Ir para conteúdo
Growroom

Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'Maconha'.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Avisos
    • Avisos
    • Bem Vindo ao Growroom
    • Blog
  • Outros temas relacionados
    • Notícias
    • Ativismo - Cannabis Livre
    • Segurança e Leis
    • Eventos e Competições
    • Cannabis e a Saúde
    • Cannabis Medicinal
    • Comportamento
    • Culinária
    • Artes, Filosofia, etc
  • Multimidia Cannabica
    • Galeria de Fotos
    • Galeria de Vídeos
  • Cultivo Medicinal
    • APEPI

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

  1. Post com intuito de ajudar, caso precise de ajuda/conselho não exite em me chamar por mensagem privada. Bom esse é meu primeiro post, resolvi criar uma conta especificamente para criar esse post e dar um alerta pra galera ou até mesmo ajudar quem tem/teve problemas similares. Acompanho o fórum a algum tempo e estou vendo muitos casos de problemas psíquicos, no qual eu também obtive por conta do uso da maconha, que serviu como gatilho. Bom, se você está com problemas, sentindo que a onda não passa, se sentido fora de si, angustia, medo constante (pânico), confusões mentais, paranoias, recomendo primeiramente que pare de ler tudo relacionado a isso na internet, pois isso só ira piorar e também que procure um psiquiatra o mais rápido possível, aceite que você precisa de ajuda, não espere ficar pior.. Quanto mais cedo você tratar disso, mais rápido sairá dessa. Hoje infelizmente não posso mais fumar, ultima vez que tentei fumar (a 3 dias atras) com apenas 2 tragos em 1 beck, tive uma crise que pensei que fosse a ultima(pensei que iria morrer), senti Despersonalização, Pânico e Ansiedade novamente; Vou contar a história pra que tudo fique mais claro. Fumo macohna des dos 15 anos, hoje com 17, no começo era só trip boa, risada, bem estar e tudo que atribui a uma good vibe. Porem, nos últimos tempos, estava tendo umas brisas bem "pesadas" apesar de fumar pouco, no máximo 1 fino,já conseguia viajar legal, ou melhor dizendo, bem mal... As brisas não eram como antes, quando fumava sentia que entrava em um filme, me tornava espectador da minha pessoa, havia dificuldade grande de raciocínio e motora também, quando misturava alchool e maconha era bad trip na certa,só pensava em coisas ruins, o quanto era imprestável, pensamentos do tipo " Para que tudo isso, se no final a gente morre?" Meu erro foi insistir em fumar, com pensamento de voltar ter as velhas e boas brisas do começo, porem, a coisa foi ficando cada vez pior, cada vez eu ia tendo brisas mais pesadas, era como isso fosse um sinal/aviso, mas só entendi quando já era tarde de mais. Fui em um festa, bebi, fumei, voltei me sentindo meio fora de si,foi ai que tudo começou, 2 dias depois a onda ainda não havia passado, me sentia estranho e eu pensei,"deve ser só algo da minha cabeça, ta tudo normal" e la vai eu fumar de novo... Encontrei uns amigos e acendemos um, de começo foi só risada, mas sentia que minha cabeça estava destorcendo tudo, foi a brisa mais louca e ruim que tive na minha vida, era como se tudo fosse mentira e estivesse em um filme e alguém tivesse dando play e pause no mesmo. Só percebi o quanto nada disso era engraçado quando cheguei em casa e vi que a brisa que não passava e havia se intensificado, minha cabeça estava rodando, eu sentia angustia, despersonalização e medo, muito medo com medo de ficar daquele jeito para sempre. Tive a ideia de tentar dormir para ver se isso passava, tudo que eu mais queria era acordar no outro dia normal, mas isso só piorou, ao deitar,minha cabeça começou a rodar em sentimentos e pensamentos horríveis, foi ai que surtei, tive minha primeira crise de pânico, sai correndo pro banheiro lavei meu rosto e tentei me acalmar, comecei a ler coisas na internet e fiquei pior ainda, com medo de ser algo ruim permanente, por isso recomendo que não leiam essas bostas, só serviu para intensificar os pensamentos ruins. Depois desse dia não conseguia mais dormir, entrei em conflito com o tempo e comecei a agonizar mentalmente, só conseguia ter pensamentos ruins, fiquei 5 dias sem dormir pensando em merda, minha mente não me deixava em paz sequer 1 segundo, ficava o dia todo deitado chorando, não ia pra escola, nem trabalho e tambem nem tinha contado para minha familia, até que eles perceberam que havia algo de errado comigo e conseguiram me levar ao um psicologo que me encaminhou a um psiquiatra, logo então fui diagnosticado com tudo que contem no titulo, sim, Despersonalização,Ansiedade,Depressão Aguda e Síndrome do Pânico, foda né? Fiquei aproximadamente 2 meses nessa "onda" ruim, até me sentir um pouco melhor, hoje faço terapia psicológica e estou sendo medicado com Paroxetina, consigo dormir e ter mais controle do meu