Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'ansiedade'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 19 registros

  1. Post com intuito de ajudar, caso precise de ajuda/conselho não exite em me chamar por mensagem privada. Bom esse é meu primeiro post, resolvi criar uma conta especificamente para criar esse post e dar um alerta pra galera ou até mesmo ajudar quem tem/teve problemas similares. Acompanho o fórum a algum tempo e estou vendo muitos casos de problemas psíquicos, no qual eu também obtive por conta do uso da maconha, que serviu como gatilho. Bom, se você está com problemas, sentindo que a onda não passa, se sentido fora de si, angustia, medo constante (pânico), confusões mentais, paranoias, recomendo primeiramente que pare de ler tudo relacionado a isso na internet, pois isso só ira piorar e também que procure um psiquiatra o mais rápido possível, aceite que você precisa de ajuda, não espere ficar pior.. Quanto mais cedo você tratar disso, mais rápido sairá dessa. Hoje infelizmente não posso mais fumar, ultima vez que tentei fumar (a 3 dias atras) com apenas 2 tragos em 1 beck, tive uma crise que pensei que fosse a ultima(pensei que iria morrer), senti Despersonalização, Pânico e Ansiedade novamente; Vou contar a história pra que tudo fique mais claro. Fumo macohna des dos 15 anos, hoje com 17, no começo era só trip boa, risada, bem estar e tudo que atribui a uma good vibe. Porem, nos últimos tempos, estava tendo umas brisas bem "pesadas" apesar de fumar pouco, no máximo 1 fino,já conseguia viajar legal, ou melhor dizendo, bem mal... As brisas não eram como antes, quando fumava sentia que entrava em um filme, me tornava espectador da minha pessoa, havia dificuldade grande de raciocínio e motora também, quando misturava alchool e maconha era bad trip na certa,só pensava em coisas ruins, o quanto era imprestável, pensamentos do tipo " Para que tudo isso, se no final a gente morre?" Meu erro foi insistir em fumar, com pensamento de voltar ter as velhas e boas brisas do começo, porem, a coisa foi ficando cada vez pior, cada vez eu ia tendo brisas mais pesadas, era como isso fosse um sinal/aviso, mas só entendi quando já era tarde de mais. Fui em um festa, bebi, fumei, voltei me sentindo meio fora de si,foi ai que tudo começou, 2 dias depois a onda ainda não havia passado, me sentia estranho e eu pensei,"deve ser só algo da minha cabeça, ta tudo normal" e la vai eu fumar de novo... Encontrei uns amigos e acendemos um, de começo foi só risada, mas sentia que minha cabeça estava destorcendo tudo, foi a brisa mais louca e ruim que tive na minha vida, era como se tudo fosse mentira e estivesse em um filme e alguém tivesse dando play e pause no mesmo. Só percebi o quanto nada disso era engraçado quando cheguei em casa e vi que a brisa que não passava e havia se intensificado, minha cabeça estava rodando, eu sentia angustia, despersonalização e medo, muito medo com medo de ficar daquele jeito para sempre. Tive a ideia de tentar dormir para ver se isso passava, tudo que eu mais queria era acordar no outro dia normal, mas isso só piorou, ao deitar,minha cabeça começou a rodar em sentimentos e pensamentos horríveis, foi ai que surtei, tive minha primeira crise de pânico, sai correndo pro banheiro lavei meu rosto e tentei me acalmar, comecei a ler coisas na internet e fiquei pior ainda, com medo de ser algo ruim permanente, por isso recomendo que não leiam essas bostas, só serviu para intensificar os pensamentos ruins. Depois desse dia não conseguia mais dormir, entrei em conflito com o tempo e comecei a agonizar mentalmente, só conseguia ter pensamentos ruins, fiquei 5 dias sem dormir pensando em merda, minha mente não me deixava em paz sequer 1 segundo, ficava o dia todo deitado chorando, não ia pra escola, nem trabalho e tambem nem tinha contado para minha familia, até que eles perceberam que havia algo de errado comigo e conseguiram me levar ao um psicologo que me encaminhou a um psiquiatra, logo então fui diagnosticado com tudo que contem no titulo, sim, Despersonalização,Ansiedade,Depressão Aguda e Síndrome do Pânico, foda né? Fiquei aproximadamente 2 meses nessa "onda" ruim, até me sentir um pouco melhor, hoje faço terapia psicológica e estou sendo medicado com Paroxetina, consigo dormir e ter mais controle do meu pensamento ( coisa que havia se tornado impossível). As vezes sinto sensações ruins, como agora enquanto escrevo esse texto, mas é algo que estou aprendendo a lidar, aos poucos vou tomando controle de mim, já vejo uma boa melhora mas acabei regredindo um pouco como dito acima quando decidi fumar novamente e senti tudo novamente, me arrependo profundamente. Infelizmente isso foi o que a maconha despertou em mim, até então nunca tinha dando sinais de loucura, pânico, depressão, era uma pessoa normal feliz que, infelizmente não teve sorte com o psicoativo.Nunca imaginaria que a maconha pudesse fazer isso comigo e até mesmo tirava sarro de quem falava que ela podia sim, trazer efeitos negativos em pessoas com pré-disposição a transtornos mentais, mas também eu nem imaginava que eu era vulnerável, em toda minha vida a erva foi a unica coisa que usei, nunca cheguei perto de doce nem nada semelhante. Se você passa/passou por isso, saiba que nenhuma dor é eterna, tudo é fase, tudo passa, esteja ciente disso sempre, eu mesmo no ápice da depressão, pensei em me suicidar, não por ser fraco, mas por ser algo realmente insuportável. Tudo isso aconteceu a pouco mais de 5 meses. Que isso sirva de ajuda para alguém e de conhecimento para outros. Que Jah os abençoe
  2. rdguima

    ansiedade

    fala galera, entao, eu comecei a fumar logo apos meus 15 anos e parei um pouco antes dos meus 17, eu parei porque eu tive algumas bad trips, algumas vezes,umas 5, e depois em um dia normal na escola eu tive uma crise de panico, ansiedade, depois disso so fumei uma vez e parei mas continuei no mesmo ambiente, sentindo o cheiro, e fiquei com despersonalizaçao, panico, ansiedade,essas coisas,nada diagnosticado ainda, eu fumava menos de um por dia, antes de dormir, e tipo um baseado fino para duas pessoas (eu e meu pai) durava 3,4 dias as vezes passava uma semana sem fumar. Mas logo apos essa crise de panico eu fui ler coisas na internet, e acho que isso piorou kkkkk é isso galera acho que ta meio confuso mas da pra entender
