Ir para conteúdo
Growroom

Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'conhecimento canabico'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 2 registros

  1. Jardineiros, Um amigo dos Estados Unidos irá me trazer algumas seeds. Em princípio eu ia escolher uma strain clássica, mas depois fui abrindo minha mente. Acabei encontrando uma Quantum Kush. TRata-se de uma strain predominante sativa (75%). Essa espécie produz níveis ridicularmente altos de THC. Já mediram 30% de THC nessa porra! hahahaha Bom, palavras do breeder (homwgrwon natural wonders) e do seed bank (seeds here now). Seguem imagens: Não encontrei nenhum cultivo aqui no fórum,sequer um review bem feito contendo rendimento, brisas que se sente, substrato adequado, grow in ou out, tamanho da planta, aromas, sabores, enfim... Alguém tem alguma experiência com ela ou sabe de alguém que já a cultivou? Até encontrei em sites gringos alguns reviews (basta googlear o título do tópico), mas gostaria de saber se tem alguém aqui no Brasil que já cultivou, fumou, ouviu lendas, histórias, boatos, enfim. Bom, certamente farei um diário dessa strain no mínimo interessante. Peguei um pack com regulares, então se ela for realmente boa, quem sabe não rolam umas cruzas interessantes mais além! Cultive sua própria liberdade. Jah Bless.
  2. Esse post é uma tradução e resumo do excelente trabalho do Dr Bruce Bugbee da universidade de Utah nos EUA. São 30 anos de experiência no estudo do cultivo de canábis em laboratório, adaptada ao cultivo caseiro. O video original em inglês é esse aqui Maximizing Cannabis Yields for Home Growers with Dr Bruce Bugbee Pode parecer muita ciência e muitos números mas, finalmente, de uma vez por todas, eis os números exatos do professor para os melhores rendimentos. Luz: de 30 a 60 DLI (quantidade diária de luz, faça a conversão/calculo com as especificações da luz do seu fabricante). Temperatura ambiente: idealmente entre 26 e 29C mas nunca fora do intervalo 20-30C, evitando grandes variações. Umidade: idealmente a 60% mas nunca fora do intervalo 40-70%. Vento: se as folhas estiverem balançando levemente é suficiente (+-1metro/segundo). CO2: garanta uma boa circulação do ar para reposição do CO2 (+-400ppm), repor o ar a cada par de minutos é suficiente. Somente cultivos muito sofisticados emriquecem o CO2. Temperatura das raízes: a mesma que a temperatura ambiente está ótimo. Água: a cada dois ou tres dias, quantidade suficiente para +-10% vazar por baixo do vaso mas não deixe acumular estes 10% no fundo. Pese os vasos com as mãos para saber se deu tempo de secar o vaso entre uma rega e outra. Se tiver muito pesado ainda tem muita água. Não tem muita regra mas também não tem muito erro. Nutrientes: os macro nutrientes devem ser adicionados a cada rega de maneira bem diluída nas proporções NPK 20-10-20. Adicionar mais fosforo na floração. Oxigenação das raízes: fique atento para que o substrato escolhido permita uma boa oxigenação das raízes. O substrato ideal: • 50% turfa, é o que promove a oxigenação das raízes, deixando o substrato fofo e aerado. • 50% vermiculita (ou perlita) a vermiculita contém sílica que é benéfico para os tricomas. • 1,4g/L de dolomito que contém cálcio e magnésio • 0,4g/L de gipsite que contém cálcio e enxofre Sobre a iluminação, a canábis pode absorver muita luz e seu crescimento é quanto mais rápido e robusto. Porém para poder colocar 60DLI de luz na planta ela precisa que todos os outros parâmetros estejam em seus níveis ideais. Sendo que no estagio vegetativo as luzes ficam acesas por mais tempo, 16-18h por dia a potência da luz pode ser menor que durante a floração onde a luz fica acesa somente 12h ao dia mas as necessidades de luz da planta continuam altas. Durante a floração é extremamente importante obter um período diario de escuridão absoluta, sem nenhuma interferência luminosa. Mesmo um pequeno led piscando dentro do espaço de cultivo ou uma fresta pode atrapalhar a floração e reduzir drasticamente os rendimentos. Espero que ajude a ter altos rendimentos na sua próxima colheita! Salve!
×
×
  • Criar Novo...