Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'húmus'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 7 registros

  1. # TIPOS DE SUBSTRATOS Quando comecei meu primeiro cultivo tive muitas dúvidas com os substratos, pois nunca tinha cultivado qualquer tipo de planta. Por esse motivo fiz esse tópico, para mostrar e falar um pouco dos principais substratos utilizados. Espero que seja útil, boa leitura. Substrato Inerte Substrato inerte é um substrato que não contém nenhum nutriente, ou os contém em níveis mínimos. Esse tipo de substrato ajuda a aumentar a drenagem do solo e ter uma maior retenção de oxigênio. Os substratos inertes também são muito usados em clones. É aconselhável colocar de 30% a 40% de substrato inerte no solo, porém tem pessoas que trabalham com quantidades diferentes e mesmo assim conseguem bons resultados, já que não há receita pronta. Fibra de Coco (Inerte) A fibra de coco pode ser comprada em qualquer loja de jardinagem, também pode ser feita em casa como mostra esse tutorial do GrowRoom feito pelo Dr. Green. O preço varia entre R$ 8,00 e R$ 18,00 que pode ir de 8Kg a 20Kg dependendo da marca e de onde se compra. As melhores marcas (na minha opinião) são Coquim e Amafibra. É importante ferver a fibra de coco antes de usá-la para tirar as impurezas. Alguns cultivadores ignoram esse fato e tem colheitas proveitosas, porém eu aconselho ferver a fibra antes de usar. Perlita (Inerte) A perlita expandida como também é chamada é um material feito apartir da perlita, um mineral vulânico semelhante a areia, mas que possui uma quantidade de agua em seu interior e quando aquecido explode e o resultado é uma pipoca de rocha. É ótimo para drenagem já que mais de metade da perlita é oxigênio, o que é ótimo para as raízes da planta. É importante tomar cuidado com o pó que sai da perlita, o correto é molhar a perlita antes de usar, assim o pó ou fica grudado nela ou fica no fundo do saco. O preço da perlita vai de R$ 10,00 a R$ 30,00 pode ir de 500g a 2Kg. Turfa (Inerte) A turfa é um material de origem vegetal que demora muitos anos para se transformamar, são encontrada em regiões pantanosas. A turfa tem tendencia a deixar o PH ácido, por isso é bom tomar cuidado na hora de colocar na mistura do solo e sempre medir o PH antes. Uma das principais qualidades da turfa é reter ate 20 vezes o seu peso em água, assim a rega pode ser menos regular. O preço da turfa varia de R$ 9,00 a R$ 40,00 o preço realmente varia muito de acordo com a qualidade do produto, por isso não tem como colocar a quantidade. Vermiculita (Inerte) A vermiculita ou vermiculita expandida como pode ser chamada também, é um dos substratos que é produzido com o auxílio do calor, como a perlita. Tem a capacidade de guardar nutrientes e 5 vezes o seu peso em água, assim sendo ótima para areação e retenção de água. O preço pode variar de R$ 8,00 a R$ 14,00, pode ir de 5L a 10L. Esterco O esterco é obtido fácilmente em grande parte dos lugares, também pode ser comprado em lojas de jardinagem. Estercos são ricos em vários nutrientes, é um bom investimento para o solo. Existem diversos tipos de esterco, os mais comuns no cultivo de cannabis são os de, morcego, coelho, frango, ovelha, cavalo e o de porco. O preço pode ir de R$ 2,00 a R$10,00 de 2Kg a 20Kg (é o preço na minha cidade, talvez por ser interior seja mais barato). Farinha As farinhas de forma geral tomam a estrutura do solo mais porosa, beneficiando a oxigenação das raízes. Existem diversos tipos de farinha, dentre eles tem peixe, sangue, osso e conchas. O preço vai de R$ 5,00 a R$ 10,00 pode ir de 500g a 1,5Kg. Húmus O húmus ou humo como também pode ser chamado é o composto orgânico feito da decomposição de diversos organismos, pode ser acelerado com o auxílio de minhocas. Na formação do húmus há liberação de diversos nutrientes, mas é de especial consideração a liberação de nitrogênio. O húmus tem um custo de R$ 2,00 a R$ 20,00 pode ir de 1Kg a 10Kg. Torta A torta é feita de parte de plantas ou vegetais. Contém muitos nutrientes, assim sendo muito ultilizada, favorece também a assimilação rápida pelo solo e aproveitamento ao máximo das regas.O preço pode ir de R$ 8,00 a R$ 16,00 pode ir de 1Kg a 1,5Kg. A ordem dos tópicos foi tirada do livro do "Cannabis Medicinal - Introdução ao Cultivo Indoor, de Sergio Vidal", aconselho a todos comprar esse livro, ele é excelente. Todas as informações foram pesquisadas na internet ou foram de minha autoria e aprendizado. Os preços foram medidos de acordo com o Mercado Livre.