  3. Bom dia/tarde/noite seus doido! Serenidade? Então, a uns dias atrás normalmente fumando meu baseado cotidiano, estudando pra final de semestre na federal, e etcs... Numa madrugada fui me deitar e senti uma dor do lado esquerdo do peito, não exatamente uma dor, mas sim um incomodo, ela foi crescendo, com isso passei a sentir um formigamento no braço esquerdo, poderia chamar de um incomodo também, passei a transpirar frio, tudo isso na madrugada, após conversar com uma médica discando o 192, ela me tranquilizou e a partir de então fiquei mais calmo e consegui dormir já passada umas duas horas de agonia, um negócio horrível, sentia um pânico, mas então passou. Porém, no dia seguinte, mesmo sem fumar, sentia um leve incomodo no peito, mas o dia seguiu bem. Dois, três dias depois, vim a fumar 3 baseados com meus parceiros, aí que percebi que era sim a erva que estava me causando isso, pois já havia me aliviado, não sentia mais aquele incomodo tão pouco aquela sensação agoniante e de causar pânico em qualquer um. Aí que entra a dúvida, tenho 21 anos, consumo maconha desde os 13, e nunca me vi nessa situação, o que me faz pensar que eu posso ter desenvolvido uma ansiedade aguda, ou talvez um pânico quando consumida a cannabis. Sim, já fiz exames ECG(eletrocardiograma), chequei pressão que está 12/8 (padrão), batimentos estão suaves, e pelas próprias palavras da cardiologista a qual fui consultar, não devo temer algum problema cardíaco, pois sou muito novo(21anos), e a respeito do consumo de maconha que contei para ela, ela me falou que se preocuparia caso eu falasse que cheirava uma cocaine, ou coisa assim, mas não viu relação da maconha com meus sintomas. Pergunto a vocês, será que pela minha rotina, não citada aqui, mas baseada num sedentarismo e consumo de cigarro, ansiedade genética da coroa, um curso de fazer perder cabelos(eng. de computação), alimentação na base de porcarias, e café, muito café, não acabei desenvolvendo algum tipo de ansiedade ou nervosismo forte, levando em consideração o longo prazo de consumo e etcs? O que me dizem dessa brisa, desculpem toda a história, tentei ser o mais claro possível. Estou pensando em dar um bom de um tempo da green(vai fazer falta kkkk) e dar uma mudada em meus maus hábitos, buscar me tornar mais saudável, mas me digam se alguém passou por algo semelhante!!!!! Aos que leram tudo, muito grato pela atenção!!! abração e tmj malucada!
  4. nedelpablo

    Efeitos e Ansiedade.

    Boa noite queridos companheiros. Li diversos típicos sobre o uso da maconha em relação a ansiedade, casos que ajudaram depressão, que "afloraram" pensamentos e tudo mais, muitos deles. Abro este tópico para explicar a minha situação e talvez "achar" uma resposta e trocar conhecimentos e informações. A cerca de 5, 6 anos fumei a marvada pela primeira vez, era jovem, adolescente e imaturo. Meu pai consumia na época e consome até hoje. Um dia ele foi trabalhar e eu resolvi dar uns pegas, pra sentir qual era a brisa, coisa de guri novo. Com certeza naquela época foi a pior sensação da minha vida, não sei explicar, mas parecia que meu corpo simplesmente não estava preparado para aquilo, fiquei paranoico, agitado, com frio e medo. Botei na minha cabeça que nunca mais iria fumar, passei a adolescência inteira sem por um baseado na boca e sempre tive amigos usuários. Isso é apenas um detalhe da minha trajetória com a nossa querida amiga verde. Aos 18 anos, resolvi experimentar novamente, sentia que a minha vida precisava de algo inovador, que tudo aquilo que senti quando mais jovem, já tinha se disseminado em minha mente e tinha total controle sobre meus pensamentos, e meus amigos, quando eu fumei, aquilo realmente foi uma das melhores sensações da minha vida, não existem palavras que se encaixem no prazer que senti, mas isso é apenas detalhes do meu relato. Logo após o meu "primeiro" consumo, comecei a fumar regularmente, uma vez por semana, duas e assim foi aumentando. Já no meu segundo ano de consumo, estava exagerando, mesmo, fumando 3, 4 baseados ao dia. O meu consumo sempre foi prensado, infelizmente. Nas últimas semanas de consumo fumei 25g em menos de duas semanas, isso é um número alto de consumo diário, apenas pra mim e mais ninguém, tudo isso eu tenho noção de que foi um reflexo da minha vida e dos meus hábitos e pensamentos, eu usei nesse volume pq achei uma "saida" dos meus problemas na querida. Tenho total noção disso. Depois de tanta trova irei explicar o meu problema. Na minha última semana usando a erva, como de rotina estava no meio de uma madrugada, mais uma daquelas em que eu fumava vários baseados, estava eu, fumando antes de dormir, e comecei a me sentir diferente, meu coração começou a acelerar, mãos começaram a suar e pensamentos de morte ou doenças dominaram a minha mente, tudo isso de uma forma poderosa, de que algo errado estava acontecendo comigo, logo após os meus batimentos acalmarem, eu sentia um frio intenso, um cansaço enorme. Logo pensei que fosse problemas de saúde, procurei um médico, fiz exames cardiológicos e nada, tudo perfeitamente normal. Depois deste dia em que "passei mal" meu consumo nunca mais foi o mesmo, sentia a mesma sensação, coração simplesmente acelerava MUITO, e só passava após o efeito deixar meu organismo, as vezes no outro dia. Estou a mais de um mês sem usar, sem fumar, confesso que não sinto saudades, mudei muitos hábitos da minha vida desde então, sentia que precisava de uma repaginada e que de certa forma o que me aconteceu estava relacionado aos meus hábitos e minha vida pessoal. Mas a grande dúvida que tenho até hoje é Sera que um dia irei conseguir voltar a fumar como antes, sentirei prazer novamente no meu organismo/mente? Isso me faz pensar bastante, se o meu organismo simplesmente se esgotou do efeito. Não sinto vontade de fumar nem me "bato" se tem alguém fumando ao meu redor, mas gostaria realmente de saber se um dia irei voltar a ter aquela brisa maravilhosa de antes, sem alterar nada no meu organismo. Peço desculpas pelo tópico enorme e um pouco enrolado, se alguém achar meio confuso estou aberto a esclarecer mais alguns detalhes. Obrigado família.
