Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'novato'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 7 registros

  1. BOM SOU VERDADEIRAMENTE UM MARINHEIRO DE PRIMEIRA VIAGEM, ESTOU INICIANDO O CULTIVO DE CANABBIS COMO SOU BEM POBRE TUDO QUE FIZ FOI MESMO COM QUE TINHA EM CASA EXCETO VASOS E LAMPADAS , NAO SEI SE TOMEI OS CAMINHOS MAIS CORRETOS POIS EXITE MUITAS DIVERGENCIAS INCLUSIVE AQUI NO GROWROOM EXISTE INUMERAS RECEITAS QUE DAO CERTO PRA UM E NAO DAO CERTO PRA OUTRO ENTAO RESOLVI PESQUISAR BASTANTE SOBRE O ASSUNTO E ACHEI ALGUNS LIVROS E MUITO CONTEUDO DE INTERNET "FORUM E VIDEOS" . ENTAO RESOLVI ARRISCAR ! MORO EM UMA COMUNIDADE EM UMA CIDADE DO INTERIOR PAULISTA AONDE TENHO UMA LOJA DE PRESSADO EM FRENTE DE CASA , COMO EU ERA ADQUITO DA COCAINA A MAIS DE 20ANOS VI QUE ESTAVA JOGANDO TUDO PRO AR DEVIDO O USO PERCISTENTE DE UMA DROGA QUE SO ME FEZ MAL, COMECEI A FAZER TRATAMENTO PELO SUS NO "CAPS" E CONVERSANDO "INFORMALMENTE" COM O MEU PSICOLOGO E ELE ME ORIENTO A ESTAR FUMANDO CANABBIS POIS EU TINHA A CHANCE DE SAIR DO VICIO DA COCA E IR PARA UM VICIO MUITO MENOS PREJUDICIAL E DANOSO A SAUDE ,SEGUNDO "PESQUISAS". ENTAO HOJE COM AJUDA DE ALGUNS VENDEDORES DA LOJA DAQUI DE FRENTE DE CASA CONSEGUI MAIS DE 100 CEMENTES DE PRENSSADO E COLOQUEI COMO O PESSOAL DISSE PRA GERMINAR NO PAPEL TOALHA POIS DE INICIO UMAS 30 CEMENTE E NASCERAM APENAS 2 CEMENTES , NAO ME CONFORMEI E FUI VER SE EU TINHA ERRADO ALGUMA COISA MAIS VI TAMBEM QUE NAO E SO O PAPEL E A AGUA E O RECIPINTE ESTAR EM UM LOCAL ESCURO TINHA MAIS COISAS ENVOLIDA QUE AINDA NAO TINHA CONHECIMENTO E TAMBEM SE TRATAVA DE SEMENTES DE PRENSSADO QUE JA ESTAVA MALTRATADA PELA PRENSA ,E HOJE QUERO QUE TODOS VCS INCLUSIVE OS MAIS VELHOS DO CANAL VCS ME AJUDARAM MUITO E FAZ JA 8 MESE QUE SO FACO USO DE APENAS UMA DROGA O PRENSSADO NUNCA TIVE A APORTUNIDADE DE FUMAR UMA FLOR ATE TER CONHECIMENTO NO SITE IMAGINAVA QUE ,MACONHA ERA SO O PRENSSADO , JA ESTOU COM UMA PLANTA DE 45 DIAS E VARIAS MUDINHAS DE 10 DIAS E NAO E SO PELO PRAZER DE FUMAR ELAS NO FUTURO E SIM DE TER A BRIGACAO DE CUIDAR ISSO E REALMENTE UMA TERAPIA PRA MIM E ATE AGORA ESTA FUNCIONANDO , LEMBRANDO UTILIZEI APENAS PRODUTOS DE CASA QUE NAO GASTEI PRATICAMENTE NADA POIS SOU MESMO MUITO POBRE TENHO UMA RENDA FAMILIAR DE APENAS 1600 REAIS E COM ESPOSA E 3 FILHOS ATE O CONSUMO DE PRENSSADO E MUITO CARO PRA MIM VIVO APENAS DO QUE GANHO PRA FUMAR, FOI POR ESSE MOTIVO QUE RESOLVI PLANTAR. SEGUE ENTAO A FAMILIA DE PRENSSADO
  2. Salve galera , sou novato e pretendo começar um plantio , estou germinando algumas sementes de manga rosa em copos de plástico com 60% substrato e 40% húmus, depois jogarei para vaso de 15-20litros ... estou pensando em usar: 40% substrato Carolina soil ec01 inerte (turfa vermiculita e calcário) 20% húmus de minhoca 30% terra vegetal 10% barro vermelho Será que rola ? Desde já agradeço as críticas e sugestões !