pensamento ( coisa que havia se tornado impossível). As vezes sinto sensações ruins, como agora enquanto escrevo esse texto, mas é algo que estou aprendendo a lidar, aos poucos vou tomando controle de mim, já vejo uma boa melhora mas acabei regredindo um pouco como dito acima quando decidi fumar novamente e senti tudo novamente, me arrependo profundamente. Infelizmente isso foi o que a maconha despertou em mim, até então nunca tinha dando sinais de loucura, pânico, depressão, era uma pessoa normal feliz que, infelizmente não teve sorte com o psicoativo.Nunca imaginaria que a maconha pudesse fazer isso comigo e até mesmo tirava sarro de quem falava que ela podia sim, trazer efeitos negativos em pessoas com pré-disposição a transtornos mentais, mas também eu nem imaginava que eu era vulnerável, em toda minha vida a erva foi a unica coisa que usei, nunca cheguei perto de doce nem nada semelhante. Se você passa/passou por isso, saiba que nenhuma dor é eterna, tudo é fase, tudo passa, esteja ciente disso sempre, eu mesmo no ápice da depressão, pensei em me suicidar, não por ser fraco, mas por ser algo realmente insuportável. Tudo isso aconteceu a pouco mais de 5 meses. Que isso sirva de ajuda para alguém e de conhecimento para outros. Que Jah os abençoe
  2. Aí eu queria contar um relato meu que eu passei um tempo atrás, não sei se foi a maconha que causou minha psicose diretamente ou se foi conjuntos que eu estava passando por uma fase difícil e por (traumas passados, isso era o motivo da paranóia) , eu tive isso e fiquei mais ou menos 1 mês com paranóia ansiedade e Pânico, achava que alguém queria me matar e achava que sempre tinha alguém me perseguindo mas isso por conta do trauma, de fora não tinha nenhuma outra paranóia era apenas pelo trauma e eu tava tomando rispiridona, fiquei uns 3 meses tomando o remédio aí parei fiquei suave, e quando eu tava fumando eu n sentia fome, não entendi essa de falta de apetite, mas eu estava abusando, fumando pra krl, eu fiquei desnutrido eu acredito que eu tava com uma sativona ou tinha outra coisa no meu pren(outra droga) não sei se teria como eu perceber se tinha algo mas tinha gosto e cheiro de erva e eu ficava bem elétrico, fiquei sem dormir uns 2 ou 3 dias se dormi eu dormia um pouco e já acordava e ia fumar, acredito que não tinha muito cbd pq não causava relaxamento, fiquei umas 2 semanas fumando dessa erva e depois comecei a abusar aí que tive o surto, eu fumei uma vez depois disso e foi suave, uma brisa boa, fumei um pren mas não fumei muito( a erva que eu tava fumando quando eu tive o surto era diferente era uma brisa bem estimulante mas não curti, a brisa das outras erva que eu fumava sempre foi mais suave tipo eu ficava de boa batia uma larica escutava uma música, essa aí eu n conseguia parar quieto) e depois do surto fiquei um pouco depressivo não tinha ânimo pra nada aí comecei a fazer academia e fiquei 100% e tô assim até hoje e bebo uns gole nós final de semana, alguém aí tem um relato parecido? Fala pra nois aí. Se eu voltar a fumar posso surtar de novo ou isso vai depender do meu estado de mente e espírito? O que vocês acham? Fiquem na Paz ✌️
  3. Olá familia Growroom, Venho humildemente apresentar meu canal, trago soluções barata$ e a minha luta contra o trafico plantando em casa ! Aqui está meu primeiro video "mal" editado por mim. Simples mas ta ai a minha realidade Abraços e muita paz! https://www.youtube.com/channel/UC6bUWycuWV39llF1ANf62MQ
  4. Bom tem pouco tempo que fumo maconha uns 9 meses,e nao fumo todo dia,smp fumo uma vez no mês com os amigos,mas sempre quando da fumo mais vezes.. No dia 30/01 peguei uma quantia mais que a normal pra fumar com os amigos,queimei um beck no dia seguinte,até ai td bem,resolvi esperar um pouco ate queimar os outros ai no dia 3/02 queimei outro com meus amigos,eramos 4 agnt queimo de tarde,a brisa bateu forte mas ate ai nada demais,fui embora e a noite ja tava dboa... Ai fiquei 1 dia dboa normal,ai na quinta feira (um dia depois que eu fumei),na madrugada de quinta pra sexta,(5/02)por volta de 2:00 da manha fumei o ultimo que estava aqui,queimei ele no bong mas nem fumei tudo,fumei so a metade dele,pq a brisa bateu rapido e bateu forte,ate ai normal,larikei,tomei um banho,fui durmir... Quando acordo na sexta feira eu tava me sentindo chapado,muito lento mas nao tava viajando,era como se eu tivesse normal soq me sentindo chapado,lento,as vezes esquecia tudo,ai fiquei dboa,achei que poderia ser que eu tinha fumado de madrugada,chegou sexta a noite pensei assim(vou durmir que amanha ja to dboa),ai acordo no sabado,e nada! continuo chapado do msm jeito kkkk e hj ja é domingo,to com sensação de estar chapado desde o dia 5/02...Vi na internet que poderia ser que eu fumei demais mas nem fumei tanto assim... Gostaria de saber se isso é normal,quanto tempo pode durar essa sensação, e se eu posso fumar um,ou isso pode proolongar essa sensação kkk pois essa semana ja começa as aulas kkk ai é osso