  5. Boa tarde pessoal, sou novo no Grow! Antes de postar aqui no fórum, li vários tópicos a respeito da síndrome do pânico. Entretanto não obtive muitas respostas para a minha questão, então decidi ser direto logo de uma vez e tirar minhas dúvidas que tanto me incomodam. Por favor leiam até o fim, as questões principais estão no finalzinho! Antes de entrar na faculdade utilizei maconha por um curto período de tempo e em pouca quantidade, só por curiosidade mesmo. Depois de muitos meses que abandonei a causa tive alguns ataques de pânico, alguns fortes mas não algo que me levasse para o hospital, esperei passar e finalmente conseguia ficar tranquilo. Geralmente ocorria quando eu ia deitar ou quando estava pensando em questões existenciais. Iniciava uma agonia, e então o meu coração disparava por causa do meu estado de susto e pavor das sensações que eu estava sentindo, é algo difícil de explicar as sensações, achava que ia morrer, não sabia aonde eu estava. Hoje, depois de alguns meses esses ocorridos são muuito raros, ocorrem pouco, como nunca tive essas crises durante uma "brisa" queria saber, se um dia experimentasse de novo eu poderia ter uma onda muito ruim? Pelo que andei lendo o THC causa efeitos psicóticos, será que posso ter desenvolvido esses ataques porque já tenho uma pré-disposição? Uma pergunta importante em respeito a essas duas questões: Li muito sobre o Canabidiol (CBD), e pelo que entendi, ele causa as reações contrarias do THC, ele na verdade pode ser usado como medicação da síndrome do pânico, ansiedade, TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo), esquizofrenia e entre outras. Li muito sobre isso, e colocarei os link's abaixo. Se o CBD tiver realmente efeitos que possam tratar a minha síndrome e a de outras pessoas, então eu teria que conseguir autorização médica para o medicamento passar pela Anvisa? Li em um site de algumas especies de Cannabis que possuem alto/médio/pouco teor de CBD/THC (1:1, 2:1, até 20:1!), como seria por exemplos uma onda de uma espécie que possui 20% de CBD e menos de 0,5% de THC? como a Charlotte's Web, AVI-DEKEL, Harle-Tsu e entre outros tipos de Cannabis? Matérias que li sobre o CBD: https://pt.wikipedia.org/wiki/Canabidiol http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/04/anvisa-simplifica-importacao-de-canabidiol-por-pacientes-brasileiros.html http://www.tuasaude.com/canabidiol/ E entre outras matérias que possuem as mesmas conclusões... Link das espécies de Cannabis: http://maryjuana.com.br/2015/03/31/9-variedades-de-maconha-ricas-em-cbd/ Se possível gostaria de ser esclarecido, não sei se aqui no fórum possui alguém da área médica ou que já usou o CBD, mas utilizar as plantas descritas no link dariam que tipo de efeito? Obrigado, El Mariachi!
  6. Amigos, boa tarde! Sou biólogo, tenho 32 anos, sou pai. Tenho ansiedade crônica ou também chamada de ansiedade generalizada. Sofro com essa doença desde a juventude, e desde então essa doença me cobra caro, acredite, já tomei toda tarja preta possível e impossível. Sobrevivi a desejos insanos de suicídio e instabilidade psicológica através do pensamento acelerado e ansiedade. Tenho uma família de cabeça fechada, pai advogado e mãe terapeuta, então a Cannabis nunca foi uma opção, aliás, nem existia os estudos que dispõem o tratamento de ansiedade e depressão (causada por ansiedade) que existem hoje. Me testei e resolvi usar a Cannabis, busquei em artigos, fóruns e grupos de discussões nacionais e internacionais para chegar a um consenso. Uso Cannabis todos os dias a cada doze horas, geralmente as 7:00 (quando levanto) e outra as 19:00 quando chego em casa. Nunca tive uma bad trip. A “dose” é a mesma todo dia, meio beck pra cada momento. A um ano e oito meses não tenho crises de ansiedade e até hoje a depressão não me encontrou novamente. Meu maior dilema e problema atual é conseguir novas sementes, estou na procura, mas sem sucesso. Hoje temo que com a chegada do fim do meu cultivo, pela falta do mesmo eu fique sem meu remédio, ontem mesmo contei, tenho 6 doses. Fica o meu relato, se curem, se cuidem e principalmente não desistam de vocês. Abraços.