  3. Você pode achar que cultivar maconha é um hobby fácil. Isso nao poderia ser o mais longe da verdade. Cultivar maconha com sucesso demanda muito planejamento e dedicação. Cada colheita leva em torno de 8 a 14 semanas (em média) para madurar, então o cultivador vai gastar em média 1 hora por dia para conseguir fazer todos os cuidados necessários no jardim para garantir produção e potência possível. Então, antes de iniciar, já tenha planejado esses 10 itens: 1) Energia: Sempre tenha seus circuitos elétricos bem dimensionados! Uma instalação mal feita, aliada a um subdimensionamento pode pegar fogo!! Visite nossa área Growroom - Projetando e construindo para maiores informações. 2) Método de cultivo: Existem muitos métodos diferentes para se cultivar maconha. Pode-se cultivar em orgânico, inerte, hidropônico, sendo que cada um deles possui vantagens e desvantagens e, em cada um deles, possuem várias técnicas. Por exemplo: em hidro, pode-se cultivar em dwc, ebb n' flow, aeroponia. Visite nossa seção de Cultivo para maiores informações. 3) Solução de nutrientes: Encontre/faça uma solução que consiga cobrir todas as necessidades nutricionais da planta. A regra geral é encontrar uma solução que atenda todas as necessidades quimicas basicas da planta e uma solução secundária dedicada pra fase da planta. Visite nossa seção de Fertilizantes e Nutrientes para maiores informações. 4) Área de cultivo: Encontrar um local para cultivar maconha pode ser algo árduo. Procure locais onde não tenha muito acúmulo de pó. Pó carregas pestes, então um local limpo é de extrema necessidade antes de se iniciar um cultivo. Não se assuste se as plantas crescerem.. isso é normal!! tenha planejado a altura que você quer que a planta chegue, com uma distancia razoável da lâmpada para não ocorrer queimaduras nos topos. 5) Espaço de cultivo: a maconha necessita de um espaço amplo para crescer. Plantas "coladas" uma às outras, vai fazer com que elas bloqueeiem a luz uma das outras, levando a um crescimento não saudável. 6) PH e Ec (ou PPM): O ph de uma solução indica quão ácida ou básica essa solução se encontra. Ec ou PPM são medidas de concentração de sais na solução. Visite nossa seção de Fertilizantes e Nutrientes para maiores informações. 7) Strain da Maconha: Selecionar uma strain pode ser complicado, poiis existem centenas de espécies, cada uma com seus prós e contras. Algumas espécies podem ser bem sensíveis e não devem ser selecionadas para o primeiro cultivo. O Growroom NÃO recomenda a importação de sementes. 8) Redução do odor: A maconha libera um odor muito forte, principalmente no fim da floração. Esse cheiro pode facilmente tomar conta de todo o local. Combata isso com filtros de carvão ativado e exaustores. Visite nossa área Growroom - Projetando e construindo para maiores informações. 9) Deficiência nutricional: Conforme a planta for avançando em seus 3 estágios de crescimento, vai necessitando de diferentes concentrações de nutrientes. É importante identificar corretamente qual nutriente e se é a falta/excesso dele ou até mesmo a faixa de ph que está causando a deficiência. Visite nossa área Problemas Gerais para maiores informações. 10) Processando uma planta madura: Uma vez pronta, o que se deseja são as flores. Essas flores devem secadas para poder fumá-las. Esse é o momento para decidir se vai utilizar as sugar leaves pra fazer um hash/oil. O ideal é adicionar um tempo de cura aos buds para destacar o sabor. Visite nossa seção de Colheita e Extração: hash, kief, óleo e afins para maiores informações Esses são os 10 pontos que acredito que resumem o que seria uma operação de cultivo de sucesso. Ninguém nunca sabe tudo então mantenha sempre a mente aberta à idéias que possam evoluir seu cultivo. E não se esqueça.. o segredo do sucesso é o segredo. Texto original por Thomas Valentine. Traduzido/adaptado por Alex Kidd Segue uns links interessantes dentro do fórum para novatos:
  4. Salve galera, tudo certo ? Espero que sim. Bom, sou novo e leigo quando o assunto é Cannabis mas estou cansado de fumar uns prensados péssimos daqui de onde moro (Salvador-BA) gostaria que vcês me dessem algumas instruções de cultivo Outdoor pois não tenho verba pra montar um grow no momento. Enquanto elas não florescem terei de fumar o prensado mesmo, será que lavar o prensado torna as coisas menos ruins? Irei plantar Prenseeds para ir aprendendo sobre o cultivo e tudo mais, espero que possam me ajudar. Agradeço desde já. Abraços!!
  5. Do álbum meu primeiro cultivo out dor

    atualizando aqui primeira vez no growroom novato no cultivo agradecido de tds as informações que possa me ajudar a melhorar no meu cultivo paz e bem guerreiros.