  2. Salve galera , sou novato e pretendo começar um plantio , estou germinando algumas sementes de manga rosa em copos de plástico com 60% substrato e 40% húmus, depois jogarei para vaso de 15-20litros ... estou pensando em usar: 40% substrato Carolina soil ec01 inerte (turfa vermiculita e calcário) 20% húmus de minhoca 30% terra vegetal 10% barro vermelho Será que rola ? Desde já agradeço as críticas e sugestões !
  3. 😃 Meus caros growers eu só poderei responder a certas perguntas mediante relato do problema e fotos para um melhor diagnóstico ok desde já agradeço a compreensão Bons fumos ✌️☮️
  4. Boa tarde! Criei este substrato porque não encontrei nada parecido no mercado, gostaria que avaliassem a apresentação e composição, obrigado! O Substrato 420 é ideal para quem precisa cultivar suas plantas em locais fechados, como dentro de casa ou apartamento, para atender uma demanda pessoal ou coletiva. Ingredientes e funções: A Perlita Expandida: É um substrato especial para mesclas com turfa, solo orgânico, inerte, hidroponia, entre outros fins. Proporciona maior oxigenação e menor retenção de líquido mantendo os níveis ótimos de temperatura e umidade devido a sua excelente drenagem. Vermiculita: Substrato inerte usado para hidroponia e cultivo orgânico. Atua como um ótimo condicionador de solo, dando mais aeração com boa retenção de água. Humus de Minhoca: Um fertilizante natural que proporciona uma melhor retenção de água no solo; é uma rica fonte de elementos essenciais para as plantas. Turfa de Sphagnum: Considerada a principal matéria-prima para substratos no mundo, é de origem vegetal (esfagno ou musgo), encontrado em camadas, geralmente em regiões pantanosas e também sob montanhas. Adubo de Alga Marinha Acadian: É feito à base da alga marinha Ascophyllum nodosum, uma das espécies mais pesquisadas no mundo para fins agrícolas. Aumentar a produção em ate 50%, além de prevenir ataque de fungos, insetos em todas as culturas. Guano de Morcego: O Guano é o nome dado às fezes de morcegos quando estas se acumulam. Pode ser usado como um excelente fertilizante devido aos seus altos níveis de nitrogênio. Micorriza (Simbiose entre fungos e raízes): As micorrizas formam-se quando as hifas de um fungo invadem as raízes de uma planta. As hifas vão auxiliar as raízes da planta na função de absorção de água e sais minerais do solo. Torta Neen: Os estudos descobriram que a torta Neen é mais rica em nutrientes vegetais e ajuda a manter o nitrogênio no solo disponível para as plantas, oferecendo proteção significativa contra os insetos. Torta de Mamona: É um adubo orgânico muito usado como fonte de Nitrogênio, que é o que as plantas precisam em maior quantidade. Por ser orgânico, ele libera os nutrientes aos poucos para a planta, nutrindo por mais tempo, sem excessos. Farinha de Osso: É um fertilizante orgânico, contém cálcio, que evita a acidez do solo e fósforo. A aplicação do fertilizante de farinha de ossos tem como objetivo o aumento da fertilidade das plantas. Site http://www.420substratos.com.br/ Blog http://420substratos.blogspot.com.br/
  5. Fala piazada, este é a minha primeira postagem, espero estar postando corretamente. Qualquer coisa errado, só me avisar que corrigimos. Então, antes da duvida, só para esclarecer: eu estive por algum tempo tentando germinar semente de prensado sem sucesso. Até que um dia joguei uma semente num monte de cigarro que fica na varanda (o animal que construiu ela não fez um buraco pra escoar a agua) e numa semana chuvosa recebi um presente, uma mariazinha - eu tenho fotos dessa cena e de varias partes do processo, só não sei a forma segura de postar aqui, devo simplesmente anexar as fotos na hora da postagem?. Apesar de eu ja estar pesquisando sobre cultivo há algum tempo, plantei o pézinho num copo preto que não escoava a água(animal). Na primeira semana ela ja começou a murchar e eu rapidamente tive que fazer um transplante. Aqui vai o setup do vaso(4L): 40% perlita 10% vermiculita, 50% terra preta com humus (uma mistura comercial, comprei numa loja agricola aqui da cidade) e por fim somente uma pontinha de colher de calcario dolomitico. Esta mistura eu pretendo usar pra essa prenseed e mais uma que ta começando a germinar aqui. Além disso pretendo usar numas automaticas que estão pra chegar (). A minha duvida é a seguinte, no dia do transplante, eu deixei uma camada espessa no fundo do vaso (4L) de uns 4 dedos daperlita com vermiculita, depois uma fração misturada e por cima apenas a terra preta com humus. Eu tenho um termometro que eu deixo soterrado na terra, porém quando cavoquei com um palito de espetinho pra por ele, percebi que tem uma porção de raizes que eu achei superficial demais. Eu acredito que a terra preta retem toda a agua por cima. Baseado na ideia de quimiotropismo/hidrotropismo da raiz, pela beirada do vaso cavei até alcançar a perlita e preenchi o buraco com mais perlita. Fiz isso na regiao vaso que n tinha muita raiz por cima. Acredito que dessa forma a água vai alcançar mais a perlita e estimular que a raiz cresca pra baixo, o que vocês acham? Será que deixo a raiz assim mesmo? por favor pessoal, toda ajuda será bem vinda, é meu primeiro cultivo jah é mais, abraços!