  7. Olá, Bom dia. Eu me chamo Vitor e estou perto a dar um grande salto na história da minha família conservadora e religiosa. Eu tenho depressão, ansiedade e dezenas, talvez centenas de fobias desde os 11 anos de idade (atualmente tenho 19), faço uso constante da cannabis tem cerca de 4 meses, tudo escondido da minha família. Enfim, eu procuro artigos científicos ou relatos de pessoas portadoras dessas doença em benefício do tratamento das mesmas com o uso da erva pois vou deixar tudo as claras com minha família (sei que não vai ser fácil, talvez a pior decisão que terei). OBS: Não estou procurando desculpa para usar droga, sendo que como todo remédio, eu procuro tratamento afim de amenizar os sintomas e me encaixar como uma pessoa normal na sociedade.(Tomo cerca de 3 ansiolíticos por dia e 1 anti-depressivo) Não é frescura, procure estudar pois muita gente sofre com essa doença atualmente. Sou fumante, fumo a cerca de 3 anos afim de temporariamente diminuir minha ansiedade. Também realizo ingestão de bebidas alcoólicas. (Mas pra minha família eu posso fumar e beber). De todos os medicamentos cannabis foi o único que temporariamente mudou minha percepção das coisas, já consigo conversar melhor com as pessoas. Cannabis é o único medicamento que me tira do meu mundo sombrio e sem cor que é viver a depressão ou o sufoco traumático causado pela ansiedade (já perdi as contas da quantidade de vezes que eu tentei suicídio, mas creio que foram umas 9/10 vezes em um período de 5 anos). Qualquer ajuda será bem vinda. Obrigado pelo seu tempo.
  8. Caros amigos cultivadores, andei tendo alguns problemas aqui com uso de sativas e como sou adepto do amor à planta, espero que só comentem quem puder agregar alguma informação ou ajuda. Não sou nenhum bebê como a maioria que geralmente reclama de "bads" aqui no fórum, também não sou nenhum novato no uso. Fumo maconha há mais de 10 anos diariamente, e sempre passei informações positivas à respeito da planta, já que por anos havia melhorado muito minha qualidade de vida, melhorou meu apetite, acabou com meu stress, com minhas dores, inclusive me ajudou muito com minha timidez e salvou minha relação dentre outros dos inúmeros benefícios que todos vocês usuários graduados conhecem. É justamente por isso que abro este tópico e peço humildemente a ajuda de vocês, eu pensei muito antes de abrir o tópico e relatar meu problema, mas a verdade é que já não tenho a quem recorrer. Eu tentei fechar meu diário, e meu grow está desativado faz alguns meses em função de uma crise que desencadeou um problema em minha vida e infelizmente sinto que somente aqui posso encontrar apoio e quem sabe alguma motivação. Eu fumo um verde regularmente, fumo prensado também mas só coisa que eu busco pro meu próprio consumo e conheço a procedência e o produtor. Então mesmo quando não cultivo sempre tenho alguma coisa boa pra fumar. Como viajo muito acabo nem sempre podendo cuidar e etc, porém já cultivo antes de conhecer o growroom, fazia guerrilhas antes de saber que outras pessoas faziam, é claro que sem informações nunca tive uma colheita abundante como alguns membros aqui costumam ter com facilidade. Quando encontrei o growroom me identifiquei com o fórum, olhei, li, acompanhei por meses antes de resolver participar. Tentei levar um cultivo no diário que inclusive foi interrompido por esses problemas e outros problemas rotineiros. Vamos lá. Um tempo atrás eu estava jogando um game sozinho aqui em minha casa, minha esposa e meu filho estavam dormindo. Fiz um e fui bater aquele game pra descontrair. Como de costume, pelo menos uma sexta-feira por mês passo a noite na frente da tv fazendo um verde, jogando e laricando. Eu sou tabagista infelizmente, porém faz tempo que não bebo, então a maconha é realmente o meu happy hour. Antes do dia amanhecer (6,7h) fui dar uma cagada, tomar um banho pra ir pra cama, é um ritual. Deitei na cama e nada de dormir, mesmo tendo fumado pelo menos uns 3 king-size e dado umas boas vaporizadas. O engraçado é que havia parado de fumar lá pelas 3 da madruga, e vinha chapado desde então. Tentei, tentei, tentei dormir e nada, refiz meu ritual do banho e nada, pensei em fumar outro mas me bateu um receio de meu filho acordar. Quando me dei por conta, parece que tinha algo entalado na garganta, um nó pra ser sincero. Ficava com esse arroto preso e o danado não saia, mas na verdade não havia arroto nenhum era apenas pira preta minha. Não conseguia comer, mal conseguia beber água sem ter a sensação de que iria engasgar. Minha esposa acordou, eu disse que estava passando mal e tal, eu não queria pagar de apavorado mas eu estava me sentindo realmente muito mal, a ansiedade já apertava meu peito de tal forma que só quem já teve crise de ansiedade conhece. Quando me dei por conta não conseguia mais controlar minha respiração, meu corpo adormeceu eu literalmente não sentia as pernas, os braços e fiquei literalmente cego por pelo menos 10 minutos, mesmo com olhos abertos tudo que conseguia ver era um clarão. Algo empurrava meu adomem pro peito com uma força extremamente insana, eu mantive a respiração e foi tudo que consegui fazer, respirar 200 vezes por segundo até o peito doer. Chegando no médico me carregaram, mesmo eu não estando desmaiado eu ouvia o que se passava em volta com tom de "eco" e me colocaram numa cama, fizeram os exames básicos, mediram a pressão que foi baixando, mediram a oxigenação no sangue estava normal e por fim fui diagnosticado com "crise nervosa aguda" a enfermeira disse que quase todos os dias alguém aparece com crise nervosa, mas é raro quando os dedos torcem tanto pra cima como aconteceu comigo, então ela correu chamar o médico mesmo sabendo que não era nada grave, depois me