Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'TOC'.



More search options

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Cultivo
    • Informações Básicas
    • Solos e Substratos
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Encontrado 2 registros

  1. Boa tarde pessoal, sou novo no Grow! Antes de postar aqui no fórum, li vários tópicos a respeito da síndrome do pânico. Entretanto não obtive muitas respostas para a minha questão, então decidi ser direto logo de uma vez e tirar minhas dúvidas que tanto me incomodam. Por favor leiam até o fim, as questões principais estão no finalzinho! Antes de entrar na faculdade utilizei maconha por um curto período de tempo e em pouca quantidade, só por curiosidade mesmo. Depois de muitos meses que abandonei a causa tive alguns ataques de pânico, alguns fortes mas não algo que me levasse para o hospital, esperei passar e finalmente conseguia ficar tranquilo. Geralmente ocorria quando eu ia deitar ou quando estava pensando em questões existenciais. Iniciava uma agonia, e então o meu coração disparava por causa do meu estado de susto e pavor das sensações que eu estava sentindo, é algo difícil de explicar as sensações, achava que ia morrer, não sabia aonde eu estava. Hoje, depois de alguns meses esses ocorridos são muuito raros, ocorrem pouco, como nunca tive essas crises durante uma "brisa" queria saber, se um dia experimentasse de novo eu poderia ter uma onda muito ruim? Pelo que andei lendo o THC causa efeitos psicóticos, será que posso ter desenvolvido esses ataques porque já tenho uma pré-disposição? Uma pergunta importante em respeito a essas duas questões: Li muito sobre o Canabidiol (CBD), e pelo que entendi, ele causa as reações contrarias do THC, ele na verdade pode ser usado como medicação da síndrome do pânico, ansiedade, TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo), esquizofrenia e entre outras. Li muito sobre isso, e colocarei os link's abaixo. Se o CBD tiver realmente efeitos que possam tratar a minha síndrome e a de outras pessoas, então eu teria que conseguir autorização médica para o medicamento passar pela Anvisa? Li em um site de algumas especies de Cannabis que possuem alto/médio/pouco teor de CBD/THC (1:1, 2:1, até 20:1!), como seria por exemplos uma onda de uma espécie que possui 20% de CBD e menos de 0,5% de THC? como a Charlotte's Web, AVI-DEKEL, Harle-Tsu e entre outros tipos de Cannabis? Matérias que li sobre o CBD: https://pt.wikipedia.org/wiki/Canabidiol http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/04/anvisa-simplifica-importacao-de-canabidiol-por-pacientes-brasileiros.html http://www.tuasaude.com/canabidiol/ E entre outras matérias que possuem as mesmas conclusões... Link das espécies de Cannabis: http://maryjuana.com.br/2015/03/31/9-variedades-de-maconha-ricas-em-cbd/ Se possível gostaria de ser esclarecido, não sei se aqui no fórum possui alguém da área médica ou que já usou o CBD, mas utilizar as plantas descritas no link dariam que tipo de efeito? Obrigado, El Mariachi!
  2. Não vi por aqui ainda pessoal, e quis compartilhar com vocês. O vídeo é da ABC News, possui 8 minutos e relata a vida de crianças pré-adolescentes com desordem psiquiátrica que se tratam de maneira segura e eficaz com a Canábis Medicinal. Muitas pessoas que recorrem a medicina farmacêutica tradicional, e que não tem alívio de suas condições, poderiam desfrutar de mais saúde se pudessem ter a opção de produzir seu próprio medicamento ou comprar de uma "Dispensary" como é feito lá nos USA. Sou diagnosticado TDA sem hiperatividade e tive muitos prejuízos na passagem da infância para adolescência, e apesar de ser capaz como qualquer outro garoto comum da minha idade acabei perdendo vários anos produtivos da minha juventude por não conseguir me manter focado em nada, era um viajante eterno. Hoje tenho 37 anos, estou me tratando e buscando o prejuízo, ainda não achei a medicação certa no primeiro médico, mas vou marcar com outro. Também acabei desenvolvendo um Hipotireoidismo auto-imune(tireoidite de Hashimoto) que descobri a pouco tempo, e comecei o tratamento com o Synthroid. Enfim galera, quando vejo uma reportagem dessa na TV dos gringos, dá uma certa revolta em como ainda nem conseguimos conversar de maneira mais racional sobre o assunto por aqui no Brasil, e que dirá então discutir o acesso à erva por crianças. Mas como já é sabido há décadas, a MACONHA, CANÁBIS, ou como queira chamar é uma substância não tóxica, segura e de grande eficácia em tratamentos de ordem psiquiátrica, tanto em adultos como em crianças. Falei demais, foi mal o desabafo, fiquem com o vídeo e um grande abraço: **OBS: se alguém souber traduzir e colocar legendas, e tiver tempo,seria uma mão na roda.