Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'cultivo'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 77 registros

  1. Quem é que sabe se tem Grow Shop na bahia??? plis??? 🤩😍😎😋
  2. Fala ae seus growers tudo bem com vocês!? espero que sim! enfim. estou repassando este guia de cultivo completo feito por mim e algumas pesquisas incluídas claro! Espero que vocês tirem o máximo de conhecimento possível deste guia. Se caso tiver informações erradas ou informações incompletas avisem!!!! Guia de Cultivo da Cannabis INTRODUÇÃO: Este guia de cultivo é um auxilio e ajuda para quem quer cultivar a cannabis indoor (em estufas) ou outdoor (em campo). INDICE: 1 - DETALHES E ESPECIFICAÇÕES DA CANNABIS 2 - TIPOS DE LÂMPADAS 3- SUBSTRATO E PH 4 - GERMINAÇÃO 5- DETALHES IMPORTANTES SOBRE A GERMINAÇÃO DAS SEMENTES 6 - QUAL VASO DEVO UTILIZAR PARA O TRANSPLANTE E QUANDO TRANSPLANTAR 7 - VEGA E FLORA 8 - INGREDIENTES PARA FAZER FERTILIZANTES ORGÂNICOS 9- REGANDO E FERTILIZANDO 10- IDENTIFICANDO O SEXO 11 -SECAGEM E CURA 1 - DETALHES E ESPECIFICAÇÕES DA CANNABIS CANNABIS SATIVA: A “cannabis sativa” tem um rendimento maior comparado a outrasde sua espécie,por ser uma planta alta.Cresce até 4,5 metros de alturae leva até 12 semanas para florescer, Esta espécie tem uma alta concentração de THC e pouca concentração de CBD. Porémé recomendado cultivar esta espécieao ar livre (outdoor). Pois“ela” cresce muito e pode ser complicado cultiva-la em estufas. Detalhe: As folhas desta espécie são longas e densas. Seus buds são macios ao toque e não contém manchas ou marcas. Porémtem bolas coloridas (este detalhe varia se for automatica) Seus efeitos psicoativo são: Euforia, Ataque de riso espontâneo e Energético (com mais disponibilidade para fazer demais coisas como esportes físicosou atividadesdiária) A “cannabis sativa” é recomendado para uso medicinal e ela é indicada parapessoas com: Depressão, Fadiga, Câncer (Reduzindo dores muscularesenáuseasprovocadas pela quimioterapia) e Doença de Cron. Obs: Caso queira cultivar essa espécie recomendo podas regulares. CANNABIS INDICA: Tem um rendimento médio. Por ser uma planta média. Cresce de 1 à 2 metros de altura e leva até 6 semanas para florescer. Esta espécie é perfeita para cultivar indoor (em estufas. Detalhe: As folhas desta espécie são medias e longas. Seus efeitos são: Relaxamento muscular e uma brisa intensa. A “cannabis indica” é atualmenteusadopara fins medicinal por conteraltas taxas de CBD e menor taxa de THC. Esta espécie combate:Insônias,Espasmos musculares, Ansiedade, Enxaqueca, Esclerose Múltipla e Mal de Parkinson. Obs: Nesta espécie recomendo fazer uma poda apical no estado vegetativo para você grower não correr o risco de ter problemas com espaço pois essa planta é robusta. CANNABIS HÍBRIDA: Você raramente ouviufalar em “cannabisruderalis”, que é uma das variedades primárias e tem uma estatura muito baixa que cresce entre 50 à 63 cm de altura. Semelhante a Indica, esta planta tem uma folhagem muito espessa. Egeralmente é encontrada crescendo nas regiões do norte do mundo (Lugares extremamentegeladosno inverno). Essaespécietem um ciclo de floração extremamente rápida, porque cresce mais ao norte do que qualquer outro variedade de “cannabis”, portanto, não tem o luxo de muito tempo para amadurecer antes do tempo frio atingir. "Ruderalis” é usado para produzir “seedsautoflorescentes”. “Uma das razões pelas quais você ouve pouco sobre essa cepa é porque ela não é altamente psicoativa. Ela é usada principalmente como fonte de material genético adicional por criadores e cultivadores. Dessa forma,as “seeds autoflorescentes” produzida por cruzas podem ser criadas, e certas cepas podem ser ajustadas para que elas cresçam em climas originarias do norte. CANNABIS AUTOMÁTICA: O termo "automático" refere-se ao fato de que as “seedsautoflorescentes” não precisarem de mudanças no fotoperíodo para estimular o ciclo de floração e produzir os buds. Em vez disso, as variedades de “seeds autoflorescentes” utilizam a genética da família “cannabis ruderalis". A "cannabis ruderalis” pura não é psicoativa, mas tem a capacidade única de se desenvolver da semente até o fim de sua vida adulta em apenas 10 semanas, permitindo também que ela sobreviva a climas inóspitos em locais com pouca oferta de luz no ano, como no norte da Rússia e no norte do Canadá. Fato este que torna as “seeds automáticas” uma ótima opção também para climas mais frios. As variedades de “cannabis autoflorescentes” têm sido importantes para muitos growers que cultivam ao ar livre. Normalmente, a cannabis é plantada ao ar livre no hemisfério sul em torno de outubro e colhida em torno de março/abril, um ciclo de vida de 6-7 meses. No entanto, alguns países têm verões que são muito curtos para permitir o cultivo ao ar livre. Os produtores nesses países tiveram que recorrer ao cultivo indoor e às vezes isso nem sempre era conveniente e seguro para o produtor. As “seeds autoflorescentes” mudaram este cenário e hoje até os growers da Escandinávia do Norte conseguem encontrar um período de cultivo ensolarado de 10 semanas para cultivar. E o resultado disso é uma excelente qualidade de cannabis, “nos climas mediterrânico são possíveis até 3 ciclos separados por ano” 2 - TIPOS DE LÂMPADAS:Lâmpada de vapor metálico (MH) é muito utilizado no modo vegetativo. Lâmpada de vapor de sódio (HPS) é muito utilizado no modo de floração acompanhado de uma Lâmpada fluorescente ou Led. Lâmpada fluorescente são excelentes para o modo vegetativo porém é um pouco fraca comparado ao de vapor metálico. Porém esquentam pouco comparado ao de vapor metálico. Lâmpada de Led também são excelentes para o modo vegetativo é o mais econômico de todas as lâmpadas e geram menos calor comparado a outras lampadas. porém seu preço é bem mais superioraos de qualquer outra lâmpada. Detalhe sobre a Lâmpada HPS (Vapor de sódio):As HPS transmitem muita luz. Chegando bem próximo da luz solarporém. Elas esquentam muito em comparado a outraslâmpadas. Portanto cuidado ao utilizar essa lâmpada. É recomendado uma estufa com bastante exaustor para utilização desta lâmpada! 