  6. Saudações confrades da fumaça. Venho neste post dividir com vocês minhas experiências em criação de minhocas e húmus. Espero que seja de ajuda para alguém! Nada se cria e nada se perde. No nosso planeta tudo apenas se transforma. Nos alimentamos das plantas e dos animais para suprir os elementos químicos e as vitaminas necessários para nos manter vivos e ter energia para realizar nossas atividades. Essas plantas e animais dos quais nos alimentamos, por sua vez, pegam os nutrientes do solo e da luz do sol - no caso das plantas - ou de outras plantas e animais - no caso dos animais. Quando jogamos as coisas no lixo elas não somem. Elas são - ou pelo menos deveriam - ser levadas para o aterro sanitário para serem confinadas longe da nossa vista. Mas isso só é totalmente bom se as coisas que aterramos realmente não servirem mais pra nada. No caso de restos de alimentos cometemos um grande erro ao mandá-los para lá. Isso por causa das leis de conservação de energia e massa citadas no começo do texto. Ao invés de entrarem nos ciclos naturais de reciclagem do planeta, para se transformarem novamente em minerais e nutrientes para novas plantas que alimentarão os animais e que nos alimentarão, nós confinamos esses nutrientes. Isso implica em mais exploração do ambiente para novas jazidas de nutrientes químicos para produzir alimentos para alimentar a população. Cientes disso, todos deveriam ajudar como podem para que os ciclos naturais de renovação do planeta funcionem bem. Isso é bem simples, basta ter um pouco de tempo e disposição. Pique as cascas e restos de frutas, misture com terra e jogue um punhado de minhocas para colonizar. Misture bem. Mantenha a umidade em 80%. Longe do sol. Vá adicionando os restos de frutas, folhas secas, podas, tudo bem picadinho e um pouco de terra. Até encher o recipiente. Misture a cada 10 dias. Em dois meses ou quando a maioria das cascas sumir e virar um composto preto basta peneirar. As minhocas e outros micróbios presentes nesse sistema se alimentarão das cascas das frutas e folhas. Eles usam o que precisam em seus organismos e atividades e acabam por transformar o que antes era complexo (casca de banana) em minerais e elementos simples (magnésio, cálcio, nitrogênio, etc) acessíveis para as plantas ou outros seres que continuarão esses processos, indispensáveis para a vida de todos que vivem no Planeta. Quanto mais variada for a alimentação, maior será a quantidade de diferentes micronutrientes, então abuse da i9maginação nas saladas e vitaminas. Quanto mais rústica for a casca, mais ela deve ser picada, para ter um composto de qualidade mais rápido. Cascas moles como a do mamão podem ser deixadas em maiores pedaços, enquantos cascas do abacaxi e da melancia devem ser picadas menores. O húmus só será orgânico se a terra que você misturar não for adubada quimicamente. Não tem problema fazer com aquela terra preta adubada não, mas também não tem necessidade. Vai da facilidade de adquirur o material. As minhocas podem ser usadas para pescar, para começar outros minhocários e até mesmo para complementar a nutrição de outros animais, sendo que contém muita proteína. O nome correto do processo é vermicompostagem. Eu encontri minhocas a 5,50 em uma loja de artigos pra pesca, das califórnia, as mais gordas que tem. Mas você pode conseguir sua "semente" de minhoca em beira de rios, no canteiro, no sítio do vovô ... o importante é jogar algumas pra começar o processo e se reproduzirem. Abraço a todos!
  7. kanj

    mistura terra

    Do álbum 1a cria