Ir para conteúdo
Growroom

Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'apreensão'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 5 registros

  1. Salve, rapazeada! Vim compartilhar a experiência de importar com o Shipito, pois ultimamente tenho visto muito comentário sobre apreensões, intimações etc. Esse site funciona como um redirecionador de encomendas, aonde você tem quatro endereços nos EUA para receber pacotes e encaminhá-los para seu endereço no Brasil. Pra exemplificar, comprei um pacote de sedas Raw direto de um distribuidor no Arizona e enviei para um dos endereços. Assim que a encomenda é entregue, eles enviam uma foto do seu pacote: Imaginando que você enviou um pacote de sementes comprados numa loja virtual e um par de tênis comprado numa outra loja para um dos endereços oferecidos pelo serviço, é possível consolidar esses dois pacotes num só e enviá-lo para o Brasil. A vantagem é que não há ilegalidade nenhuma em orientar o funcionário do Shipito (Outros Request) a enviar o pacote de seeds embaixo da palmilha do sapato, ou dentro da caixa do perfume, você tem direito de escolher como deseja receber sua compra. Importantíssimo ressaltar que a declaração alfandegária que irá passar na mão dos porcos pfs é preenchida por você, dessa maneira: Ser breve na descrição é importante, as sedas foram descritas como “Papéis para enrolar”. É possível também marcar a encomenda como um presente e declarar o valor que quiser na nota. As entregas dos correios estão até rápidas ultimamente, considerando o método de envio mais barato (Airmail Economy) no dia 13/11 ter chegado hoje. Não esquecendo que a receita federal recebe trilhões de encomendas vindas do exterior, então o foco com certeza são nas embalagens mais manjadas dos bancos de seeds da gringa e só o fato de vir numa caixa indiferente para eles e super discreta, você ainda pode descrever o conteúdo, é só não exagerar no preço da compra! Espero que tenha ajudado ou alavancado novas idéias. A caravana não para quando o cachorro late! Paz!
  2. 30/10/2012 19h54 - Atualizado em 30/10/2012 19h54 Polícia faz a maior apreensão de haxixe do ano no Distrito Federal Os 4 kg da droga estavam enterrados no quintal da casa do suspeito preso. Droga veio de cidade na fronteira do Mato Grosso do Sul com Paraguai. Do G1 DF Comente agora A Coordenação de Repressão às Drogas do Distrito Federal fez nesta terça-feira (30) a maior apreensão de haxixe do ano. Um homem foi preso em Sobradinho com quatro quilos da droga. Segundo a polícia, o haxixe estava enterrado no quintal da casa dele, dentro de uma lata de suplemento alimentar e de um pacote de biscoitos. O suspeito tem três passagens pela polícia, uma delas por tráfico de drogas. Droga apreendida, que estava embalada em porções de cerca de 100 gramas (Foto: Káthia Mello/G1) O suspeito preso estava com um Voyage roubado em Ceilândia. Ele foi autuado por tráfico e receptação. O delegado informou que o dono do carro já foi localizado. De acordo com o delegado Leonardo Cardoso, a droga veio da cidade de Coronel Sapucaia, no Mato Grosso do Sul, próximo da fronteira do Brasil com o Paraguai. Outro homem, que segundo a polícia era parceiro do suspeito preso no DF, foi detido em Dourados (MS). Ele estava em um carro roubado no Distrito Federal. Cardoso disse que os suspeitos levavam carros roubados no DF para trocar pela droga. A polícia ainda investiga se eles mesmos roubavam os veículos ou se faziam a encomenda. O haxixe apreendido foi avaliado em R$ 40 mil. Segundo o delegado, cada pedra de cerca de 100 gramas da droga era vendida por R$ 1 mil. “Eles [os usuários] dividem o haxixe em pequenas porções de cerca de dois gramas e misturam na maconha e no cigarro”, disse.
  3. Rapaz é preso com 200 quilos de maconha na BR-376 Um rapaz de 22 anos foi preso na tarde desta quinta-feira (31) ao ser flagrado transportando 200 quilos de maconha. O flagrante ocorreu por volta das 14h durante uma fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Marialva na rodovia BR-376. Segundo informações da polícia, a droga estava escondida em um fundo falso da caminhonete D-20, com placas de Naviraí, Mato Grosso do Sul. Os 200 quilos de maconha tinham como destino final Curitiba, e pelo transporte da 'encomenda' o rapaz disse que receberia R$ 5 mil. http://maringa.odiario.com/policia/noticia/573689/rapaz-e-preso-com-200-quilos-de-maconha-na-br-376/
  4. Plantas mediam 1,70 m de altura, segundo a Brigada Militar. Droga foi encontrada em Uruguaiana na noite de quinta-feira (19). Dois pés de maconha foram apreendidos em uma residência no bairro Santo Antônio, em Uruguaiana, no Oeste do Rio Grande do Sul, na noite de quinta-feira (19). As plantas, com aproximadamente 1,70 m de altura, foram encontradas pela Brigada Militar no pátio da casa. O proprietário assinou um termo circunstanciado e foi liberado. A Justiça deve definir se o caso será considerado como posse ou tráfico de drogas. Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2012/01/policia-apreende-dois-pes-de-maconha-em-patio-de-casa-no-rs.html Obrigado Sr. Delegado(a)! Pelo jeito soube aplicar o artigo correto da legislação vigente. Só não entendi essa da justiça definir se é tráfico ou não... Que babaquice. A mídia sempre insistindo... Parece um Princípio de presunção do tráfico ter essa planta em casa, mas é justamente o contrário!...
  5. Plantação de maconha é achada em casa de prefeita de 84 anos Uma plantação de maconha foi encontrada na casa de Mary Lee Cook, 84, prefeita de Oak Holl, na Flórida, EUA. Segundo ela, alguém está tentando arruinar a sua reputação colocando as plantas em seu terreno. O delegado disse que Mary não será acusada. Ele disse que o incidente está sob investigação, mas que a polícia acredita que ela não tenha relação com a erva encontrada. Mary contou que os agentes da polícia antidrogas vieram até sua casa duas semanas atrás para checar uma denúncia que ela estaria plantando maconha. As plantas foram encontradas próximas a uma cerca da sua casa. A prefeita teve que se defender publicamente na segunda-feira passada e afirmou que não pretende renunciar ao seu cargo.
×
×
  • Criar Novo...