3- SUBSTRATO ORGÂNICO E PH:Tipos de substratos. “Para facilitar o entendimento, nós resolvemos dividir os substratos para a maconha em três classes, que são:” Orgânico (Objeto do tema) Inerte Semi-Inerte Substrato Orgânico Um substrato orgânico é um meio de cultivo que interage com a planta. Ou seja: já possui em sua estrutura elementos que vão fornecer alimento para o desenvolvimento dela. Mas não é só isso. Um substrato orgânico deve ter micronutrientes rico em fungos e bactérias benéficos que vão auxiliar a planta a absorver os nutrientes. O meio de cultivo baseado em solo orgânico é o mais utilizado pelos growers para plantar maconha. Isso acontece porque geralmente eles são baratos e fáceis de gerenciar. Mas se seu solo não for adaptado para o crescimento da cannabis propriamente dita, então independentemente do nível avançado ou não de suas habilidades de cultivo, suas plantas de cannabis não alcançarão todo o seu potencial. À medida que você ganha conhecimento e experiência, você começará a entender melhor o que sua planta precisa e a criar um mix de solo perfeito pra elas. Porque cultivar maconha orgânica? O Rendimento. Uma das principais preocupações dos growers é a possibilidade de um menor rendimento ao crescer de forma orgânica. Mas isso não é necessariamente o caso e é fato que se todas as condições forem ótimas você vai poder alcançar maiores rendimentos do que utilizando outros métodos. Melhor riqueza microbiana. Se o microambiente (ou seja, a fauna de micróbios) não for otimizado, os rendimentos podem ser menores do que com os cultivos não-orgânicos. Uma quantidade substancial de pesquisas sobre “cannabis” e outras plantas demonstraram que o estabelecimento de um solo rico em micróbios têm múltiplos benefícios – permite a fixação de nitrogênio e a retenção de água, estimula o crescimento e ajuda a prevenir doenças nas raízes. Fazer sua própria mistura e deixá-la curtindo por cerca de trinta dias antes do primeiro uso permite o desenvolvimento de uma abundância de fungos e outros microorganismos favoráveis. Menor impacto ambiental. A maneira mais ecológica de cultivar maconha é ao ar livre na luz solar natural, já que um dos maiores impactos ambientais do cultivo de “cannabis” é pelo consumo de eletricidade. Mas a legislação desfavorável e persistente no Brasil faz com que a “cannabis” seja cultivada em ambientes fechados, mesmo que o clima local possa suportar o cultivo outdoor perfeitamente. Então quem é que ganha a medalha de honra ambiental? O cultivo orgânico ao ar livre é o vencedor, mas se essa não é uma opção viável pra você, existem alguns cuidados que podem ser tomados para minimizar o geral impacto ambiental em ambientes fechados. Cultivar de forma orgânica é uma maneira eficaz de reduzir esse impacto já que a produção de nutrientes orgânicos geralmente requer menos processamento em comparação aos nutrientes convencionais (que também precisa de uso substancial de energia para produzir, principalmente derivados de combustíveis fósseis). O descarte de substratos usados com fertilizantes químicos também pode aumentar a concentração de metais no solo e aumentar esse impacto. O que devo cuidar na hora de cultivar maconha orgânica? Quando você usa um meio baseado em solo orgânico, a cannabis desenvolverá longas e sinuosas raízes. Essas raízes buscam pelo solo e absorvem água e nutrientes. O solo também vai passar por períodos mais secos que permitirão a circulação do ar, o que dá às raízes a oportunidade de absorver mais oxigênio. Ao usar um meio baseado em solo orgânico, você vai ter que prestar atenção no nível de pH. O pH serve para medir o quão ácido é ou está o substrato, e ele é medido de 1 à 14, sendo 1 muito ácido, 7 neutro e 14 muito alcalino. A “cannabis” precisa de um nível de pH entre 6 e 7 para se desenvolver normalmente. Você também vai precisar verificar as proporções de nutrientes dos substratos que farão parte deste mix. Alguns elementos não possuem nenhum tipo de nutriente, outros possuem mais de um e eles geralmente são mostrados como NPK. NPK é a sigla denominada para expressar os 3 macronutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento da sua planta: nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K), e serão exigidos em diferentes quantidades de cada um. As misturas de solo prontas geralmente expressarão os índices no formato de 20:20:20. Nesse exemplo a embalagem nos mostra que os solos são compostos por 20% de cada nutriente. Quais pontos devo levar em conta antes de fazer essa mistura? Uma boa mistura de substrato deve conter macro e micro nutrientes específicos para cada fase de cultivo. Para uma planta em crescimento vegetativo o solo deve conter elementos que forneçam mais Nitrogênio do que Fósforo e Potássio, pois a planta em fase vegetativa necessita mais desse macro nutriente do que dos outros. Já uma planta em fase de floração irá precisar de mais Fósforo e Potássio do que Nitrogênio; Capacidade dos elementos para criar uma boa vida microbiana no substrato; Capacidade de retenção de líquido e drenagem. Sempre recomendamos o transplante de plantas em transição de estado vegetativo para floração a vasos maiores e com substratos específicos para floração. Não retire o substrato antigo na hora do transplante pois pode acabar danificando as raízes e estressando a planta. Raízes danificadas = menor rendimento, não esqueça disso. Tipos de substrato orgânico. *Terra do seu jardim Muito cuidado ao usar o solo do seu jardim, porque ele pode conter insetos, doenças e pragas que podem comprometer o ambiente controlado de um cultivo indoor. Você pode usar solo de jardim para cultivar maconha, mas é altamente provável que você vai precisar misturar ele com outros elementos para incluir todos os nutrientes que a planta precisa. É importante verificar a acidez utilizando um medidor de pH de solo, bem como a textura para se certificar que é adequado. O solo tem que ser fofo, o que quer dizer que quando você pega uma porção de solo em sua mão e o aperta e solta ele deve se esfarelar com facilidade. Se você apertar e o substrato ficar com a forma da sua mão é sinal que é denso demais, e um solo assim dificulta a absorção de oxigênio pelas raízes e o desenvolvimento delas. Para aumentar a retenção de água no solo é comum adicionar vermiculita ou aumentar a drenagem com perlita. Se o solo é muito ácido a dica é misturar calcário dolomítico ou calcário de conchas, e para o contrário, se ele for muito alcalino, você pode tentar misturar um pouco de pó de café usado. Húmus de minhoca. O húmus é uma substância orgânica feita de matéria vegetal decomposta. Pela natureza do húmus você corre o risco de introduzir um ocasional inseto no seu grow indoor, mesmo que você compre ele em uma loja. A maioria das marcas de húmus afirmam ser livre de erros, mas isso é muito difícil de se alcançar. O húmus de minhoca, por outro lado, possui todos os três macronutrientes que as plantas precisam para se desenvolver, e por esse motivo é muito usado em misturas de solo tanto para crescimento quanto para floração. No processo digestivo da minhoca, 40% da matéria orgânica consumida é utilizada para seu desenvolvimento e os 60% restantes são transformados em húmus. Húmus de minhoca nada mais é do que excremento dela. O húmus influencia diretamente no crescimento das plantas em virtude da presença de hormônios reguladores do crescimento vegetal e ácido húmico. Além disso, estudos recentes também apontam que a utilização do húmus tem um grande potencial de controle de patógenos associados a doenças de plantas, principalmente as bactérias e os fungos. Só para ter uma idéia, a concentração média dos principais nutrientes no húmus fica em torno de 1,5% de N (Nitrogênio), 1,3% de P (Fósforo), 1,7% de K (Potássio), 1,4% de Ca (Cálcio) e 0,5% de Mg (Magnésio). Guano de morcego. O guano também é excremento seco de morcego ou pássaro e está disponível tanto em níveis altos de nitrogênio quanto em fórmulas de fósforo alto. Muito guano vai queimar as raízes das