mandaram de volta pra casa sem nenhuma informação além disso. Não venham me dizer que foi bad de palpitação de maconha, que já passei por inúmeras piras com maconha, de todos os tipos e mesmo quando tomava 1 litro de nesconha feito com kief e caia duro no chão sem conseguir me mexer, nunca senti algo tão forte e estranho. Nós fumantes por vezes encontramos alguém que fuma e dá um pire-paque, começa a suar frio, falar que vai morrer, mas nada que um copo de água, uma barra de chocolate e algumas horas não resolvam. O fato é que fiquei muito assustado, não sou problemático, nunca fui depressivo, nunca fui mau-humorado, nunca tive manias de doença, pelo contrário não tomo remédio nenhum, acredito que à saúde está na mente e nos hábitos saudáveis e não em ir ao médico e ficar procurando doenças pra qualquer coisa que apareça. Quando cheguei aqui como de costume comecei minhas inúmeras pesquisas porque eu não queria admitir que o problema havia tido como causa o uso da maconha em si, até porque usei por anos e nunca vi nada parecido mesmo quando era mais jovem e realmente abusava das bongadas no hash. Desde então perdi 9 kg, não consigo comer praticamente nada, fico ameaçando engasgar com tudo. Já fiz exames na garganta, na laringe, não tenho problema nenhum, é puramente psicológico. Então procurando alguns médicos do ramo "psicólogos e psiquiatras" fui em pelo menos 4, os melhores aqui na minha cidade, gastei fortunas com exames esses últimos dias, e como sei que a medicina hoje é um comércio acabo ficando com o pé atrás com todos os veredictos. O problema é que os 3 aparentemente não eram caretas e todos me disseram que o que causou a crise de ansiedade generalizada foi o uso de maconha. Cada um explicou de uma forma, cada um veio com um lero lero, mas todos me disseram que a causa é a maconha, já que aparentemente não tenho outros fatores de risco, não tenho histórico, nem problemas na família, não sou um cara estressado, não passei por nenhum problema ou acidente anteriormente, não tive traumas conhecidos nem passei por pressão psicológica. A verdade que digo pra vocês é que eu realmente não tive nenhum outro motivo aparente, e mesmo sabendo que a cabeça é uma caixinha de surpresas, infelizmente não consigo mais fumar um verde, e isso me incomoda mais que tudo. Não estou comendo, porque ando me recusando a tomar os remédios receitados, o médico que pegou mais leve receitou Prozac e Valium. Porém não consigo nem sequer meditar, não consigo tirar a crise da cabeça por mais positivo que fui minha vida inteira, a experiência foi tão intensa que se tornou uma barreira em minha mente. Esses dias estava até me sentindo bem, peguei um skank que estava na cura à dias, só pra dar um tapinha pra ver se me sentia bem, e a verdade é que após 1 hora na boa a ansiedade volta com uma pressão tão grande que nem o diazepam consegue controlar. Não consigo dormir, e estou tentando ao máximo me manter em pé, me manter confiante, me manter aqui dentro de mim sem pensar em depressão ou ansiedade, sem pensar em enlouquecer. Estou correndo, forçando sucos e alimentação mesmo sem fome, estou lendo, estou pensando em voltar com o grafitti, mas infelizmente tive de aceitar a medicação, e agora fico dopado literalmente todo o dia, tenho q tomar 60 gotas de prozac que é considerado uma dose alta do remédio, mas ele não me incomoda, porém também piorou a insônia que eu já vinha tendo e agora to tendo de tomar o valium pra ver se durmo e é horrivel que meus olhos se abrem durante a noite e meu corpo está desligado, acabo ficando olhando pra cima tendo todo tipo de sensação ruim que um ser humano pode ter. Por favor não achem que estou fazendo do problema algo maior que realmente é, que eu to tentando levar ao máximo na esportiva, mas já fazem algumas semanas (meses) e nada de melhorar. Preciso de conselhos, e para os conhecedores de genéticas quero cultivar meu remédio então preciso saber qual a genética com maiores propriedades ansiolíticas. Obrigado de coração pra quem leu. Um abraço! Que jah esteja conosco!
  9. Bom dia, Não sei se é o local certo para esse tipo de questionamento, mas aí vai: A partir do mês que vem, vou começar um tratamento para a ansiedade que eu tenho desde meus 16 anos ( tenho 23 atualmente.) Conheci a Cannabis aos 18 anos, e percebi que no efeito dela eu não fico ansioso, mas não posso ficar chapado o dia inteiro pra evitar meus ataques de pânico, então vou começar o meu tratamento para resolver isso. A minha pergunta é > O uso de cannabis pode interferir no uso de remédios ansíoliticos de maneira negativa? Grato desde já.
  10. Eai pessoal Está havendo uma série de brisas ruins comigo, fumo há 3 anos e de um ano pra cá venho tendo paranoias, não consigo curtir a briza, sinto um desconforto, acho que todos estão me olhando e falando de mim, fico queto não consigo conversar. Quando comecei eu ria muito falava muito, me divertia e meio que me desligava de tudo e relaxava. Hoje sempre que fumo fico quieto muito pensativo penso que coisas ruins vão acontecer, acho que os outros estão conspirando contra mim... Estou me sentindo muito ansioso fico toda hora pensando merda 1 mês atrás as minhas paranoias passaram dos limites e eu fiz uma visita a psicólogo e psiquiatra, a psiquiatra me diagnosticou com surtos psicoticos e me receitou dois comprimidos de risperidona, estou a 2 meses tomando e houve uma melhora, só que quando fumo não consigo curtir a brisa! OBS:fiquei 2 meses dando um tempo na erva Passei por ums problemas com ex amigos, realmente algumas pessoas queriam o meu mal e isso me abalou. Acredito que tbm tenha haver com meu problema Queria saber se alguém pode me ajudar com relatos, dicas, experiencias etc.
  11. Edug

    Me Ajudem !