  5. Só o "chá" salva! O deputado Jared Polis, eleito deputado pelo Colorado, criticou a falta de criatividade e a ortodoxia do presidente Barack Obama. Polis afirma que tem a fórmula ideal para aumentar as entradas fiscais sem assaltar o bolso do norte-americano. Chega de o contribuinte se sacrificar quando outras fontes existem para arrecadação, ressaltou Polis. Perguntado sobre a existência de porta de saída para a crise econômica norte-americana, Polis sustentou que o “pôquer on-line” e a “legalização da maconha”, devidamente tributadas, representam solução ideal, pois sem sacrifício para o cidadão. Segundo Polis, só a tributação do jogo on-line aportaria aos cofres públicos bem mais de US$ 42 bilhões em dez anos. Para Polis, trata-se de “uma fórmula para aumentar as entradas sem aumentar os tributos em geral”. As mesas verdes on-line, com provedores instalados em paraísos fiscais, faturam um dinheirão com o jogador virtual e o cartão de crédito é usado nas vertentes “débito” e “crédito”. Para se ter ideia, um levantamento recente na Itália – onde 20% da população está na faixa acima dos 65 anos de idade – mostrou que, em 15 dias (a contar de 18 de julho passado) de jogatina on-line, o movimento foi de 350 milhões de euros. E trata-se de pôquer na versão “cash”, ou seja, com dinheiro durante todo o jogo. Com relação à liberação do uso da maconha, o deputado democrático Jared Polis não tem uma estimativa de quanto seria a arrecadação. E esqueceu de dizer se a tributação seria apenas para uso lúdico (recreativo), ficando fora o uso medicinal. Também nada disse sobre imposto de valor agregado (iva) em áreas de cultivo não-residencial. PANO RÁPIDO. Jared Polis suplanta, em termos de se apropriar de bandeiras alheias como próprias, o brasileiro Fernando Henrique Cardoso, que ainda não pensou na jogatina virtual, que também vicia. Wálter Fanganiello Maierovitch
  6. Thespecialist

    Ansiedade x Maconha

    Bom dia a todos, Sou novo aqui no fórum e venho aqui descrever o meu relato com a maconha para que pessoas que estejam sofrendo do mesmo transtorno consigam algumas respostas que procuram! Fumo maconha diariamente desde os 19 anos, hoje estou com 23. Eu nunca tive problema algum em fumar, sempre tive uma brisa muito boa e nada demais nunca aconteceu. Mas antes de falar disso, vou voltar no tempo. Em 2013, eu tomei um ecstasy e tive uma viagem muito ruim, muito ruim mesmo. No dia seguinte disso, fiquei mal, ruim da cabeça, tive transtornos de ansiedade que eu nunca tive e isso mudou minha vida. Procurei o auxilio de um profissional (Psicologo, psiquiatra) eu estava com crises de ansiedade e crises de pânico, devido ao uso do ecstasy, desencadeou tudo isso que descrevi, sendo que eu nunca tive. Foi uma fase ruim da minha vida. Mas tive um acompanhamento de 6 meses com esse psicologo, utilizando a medicação LexaPro (antidepressivo fraco) depois desses 6 meses, nunca mais tive uma crise ou algo parecido, fiquei bem. Porém, suspendi o uso de ecstasy ou sintéticos relacionados e não uso desde então. Nesse ano de 2017, fumando meu baseado de todo dia, aquele no final do dia, depois de trabalhar, ir pra faculdade, sempre fumo no final do dia, quando não tenho mais nada pra fazer. Nesse ano, comecei a ter alguns episódios de "Bad trips" em algumas vezes que fumei. Ex: Comecei a ter uma sensação de desmaio, sensação de que iria morrer, coração palpitando, mas nunca passou de algo preocupante, quando eu tinha, durava alguns minutos e logo passava. Resolvi então, depois de alguns relatos que li aqui no fórum, diminuir a dose, eu passei a fumar metade da quantidade que eu fumava por baseado, ocorreram algumas vezes o episódio e algumas vezes apenas tive uma brisa boa. Porém a 1 mês atrás, fui pra praia em final de semana, com meus amigos, namorada, puta final de semana gostoso e apenas pensamentos bons! Enquanto minha namorada dormia e meus amigos estavam bebendo, PS: eu não bebo. Eu resolvi fazer 1, com uma quantidade normal, a quantidade que eu fumava depois de ter esses episódios, consideravelmente pouco. Depois de fumar, fiquei numa brisa boa por algum tempo, porém depois de um tempo, desencadeou na maior crise de pânico que eu já tive. Eu jurava que eu ia morrer, eu sentia que eu ia apagar a qualquer momento, eu puxava o ar e não via, fica hiperventilando, com sensação de que alguma hora iria cortar o ar, meu coração estava saindo pela boca, eu jurava que era o fim. Esperei um tempo pra ver se ia passar, mas passou 1h e não passou e só foi piorando, então acordei minha namorada e falei que queria ir para o hospital, pois eu achava que