  6. Galera, comecei o meu primeiro cultivo. Como sou novato queria algumas respostas para as minhas duvidas. Dimensao do Grow: 1.40x0.4x0.9 3 Lampadas Fluorescentes 45watts ( Estou usando 20/4 ) 8 cooler - 4 exaustao e 4 ventilacao ( Estou esperando chegar da net para instalar ) Minha plantinha esta com 8 dias ( Fotos ) e as duvidas comecaram a surgir: - Quando devo realizar a troca para o vaso vegetativa? - A quantidade de luz e ventilacao esta suficiente? - Qual a hora certa para comecar a usar fertilizantes? - Alguma outra dica construtiva? FOTOS http://imgur.com/HQGzr9Y http://imgur.com/OanDJKD http://imgur.com/t6WXqmp http://imgur.com/zLN7b7U http://imgur.com/xdpWP8V http://imgur.com/21iofSi http://imgur.com/vc813lM
  7. É o meu primeiro jardim. Consultei bibliografias de diversas nacionalidades e as minhas rotineiras, de fitotecnia (sou Técnico Agrícola). Tenho a finalidade de cultivar 3~4 plantas envasadas tanto com poda "FIM" quanto no sistema de scrog que adaptei, todavia ambos sob iluminação artificial, com fluorescentes compactas (duas) e um refletor também adaptado, caseiro. -Germinação: Optei pelo método de germinação sem solo [recipiente (tupperware ou similar) com papel toalha úmido sob as sementes em um local escuro]; O recipiente deve ser fechado com tampa ou deve permanecer aberto? Seria melhor um método de semeadura in loco, diretamente nos recipientes definitivos, ou em recipientes específicos? Se sim, uso o substrato também definitvo ou um específico? (usaria o substrato padrão do colégio onde eu estudo: quatro partes de terra de subsolo, quatro partes de casca de arroz carbonizada para duas partes de matéria orgânica, peneirada, oriunda de composteiras) -Iluminação: Como já comentado usarei um refletor caseiro com uma ou duas lâmpadas fluorescentes compactas. Duas lâmpadas são sulficientes para 4~3 plantas? Como calculo a quantidade de lumens fornecidos? Há alguma tabela que indique a exigência de lumens das variedades? (não tenho certeza das minhas, pois são oriundas de prensados). Outra dúvida que se formou durante as minhas pesquisas foi referente a posição do refletor. Estudei diversos modelos de cultivo e muitos deles tinham o a fonte de luz posicionada no centro do jardim, entretanto uma referência indicou um atraso no crescimento das plantas dispostas logo abaixo das lâmpadas. Seria melhor dispô-las em círculo, circundando o perímetro de iluminação? A altura, do sistema de iluminação dever ter, em média, quanto? -Ambiente: Durante os estudos conclui que devido a dificuldade de simular um fotoperíodo com todas as características naturais, o sistema indoor deve ser implantado num local de preferência todo branco. Pensei em adaptar uma cobertura na base das plantas, sobre os vasos, da seguinte forma: Logo após um desenvolvimento considerável das plantas, colocar-se-ia um tipo de placa de compensado, ou similar, pintada de branco, sobre os vasos, com orifícios para que somente as plantas fiquem a mostra. Completando com uma proteção, também branca, nas laterais da área; algo como um lençol espesso ou ainda papel sultite grande. Qual deverá ser o espaçamento entre os orifícios, e o diâmentro dos mesmos, na placa para que uma planta não sombreie a outra, levando em consideração que aplicarei a poda "FIM" nesse sistema? -Odor e ventilação: Não tenho sapiência do cheiro que a planta emana, pois nunca vi pessoalmente um espécime grande. O local, em que tenho a intenção de implantar o jardim, tem muitos moradores nas proximidades e o sistema de ventilação que seria usado é relativamente simples (algo como um exaustor adaptado ou somente um ventilador compacto). Qual seria uma forma de manter o odor discreto, ou não há necessidade de aplicar prática alguma? -Irrigação Diversas bibliografias indicaram uma rega a cada dois dias. Só não consegui a informação se a água pode ser disposta no prato do recipiente. Ou deve ser direto no substrato? -Período/ciclo: Por último, gostaria da informação referente ao tempo que se leva da germinação até a maturação dos pistilos para a colheita, para que eu possa planejar o cultivo, afinal uma das orientações mais importantes de segurança é que se cultive somente o necessário para seu consumo. 