    Genti me Ajudem estou Arrependido e Sentimento de Culpa ! Eu ja usei maconha 2 vezes mais nessa 3 eu gme sinti mal , Olha é o Seuinte Antes de eu Completar 18 Anos eu fui cm amigos na praça a gente começou a beber lembro de ter começado a beber vinho tomei uns 2 copos de vinhos depois nos vimos 2 garotas , e elas é maconheiras das antigas nunca usei com elas eu tinha ja usado com amigos da minha sala 2 vezes mais nessas 2 vezes num bateu bad nada eu fiquei bebado misturei vinho, cerveja e vodka e comemos linguiça calabresa e nos levamos essas 2 garotas e eu o idiota aqui fui pegar maconha de uns cara que tava na praça foi um beck de 10 reais tamanho de um cigarro normal , e estavamos em 6 amigos nessa casa do meu amigo , bebemos e fumamos eu na rodinha dos amigos eu fui o menos que puxou , cheguei em casa vomitei passei mal , depois no dia seguinte que eu tava são limpo eu começei a pensar na coisa que eu fiz e por ai foi começando por um probleminha pequeno viro grande pra mim , Depois que eu usei nessa ultima vez que vai fazer 4 meses eu não me sinto o mesmo eu vou pros lugar tipo casa do meu vô ou casa de amigos não como antes com a cabeça limpa eu vou pros lugar com a cabeça pensativa num quero mais fazer isso alguem pode me ajudar se alguem ja passou por isso ? eu fico sabe as vezes eu fico sozinho e pensativo em casa nem da vontade de sair de casa, me da vontade de volta no tempo ! Meu Psicologo Disse que minha Cabeça num conseguiu Absorve esse peso na consciencia , alguem pode me ajuda ???? me da conselho , qndo fico sozinho em casa eu fico deprimido não me sinto , tipo como antes aquelas 2 vezes q eu usei foi são mais nunca tinha batido arrependimento , nessa me deu arrependimento oque eu faço ? Boa Noite !
  12. E ai galera do growroom, a uns tempos atrás fui diagnosticado com transtorno de ansiedade generalizada(TAG), e então o médico receitou o remédio dieloft no caso sertralina 50mg, um tarja vermelha que acho que vou ter que tomar por uns 3 á 4 meses. Alguns amigos me dizem, "a mas o remédio para ansiedade é o beck", mas no meu caso o ele só aumente minha ansiedade, que no caso o fumo que temos aqui é o prensado que geralmente vem aquele prensado de marrom as vezes meio verde de má qualidade. Andei dando uma pesquisada por ai e vi que a maconha era pra ajudar com a ansiedade e não piorar o caso, então eu queria plantar algo natural e trocar esse remédio por um verde de qualidade ou pelo menos reduzir o remédio ou para o verdinho ajudar no tratamento. Gostaria uma strain que não precisa necessariamente ter alto teor de thc para ficar muito chapado, mas que tenha um um resultado no tratamento de ansiedade, creio que o cbd em maior quantidade ajuda nisso, mas não faço nem ideia de uma strain boa para isso. Deixo esse poste para debatermos sobre isso, creio que mais gente deve ter essa dúvida. Abraço galera, fiquem na paz.
  13. Macoheiro doido

    ANSIEDADE

    OPA BLZ PESSOAL SO BRUNO TENHO 19 ANOS COMECEI A FUMA CANNABIS COM 17 ANOS MAIS INFELISMENTE TENHO TENDO POBLEMA DE CRISES DE ANSIEADE TENHO CRIS DE ANSIEDADE ATE SEM FUMA ESTOU PROCURANDO AJUDA JA PASSEI PELO PSICOLOGA ESTOU ESPERANDO SAI UMA VAGA PRA MIM PASSA NA PSIQUIATRA EU JA TOMEI CLONAZEPAM MAIS NAO ME AJUDO MUITO JA FUI PARA NO HOSPITAL COM CRISES BEM ALTA. PRESSAO BEM ALTA TOMEI TREZ INJEÇAO FIKEI DOPADO POR UMA SEMANA COMECEI A CULTIVA CANNABIS COM SEMENTE DE PRENSADO E MEU PRIMEIRO CULTIVO TO SENTIDO MUITO MAL ESTOU SENTINDO MUITO taquicardia PRESSAO NA MINHA CABEÇA NAO TENHO CONTROLE DO MEU PENSAMENTOS ME SENTINDO UM LIXO ATE DEI UM TEMPO DE FUMA ESTOU 4 DIA SEM FUMA PARECE QUE CADA DIA QUE PASSA FIKO PIOR NAO CONSIGO DORMI DIREITO QRIA SABE SE VCS TEM UMA DICA FUMO PRENSADO . MINHA VÓ TEM POBLEMA DE ANSIEDADE SERA QUE PODE GENETICO EU FUMAVA ATE 3 BASEADOS POR DIA ME SENTIA MUITO BEM DO NADA FIKEI ZUADO JA TIVE POBLEMA COM CRISES DE ANSIEDADE ATE EU FIKA SABENDO QUE MACONHA AJUDA A DIMINUI A ANSIEDADE MAIS PRA ESSES DIA A CRISES VOLTARAM ESTOU DESPERADO NAO SEI OQ FAZE NAO FASSO NEM UM USO DE MEDICAMENTOS E QUANDO EU FUMO ME SINTO MAL JA FIZ VARIOS EXAMES GRAÇAS DEUS NAO TENHO NEM UM POBLEMA DE SAUDE
  14. Eai galera, queria saber se ja aconteceu com voces ou algum relato... ja vi topicos parecido e queria ajuda. bom primeiramente tenho 19 anos, fumo a 6 todos os dias, ja fumei dos mais top aos piores e nunca tive essas "bad", porem terça passada 28/4 peguei um prensado muito bom (ja fumei melhores, por isso estranhei) era umas 7 horas da noite, cheguei em casa comi e tomei um banho,meia noite um amigo chegou fumei um dele que era mediano e fumei dois desse meu, começei a me senti muito mal mas nem falei nada pra ele, aguardei ele ir embora aproximadamente uma hora da manha e fiquei piorando começo a acelera meu coraçao de mais, dai eu fiquei assustado com medo de morrer, medo que parasse o coraçao de tao rapido q tava, sentia uma angustia uma ansiedade, e um poco de falta de ar, sai a caminha na rua, nao adiantou nada, tava tao assustado que acordei a minha mae (ela sabe que eu fumo) e peguei o carro e fui pro pronto socorro chegando la ele viu os batimentos e estavam 124 p minutos, e a pressao normal, mas eu tava assustado, o enfermeiro falo q era cocaina q eu tava mentindo q maconha nao dava isso, nao acelerava, porem ele me deu diazepam na bunda, que é calmante, cheguei em casa agitado mas dormi, desde entao fico nessas bad pra fuma fumo pensando q vai acelera, e ja acelera, nao como esse dia, mas acelera, sei que é psicologico e tals, nao posso fuma pensando assim, mas nao consigo controlar. Entao hoje segunda dia 4/5 fui em um cardiologista e falei tudo isso pra ele, comentei que achava que poderia ser estresse da faculdade ou coleterol diabades essas coisas meio alto, ele ignorou tudo isso e falou que era por causa da maconha que eu tive uma "sindrome do panico" falo que se eu continua fumando vou ficar esquisofrenico, vou ficar assim pra sempre nao vo pode uma vida normal, me assustou de mais, marquei exame de sangue pra semana que ve enfim ando muito assustado ainda... ainda tenho essa erva boa e ando com muita vontade de fumar, eu ja usei outras coisas que mechem com o psicologico (lsd etc), e nunca senti isso ate entao me considerava forte pra essas coisas, fora o fato de fumar a anos, entao queria saber a opiniao de voces, se alguem ja teve isso se poderia me ajudar, eu to bem nervoso em relaçao a isso nao vejo minha vida sem a erva e creio que a maioria de voces tambem nao, entao me ajudem por favor, fico grato, desculpe os erros de portugues e se falei alguma besteira, me ajudem mesmo, tenham uma boa noite e muito obrigado a quem puder colaborar