estava infartando. Fui ao PS, chegando lá tiraram minha pressão que estava um pouco elevada (16 por alguma coisa) não lembro, e logo fizeram um eletrocardiograma. Que resultou em que? absolutamente nada, coração normal, apenas um pouco descompassado. Após isso, eu me tranquilizei e a sensação ruim, foi passando. Depois disso, no dia seguinte, resolvi não fumar, pois não queria passar por aquilo de novo. E mesmo assim, mesmo sóbrio, tive mais 2 crises de pânico naquele dia. Crises pequenas, fiquei apenas hiperventilando, com sensação de desmaio e com o ar curto. Depois disso, eu vi que a Maconha estava me trazendo de volta a minha ansiedade e desencadeando esses ataques. Mesmo que depois de muito tempo. Voltei no psicologo e estava diagnosticado com Crise de panico de novo. Voltei com a medicação e hoje estou há mais de um mês sem fumar e me medicando e nunca mais tive qualquer princípio de ansiedade. Infelizmente, eu acredito que vou parar definitivamente de fumar, ou pelo menos dar um grande tempo com isso, alguns anos e por aí vai. A maconha ou qualquer outro tipo de droga, se você tem pré disposição de ter alguns transtorno mental, ela vai desencadear isso, alguma hora ou outra. Não tem santo que te salve, ela VAI desencadear isso, é questão de tempo. E acredito que meu corpo transbordou e meu deu um aviso pra eu parar antes que algo pior aconteça, parei, me consultei e hoje estou bem. Sinto muita falta obvio, porque eu amo fumar e amava a brisa, fumar com minha namorada, o sexo chapado, as aventuras eram demais, mas eu tive que parar por conta disso e pretendo continuar assim, porque só quem já teve uma crise de panico pesada sabe o que é passar por isso, é a pior sensação do mundo, fora de controle. Eu espero que tenha esclarecido algumas dúvidas de algumas pessoas que estão passando por isso. Não tente achar que continuar fumando mesmo que pouco vai te dar certo porque não vai, pra algumas pessoas talvez sim porque cada organismo é diferente do outro, mas não conte com a sorte. Se você tiver sofrendo disso, antes que você chegue no auge da crise, pare, repense e fique um tempo sem, porque saúde é tudo, principalmente saúde mental que é tudo na nossa vida. Eu já conheci pessoas que passaram por isso e tiveram que parar. Obrigado a todos por me ouvirem! Espero que tenha ajudado alguém! Um grande abraço a todos amigos!
  7. Olá, estou passando por uma experiência muito negativa com a maconha e preciso de ajuda não uso com frequência, devo ter usado umas 10 vezes no máximo mas essa semana eu e meu namorado resolvemos fumar, estávamos no quarto dele que é bem fechado e bolamos um beck “grande” não era um fininho. No começo da onda tava tudo bem, tive uma crise de riso q eu não conseguia me controlar de tanto q eu ria porém, em uns 5 minutos a crise de risada começou a virar uma dor muito forte no peito parecia q eu ia infartar e meu coração ia sair pra fora do peito, comecei a me desesperar é só piorava jurei q fosse morrer, bebi uma água tentei me acalmar mas então decidimos pedir um uber e ir pro upa (meu namorado tbm estava com mal estar porém n sentia essa dor no peito só o coração acelerado) tive uma bad trip daquelas, músculos do corpo inteiro contraindo, tremedeira, dormência q estava toda hr em um lugar, fora a tontura, fraqueza, parecia q estava tudo em câmera lenta, e tbm via tudo em quadros como se a mesma coisa estivesse acontecendo dnv e dnv, foi barra, chegando lá eu fiz um eletrocardiograma e deu tudo normal, voltei pra casa. Porém desde então eu venho tendo alguns sintomas estranhos já fazem 5 dias q isso aconteceu porém a dor no peito a dormência q as vezes fica nos braços ou nas pernas, me sinto fraca, meu corpo todo dói, sem falar q fico pensando demais é isso só acaba piorando, já fiz uns 3 eletros, já fiz raio x do tórax e até então tudo normal, porém não aguento mais sentir isso, fico tendo uns comportamentos repetitivos tipo ficar mexendo a perna, inquieta msm e só queria saber se é normal sentir isso por tanto tempo. O que mais vem me perturbando é a dor no peito q cada hr está em um lugar sinto tbm alguns tremores as vezes enfim TODA BICHADA KKK e eu ainda fico pesquisando os sintomas q eu tenho (o que não ajuda nenhum pouco) alguém q já tenha passado por isso?? Quando isso vai passar? Ou o que eu posso fazer pra acabar com isso. Sério já cheguei a chorar pq n aguento mais!! obs: meu namorado tbm teve a bad só q ele já está bem e eu ainda estou nessa
  8. Visitante

    Tremedeira Logo Após O Uso Da Maconha

    Salve, ontem a noite logo após fuma um fino e bate uma (hehe) me bateu uma tremedeira fudida que não conseguia me mover, boca ficou extramamente seca e comecei a ver "coisas" (vultos e etc). Alguém pode me diz o que pode te me levado a isso? Será da maconha ou pisco?