3~4 plantas é um bom volume? Devo reduzir? Aumentar? Agradeço desde já, aos que tiveram a paciência de ler o post até o final e ainda mais aos que puderem contribuir com seus conhecimentos e sugestões. Peço desculpas pela ignorância, caso alguma das minhas dúvidas já tenham sido respondidas em algum outro tópico. EDIÇÃO EM: 06/11/2012. Saudações, novamente. Visto que minhas dúvidas não foram diretamente sanadas neste tópico (que a moderação, gentilmente, manteve,) continuei com minhas pesquisas e creio que acabei descobrindo tudo o que havia perguntado com este post. Graças às obras existentes sobre horticultura (mais especificamente floricultura) na internet e nas bibliotecas que frequento mas também a ao manual de Introdução ao Cultivo Indoor do Sergio Vidal, quem foi super amigável e realizou a venda de seu livro algumas semanas atrás. Continuando, visto que o tópico foi mantido no fórum, mesmo sendo contra as "normas" do GrowRoom, me senti na responsabilidade de enriquecer um pouco o mesmo, disponibilizando as informações que havia solicitado, a fim de contribuir (mesmo que de forma redundante e possivelmente erroneamente) com o conhecimento já presente neste espaço. Então, com a licença de todos, postarei as ditas cujas e se possível linkarei com as referências. -Germinação: Tinha dúvidas quanto aos métodos de germinação; esquema "papel toalha" ou semeadura in loco? Substratos e recipentes definitivos ou específicos? O método "papel toalha" é bem difundidoe permite que sejam detectadas as sementes inviáveis e ajuda a evitar desperdícios e contratempos. Muita gente recomenda que as sementes sejam dispostas entre as folhas de papel umedecido e que ainda o recipiente que abriga tudo seja tampado. Citando Vidal: "Para germinar, tudo o que a cannabis precisa é água, oxigênio e temperatura adequada" (Sementes e Germinação, p. 101). Sendo assim cheguei a conclusão que seria melhor manter as sementes sobre o papel embebido, para que não haja hipoxia e que o pote seja parcialmente fechado com a finalidade de evitar a iluminação direta, todavia vale lembrar que o ambiente de germinação deve ser escuro. Quanto à semeadura in loco, também observa-se que a midia onde ocorrerá a germinação deve ser diferenciada, uma vez que substratos definitivos tendem a ser pesados, atrasando ainda mais a germinação quanto a opção é tal. Recomenda-se que o substrato para germinação seja composto por 70~80% de material aerador (cascas de arroz carbonizada, fibra de coco...) e 30~20% de húmus ou similar, assim como as misturas para acomodar mudas/clones (Pré-flores, Sexo e Clonagem, p.119). O transplante para local definitivo ou para o primeiro ambiente de vegetação deve ser feito após o aparecimento do primeiro par de folhas verdadeiras. -Iluminação: O projeto do fotoperíodo estava me preocupando bastante. Para o projeto com 3~4 plantas esperava usar duas CFLs de 40w de temperatura 6400K na vegetação e o mesmo na floração porém com 2700K. Contudo ao analisar os dados luminotécnicos preferi aumentar o número de lâmpadas e diminuir a potencia individualmente, pois notei que o fluxo luminoso seria um pouco maior, pouco mesmo mas o rendimento seria melhor pelo mesmo preço de kWh. Fiquei com 4 CFLs de 20w de cada temperatura. A questão da quantidade de lúmens por planta também me preocupou muito (perdi muito tempo na parte luminotécnica), mas rondando o GR descobri o Micro Cultivo Orgânico do Cannabraba. Onde ele levava a flora de 13 plantas com apenas 168w, e levava bem, então me acalmei quanto a iluminação. Também cometi um equívoco ao ler e citar uma referência quanto ao posicionamento das plantas sob o refletor, não há um atraso no crescimento dos espécimes que estão diretamente abaixo na fonte de iluminação e sim os menores devem ser postas de tal forma, segundo Cervantes. -Ambiente: Sobre o método de "cobrir" os vasos para aumentar a reflexão me lembrei de tratos culturais também aplicados em horticultura, porém na área de olericultura em que os canteiros são cobertos por lona. Pode dar certo e talvez eu até tente implantar, todavia terei dificuldades na rega. Sendo assim vou descartar esse esquema por enquanto e tentar bolar algo melhor posteriormente. -Irrigação: Tinha a intenção de disponibilizar a água nos pratos dos recipientes, como em alguns cultivos de floricultura, em função da cobertura citada acima, todavia devido ao volume dos recipientes, a rega será feita diretamente no substrato. -Período/Ciclo: Estimei o rendimento do meu projeto baseando-o em diários de porte similar ao que tenho disponível e acho que o número de plantas é adequado, uma vez que tentarei perpetuar o jardim por meio de clones, quando já tiver as linhagens selecionadas. Referente ao período de maturação percebo que por enquanto não é possível quantificar, mas encontrei informações interessantes quanto ao ponto de colheita, quando 70~80% dos pistilos tiverem mudado de cor. Peço desculpas por não ter citado todas as referências, mas era isso!