  15. fjofelipe

    Ansiedade E A Maconha

    Olá galera, tudo bem com vocês? Sei que vocês já cansaram de ler tópicos sobre isso, só que eu preciso de uma ajudinha, se possível. Então, tudo começou no dia 15/10/14. Eu estava na casa de uma tia minha com minha namorada e de repente senti um enjoo. Pedi para que voltássemos para casa, pois se eu passasse mal, era melhor ficar em casa. Cheguei em casa e vomitei, estava sentindo um calor muito forte. Fui para o Posto de Saúde próximo para ver a minha pressão, pois suspeitava dela estar alta. Fui lá e mostrou 14 por 8. Cheguei em casa, tomei um suco de maracujá e deitei. Acordei e já me senti diferente, tudo transformado. Vou resumir os sintomas que tive durante do dia 15 até hoje. Senti taquicardia, pensamentos ansiosos... pensamentos futuros, como por exemplo que minha mãe irá morrer e o que eu farei da minha vida e isso me deixava ansioso e eu acabava vomitando. Tive um mês de agorafobia (medo de sair de casa e passar mal). Tive casos de só de ver minha namorada, ou só de pensar em saber que ela viria para casa eu começava a ter uma ansiedade grande! Já me dava sensação de vômito, e as vezes vomitava. Não sei o porque, mas acho que a presença dela me lembrava do enjoo que tive, onde tudo começou e acabava me deixando mal. Tive pensamentos que eu tinha câncer, acho que tive casos de hipocondria... fiz exames e tal, e ainda vou fazer outros, pois estão marcados. Fiz exame da tireoide e vou fazer um ultrassom da tireoide para ver se está tudo ok. As vezes me da umas tristezas, por eu estar assim... só de sentir o nó na gargante, que até hoje não saiu de mim! As vezes ele vem, mas sempre está por aqui. Isso deu uma reviravolta na minha vida, eu estava com pensamentos em estudar fora do estado de onde eu moro, pois moro no interior da Bahia e agora tenho medo de ir pra fora do estado. Minhas vontades se transformaram em medo. Mas então, o porque da maconha? Eu usei ela durante 03 meses mais ou menos, uso esporádico. Só que acabou me dando 02 crises de pânico, até que começou a ansiedade. Usava prensada, natural... na verdade quem vai saber se é realmente natural? Mas daí eu parei de vez. Eu queria uma ajuda na questão da ansiedade, será que eu uso indica para me ajudar? Mas a questão é... onde vou encontrá-la? Não posso plantá-la também. Por favor, desculpem a bagunça no texto, tá péssimo!! Eu sei, mas eu digitei isso agora... não separei nada, o que veio na cabeça eu digitei, obrigado!
  16. Boa noite a todos! Bom, acredito que sou mais uma da grande leva que aparecerá por aqui "pós-fantástico", mas espero que possam me ajudar e que eu também possa contribuir de alguma forma. Dei uma olhada nos tópicos e encontrei "pinceladas" em alguns deles que se assemelham ao "meu caso", mas, obviamente, somente um medico poderia me orientar corretamente, mas, e pra achar algum médico (assuma) que entenda do assunto (espero que haja algum aqui!)?! rsrs Vou tentar dar uma resumida e se alguém quiser/puder conversar mais, seja pra ajudar, pra desabafar, pra trocar figurinhas, etc, deve ter um jeitinho de falar em privado, né? rs Há algum tempo andei pesquisando sobre o uso medicinal da Cannabis e não vi um consenso sobre sua utilização na psiquiatria. Desisti de me aprofundar no assunto porque esse é (era?) um sonho distante demais. Da mesma forma desisti do consumo recreativo, pois acho que o prensado que se encontra por aí chega a ser perigoso para ser consumido, pelo menos no meu caso, e não conheço ninguém que plante. Eu tenho TPB (Transtorno de Personalidade Borderline), que é um distúrbio de humor. Tomo muitos remédios e preciso saber o que estou colocando no meu corpo. Preciso saber como aquilo vai me afetar. A quantidade de remédios que tomo não é normal. Os efeitos colaterais... Engordei 42kg, devo ter perdido de 70 a 80% do volume do meu cabelo, dentes todos cariados, a pele ficou horrível, a capacidade cognitiva foi pro espaço, depois do eletro-choque perdi TODA a memória, curto, longo e médio prazo... Há dez anos que não sei o que é dormir uma noite inteira. Gastrite, esofagite, anorexia... Também tomo remédio pro estômago, fígado, intestino, ovário policístico, colesterol, vitamina d, pra emagrecer, coração... Quanto mais remédio eu tomo, mais remédio tenho que tomar. Se eu pudesse substituir pelo menos parte disso por algo natural, que não agredisse meu corpo dessa forma... Vejo na Cannabis, em suas diferentes strains (é isso?), potencial pra me ajudar a dormir, pra diminuir a ansiedade, pra me dar ânimo, pra diminuir o pânico e a fobia social... Ao mesmo tempo, tenho medo de várias outras coisas, mas acho que se for uma planta indicada pra mim, não terei com o que me preocupar, Eu sou péssima em resumir e tenho milhões de dúvidas e desesperos e frustrações... Se alguém puder me dar uma luz, agradeço muito! Ah, sim, já tentei outras "terapias alternativas". Homeopatias, florais, etc, etc... Não faz nem cócegas. Beijos e desculpem por tomar o tempo de vocês.