  9. Eu fumava maconha desde os 16 e atualmente tenho 22, mas não era usuária, fumava de vez em quando e um pouco apenas para ficar alegre ou leve. Eu tinha experimentado papel uma vez, mas não me causou nada demais e tinha vontade de experimentar novamente, no começo desse ano, o momento chegou e resolvi dropar um papel, só que eu dropei uma quantidade muito grande, segundo a minha amiga. Na hora só estava eu e meu namorado no quarto e o que eu senti, nunca aconteceu antes: a famosa “bad trip”. No começo era como se tudo que eu tivesse vivido fosse uma mentira, depois eu literalmente senti que morri e tava no meu pós vida, eu não conseguia falar nada, as coisas ficavam em loop, depois em câmara lenta, teve uma hora que senti que se abrisse a porta do meu quarto seria a porta para entrar no inferno, enfim realmente eu nunca tinha sentido nada igual então me deixei levar pela bad, acho que nesse dia fui até a última camada da minha mente, foi horrível, mas por estar com meu namorado e minha amiga depois chegou para ajudar, então consegui sair da bad. Beleza, vida que segue. Falei que nunca mais iria usar papel. Depois de um mês, fumei um baseado, mas foi bem pouco mesmo e “pá” entrei na bad trip de novo, dessa vez foi menos intensa, apesar de eu estar em um ambiente onde eu só conhecia minha amiga, eu já tinha noção que tudo que acontecia era coisa da minha cabeça e ao invés de ficar trancada dentro da casa que me causava um pouco de pânico, a gente saia para eu espairecer o que me ajudava a ficar “sã”. Enfim, na primeira vez que aconteceu isso, eu superei, era como se nada tivesse acontecido, mas na segunda bad apesar de ter sido mais “tranquila”, eu não consigo “superar” vez ou outra fico pensando nisso, e isso foi em fevereiro, eu tento desviar meu pensamento quando acontece mas sempre vem as lembranças. Inclusive teve um dia que eu não tinha fumado, nem bebido nada, e simplesmente eu senti como se estivesse entrando na bad. Foi muito do nada, acho que durou uns 3 minutos, fiquei dizendo a mim mesma que era coisa da minha cabeça, que tava tudo normal, mas parecia muuuito um começo de bad trip. Foi muito estranho, porque realmente era um dia comum e eu não tinha usado nada, isso que vem me assustado... Talvez, por pensar demais está me causando algum tipo de transtorno/trauma... Minha bad vem muuuito visual e sonora, então por mais que eu tente me concentrar tá tudo distorcido, voz, pessoas, olhares, etc então, por mais que eu tente manter a calma é difícil porque tudo ao meu redor tá distorcido. Resolvi então ler sobre os sintomas pós-bad trip, encontrei esse site e resolvi contar minha experiência para vocês.
  10. Dale rapaziada, parei de fumar faz quase um ano as vezes eu dava um 2 enfim, quando voltei a usar percebi que não me sentia bem na presença de pessoas (estranhos, amigos e familiares) o que era novo para mim pois smp curtia a onda com a galera tranquilo, percebi que qndo fumava sozinho em casa eu ficava tranquilo bem dboa, sou ex dependente químico de cocaína estou as 2 anos limpo no começo a maconha fazia diferença no meu tratamento por prefirir ela do q o álcool, ela me manteve bem durante o primeiro ano dps fui parando por conta dessa "paranóia" só vim fazer um relato e saber se alguém mais ja passou por isso... Vlw galera, forte abraço
  11. Tei_

    Cannabis em Portugal

    Boa noite pra todos Me mudei pra Portugal recentemente, antes morava no Rio de Janeiro, e conhecia todos os meus direitos como usuário por lá. Como acabei de chegar em portugal, queria saber até onde vão meus direitos como usuário e se eu posso plantar em casa ou conseguir algum tipo de receita médica. como ainda não tenho amigos que também fumam aqui em almada não tenho muita fonte de informação sobre esses assuntos por aqui. Sem falar que aqui todo mundo fuma mas tem uma galera meio cabeça fechada. é isto galera, obrigado
  12. felipkkkjk

    O que fazer?

