Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'hipersemillas'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 1 registro

  1. Abaixo roteiro que recebi do Hipersemillas (https://www.hipersemillas.com/) para ter sucesso no processo de germinação. Tenho seguido e tendo ótimos resultados. Por isso, compartilho. TUTORIAL GERMINAÇÃO DE SEMENTES MÉTODO COM ALTO ÍNDICE DE GERMINAÇÃO CONSIDERAÇÕES INICIAIS: o Sempre germinar sementes com água pura, nunca colocar fertilizantes; o Apesar da semente não precisar de luz para germinar, quando se utiliza de preferência num foto período de 18 horas de luz, aumenta o índice de germinação de plântulas ( planta em estado quase embrionário, ainda em formação, e diferenciação de seus tecidos, a que está emergindo do solo ou acabou de emergir ). As plântulas germinadas na presença de luz geralmente ficam mais fortes e originam plantas mais produtivas; o Caso se germine em luz natural, nunca colocar em luz direta, sempre numa sombra com luz indireta; o Nunca utilizar qualquer outro método de germinação que não seja direto em substrato estéril ( passado por autoclave ou de uso para clonagem ), pois todos os outros métodos ( algodão, papéis, copo de água e etc... ) aumentam demasiadamente a umidade, favorecendo o apodrecimento dos tecidos embrionários e inviabilizando a germinação; o Toda semente que for germinar, deve receber substrato novo, pois reciclar substrato pode trazer patógenos ( nematóides, fungos e bactérias ) que podem inviabilizar a germinação; o A semente deve ser plantada a uma profundidade de 0,5 a 1,0 cm; o A água fornecida pelo serviço público de abastecimento geralmente possui alto nível de cloro, e PH demasiadamente ácido, o que pode causar problemas para germinar sementes; o Quanto ao cloro – recomenda-se deixar a água de irrigação em descanso numa vasilha aberta por no mínimo 24 horas. Desta forma todo o cloro prejudicial irá se dispersar na atmosfera; o Quanto ao PH demasiadamente ácido – recomenda-se realizar medição toda vez que se vai recolher água para irrigação, pois varia diariamente. Geralmente ela vem em PH de 4,5 o que pode representar um problema. Nesse PH forma-se uma espécie de barreira química no solo impedindo o crescimento da radícula ( raiz em estado embrionário, ainda em desenvolvimento ) que acabou de emergir da semente. Ou seja, a semente eclode ( aumenta de volume, abre o tegumento ou casca e solta radícula ), mas não consegue se desenvolver. Às vezes provoca apodrecimento dos tecidos embrionários sem nem emergir do solo. Às vezes chega a nascer ( emergir do solo ), mas sem conseguir retirar nutrientes do solo devido à barreira química, a plântula degenera, causando a sensação de falta de vigor ( plântula sem força para crescer ). o RECOMENDAÇÃO: Sempre germinar diretamente em substrato estéril e virgem. Sempre utilizar vasos extremamente bem drenados para evitar apodrecimento. Irrigar no máximo duas vezes por dia ( pela manha e tarde ). Descansar a água por 24 horas, antes de usar, para retirar o excesso de cloro. Medir e regular o PH da água para ( 5,8 a 6,2 ), sendo que o melhor é 6,0. Nunca usar água adubada. 1 – É SEMPRE MUITO MAIS PRÁTICO E EFICIENTE GERMINAR EM PEQUENOS RECIPIENTES, POIS ECONOMIZAM SUBSTRATO ESTERIL E VIRGEM, E PERMITEM MOBILIDADE. QUATRO FUROS PARA FAVORECER DRENAGEM. COPOS DE 80 ml SÃO OS MAIS RECOMENDADOS. TRANSPLANTAR AS MUDAS UMA SEMANA DEPOIS DE GERMINADAS. 2 – O SUBSTRATO USADO PARA CLONAGEM É O MAIS RECOMENDADO PARA GERMINAÇÃO, POIS RETEM A QUANTIDADE DE UMIDADE IDEAL ( CAPACIDADE DE CAMPO, ÁGUA QUE PODE E DEVE SER RETIDA NO SOLO ) PARA A GERMINAÇÃO EXPELINDO O EXCESSO POR PERCOLAMENTO ( ÁGUA EM EXCESSO À CAPACIDADE DE CAMPO QUE INFILTRA NO SOLO ). QUANDO A ÁGUA QUE DEVERIA PERCOLAR, POR PROBLEMAS DE INFILTRAÇÃO, NÃO É ELIMINADA DO RECIPIENTE, PROVOCA MORTE DAS RAÍZES POR AXFIXIA ( FALTA DE AR ) E APODRECIMENTO. 3 – SEMPRE, SE POSSÍVEL, MEDIR E REGULAR O PH PARA O MAIS PRÓXIMO DE 6,0 E SEMPRE USANDO ÁGUA SEM CLORO E PURA. SE NÃO POSSUI MEDIDOR DE PH, USAR ÁGUA MINERAL OU DESTILADA, DIMINUE OS EFEITOS NOCIVOS DO CLORO E PH. 4 – SE TUDO FOR SEGUIDO CORRETAMENTE, E EM TEMPERATURA ADEQUADA, DE 22 a 30 GRAUS CELCIOS, 3 à 7 DIAS APÓS O PLANTIO, A PLÂNTULA DEVE ESTAR EMERGINDO ( O TEMPO DE EMERGÊNCIA VAI DEPENDER DA ESPÉCIE PLANTADA ). SE A TEMPERATURA ESTIVER ABAIXO DE 22 GRAUS, DEVE-SE AQUECER COM AQUECEDORES OU COLOCAR PRÓXIMO ÀS LAMPADAS DO CULTIVO, NUMA DISTÂNCIA TAL QUE SEJA POSSÍVEL ESTAR NA FAIXA DE CONFORTO TÉRMICO.