plantas, então siga as instruções do fabricante. Casca de arroz carbonizada. A casca de arroz carbonizada é um substrato feito de casca de arroz que passou por um processo de esterilização que é a carbonização. É considerada um excelente substrato por permitir uma ótima aeração nas raízes da planta e ser leve e porosa, estimulando a drenagem. Além disso ela é firme e densa o suficiente para fixar a semente ou a estaca e a sua coloração ajuda a formar sombra. O volume é constante esteja ela seca ou molhada. Calcário de conchas. A farinha de conchas ou calcário de conchas, como também é chamado, é um corretivo de acidez do solo, assim como o calcário de rochas. Cal virgem, cal hidratada ou o calcário dolomítico, no entanto, como fornece cálcio e magnésio e é de origem mineral (origem animal) deve ser considerado como fertilizante inorgânico natural. A farinha de conchas é obtida a partir da moagem das pedras fossilizadas de conchas de animais marinhos, possuindo 96% de cálcio (carbonato de cálcio) e 0,3% de magnésio (óxido de magnésio). Tem liberação lenta e efeito duradouro. Torta de mamona. A torta de mamona é um adubo orgânico esfarelado muito usado em jardins como fonte do nutriente Nitrogênio, que é o que as plantas precisam em maior quantidade. Ele é um ótimo adubador que fornece muita matéria orgânica (cerca de 85 a 90%)e ajuda a controlar a população de microorganismos ruins. Esse adubo é obtido das indústrias que extraem o óleo das sementes da mamona, que hoje é utilizado como biodiesel, e por ser um adubo orgânico ele libera os nutrientes aos poucos para a planta, nutrindo por mais tempo e sem excessos. Ele também melhora a qualidade geral da terra, facilitando a aeração, controlando a umidade, e retendo melhor os nutrientes. Existem também outros nutrientes na torta, como o Fósforo, o Potássio e os micronutrientes, mas em quantidades bem menores. Possui 4 a 6% de nitrogênio, 1 a 2% de fósforo e 1,2% de potássio. Farinha de osso. A farinha de ossos é composta de ossos de matadouros moídos e é rica em fósforo. Seu pH neutro e seu teor de lima oferecem um amortecedor contra o solo ácido. No entanto, pode atrair pragas para o seu crescimento. Pó de coco. O pó de coco é um substrato derivado da fibra de coco e tem se mostrado uma alternativa mais barata e igualmente boa para o cultivo de cannabis. Ele é um bom condicionador orgânico do solo e favorece que as plantas cresçam saudáveis nas raízes, ramos, folhas e flores. O pó de coco possui uma taxa lenta de decomposição, condicionando assim a porosidade do solo. Ele promove o desenvolvimento de um nível de pH médio ideal, e por seu índice naturalmente elevado de lignina, uma substância orgânica, incentiva também a formação de micro-organismos favoráveis no solo. Torta de algodão. A torta de algodão por sua vez é um fertilizante natural, fonte de nitrogênio, fósforo, potássio e micronutrientes. É um adubo orgânico também de lenta liberação e também funciona como condicionador de solo, elevando o nível de matéria orgânica, proporcionando um solo equilibrado para o crescimento das plantas. A torta de algodão é um adubo seguro e não queima as plantas por excesso de nitrogênio. Basicamente obtida pelo mesmo processo de produção da torta de mamona, é um adubo magnífico de longa duração, por isso muitas pessoas preferem ela em relação à torta de mamona. Possui cerca de 90% de matéria orgânica, além de 6 a 8% de nitrogênio, 2 a 3% de fósforo, 12% de potássio e mais um tanto em ferro, cobre, manganês, zinco e molibdênio. Farinha de sangue A farinha de sangue, igual a de ossos, é um resíduo de abatedouros usado como fertilizante pela ação rápida e a alta concentração de nitrogênio. Farinha de sangue e farinha de ossos são muitas vezes confundidas por jardineiros amadores, mas elas são bem diferentes, pois a farinha de sangue é rica em nitrogênio, enquanto a farinha de ossos é rica em fósforo. A farinha é feita por um meio de aquecimento com vapor ou ar quente. Adubar com esse fertilizante é um privilégio, porque além de ser um fertilizante nobre e caro, praticamente toda a produção é destinada à alimentação de peixes e por isso dificilmente se encontra no mercado. Se encontrar nas prateleiras, compre! Possui 8 a 14% de nitrogênio, 0,3 a 1,5% de fósforo e 0,5 a 0,8% de potássio, nutrientes de surpreendente assimilação. Esterco de gado e aves. O esterco fresco tem um alto agrupamento de nitrogênio, e por isso se for usado diretamente no solo pode queimar as plantas. Usa-se o esterco curtido, o que nada mais é do que as fezes – de vaca, cavalo, galinha ou coelho – deixadas ao tempo para que o nitrogênio em excesso evapore, o calor afaste a maioria dos patógenos e a chuva desmanchem um pouco da concentração. Depois de algumas semanas exposto ao sol, o esterco já não tem mais cheiro e as moscas somem. Ainda assim, o esterco curtido ainda é forte e deve ser usado em pequenas quantidades para não baixar muito o PH de sua mistura de substrato. “Existem inúmeros tipos de substrato para cultivo indoor e como já mencionamos antes, você deve utilizar vários elementos que juntos compõem um meio de cultivo adequado para a planta escolhida.” 4 - GERMINAÇÃO: Na germinação existem variosmétodos eficazes e fáceis fazer. porém citarei 3 métodos neste guia. O primeiro métodoé colocar as sementes dentro de um copo com agua filtrada para mais chances de germinação, deixando 48 horas imersiva dentro da agua com inspeção de 12 em 12 horas em local seco, quente e escuro,passado12 horas verifique se as sementes estão debaixo d’águacasoestiver boiando ajude-o empurrando-aspara o fundo do copo. Depois de 48 horas verifique se as sementes brotaram as raízes, caso as raízes estiverem expostas é hora de fazer o transplante na terra, caso contrario deixe-o por mais tempo. Passou de 72 horas e não aconteceu nada faça o transplante na terra com a semente para baixo. O segundo método é colocar as sementes dentro de um pote com tampa sobre o papel toalha umedecido, dentro do pote coloque primeiro o papel toalha e borrife-o. tenha cuidado para não encharcar demais. Caso fique encharcado deixe a agua escorrer “Lembrando não encharque o papel pois as raízes podem apodrecer”,agoraé só colocar as sementes com pelo menos 2 cm de distancia para que as raízesnão enrosque uma nas outra, pegue outro pedaço de papel úmido e cubra as sementes. Tampe o recipiente e coloque em um local escuro,úmidoe quente. O terceiro método é bem similar ao do papel toalha só que este método substitui o papel toalha pelo algodão. Você vai precisar de um recipiente com tampa, borrifador e as sementes. Umedeça o algodão com agua filtrada e forre o recipiente, feito isso coloque as sementes com espaçamento de 2 cm de distancia e depois umedeça o outro pedaço de algodão cobrindo as sementes, colocar em um local escuro, úmidoe quente. Cuidado para não passar o prazo do transplante pois se as sementes ficarem por muito tempo no algodão as raízes irão se enroscar no algodão dificultando o transplante. 