Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'dias'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 3 registros

  1. bigroman

    Brisa Durando Dias

    O texto é bem longo, mas acredito que o que aconteceu comigo é uma coisa considerara rara, pois nenhum amigo meu já tinha ouvido falar nisso, e só achei alguns relatos parecidos na internet Tentei criar o tópico quando eu ainda estava na onda, acontece que criei no lugar errado e não deu, mas vou tentar relatar o que lembro que senti. Já dei uma pesquisada e vi que outras pessoas também tiveram isso, e que são efeitos "normais" da maconha. Eu fumei maconha poucas vezes na minha vida, foram 7 vezes, nas quatro primeiras não deu nada muito forte, apenas uma vez em que fiquei uma meia hora rindo pra caralho, agora nas três ultimas vezes que fumei tive alguns efeitos indesejáveis. Na primeira foi na casa de um amigo, eu fumei meio baseado e achei que não ia dar nada, acendi um cigarro e quando estava fumando comecei a ver tudo "por foto", a imagem também parecia ser melhor do que o normal, parecia em "alta qualidade" hahaha. Depois comecei a sentir meu coração acelerar, me sentia frio, não conseguia enxergar normalmente, eu via tudo por foto mesmo, quando eu respirava profundamente ou tossia eu conseguia voltar a ver normalmente por uns 3 segundos, depois voltava a ver as coisas "por foto". Quando meu coração começou a acelerar pra caralho eu achei que ia morrer, parecia estar ficando distante do mundo e tal, mas me acalmei e dormi, quando acordei tudo estava normal. Na vez seguinte a essa, um bom tempinho depois, aconteceu a mesma coisa, via tudo por foto, alguns segundos pareciam ser horas, como dessa vez eu estava em casa fiquei meio cabreiro de alguém descobrir, apenas me tranquei no quarto e tentei curtir a brisa, pois como já tinha passado por isso sabia que não ia dar nada. Uma das coisas positivas é que eu fiquei com tesão pra caralho, o ato de me masturbar enquanto estava no efeito se tornou 10x mais prazeroso. A brisa durou umas 3 horas e meia e foi passando aos poucos. Agora na ultima vez que eu fumei é que eu me preocupei e fiquei bastante curioso, estava com 3 amigos que fumaram comigo, como eu sabia que tinha tido efeitos "indesejáveis" nas ultimas duas vezes, decidi fumar menos e não prensar tanto, dei apenas algumas puxadas e parei. Não deu nada a não ser ficar com os olhos vermelhos e um pouco lento. Depois comemos e fomos fumar de novo, novamente não fumei muito, meus amigos fumaram bem mais que eu. Minutos depois, no começo aconteceram as mesmas coisas das outras vezes, fiquei vendo tudo por foto, cérebro a milhão, fazia um movimento e não sentia muito bem, por exemplo, tomava água e só sentia tomar 2 segundos depois etc... Passado uma hora mais ou menos fui dormir, acordei de madrugada e já estava normal. Fui deitar novamente, dormi. Acontece que quando acordei depois umas 9 horas da manhã (10 horas após ter fumado) os efeitos voltaram, eu já acordei vendo as imagens lentas, fazia um movimento e não sentia fazer, parecia que eu não tinha feito esse movimento, assim como em um sonho. Fiquei meio assustado, estava na casa de um amigo, mas beleza, tentei agir o mais normalmente possível e consegui, depois na parte da tarde eu fui piorando, teve uma hora que estávamos andando de carro e eu estava completamente lesado, via as pessoas andarem muito rápido, assim como se eu tivesse a capacidade e avançar a imagem, o cérebro a milhão e etc... Lembro que quando tinha alguma cosseira era bem irritante pois eu não sentia passar, alias, não sentia meu corpo, parecia estar anestesiado. Teve um dia que achei que ia passar mal, estava sentindo cosseira no corpo todo e eu cossava mas como eu não sentia meu corpo essa cosseira não passava, não acompanhava o movimento etc... Fiquei 4 dias assim, cada dia eu ficava um pouquinho melhor, tinha horas que acordava de manhã e parecia estar 70% melhor, mas tempo depois piorava. Hoje fazem uns 6 dias que isso aconteceu, já estou bem, só não digo que 100 % pois quando eu estou dormindo e desperto ou vou mudar de posição parece que não fiz esse movimento, mais ao acordar já estou completamente normal. Estou bem curioso, inclusive até com vontade de ir ao médico pra ver se tenho algo no pulmão e tal, pois apesar de outras pessoas já terem tido isso, é meio raro, inclusive meus amigos que fumaram junto comigo não sentiram nada. Seria uma "rejeição" da maconha no meu corpo? Será que isso passa ao fumar mais constantemente? Fico triste pois quando for fumar novamente sempre vai ter um receio, sera que isso vai durar dias novamente, que vou ficar mal, será que vai durar mais do que da ultima vez etc... Só gostaria de sentir a brisa que senti nas primeiras vezes que fumei, de ficar meio bobo, rindo de tudo etc... Não de não sentir meu corpo, ter a visão bastante alterada, perder a realidade etc...
  2. oaaway