    Eu sempre fumei maconha, mas a minha namorada nunca tinha fumado antes, conversamos sobre isso e ela decidiu experimentar, tudo lindo perfeito, a primeira vez foi na praia, só eu e ela, mas não aconteceu absolutamente nada, nenhum efeito corporal ou mental, absolutamente nada. Justamente por eu ter passado por isso na primeira vez que eu fumei, eu não estranhei nem nada, só expliquei que é perfeitamente normal e que talvez nas próximas vezes bate normal, mas ela já tentou cerca de cinco ou seis vezes e nunca aconteceu nem um traço de "tô ficando meio chapada". A gente já tentou com flor e prensado e não teve efeito nenhum, normalmente a gente fuma um cigarro inteiro, as vezes dois, mas nunca resulta em nada, e isso é extremamente decepcionante pra ela, porque ela sempre associou o efeito com uma coisa incrível. Alguém tem ideia do que fazer pra dar certo? A gente tava pensando em fazer um brisadeiro ou tentar de novo com uma planta melhor. OBS: Ela tá tragando certo.
  13. Oi galera, eu estive pesquisando mas nao achei, uma receita prontinha dada de mão beijada, então como um bom maconheiro, fiz minhas pesquisas e vou disponibiliza-la aqui para vocês, testei ontem a alquimia, e hoje comi no cafe da manha, a cerca de 30 minutos, ainda no effects haha, mas o cheiro e a cara estao maravilhosos, entao acho que vai dar certo! A ''receita'' foi escrita por mim, mas todas as valiosas informações já estavam aqui no Growroom, apenas fiz o compilation..... Segura: Receita Óleo De Cocanabbico Colocar 1/4 de Cannabis para 1/1 de Óleo de Coco (10g dichavado /40g- aprox. 3 colheres de sopa- é uma boa medida) em uma panela cheia de água e deixar ferver por 2h 30min. A água em ebulição não passa dos 100“c, assim não se perde o Δ-9-tetrahidrocanabinol (THC) cujo ponto de ebulição é 157ºC / 314.6ºF, e também atinge a temperatura e tempo necessárias para descarboxilação do THCA em THC. (Tabela Descarboxilação: https://www.growroom.net/board/uploads/gallery_80863_11393_134856.jpg) Deixar a mistura esfriar um pouco para fazer a coagem. Jogue o liquido através de uma peneira para separar o resto da maconha do extrato de óleo de coco misturado com água. Esprema a maconha o máximo que puder, até sair a última gota de o líquido amarelo-esverdeado. Coloque no freezer o conteúdo filtrado em um recipiente, de preferência em um pote comprido e fino, para que facilite a separação quando estiver congelado. O óleo de coco canabico estará no topo grudado com a água congelada. Utilize uma faca se preciso, com cuidado, para separar o óleo do gelo. Leve seu óleo de coco canabico para a geladeira. Utilize quando desejar
  14. Eai galera sou Fernando Da Silva sou jovem de 21 anos com canal no YouTube de maconha chamado maconheiro de direita tem um salve la, então galera éo seguinte acho q a maconha está me matando ou fazendo muito mal Tudo começou quando fui carregar móveis dps de dar umas bongadas, dps de fazer a mudança meu coração acelerou demais fazendo com q eu ficasse pálido e com calafrios lembro q fiquei horas sentado com coração acelerado foi horrível Agr ultimamente quando fumo acontece pior logo o coração acelera demais e agr com fortes dores no peito irradiando para o braço esquerdo, O detalhe é q eu nem consegui terminar um finho nem era vela Enfim fui no SUS, fiz o exame de eletro, exame de sangue, e raio X no peito. Fiquei horas no SUS pra o medico dizer q n tenho nada e pode ser ansiedade. Aff sai de lá puto pq acho q n tenho ansiedade Resumindo a cada vez q eu fumar sempre bate essa brisa do coração acelerado já deu umas 6 vezes em curto espaço de tempo, é a coisa mais horrível q um maconheiro pode presenciar. Lembrando que eu ja fumo na baga a uns 2 anos Oq será que pode ser? Será q uma hora pode dar infarto? Nunca mais vou poder fumar maconha? É foda q lá pra cá n consigo mais relaxar com a maconha ? Algum macaco velho aí de experiência pra dar uma luz?