5- DETALHES IMPORTANTES SOBRE A GERMINAÇÃO DAS SEMENTES:Sementes de qualquer strainde “cannabis indica” germinam mais rápido, ao contrario das sementes de qualquer strainda “cannabis sativa” que demoram um pouco mais para germinarem.Então não se preocupe se não der as caras nos primeiros 3 dias. pois todas as sementes tem um período de até 15 dias para germinar (dependendo da strain). 6 - QUAL VASO DEVO UTILIZAR PARA O TRANSPLANTE E QUANDO TRANSPLANTAR: No período vegetativo deve ser usado um vaso pequeno de pelo menos 400 ml até o próximo transplante. O tempo para vegetação é opcional, pode-se deixar até 4 semanas de vega parao segundo transplante. No segundo transplante pode ser usado variasopções de vasos. Vasos de 5, 10 e até 20 litros. O vaso a ser utilizado pode ser permanente (até a colheita) ou temporário. 7 - VEGA E FLORA: Na vegaémuito importante um período de 18 horas de luz e 6 horas de escuridão total sem exceção, Com a umidade abaixo dos 70% e acima dos 40% e temperaturas variando de 20 graus celsius à 30 graus celsius. Na flora é diferente pois o período é curto tendo 12 horas de luz e 12 horas de escuridão total sem exceção para não estressar a planta, A umidade deve ficar em torno de 30% à 45%. pois se houver muita umidade no local os buds ficarão com morfo. E CALROtemperaturas variando de 14 à 24 graus celsius, 8- INGREDIENTES PARA FAZER FERTILIZANTES ORGÂNICOS: POTÁSSIO: Meia dúzia de casca de bananas. 1 litro de agua filtrada. 2 colheres de sopa de açúcar (podes utilizar qualquer tipo de açúcar) 1 garrafa de 2 litros com tampa 1 garrafa de 1 litro com tampa Modo de preparo: Adicione 1 litro de agua no recipiente desejado, as cascas de banana, e para maior absorção do potássio corte todas as cascas. Agora é só levar ao fogão e deixar ferver de3 à 5 minutos, Coar e diluir com mais 2 litros de agua filtrada, colocar em um recipiente com tampa, e para conservar deixar na geladeira por até 2 meses. “tenha cuidado na hora da rega pois o fertilizante deverá ser regado em temperatura ambiente. Recomendo um dia antes da rega deixar o fertilizante fora da geladeira” {Regar uma vez a cada 15 dias} FÓSFORO: 100 gramas de cinzas (madeira, carvão ou papel) “lembrando quese quiser fazer cinzas de papel deverás utilizar papel branco virgem (sem rabisco, cola ou tinta)” 1 garrafa de 2 litros 2 litros de agua filtrada Modo de preparo: Coloque as cinzas dentro da garrafa desejada e coloque mais 2 litros de agua, balance bem a garrafa e deixe descansar de 7 à 10 dias, para garantir uma maior absorção do fósforo abra a garrafa todos os dias para oxigenar a agua e tampe novamente balançando a garrafa deixando novamente descansar, depois que completar 10 dias ou 7 dias (opcional) de descanso coe as cinzas e dilua com mais 4 litros de agua filtrada e misture bem. conservar em local seco, escuro e arejado. {Regar uma vez a cada 15 dias} {Se quiser utilizar a cinza pura deverá colocar 1 colher de cinzas por mês por cima do substrato e regar lentamente} NITROGÊNIO:O nitrogênio por sua vez é encontrado comfacilidade na agua da chuva, na urina (humana ou animal) e nas plantas como exemplo a urtiga, vamos ao passo – a – passo. URINA: Urina (humana ou animal) 1 garrafa de 2 litros Modo de preparo: Diluir uma parte de urina para 10 partes de agua e misturar bem. Conserve em local seco, escuro e arejado. Regar a cada 15 dias CHORUME DE URTIGA: 100 gramas ou 1 kg de urtiga 10 litros de agua filtrada ou da chuva 1 balde de 20 litros ou um tonel de preferencia escura com tampa Modo de preparo: Coloque a urtiga (Folhas e galhos) dentro do balde e adicione os 10 litros de agua e tampe o balde. deixe descansar até 10 dias ou até quea agua fiqueum pouco grossa e apresentar espumas brancas. Depois de passar os 10 dias ou assim que o chorume estiver pronto coe o chorume e adicione mais 4 litros de agua e mexa bem. Colocar o chorume em um recipiente com tampa e conservar em local escuro, seco e arejado longe do calor. {1 litro de chorume para 10 litros de agua estimula o crescimento de folhas e caules. 2 litros de chorume para 10 litros de agua estimula o crescimento dasraízes} “éopcionalguardar a compostagem para adubação, caso queira, deixar em local seco, arejado e escuro.” 9- REGANDO E FERTILIZANDO:No período vegetativo não precisa de muita rega pois o vaso que vai ser utilizado para vegetação da “cannabis” será muito pequeno. Ao contrario de um vaso maior que necessita de mais agua. Nunca regue em excesso sempre com cautela. Pois se fizer várias regas mesmo com o solo úmido/seco poderás causar um overwater (morte por agua em ecesso)e com certeza sua planta morrerá, Para verificar se sua planta necessita de agua faça o teste com um espeto de churrasco ou qualquer objeto que seja fino para colocar no solo. Se o objeto utilizado sair limpo sem resíduos úmidos.é sinal que o solo precisa de agua. caso o objeto que você colocou no solo vier úmido (ou sujo de terra), você não precisará colocar mais agua. No período vegetativo da “cannabis” não se adiciona fertilizante. Só depois de 3 semanas de vida poderás fertilizar começando sempre com pequenasdosagens, aumentando aos poucos. Caso fertilize nas primeiras semanas de vida sua planta ficará doentepor causa da alta dosagem de nutrientesou até mesmo um overfert (morte por fertilizante). caso isso aconteça você deverá fazer um flush (uma rega somente com agua até que elaescorrapor baixo do vaso). Neste períodode vidaaplanta necessitará de MAIS NITROGÊNIO, MENOS FÓSFORO e MENOS POTÁSSIO (30 – 10 – 10) “Lembrando que nesse período coloque o fertilizante aos poucos aumentando a dosagem no decorrer do tempo como falei acima.” Já no período de floração sua “cannabis” com certeza estará em um vaso maior daí o solo precisará de regas com mais frequência, pois o solo drenaráa agua com mais facilidade em vasos maiores. ao contrario de um vaso pequeno que demora maispara drenar a agua. O mesmo teste de umidade desolo que você fazia em vasos pequenos poderá ser feito em vasos maiores e com muito mais frequência. A fertilização será precisa neste período. Pois, a planta necessitará de menos NITROGÊNIO MAIS FÓSFORO e MAIS POTÁSSIO (10 – 30 – 20) 10– IDENTIFICANDO O SEXO:Na quarta ou na quinta semana do estado vegetativo dá para identificar o sexo da planta. Para identificar uma fêmea a planta terá alguns pelos brancos com 1 cm de altura entre os galhos, já o macho tem bolas (saquinhos) entre os galhos. DETALHE: Podemos distinguir o sexo na segunda semana de flora. 11– SECAGEM E CURA:Para secagem dos buds é necessário um local seco, escuro e arejado,deixe os buds secar de 1 à 2 semanas ou até que os galhos fique a ponto de quebrar com facilidade. Para curar é necessário um recipiente de vidro com tampa edentro do recipiente coloque os buds secos e um sachê de gel sílica para evitar morfo. O recipiente deve estar bem vedado sempre abrindo o recipiente 2 vezes na semana para entrar um novo ar até completar 30 dias (tempo recomendadopor vários growers).Se você não quiser esperar tanto podes acelerar o processo abrindoorecipiente de 2 em 2 dias ao invés de ser 2 vezes na semana, colocarem local seco, escuro e arejado.
