Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'policia'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 11 registros

  1. Boa noite galera, então vou passar o ocorrido espero que possam sanar minhas dúvidas, começo do mês agora fui pego na rua com umas gramas de erva,12,15g por ai, tinha acabado de pegar com um guri é decido passar no mercado chegando em frente do msm, fui abordado sem chance de despensar a parada aff, fui conduzido a delegacia la apos me encherem de pergunta assinei meu primeiro TCC, os policias toda hora perguntando se eu vendia e tals e afirmei que não, que aquela quantia era apenas pra mim fumar, então eles falaram " já que você não vende, então você autoriza a gente fazer uma busca na sua casa?" Sabendo que em casa eu não tinha nada autorizei, fizeram a busca e tals, não achando nada foram embora.. Minha audiência é semana que vem, estou preocupado pois já estou respondendo um processo onde eu tinha ido comprar uma ervinnha na casa de um amigo e 5 minutos que eu estava lá a polícia entro kkkk (azar pra mais de metro) sei que pode da merda isso agora kkk minhas duvidas são: Na audiência preliminar existe a possibilidade de eu ser preso? Ou a preliminar serve só pra apurar os fatos? Sei que o mar não tá pra peixes pro meu lado kkk Ter emprego fixo, casa própria pode ajudar aliviar meu lado? Ou já posso contar com passar o fim de ano no xadrez kkkkk
  2. Fala galera, blz? sou novo aqui no forum e cadastrei pq preciso de informações. Em maio de 2018, eu e mais dois amigos tinhamos acabado de sair da faculdade e fomos pegos fumando maconha no carro, a gnt tinha acabado de fumar o beck e a policia chegou. Mandaram sair do carro, aquele enquadro padrao, perguntaram se tinha mais e disseram q nao tinha (eu nao sabia q tinha mais), ai acharam no porta luvas do carro dois potes, q ao todo continham no máximo 4-5 g de maconha dichavada. Fomos conduzidos ao batalhao onde foi feito o bo e nele constava tráfico de drogas, embora no historico estava claro q a gnt tava consumindo a droga. Apreenderam nossos celulares, dois dichavadores e sedas e 95 reais, 80 sacados por um amigo meu horas antes e 15 de outro.(puta erro de principiante, erro de vacilão msm estar com essas coisas). Aí fomos conduzidos à civil onde passamos a noite na cadeia. Dps fomos liberados e assinamos um papel de compromisso pra prestar esclarecimentos ao forum e fomos liberados. Depois fomos à civil prestar depoimento para liberar o carro q tinha ido ao patio e pegar os celulares. Um dos amigos assumiu o bo dizendo q a droga era toda dele e foi feito um tco. Um dos policiais civis, ao conduzir a gnt para o escrivao, falou q era pra dizer q estavamos tentando pegar o celular e q era um artigo 28. Eu to mto preocupado pq os pm disseram q so o fato de estarmos em 3 ja significa trafico (consta no bo art 33 paragrafo 3). Carro foi liberado e os celulares também. Queria saber o q pode acontecer com a gnt e como seria essa audiencia. Conversei com advogados e eles disseram q preso nao vamos ser pq se tivesse a menor duvida do trafico, nem liberado seriamos e estariamos aguardando a audiencia na cadeia em vez de solto. Mas ainda estou preocupado, pq nunca imaginei nem passei por situação semelhante, so fumava pra poder desenhar e curtir musica. Se alguem souber responder ou ja tenha passado por situação parecida, pf me da uma luz aí e me explica q q pode acontecer. vlww demais Detalhe: nenhum de nós possuimos antecedentes criminais, todo mundo primário
  3. Olá Cultivadores de todo o Brasil Não revelarei minha identidade por questões de segurança. Hoje venho dar uma noticia nada agradável, porem necessito socorro como muitos aqui também necessitaram ... Infelizmente fui denunciado por cultivar Cannabis em minha residencia (02 preenseeds) e fui autuado por tráfico de drogas em flagrante a pesar de estar no trabalho e vir correndo para casa para assumir as plantas como usuário ( Art. 28) porém na delegacia o delegado não quis saber de detalhes e me autuou no famoso 33 ... fiquei preso na delegacia por algumas horas em uma cela 1,5m x 1,5m com outros 7 presos (Verdadeiros