  15. Fiz uma cirurgia grande (gastroplastia), com anestesia geral, fumei até 15 horas antes do procedimento. Não comentei com meu médico nem com anestesista que sou hard user de cannabis (fumo em torno de 4 a 5 becks, tendo aumentos nos finais de semana) por medo de preconceito deles, da possibilidade de desistirem, mas recomendo que conversem sobre o assunto para minimizar possíveis problemas. Operei dia 7, tive alta dia 9 e dia 10 já estava fumando. Porém tem um detalhe: Preocupada com a redução de danos meu marido adquiriu uma vaporizador cerca de 40 dias antes de operar. Então não fumei exatamente, vaporizei. Acredito que tem me ajudado muito porque sabemos dos malefícios da fumaça principalmente na cicatrização, oxigenação e no meu caso, não posso tossir no pós operatório. Também tem me ajudado pois diminui meus enjoôs, me auxiliando a ingerir as quantidades recomendadas, que mesmo sendo mínimas, dão trabalho. Porém recomendo cautela com a "larica" pois não se pode comer nada que não esteja liberado, nem aumentar a quantidade ou comer rápido.
  16. Dae rapaziada, tô com um seguinte problema, eu quanto estou bem tranquilo fumo um Beck, mas isso é muito difícil, geralmente de 3 em 3 meses que eu resolvo acender um, semana passada foi um desses dias, dei uns 2 em um baseado chapei e apaguei, infelizmente recebi um certo aviso de suspeita de covid e terei que fazer o teste de nariz, atravéz desse teste é possível rodar com cannabis ? Não sou usuário e fumo de tempos em tempos mas fiquei meio preocupado com esse teste, me ajudem se possível !
  17. Galera, to pensando em ficar um tempo sem fumar um pois é uma coisa que quero testar e também espero sentir aquela onda foda do caralho de novo. Não fumo com frequência mas aquela primeira onda a gente não esquece. Alguém já pensou sobre isso, já tentaram, o que acharam?
  18. Boa tarde growers! Estava morando no Canadá, e comecei a fumar erva lá, mas lá em cima só encontrava bud das boas. Voltando para o Brasil, me encontro num cenário onde o mercado gira entorno do prensado. Odeio comprar de traficantes, mas por enquanto é o que há, pois ainda não tenho condições (entenda-se lugar e investimento) para plantar minha própria medicina. Tenho um equipamento relativamente bom, um bong de 20cm mais ou menos e um dichavador com camara para coletar kief. Porém, fiquei sabendo que o melhor jeito de fumar o prensado era "curando-o" (eu fervo a água a uns 80 graus, deixo a maconha de molho por um tempo, e algumas budzinhas saem de lá, tiro a água suja e deixo a erva secando para só depois fumar) notei porém que os cristais somem, e não sei se estou secando ela da menor maneira (se alguém fizer esse processo me avisem a melhor forma de seca-la). Sempre tentando dichavá-la, eu percebi que não estava me dando kief algum. Semana passada experimentei fumar o prensado direto, sem curar ela dessa maneira que estava fazendo. Notei que ela começou a me dar algum kief, ainda não acumulei o suficiente, mas com certeza estou vendo alguns pólens na camara de baixo de grinder. Também ela queimou muito melhor, mas o tapa doeu bem mais também (suspeito que isso não seja muito favoravel a minha saúde), foi bem menos suave. Sobre a brisa, senti mais euforia, curando eu só me sinto chapado, muito relaxado e bem sonolento. Gostaria de então pedir a opinião a vocês que devem ter mais experiencia do que eu nesse ramo. Se vocês fumam do prensado, como fazem? Vocês curam ela? Fumam do jeito que vem? Me deem dicas para aproveitar o máximo a erva que é vendida aqui no Brasil. É duro ter esse contraste, fumando do bom e do melhor no Canadá e chegar aqui ter que fumar essa porcaria sem qualidade que contém aditivos suspeitos... Mas é o que eu tenho por enquanto. Paz!