  3. Oi gente, tudo bem? É meu primeiro post aqui e também meu primeiro cultivo, eu li varioooos tópicos mas ainda tenho algumas dúvidas práticas: minha semente germinou, mas não tenho certeza se tá na hr certa de passar pra terra ou espero um pouco mais? (Foto em anexo) Alguma dica de como fazer o plantio da forma mais fácil? Ou sobre que tipo de terra/fertilizante usar? O inverno tá começando aqui então 16h já tá escuro e o tempo tá bemm úmido, então fico na dúvida sobre quantidade de água também a planta é uma blue critical auto flowering Dinafem, eu nao moro no br e essa foi literalmente a que eu consegui comprar com mais fácil acesso. Obrigada ❤️
  4. BOM SOU VERDADEIRAMENTE UM MARINHEIRO DE PRIMEIRA VIAGEM, ESTOU INICIANDO O CULTIVO DE CANABBIS COMO SOU BEM POBRE TUDO QUE FIZ FOI MESMO COM QUE TINHA EM CASA EXCETO VASOS E LAMPADAS , NAO SEI SE TOMEI OS CAMINHOS MAIS CORRETOS POIS EXITE MUITAS DIVERGENCIAS INCLUSIVE AQUI NO GROWROOM EXISTE INUMERAS RECEITAS QUE DAO CERTO PRA UM E NAO DAO CERTO PRA OUTRO ENTAO RESOLVI PESQUISAR BASTANTE SOBRE O ASSUNTO E ACHEI ALGUNS LIVROS E MUITO CONTEUDO DE INTERNET "FORUM E VIDEOS" . ENTAO RESOLVI ARRISCAR ! MORO EM UMA COMUNIDADE EM UMA CIDADE DO INTERIOR PAULISTA AONDE TENHO UMA LOJA DE PRESSADO EM FRENTE DE CASA , COMO EU ERA ADQUITO DA COCAINA A MAIS DE 20ANOS VI QUE ESTAVA JOGANDO TUDO PRO AR DEVIDO O USO PERCISTENTE DE UMA DROGA QUE SO ME FEZ MAL, COMECEI A FAZER TRATAMENTO PELO SUS NO "CAPS" E CONVERSANDO "INFORMALMENTE" COM O MEU PSICOLOGO E ELE ME ORIENTO A ESTAR FUMANDO CANABBIS POIS EU TINHA A CHANCE DE SAIR DO VICIO DA COCA E IR PARA UM VICIO MUITO MENOS PREJUDICIAL E DANOSO A SAUDE ,SEGUNDO "PESQUISAS". ENTAO HOJE COM AJUDA DE ALGUNS VENDEDORES DA LOJA DAQUI DE FRENTE DE CASA CONSEGUI MAIS DE 100 CEMENTES DE PRENSSADO E COLOQUEI COMO O PESSOAL DISSE PRA GERMINAR NO PAPEL TOALHA POIS DE INICIO UMAS 30 CEMENTE E NASCERAM APENAS 2 CEMENTES , NAO ME CONFORMEI E FUI VER SE EU TINHA ERRADO ALGUMA COISA MAIS VI TAMBEM QUE NAO E SO O PAPEL E A AGUA E O RECIPINTE ESTAR EM UM LOCAL ESCURO TINHA MAIS COISAS ENVOLIDA QUE AINDA NAO TINHA CONHECIMENTO E TAMBEM SE TRATAVA DE SEMENTES DE PRENSSADO QUE JA ESTAVA MALTRATADA PELA PRENSA ,E HOJE QUERO QUE TODOS VCS INCLUSIVE OS MAIS VELHOS DO CANAL VCS ME AJUDARAM MUITO E FAZ JA 8 MESE QUE SO FACO USO DE APENAS UMA DROGA O PRENSSADO NUNCA TIVE A APORTUNIDADE DE FUMAR UMA FLOR ATE TER CONHECIMENTO NO SITE IMAGINAVA QUE ,MACONHA ERA SO O PRENSSADO , JA ESTOU COM UMA PLANTA DE 45 DIAS E VARIAS MUDINHAS DE 10 DIAS E NAO E SO PELO PRAZER DE FUMAR ELAS NO FUTURO E SIM DE TER A BRIGACAO DE CUIDAR ISSO E REALMENTE UMA TERAPIA PRA MIM E ATE AGORA ESTA FUNCIONANDO , LEMBRANDO UTILIZEI APENAS PRODUTOS DE CASA QUE NAO GASTEI PRATICAMENTE NADA POIS SOU MESMO MUITO POBRE TENHO UMA RENDA FAMILIAR DE APENAS 1600 REAIS E COM ESPOSA E 3 FILHOS ATE O CONSUMO DE PRENSSADO E MUITO CARO PRA MIM VIVO APENAS DO QUE GANHO PRA FUMAR, FOI POR ESSE MOTIVO QUE RESOLVI PLANTAR. SEGUE ENTAO A FAMILIA DE PRENSSADO
  5. Bom estou atras de sementes e n sei onde comprar alguém por favor me indique sites q entregue no Brasil??? ]desde já obrigado
  6. Quero começar a plantar algum pé, mas no ambiente que tenho tem a altura menos de um metro, sem iluminação e umido. Pretendo investir em iluminação a parte boa que é ventilado, tem como plantar nesse ambiente!?