traficantes, homicidas entre outros), enviado para cadeia e lá passei mais algumas horas até sair no meio da madrugada o Alvará de soltura e eu voltar para minha família. Não sou traficante e sim um cultivador que não quer dinheiro na mão do crime, mas como estamos no Brasil estamos todos sujeitos a esta situação horrível. Necessito de auxilio na questão pois enquadrado como traficante irei preso por algo que não cometi e algo que repudio e tento combater da minha forma ( Plantar para não comprar). Como não me conhecem, sei que não podem afirmar minha integridade como pessoa do bem, porem, sou pai de família, acabo de ter minha filha, casado, e trabalho registrado a anos e cheio de contas rsrs ... Bem distante de características de um traficante ... Confesso que estou bem assustado e preocupado com essa situação em que estou, tanto pelo crime enquadrado como pela condição financeira para arcar com honorários de um advogado criminal ... Caso possam me ajudar de alguma forma, seria imensamente grato, não sei o que fazer ou a quem recorrer ... Tenho um grande medo de ir para defensoria pública (não conheço mas o que dizem é que as vezes pode não ser de grande utilidade) e acabar com um advogado que não me auxilie corretamente e acabar preso da mesma forma ... TODA E QUALQUER AJUDA É BEM VINDA !! Agradeço desde já!! *Peço perdão a Administração do forum caso eu esteja postando na area errada ou algo do tipo
  4. Alterosa Setembro 2018 Youtoba “Reportagem” cultivo
  5. Estava vendo AGORA o jornal nacional, quando de repente aparece uma reportagem(bem rápida) sobre compra de sementes de maconha online. Não diz que o crime é por comprar "matéria prima de fabricação de drogas", mas sim por contrabando. De toda forma, estou completamente desesperada pois tenho uma compra que já está em Curitiba acho também que tenho motivos a mais para me preocupar em excesso: 1- não dá para cancelar a compra ou mudar o nome, pois esta já está em Curitiba. 2- utilizei MEU NOME na compra; 3- não é minha primeira compra (já comprei outras vezes no seedsman, mas nunca tive problemas); 4- (e pior de todas) sou menor de idade e minha mãe não sabe da compra. Faço 18 em agosto do ano que vem, mas estou disposta a contar essa semana ainda sobre a compra (ela viu a reportagem comigo). Vacilei, vacilei MUITO, eu sei, mas estou disposta a tentar contornar a situação, e começar a ter um relacionamento mais aberto com minha mãe. Independente se aparecer OU NÃO polícia na minha casa, quero ter essa conversa com ela e tentar ao menos amenizar tudo isso.
  6. RJ: médico é preso por manter plantação de maconha em apartamento Um médico foi preso em flagrante na manhã desta terça-feira após a polícia encontrar uma plantação de maconha em seu apartamento no Rio de Janeiro. O imóvel fica localizado no número 398 da rua São Clemente, no bairro do Botafogo. Segundo a assessoria da Polícia Civil, o médico tem em torno de 40 anos. No apartamento, foram encontrados diversos pés da planta. Agentes da 10ª Delegacia de Polícia (Botafogo) fizeram perícia no local. 30 de Abril de 2013• Fonte http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/rj-medico-e-preso-por-ter-plantacao-de-maconha-em-apartamento,e46550cb63b5e310VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html
  7. Palmas pra atitude do usuário, que agiu como se a maconha fosse algo normal... E atenção pra atitude do políça, que quase disse "por enquanto ainda não é legalizado", ou seja, já tá se conformando com nossa vitória... Universitário é flagrado com cigarro de maconha e sem se importar diz que queria relaxar Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha Publicado em: 02/11/2012 - 05:36 | Atualizado em: 02/11/2012 - 19:20 Um estudante de direito da PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica) foi detido na noite desta quinta-feira (1°) por policiais militares do 12° Batalhão em frente à sede da universidade no bairro Prado Velho, em Curitiba. Ele foi flagrado pelos policiais no momento em que preparava um cigarro de maconha e praticamente ignorou a presença dos militares. Depois de detido, o jovem disse que precisava relaxar e por isso deixou a aula para fumar maconha. O soldado Dexcheimer comentou que o estudante preparava o baseado sem qualquer constrangimento. “Mesmo com nosso batalhão quase do lado e com a movimentação da rua, ele fazia o baseado como se a droga fosse liberada. Mas não está e por isso foi encaminhado à delegacia”, explicou. O universitário foi levado ao Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão (Ciac-Sul), no qual assinou um Termo Circunstanciado e foi liberado. fonte: http://bandab.pron.c...-relaxar-45366/