    Viajando por dias

    O relato é grande, galera... Então paciência pra ajudar o amiguinho aqui. Chapei pela primeira vez há mais ou menos um ano... Foi de um brisadeiro que comi na ocupação da Universidade. Comi sem saber. Vi um docinho verde em cima da mesa e comi, sabe? Curti pakas mas fiquei um bom tempo sem fumar. E nessa primeira vez eu tinha comido de noite, fiquei acordado algumas horas curtindo a lombra e fui dormir. Dormi umas dez horas e quando acordei ainda tava meio chapado. Fiquei o dia todo chapado na ocupação, quando foi umas 17 fui pra casa, tomei banho e dormi mais umas 14 horas. Depois disso passei meeeeeeses sem chapar nenhuma vez. Só voltei a fumar na viagem que fiz pra Chapada mês passado. Eu e dois amigos conseguimos 10g de um verdão natural por cinquenta conto. Chapamos demais. No primeira noite que chapamos, fiquei curtindo lombra um tempo depois fui dormir e quando acordei tava normal de novo. Da segunda vez tbm. Na terceira vez eu fumei um beck inteiro sozinho, e depois fumei metade de outro. Aí que as coisas ficaram estranhas. Fiquei chapado uns três dias direto... Não importa o quanto eu dormisse, ou o que eu fizesse... A lombra diminuía mas sempre tava lá. Ninguém percebia mais eu sabia. Aí voltei da lombra e tals, bem deboas. Uma semana depois, dei duas ou três bolas em um beck antes de ir pro almoço da minha família no domingo e só voltei completamente da lombra na quarta-feira! Fiquei duas semanas sem fumar e tals, e quando foi no sábado de noite eu estava num rolê na universidade e tinha um brisadeiro lá. Comi. E dei UMA bola num beck que tava rodando. E tô loco até agora. Dormi umas cinco na manhã de domingo, acordei deboas e tals, só mais relaxado mesmo, lentão... Quando foi de noite e lombra bateu pesadão de novo de um jeito! E eu nem tinha fumado de novo. Ainda era a lombra daquele brisadeiro que comi no sábado de noite. Segunda fui pra aula, mto lerdo. Ninguém percebe, mas eu sei que tô na lombra. Me sinto mto diferente. Cheguei da aula e fui dormir cedão, umas 21:00. Acordei dez horas da manhã, achando que tava deboas. Agora de tarde fui correr e percebi que ainda tava na lombra. E ainda estou!!! Por que diabos minha lombra dura tanto tempo??? Por que fica mais forte de novo??? Voltando da minha caminhada passei por uns mlks fumando um beck e senti mta vontade de pedir uma bola pra eles. Não pedi. Por escolha, decidi que posso chapar só uma vez por mês, mas vivo desejando extrapolar essa cota. O que eu faço? Brigado, gente!
  3. Pessoal, conheci este fórum procurando por casos semelhantes ao que me ocorre neste momento. Fumei um prensado no dia 18, já havia fumado do mesmo tablete antes e nada havia ocorrido. Sempre fumo usando meu pipe, sem problemas nas inúmeras vezes que o fiz. Pois, desta vez a brisa passou, mas sinto meus membros anestesiados da mesma forma que ficam quando estou chapado. A visão está normal, não creio que seja nada relacionado à despersonalização pois trata-se somente do sentido tátil mesmo. Sinto com precisão as pêlos do meu corpo, especialmente os da perna. Meu inconsciente está normalzaço, 100% lúcido, mantenho conversas normalmente, digito sem problemas, enfim... a única observação é que meus braços e pernas estão um pouco anestesiados até o momento em que escrevo este post (dia 20/03, 09:37 da manhã). É evidente para mim que tem algo de incomum com meus sentidos táteis, ao menos do antebraço e da canela/coxa. Se fecho os olhos e toco os dedos levemente no rosto, também sinto algo de incomum, como se não soubesse exatamente onde eu estaria tocando ou sendo tocado. Alguém já passou por isso? O que pode ser? Grato desde já, abraços!