  7. Galera,sou novo em cultivo moro no Piauí,e aqui facilita muito por causa do sol o dia inteiro e temperaturas altas, tô com um pe de um mês e ele tá bem bonito,queria algumas dicas de vocês pra mim conseguir colher, ele tá em cima da casa e todo dia vou colocar água e olhar se não tem pragas.valeu abraços.
  8. Salve growers, Venho nesse tópico fazer uma pergunta aos mais experientes do Grow Room : " Qual o tamanho mínimo dos ramos laterais para se tirar clones ?". Porque pergunto isso . Venho a semanas procurando sobre essa informação em si . Tenho umas Marias que apresentam um ótimo desenvolvimento , vigorosas e cheirosas ( sei que só isso não as torna uma escolha perfeita para os growers mais experientes tirarem clones ), mas de ramificações curtas . E como o Money tá fraco , e eu não tenho a disponibilidade de comprar seeds gringas e nem aquele velho prensado (e tbm to tentando botar menos a cara na biqueira pq os porco já tão colando muito em cima ) , eu decidi clonar minhas Marias. Se alguém ler esse tópico e souber me ajudar agradeço . Na Paz de Jah . Que nunca falte maconha na vida de vcs 😎
  9. Salve growers, Venho nesse tópico fazer uma pergunta aos mais experientes do Grow Room : " Qual o tamanho mínimo dos ramos laterais para se tirar clones ?". Porque pergunto isso . Venho a semanas procurando sobre essa informação em si . Tenho umas Marias que apresentam um ótimo desenvolvimento , vigorosas e cheirosas ( sei que só isso não as torna uma escolha perfeita para os growers mais experientes tirarem clones ), mas de ramificações curtas . E como o Money tá fraco , e eu não tenho a disponibilidade de comprar seeds gringas e nem aquele velho prensado (e tbm to tentando botar menos a cara na biqueira pq os porco já tão colando muito em cima ) , eu decidi clonar minhas Marias. Se alguém ler esse tópico e souber me ajudar agradeço . Na Paz de Jah . Que nunca falte maconha na vida de vcs 😎
  10. Salve rapaziada 💨 Bom galera, vou tentar ser menos falador. Ultimamente estou enjoado das minhas vibes. Escuto música, assisto tv, jogo etc Já pesquisei coisas pra fazer chapado e já testei várias ideias mas até agora nada demais. Eu curto a brisa, consigo curtir mesmo Mas tô afim de curtir momentos mais legais e satisfatórios Afim de ficar doidão e fazer algo que seja simples mas maneiro. Eu gosto de gastar tempo na internet então queria ideias de o que fazer, sites (por mais inugeis) pra navegar, coisas legais pra ver, estou em busca de uma brisa diferente e gostaria de ideias, além do mais preciso me distrair mais, pois ando exagerando na larica ultimamente, só quero comer comer comer e minha brisa vai embora pq sempre ando comendo demais. Me ajudem. Quero me distrair e tirar da cabeça a rotina e a mesmice
  11. Salve rapaziada, sou novo no fórum e quero ajuda para o meu primeiro cultivo, a alguns dias atrás usei algumas sementes de um prensado que comprei e uma delas germinou. Porém sou iniciante no cultivo e é a minha primeira experiência, gostaria da ajuda e opiniões de vcs em como devo cultivar relacionados a tamanho de vaso, tipo de terra ou adubo, qual o tempo certo de troca de vasos e quantidade de luz que a planta irá receber.. Abaixo uma foto do broto da minha semente, ela está em um vaso com outra planta então quero opiniões em quando mudar ou se já posso mudar o local dela.
  12. Jhowzy

    Meu primeiro pé

    Saaalve galera, estou com umas dúvidas sobre o cultivo da maconha, um amigo me deu uma semente de prensando então decidi plantar, germinei a semente em um papel toalha até sair a raiz (não se é o nome certo), quando saiu eu decidi colocar ja terra porém do nada começou a fazer um frio extremo aonde eu moro, de dia faz 19°c de noite chega 5°c! Dá para plantar mesmo assim? A semente pode morrer? (Eu não posso cultivar dentro de casa) Também queria saber quantas vezes devo regar por dia, e se possível alguém me dá umas dicas eu agradeço
  13. Olá ...Estou com problemas!!As minhas Lemon og haze automatic estão caindo!!Ando pesquisando e não sei a resposta ...Tenho tbm umas AK48 e elas estão 100%.Agradeço atenção desde já!! WhatsApp Video 2019-03-21 at 9.06.57 PM.mp4
  14. Galera, há uns dois anos que só consumo a tal erva apelidada de "colombiano" que está rolando muito em SP, que alguns acham que é a strain Colombian Gold, mas eu tenho certeza que não. Assim como tenho certeza que também não é "o prensado que não foi prensado", porque da uma chapada bem forte. Acho que é um meio termo. Mas enfim, é exatamente por isso que estou escrevendo aqui. O que é essa erva? Por que as vezes vem com cheiro e sabor peculiar como se tivesse sido banhada em alguma química? Se isso realmente acontece, por que fazem isso? Será que tentaram jogar uma erva "forte e de preço mais acessível" no mercado, mas batizando ela? E o que eles devem usar? Estou há mais de um ano tentando achar alguém que explique o mais razoavelmente possível, pois fumo muito para controlar ansiedade e me preocupo com a saúde (mas não tenho tempo de produzir minha própria erva e nem dinheiro p/ comprar coisas melhores) Valeu!!
  15. Salve rapaziada da GR. Pessoal, tenho várias dúvidas sobre as plantas macho e fêmea, no cultivo da Cannabis. Algumas delas são: 1) A planta macho não produz buds? 2) Qual a diferença entre macho e fêmea (físicas e biológicas)? 3) Se cultivei planta macho, devo deixá-lo de lado, ou tem alguma serventia no plantio? Desde já, agradeço. Forte abraço.
  16. MGS

    secagem da maconha

    Aí galera na maconha, um aparelho de secagem criado por mim. Curtam aí e inscrevam-se no canal do Jack Baura!