  19. Sempre fumei com um amigo q o irmão descolava a ganja em quantidade, mas esse amigo se mudou Nunca fui numa boca e nem sei onde tem uma, n conheço mais ngm q fuma tem algum jeito de eu descobrir onde ficam as biqueiras da minha cidade? PS: n moro perto de favela ou algum lugar q seja muito obvio, oq mais se aproxima são as praias
  20. OI AMORESSSS essa é minha primeira vez postando algo no fórum do growroom mas eu sempre li as coisas por aqui pra me informar rsrsrs a questão galera é a seguinte: sou mulher, branca, tenho 19 anos e todos os anos costumo viajar para a argentina (pq sou de lá mas moro aqui) e sempre levo uma de 5 ou 10 ( o suficiente pra fazer 3 ou 4 beckzinhos), maaaas a última vez que viajei foi no ano de 2017, passei pela colombia, aruba e argentina em janeiro e não pegaram nada (eu levava na calcinha, embaixo do absorvente -que obviamente eu n estava menstruada-). Eu era menor de idade (burra) e me recordo que pelo menos no galeão e em ezeiza o procedimento de segurança era o seguinte: passar pelo detector de metal, deixar a bolsa de mão pra passar pelo raio-x, aí as vezes eles passavam aquele detector que apita também. Tem uma cabine de raio-x corporal mas que nunca vi ninguém passando nela mas sei que as pessoas são selecionadas de forma aleatória. (Isso em ambos os aeroportos) Então, minha dúvida é: vocês sabem se o procedimento de segurança se expandiu pro raio-x corporal pra todos ao invés de aleatoriamente???. Vocês acham que não devo levar nem umazinha de 5???? Preciso de uma orientação kkkkkk desde já agradeço vcs anjos maconheiros ❤️😍❤️
  21. Galera, to indo pra expo no Uruguai e queria levar 10g pra não chegar lá na saga... só que to em choque por ser voo internacional e não saber qual o melhor jeito de levar.. vcs podem me ajudar? Obrigada 😊
  22. Olá a todos, hoje vou passar uma pequena receita cannabica para todos vocês. Bolo de Caneca Cannabico • Ingredientes -1 Ovo -4 Colheres de Leite -3 Colheres de Açúcar -1 Colher de Manteiga/Margarina -Maconha -3 Colheres de Achocolatado -4 Colheres de Farinha de Trigo -1/2 Colher de Chá de Fermento em Pó -1 Barrinha de Chocolate em Barras (opcional) • Modo de preparo Primeiramente, leve a manteiga/margarina ao fogo junto com a maconha no banho maria, depois de que extrair toda a maconha, pegue tudo e coe em algum recipiente. Pegue sua caneca e coloque o ovo, bater nele com o garfo até ficar tudo "amarelo", jogue o leite e depois a manteiga com maconha, misturar bem, jogue os ingredientes secos, açúcar, achocolatado, farinha de trigo e o fermento, misture bem até ficar em ponto de bolo. Pegue a barrinha de chocolate e coloque no dentro da caneca (opcional). Pegue a caneca com tudo pronto e leve ao microondas por 3 minutos. OBS¹: A quantidade de maconha varia de acordo com a experiencia requerida, pode colocar de 5cão até o quanto preferir. OBS²: Se estiver muito grosso a massa coloque um pouco de leite, se estiver muito "molhado" coloque mais farinha. OBS³: Use canecas acima de 350ml A foto é um exemplo da colherzinha de fermento, caso alguém n entenda!!!
  23. Fala galera, blz? sou novo aqui no forum e cadastrei pq preciso de informações. Em maio de 2018, eu e mais dois amigos tinhamos acabado de sair da faculdade e fomos pegos fumando maconha no carro, a gnt tinha acabado de fumar o beck e a policia chegou. Mandaram sair do carro, aquele enquadro padrao, perguntaram se tinha mais e disseram q nao tinha (eu nao sabia q tinha mais), ai acharam no porta luvas do carro dois potes, q ao todo continham no máximo 4-5 g de maconha dichavada. Fomos conduzidos ao batalhao onde foi feito o bo e nele constava tráfico de drogas, embora no historico estava claro q a gnt tava consumindo a droga. Apreenderam nossos celulares, dois dichavadores e sedas e 95 reais, 80 sacados por um amigo meu horas antes e 15 de outro.(puta erro de principiante, erro de vacilão msm estar com essas coisas). Aí fomos conduzidos à civil onde passamos a noite na cadeia. Dps fomos liberados e assinamos um papel de compromisso pra prestar esclarecimentos ao forum e fomos liberados. Depois fomos à civil prestar depoimento para liberar o carro q tinha ido ao patio e pegar os celulares. Um dos amigos assumiu o bo dizendo q a droga era toda dele e foi feito um tco. Um dos policiais civis, ao conduzir a gnt para o escrivao, falou q era pra dizer q estavamos tentando pegar o celular e q era um artigo 28. Eu to mto preocupado pq os pm disseram q so o fato de estarmos em 3 ja significa trafico (consta no bo art 33 paragrafo 3). Carro foi liberado e os celulares também. Queria saber o q pode acontecer com a gnt e como seria essa audiencia. Conversei com advogados e eles disseram q preso nao vamos ser pq se tivesse a menor duvida do trafico, nem liberado seriamos e estariamos aguardando a audiencia na cadeia em vez de solto. Mas ainda estou preocupado, pq nunca imaginei nem passei por situação semelhante, so fumava pra poder desenhar e curtir musica. Se alguem souber responder ou ja tenha passado por situação parecida, pf me da uma luz aí e me explica q q pode acontecer. vlww demais Detalhe: nenhum de nós possuimos antecedentes criminais, todo mundo primário
  24. Salve galera. Vou viajar para maceió em lua de mel com minha mina, e a gente quer levar umas gramas pra curtir a semana. Pensei em levar no fundo de um pringles, mas como nunca andamos de avião não sabemos como é a revista. Também pensei em levar no saco, mas fiz uma cirurgia recentemente e tive que colocar pino, to com medo do detector de metal apitar e me revistarem. Alguém pra salvar a gente?? Valeu ✌️
×
×
  • Criar Novo...