  8. Não sei se alguém viu, mas aí vai. O laranjeira só para variar vem cheio de estatísticas sem referências. Abraços. http://www.redetv.com.br/temaquente/video/283532/justica-limita-acao-da-policia-na-cracolandia.html
  9. Marry G

    Ajuda Unesp Ilha Solteira

    Boa tarde, estou detido na delegacia com mais 8 pessoas que moram comigo. A policia aprendeu em nossa casa, 4 pes, algumas parangas nos quartos separadamente, e coisas para uso. Nao tinha nem 50g. E acredito que nao vao nos liberar para responder em liberdade. Como proceder? Espero a ajuda de vcs
  10. Quem leu a história do Kiko Zambianchi lá no blog do GR deve estar ligado. Dê sua opinião sobre esse episódio que não deixa de fazer parte da história pública da canábis no Brasil. A história é real, e só quem passou por isso sabe a dor e a dificuldade que pode ser. Enquanto uns resolvem a parada na moral, sem problemas maiores, outros flagrantes podem desencadear situações das mais diversas e inimagináveis. Quem já rodou com os policiais, e como foi o tratamento deles? Esse é o tema principal dos relatos... contem pra gente, vocês usuários, não esquecendo de citar: quando, como, onde (locais, não localidade), idade dos envolvidos, classe social talvez... pra gente poder acumular dados mais concretos sobre as atividades dos coxinhas, vamos trocar experiências. Porque não adianta lei alguma mudar, se os policiais continuarem ignorantes, vivendo sob respaldo de um estado opressor! Vamos lá... saudações, das antigas, Dezê
  11. O número de homicídios em Brasília aumentou quase 50% em março de 2012, frente ao mesmo período de 2011. A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal atribui o mau resultado a tentativa de enfrentamento às drogas e ao crime na cidade. Exemplo de que a violência é crescente na capital federal pode ser visto no fim de semana, quando 13 pessoas foram mortas em eventos isolados nas cidades-satélites, como Sobradinho e Santa Maria. Em Ceilândia, outra região administrativa, a 26 km do centro, houve um tiroteio durante um aniversário de 15 anos, realizado em um clube. De acordo com a Polícia Civil, que investiga o caso, cinco homens, com idades entre 18 e 31 anos, entraram na festa e começaram a brigar com os convidados. Eles não haviam sido chamados, mas eram conhecidos da aniversariante. Durante a confusão, um deles sacou uma arma e começou a disparar. Um dos colegas o passou outra pistola e, com uma arma em cada mão, ele efetuou 10 disparos. Quatro pessoas foram atingidas e tiveram ferimentos nas pernas e no pescoço. Ninguém morreu. Todos os envolvidos no tiroteio estão presos e devem responder por tentativa de homicídio, lesão corporal e formação de quadrilha. Caso sejam condenados, cada um pode ficar preso por até 20 anos. O coronel Josiel Freire, subsecretário de operações de segurança pública, diz que um novo esquema de segurança será lançado no próximo dia 19 e deve conter a violência na cidade. "Quase 70% das vítimas de homicídios estão envolvidas com crime e tráfico. Ou seja, o transeunte mesmo não está sendo vítima", afirmou. Na manhã desta segunda-feira, um vigia de uma loja foi morto a facadas na Asa Sul, área nobre de Brasília, quando ia para casa. A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por vingança. Há uma semana, o mesmo vigia impediu que o comércio em que trabalhava fosse assaltado. Brasília possui o quarto maior orçamento de segurança pública do país e conta com a polícia com os maiores salários. http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1070802-casos-de-homicidio-sobem-50-no-df-policia-culpa-trafico.shtml