  17. Eu sou o Leozin da Weed Fire Brasil, uma marca de roupas e que tem como foco a cannabis (como ja diz o nome kkk) e criei um documento com algumas informações que queria disponibilizar para vocês, não sei se existe algum topico assim por aqui, mas se existir peço desculpas desde já, enfim, é isso galera, valeu! Como sou iniciante também e não tenho muita experiencia de cultivo (apenas a teoria) estou disponibilizando o documento para ajudar pessoas como eu (rsrsrs). DEIXANDO TODOS OS CRÉDITOS AO MANUAL DA GROWROOM E OUTRAS INFORMAÇÕES OBTIDAS NA INTERNET. ANTES DE INICIAR O CULTIVO, É NECESSÁRIO QUE VOCÊ ENTENDA TODOS OS PROCESSOS, POIS TUDO NECESSITA ESTAR ADEQUADO PARA QUE A PLANTA SOBREVIVA, FIQUE FORTE E TENHA UM ÓTIMO SABOR. CULTIVO BÁSICO DA CANNABIS O QUE É A CANNABIS (MACONHA)? Cannabis, também conhecida por vários nomes populares (ganja, erva, maconha, maryjuana), refere-se a uma planta psicoativas que contém os principais agentes o CBD e THC. POR QUE PLANTAR? Ao plantar a cannabis você terá muitos benefícios, para si e para a comunidade, entre eles está o combate ao tráfico, e também uma melhor qualidade de fumo para você. POR QUE É PROIBIDO? A partir da década de 1920, o governo brasileiro começou a se movimentar pela proibição da maconha. As maiores influências vieram dos Estados Unidos (e sua guerra contra a marijuana) e da Guerra do Ópio, conflito entre ingleses e chineses no século XIX motivado pelo tráfico do entorpecente. QUAL A DIFERENÇA DE CBD E THC? O THC é o canabinoide que vem à mente quando se pensa em maconha. Ele é um agonista direto do receptor canabinoide (CB1) do sistema endocanabinoide, encontrado principalmente no cérebro e todo o sistema nervoso central. O efeito psicoativo mais associado ao uso de maconha medicinal ou social é desencadeado pela ativação dos receptores CB1. O CBD não se liga a receptores CB1, na verdade, ele é um antagonista. Isto significa que o CBD não vicia, nem deixa o usuário chapado, não importa a quantidade consumida. De fato, ele suprime as propriedades de compostos como o THC em receptores CB1. Lembrando que o THC é abundante na cannabis sativa e indica, e o CBD no cânhamo (ruderalis) DIFERENÇAS DE PLANTAS (SATIVA, INDICA E RUDERALIS) Cannabis Sativa é um dos tipos de maconha que as pessoas gostam mais de fumar. Esta planta cresce bastante, atingindo até 4,5 metros em alguns casos. Embora não seja uma planta muito espessa, muitos cultivadores gostam da altura em que pode crescer. Cannabis Indica é um dos tipos de maconha mais sólida em comparação com a Sativa, mas não tem a altura que a Sativa consegue. As cepas Indica geralmente crescem entre 1 e 2 metros. É uma planta densa com folhas redondas e saudáveis, ao contrário da Sativa. No entanto, ambas têm sementes coloridas e macias, sendo que a Indica é uma planta curta, esta é perfeita para o cultivo em estufas (grow). Cannabis Ruderalis, que é uma das variedades primárias e tem uma estatura muito baixa que cresce entre 50-63 cm de altura. Semelhante a Indica, esta planta tem uma folhagem muito espessa. Esta planta geralmente é encontrada crescendo nas regiões do norte do mundo (Lugares extremamente gelados no inverno), uma das razões pelas quais você ouve pouco sobre essa cepa é porque ela não é altamente psicotrópica. Ela é usada principalmente como fonte de material genético adicional por criadores e cultivadores. Dessa forma, as auto florescentes podem ser criadas, e certas cepas podem ser ajustadas para que elas cresçam em climas mais do norte. FINS MEDICINAIS, PARA QUE É UTILIZADO? Em 2014 a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, informou a retirada do Canabidiol da lista de substâncias proibidas no Brasil. Assim, a substância passa a ser controlada e pode ser utilizada (ainda que com consentimento do órgão) em medicamentos para problemas neurológicos. O Canabidiol (CBD) é uma substância química que corresponde a 40% dos extratos da planta Cannabis sativa (nome científico da maconha). Algumas doenças que hoje em dia já estão sendo utilizados tratamentos da cannabis, são: Câncer, Esclerose múltipla, Ansiedade e fobia social. 1 – DEFINIR O PROJETO 1.1 - Tipo de cultivo indoor ou outdoor - Indoor Dentro de ambientes fechados, com o ambiente preparado especialmente para o cultivo, tem espaço limitado, exige maior atenção, porém possui alta capacidade genética da planta e maior controle. Vantagens: Total controle do ambiente, Menor incidência de pragas, Porcentagem maior de THC (comumente), Múltiplas colheitas anuais, Maior sigilo, Flores mais exuberantes Desvantagens: Alto custo de energia, Investimento em equipamentos, Espaços limitados, Mais suscetível à spider mites (ectoparasitas dos vegetais), Exige maior atenção - Outdoor Ao ar livre, pode ser tanto em jardins, vasos, quanto na guerrilha (mata aberta), tem um maior crescimento, porém demora mais para florescer, fica mais exposto a pragas e tem um menor controle Vantagens: Luz do sol, Sem conta de energia, Plantas maiores, Espaço amplo, Plantas mais resistentes à algumas pragas Desvantagens: Demora para florescer, Mais exposto à pragas, Sem controle de temperatura e umidade, Sem controle de estado vegetativo, Mais vulnerável à denúncias, exposto à chuvas 2 – ESTUDAR CONTEÚDO E PRODUTOS 2.1 - Tipo de terra que deve utilizar O ideal é utilizar substratos inertes, ou seja, sem nutrientes e adicionar os fertilizantes específicos, Os substratos inertes mais utilizados entre os cultivadores de maconha são turfa, perlita, fibra de coco e pó de coco. Independente da escolha dos substratos, o solo deve estar bem aerado para facilitar a passagem e respiração das raízes. 2.2 - Qual iluminação iremos utilizar - HPS É uma lâmpada de alta intensidade e possui um espectro de luz mais avermelhada de 2.000K. Ideal para período de floração - HQI É uma lâmpada de alta intensidade gerando uma quantidade alta de lúmens por watt e possui um espectro de luz de 5200K. Ideal para período de vegetação - LED São a melhor opção para quem busca economia, desempenho e praticidade. Ideal para período de vegetação e floração - Lâmpadas fluorescentes Indicadas para o crescimento de sementes e estaquias. Por ter um menor custo, é muito utilizada por quem está começando e pode ser usada durante todo o cultivo. 2.3 - Ventilação do ambiente (caso seja Indoor) O ambiente ideal para a cannabis deve ser entre 22ºC a 26ºC, dependendo da iluminação que você utilizar deverá ter um bom sistema de refrigeração, pois dependendo da lâmpada, emite muito calor. Ventiladores e Ar condicionado, podem ser utilizados desde que fiquem na temperatura ideal, pois caso ultrapassem a temperatura a planta irá transpirar muito fazendo com que diminua a produção, e se diminuir muito a temperatura a planta poderá ficar mais fraca e diminuir a produção. 