não é devido a um deslize, mas uma cuidadosa estratégia para superar os liberais na grave crise e sua queda nas pesquisas de popularidade. " Lindner quer estabelecer o FDP como um partido divertido ", disse Angelika Graf, porta-voz de políticas de drogas do partido social-democratas (SPD). Além de sua finalidade específica, o que é certo é que Lindner chamou a atenção de todo o país, como se a imprensa alemã tivesse sofrido com esta vertente simples e esquecido por um dia os temas da crise, da ajuda europeia e da dívida. Lindner na foto com o "baseado" na boca aparece na capa do jornal Bild , o mais lido na Europa, a notícia é repetida várias vezes o vídeo e mídia on-line com debates alternativos, comentários humorísticos sobre o uso da maconha, não punível na Alemanha. Em um artigo intitulado "O capitalista do baseado" o prestigiado político "Süddeutsche Zeitung" qualifica como "um neoliberal esnobe" falando sobre a economia e agindo "como se ele tivesse visto muitas vezes o Wall Street '" No entanto, a fama de provocador de Lindner não é nova. Um político do Partido de Esquerda acusou em maio que ele toca seus testiculos sempre que uma mulher fala no Parlamento. O tema foi um sucesso tambem nas redes sociais "O que faz um político para estar na televisão", ponderou um usuário no Twitter. Outro escândalo foi feito com humor: "Lindner fumado um "baseado". Eu entendo. tão pouco suportaria a política sem isso. " http://www.lavozdega...95212905787.htm