  17. 09 de Março de 2014• 12h11 Maconha pode ajudar a diminuir ansiedade, diz estudo Diversas pesquisas já mostraram que a maconha pode trazer benefícios à saúde e a mais nova descoberta dos cientistas é que a droga pode ajudar a reduzir os níveis de ansiedade. As informações são do Daily Mail. Pesquisadores da Vanderbilt University, nos Estados Unidos, concluíram que a maconha é capaz de regular a ansiedade e também a forma como o corpo reage a ela. Os cientistas descobriram que existem receptores através dos quais a erva exerce seus efeitos em um centro emocional do cérebro. Estes receptores foram identificados em ratos na região das amígdalas, a parte do cérebro que ajuda a regular a ansiedade. O estudo, liderado por Sachin Patel, também mostrou, pela primeira vez, como as células nervosas desta parte do cérebro produzem e liberam seus próprios endocanabinoides, cujo sistema regula a ansiedade e a reação ao estresse, amortecendo os sinais no cérebro. Pesquisas anteriores mostravam que uma pessoa continuamente exposta ao estresse ou a um trauma emocional pode apresentar redução na produção de endocanabinoides naturais, o que resulta no aumento da ansiedade. O uso crônico da maconha, porém, pode, paradoxalmente, aumentar a ansiedade conforme reduz a eficiência dos receptores de canabinoide no cérebro, além de, eventualmente, levar ao vício. Esta descoberta também contradiz uma pesquisa anterior, que associou a droga à ansiedade, depressão, esquizofrenia e transtorno bipolar.
  18. Resumo: Objetivos: Revisar e descrever os estudos do constituinte não psicotomimético da Cannabis sativa, o canabidiol (CBD), como ansiolítico e discutir seus possíveis mecanismos de ação. Método: Os artigos selecionados para a presente revisão foram identificados por meio de busca eletrônica em inglês, português e espanhol nos bancos de dados ISI Web of Knowledge, SciELO, PubMed e PsycINFO e combinando os termos “canabidiol e ansiolíticos”,“canabidiol e semelhante ao ansiolítico” e “canabidiol e ansiedade”. Foramtambém revisadas as listas de referências dos artigos incluídos, de revisões da literaturae de capítulos de livro. Incluímos trabalhos experimentais em humanos e em animais, sem limite de tempo. Resultados: Estudos com modelos animais de ansiedade e envolvendo voluntários saudáveis sugerem claramente que o CBD possui efeitos ansiolíticos. Além disso, o CBD mostrou-se capaz de reduzir a ansiedade em pacientes com transtorno de ansiedade social. Conclusão: Futuros ensaios clínicos com pacientes portadores de diferentes transtornos de ansiedade, em especial pacientes com transtorno do pânico, obsessivo-compulsivo,ansiedade social e estresse pós-traumático, são oportunos. Além disso, ainda é necessário determinar a adequada faixa terapêutica do CBD e os exatos mecanismos envolvidos nessa ação ansiolítica. Estudos completos: http://www.scielo.br/pdf/rbp/v34s1/pt_v34s1a08.pdf
  19. Pessoal, primeiro vou dar uma previa da minha vida de "maconheiro" haha Comecei fumar CEDO, com 11 anos eu ja fumava um baseado, hoje tenho 17 anos! nesse meio tempo eu PAREI DE FUMAR Eu parei de fumar pois comecei me envolver com coisa errada, tipo cocaina tabaco ETC... parei de fumar tudo quando tinha 15 PARA 16 anos +- ... estou quase fazendo 18 agora ja no fim de ano! RESUMO: fumei dos 11 aos 15, parei pois na realidade tive PROBLEMAS GRAVES de transtorno de panico! eu ja tinha desde pequeno, com o uso de drogas, TIVE CRISES GRAVES, durante o efeito das drogas, agora fazem dois anos que estou limpo (TOMO APENAS CERVEJA E LEVO MINHA VIDA CONTROLADINHA)... Ja fiz eletrocardiograma, e lá NAO DIZ QUE EU TENHO PROBLEMA CARDIOVASCULAR NENHUM, ja tratei as crises de panico, as vezes eu ate tenho algumas crises MUITO PEQUENAS, controlo elas sem remedio algum ! ANO PASSADO DEI UM TAPINHA NA ERVA, EU E MINHA NAMORADA, FIQUEI CHAPADAO, FOI LEGAL! SEM NEUROSE! MASSS... preciso desesperadamente de um conselho dos MACACOS VELHOS do forum! To pensando em fumar outra vez um Beckzinho, DE LEVE, sem bolar xarutoes de 10 metros, quero fumar perninha de grilo pra dar um relax e refletir mais a fundo no meu psicologico, porque lembro vagamente de quando estava chapado, que eu ficava mais "pensante" com relação a assuntos que nao sao do dia-a-dia AI VAI A GRANDE QUESTAO!? Será que por já ter sofrido de crises de panico, e ja ter passado por quadros de saúde, suspeitos até de problemas no coração, será que nao seria ruim dar um tapinha na erva? como eu disse, ano passado fumei, foi maior trip! Mas mesmo assim queria a opiniao de mais de uma pessoa e que tambem tenha experiencia com BAD TRIP e essas coisas, fumar é pra relaxar, e nao pra ficar na neura, tenho receio de entrar numa neura e passar por situações completamente desconfortaveis sabem como ? e outra, nao vou ficar fumando diretao, vai ser uma perninha de grrilo de vez enquando, será que pode ocasionar alguma bad? me dêem a opiniao de vocês ai! vale ouro abraço