3 – PERIODOS DE CULTIVO 3.1 - Semeando - Sementes As sementes regulares são produzidas naturalmente por plantas polinizadas e têm 50% de chance de serem macho e 50% de serem fêmea. Hoje em dia existem diversos tipos de sementes encontradas no mercado, que são elas Automaticas, Feminizadas e Regulares - Clones (estaquias) Os clones são, plantas que são “copiadas” através de outras plantas que já estão com um bom desenvolvimento vegetativo. Normalmente o clone é feito quando a planta atinge mais o menos 7 galhos distintos, pois o clone é realizado a partir de um destes galhos, então isso significa que quanto mais galhos, mais clones poderão ser feitos. 4 – FERTILIZANTES E NUTRIENTES Para que a planta possa se desenvolver melhor e fique mais resistente a insetos, é necessário que utilizemos fertilizantes para que elas fiquem fortes e resistentes. Alguns destes que podemos utilizar, são eles: ESTIMULANTE DE RAÍZES: Usar estimulantes de raízes para que as plantas desenvolvam um bom sistema radicular é indispensável para quem está pretendendo cultivar indoor. Podendo ser aplicado em toda a fase de crescimento algo como 2 a 3 semanas de vida da planta. FERTILIZANTES PARA CRESCIMENTO VEGETATIVO: Fertilizantes para o crescimento vegetativo devem possuir maior quantidade de Nitrogênio (N) e menor quantidade de Fósforo (P) e Potássio (K), eles devem ser adicionados à água de irrigação durante toda a fase de crescimento e geralmente inicia-se a utilização somente da 3a à 5a semana de vida da planta. ENZIMAS / PROTEÍNAS: Este aditivo é composto por proteínas que aceleram os processos químicos de decomposição. Utilizando estes tipos de produto você estará ajudando a limpar as raízes e a dissolver os restos de nutrientes e sais acumulados nas mesmas. É aconselhável a aplicação uma vez a cada semana ou a cada 10 dias para que as raízes continuem saudáveis e limpas. FERTILIZANTES PARA FLORAÇÃO: Este tipo de fertilizante possui alta quantidade de Fósforo (P) e Potássio (K), que é o que a planta precisa na fase de floração. Ele é adicionado à água de irrigação a partir do início da formação das flores até cerca de 15 dias antes da colheita. 5 – UTILIZAÇÃO DA AGUA (REGA) No cultivo indoor é absolutamente essencial o controle do pH da água. Você pode comprar os produtos mais caros do mercado, porém se não controlar o PH, tanto da água da rega e da solução nutritiva quanto do solo, a planta não fará a ideal absorção dos nutrientes, ou seja, não irá crescer saudavelmente. No início de um cultivo é muito comum entre os iniciantes a regar constantemente as plantas, e isso pode acabar causando Overwater (super agua) fazendo com que a planta morra. A quantidade de água e a frequência de tempo de cada rega vai depender de fatores como o tamanho da sua planta, o tamanho do vaso, substrato e do ambiente em que ela se encontra. Um pH ideal deve estar entre 5,8 e 6,8 numa escala de acidez e alcalinidade para que a planta consiga absorver todos os nutrientes. 6 – FLORAÇÃO É neste período que a cannabis mostra seu gênero. Em plantas fêmeas pistilos e pequenos cálices crescem na junção dos caules, enquanto as machos apresentam sacos em formato de bolinhas. Não é possível saber se a planta será macho ou fêmea a partir da semente. Ao menos que a semente seja Feminizadas. Plantas machos produzem pólen e sementes (que necessariamente serão machos). Na época da floração, a planta macho produz sacos polinizadores e se estiver próxima à uma planta fêmea, irá polinizá-la e está irá produzir sementes regulares. Quando isso acontece, a planta fêmea concentra boa parte de sua energia para a produção de sementes e isso reflete um baixo rendimento de flores e baixa produção de resina. Portanto, se a intenção é obter um máximo de rendimento da planta, é aconselhável descartar as plantas macho. Em média, o período de floração vai durar cerca de 7 a 9 semanas, mas dependendo da semente e da stream, pode demorar mais tempo. 7 – COLHEITA CHEGOU O MOMENTO! Para saber se chegou o momento de realizar a colheita, use uma Lupa para enxergar os pistilos (que são os pelinhos brancos da planta), se os tricomas estiverem com uma cor âmbar ou opaco, é um indicio que está na hora. 7.1 - Secagem Secagem é o processo de desidratação da cannabis e esse processo é feito deixando os buds em contato com o oxigênio do ambiente. Corte o caule da planta e a pendure de cabeça para baixo, sem cortar as folhas, mantenha sua planta no escuro, em um ambiente ventilado (mas sem ventanias) e seco na temperatura ideal entre 18°C e 22°C. O processo está completo quanto o peso total chega a 25% do inicial, evite deixar secar muito e também deixar muito úmido para a fase de colheita 7.2 - Cura Na etapa da cura precisamos que a clorofila e outros componentes se decomponham. A decomposição da clorofila acontece em aproximadamente 60 dias, e a transformação de outros óleos essenciais (que dão o aroma) acontecem em 90 dias, sendo assim o processo total de cura leva mais o menos 3 meses. Uma boa maneira de saber se está bom o processo de cura é ir e experimentando, até que se chegue ao ponto. Para finalizar o processo guarde os buds em um recipiente hermeticamente fechado, e de preferência aqueles vidros com tampas vedadas com borracha. Uma vez por semana abra o vidro dê uma "mexidinha nos buds" e feche de novo. Lembrando sempre que todo este processo é melhorado a partir de treinos, então quanto mais cultivar, melhor irá ser a ganja. Cultivadores de plantão, é isso se tiverem algo a acrescentar ou alterar, informações incorretas, informem para que possa ser alterado e tenha um manual completo para quem quer começar a cultivar.
  18. Gente, não sei quase nada sobre cultura de cannabis... entrei hoje aqui. Estou já há algum tempo pensando em cultivar para fins medicinais... pq não quero sustentar o tráfico e acho uma mão ficar correndo atrás... então outro dia me arriquei e resolvi largar uma sementinha do prensado na terra e ver o que acontecia... Não tomei cuidado nenhum, apenas larguei lá e reguei. Não deixei no escuro, não coloquei no papel, nada, apenas larguei na terra do vaso e cobri levemente com a terra. Para minha surpresa, 3 dias depois havia germinado! Hoje está fazendo cerca de 10 dias que plantei, estou surpresa sobre como cresceu rápido! Tá comprida e ainda só com 2 folhinhas...( deetalhe para a etiqueta no vazinho, kkkkkkkk.) Coloquei um palitinho ali pra dar uma calçada nela, pq fiquei com medo que da haste quebrar. Deixei na janela da cozinha, pega luz do sol, com iluminação indireta, pois o vidro da minha janela tem película escura... Mas observo que à noite ela vira em direção a luz led que tenho na cozinha... tô sempre girando ela, ela se movimenta bastante, pra cá em pra lá em direção a luz... é bem ativa, hehehe! Que vocês acham? Está indo bem? Quero dicas de como continuar o cultivo de forma orgânica. É possível cultivar sem usar lâmpadas especiais, apenas com a luz do sol? Devo levar ela pra rua ou deixo onde está por enquanto? Tô um pouco preocupada pois ela cresceu muito rápido, mas o caule dela parece tão frágil, acho que não resiste a um vento... por isso estou mantendo dentro de casa. Qualquer dica será bem vinda, obrigada!