Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'loucura'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 3 registros

  1. Salve rapaziada Eu tenho essa dúvida a tempos e nunca parei pra pesquisar sobre, mas gostaria de saber a opinião dos maconheiros. Eu não sei com vocês, mas comigo sim, pq a gente fuma com algumas pessoas e ficamos normais, E outras parece que 3 tragos são 3 puxadas num bong do snoop dog? Fumo com algumas pessoas e praticamente.nem me sinto chapado, apesar de gostar mais de fumar sozinho, tem pessoas que fumo pouco até e já fico doidão, risonho, tipo pira do primeiro beck. Pq isso acontece?
  2. Fala galera, depois de alguns anos de uso fiquei com alguns sintomas bem estranhos: Me sentia constantemente observado, sentia que as pessoas poderiam ouvir meus pensamentos. Um descontrole mental muito grande, uma desorganização de ideias e confusões. Claramente sintomas de esquizofrenia. Fui ao psiquiatra e ele me diagnosticou com transtorno de humor bipolar, me passou uma medicação. Nesse caso; ele acreditava que esses delírios eram causados pela minha predisposição genética e o abuso da cannabis sativa, segundo ele o remédio amenizava a abstinência e restauraria todas as minhas funções ao normal. Topei o tratamento e fui levando a vida. As coisas não aconteceram conforme o prometido, a vontade de fumar não diminuiu e os sintomas também não. Tive diversas recaídas e realmente nunca parei com esses esquizótipos. Mas em julho de 2016 eu resolvi voltar a fumar direto, diariamente... Enquanto isso o médico só ia reajustando a dose do Risperidona. Eu fumava todos os dias e por morar em sítio as coias eram mais fáceis, pois não importava se tinha visita, era só sumir no mato. Legal... Acontece que os sintomas de doença começaram a diminuir. Pois por incrível que pareça eu aprendi a dosar minha quantidade de maconha. Cada prensado era uma maneira diferente, mas como comprava em grandes quantidades eu tinha um tempo pra adaptar o número de tragadas. E no início de 2017 parei definitivamente, não sei até hoje o porquê perdi completamente o interesse. A conclusão desse caso é que hoje, em 2018 tirei as seguintes conclusões que podem ser dicas pra você: * A Cannabis é um remédio como qualquer outro, mas tudo depende da dose e sua predisposição. * Psiquiatras não sabem o quanto muitos de nós imaginam, a experiência deles e baseada na farmacologia, inclusive a medicina toda tem o ensino sabotado pela industria. * Qualquer transtorno psicológico tem cura e não se deve usar o termo "transtorno" e sim Sintoma de acidificação do organismo, esse transtorno que eu tenho se cura com alimentação saudável, suco detox, enemas etc * Não é de interesse público que nós mesmos achemos a nossa cura.
  3. Não é segredo que pra quem tem tendências esquizofrênicas, bipolares... A maconha comprada do tráfico não ajuda muito pelo sua falta de balanceamento entre THC e CBD sendo assim a gente vê médicos metendo o pal na maconha, se baseando no prensado, se baseando em pesquisas tendenciosas e pessoas que por sua natureza não são 100% saudáveis no que diz respeito a normalidade psíquica; veja bem: O negócio é tão sério que pelo que eu sei eu não tenho nenhum problema mental e em alguns episódios fumei com os amigos uma que era riquíssima em THC e tive sérias psicoses já que o problema é você achar que está doente; aí você já começa a ficar e aí voltar atrás é foda mas a conclusão, baseando em estudos que vc pode pegar no Google mesmo: " CBD+fobia+social " Assim a gente chega a conclusão que a maconha quando consumida de maneira consciente reconstrói memórias, provocando mudanças no emocional e no psicológico. Depois dos meus surtos fui pra psicologo, psiquiatra; nada adiantou; meu negócio é crivar e to bem melhor por conta de uma série de fatores; tive que passar um tempo sem fumar; isso foi fundamental agora.. Vamos lá né: Eu tinha sintomas de depressão, bipolaridade e esquizofrenia; a maconha me ajudou a entrar nessa mas NÃO FOI A CAUSA; a causa foi uma série de fatores... Pra encerrar eu digo pra você que fuma, quer fumar e acha que pode surtar; Não se preocupe com nada.