Ir para conteúdo
Growroom

bigroman

Usuário Growroom
  • Total de itens

    29
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

16 Good

1 Seguidor

Últimos Visitantes

896 visualizações
  1. Até lembrei de como foi comigo no começo, exatamente os mesmos pensamentos, parece não falar coisa com coisa, estar bêbado, estar com medo que os outros percebam etc... Ao menos pra mim, o começo disso foi o pior, foi muito mais intenso do que é hoje em dia. Algumas vezes volto a sentir isso tudo mais intenso quando bebo de mais ou por algum outro motivo como ansiedade. Pelo que vi a usuária que postou não entrou mais no fórum após a postagem, espero que tenha melhorado. Caso entre novamente no fórum nos conte como está, abraço!
  2. Cara tu não imagina o quanto fico feliz com esse teu post. Tanto por ti, quanto por mim, pois é uma esperança de ser algo bobo que passe com medicação ou algum tipo de tratamento. Ri pra caralho com a ''dificuldade de responder as pessoas'' hahahaha, realmente cara, tem vezes que isso te deixa lerdo pra caralho. Dirigir também se torna uma tarefa difícil, visto que a tua visão esta alterada, assim a tua noção de espaço/tempo diminui bastante. Eu sinceramente acho que o que tenho é sim despersonalização, eu postei o que um médico com quem conversei por email me respondeu, esse médico já teve despersonalização, inclusive o cara se tornou psiquiatra por conta disso, e ao que tudo indica é sim dp/dr, e sinceramente eu acredito que o que tu teve também foi despersonalização, pois o que tu relatou bate com o que eu venho sentindo e vice-versa. Ou talvez eu é que tenha labirintite, enfim, seja o que for tu me deixou bem feliz em saber que conseguiu melhorar 100 %.
  3. Não sei se tu leu o tópico todo, mas já estou assim há 2 anos, acho que se fosse algum efeito passageiro já teria passado. Sei que não é o ideal se auto diagnosticar, mas pelo que pesquisei realmente é isso que tenho, os sintomas batem certinho.
  4. Tomei um porre de chopp e vi que a ''brisa'' que eu ainda estava tendo de despersonalização era bem fraca, pois ela aumentou bastante, tanto durante a bebedeira como hoje, dois dias depois. Tive uma ressaca foda também, mas já fazem 48 horas, acho que o efeito do álcool já saiu todo do meu corpo, mas a despersonalização está bem mais forte do que estava antes de eu beber. Engraçado que dias antes tinha tomado outro porre e não deu nada, ainda estava com despersonalização, mas bem fraca. Antes eu estava com ela bem fraca, quase que insignificante, e queria voltar ao estado completamente normal, estado qual não me encontro há um bom tempo, hoje que estou com a dp forte só quero voltar ao estado da dp fraco. É horrível, parece que tu está sonhando, a cabeça está muito leve e pesada ao mesmo tempo, você fica meio que viajando, o corpo anestesiado, não sente impacto ao andar, sentar, as vezes tem uma coceira que não passa e vai passando pro corpo todo, enfim, é muito ruim! Vou buscar relaxar, comer coisas leves, fazer coisas que gosto e tentar esquecer isso tudo. Pelo que já pesquisei e li é o melhor a se fazer. O recomendado mesmo seria buscar um médico, mas como sou teimoso até hoje não visitei um. Mas pra quem está tendo sintomas parecidos, recomendo que busque ajuda médica, não faça igual eu. Acho que se isso não passar dentro de algumas semanas estarei visitando um médico. Nesse mês se completarão 2 anos que estou com esses sintomas. Só que agora depois da bebedeira estão bem mais fortes, antes estava bem tranquilo e suportável.
  5. Upando aqui, a galera que se identificou com os sintomas de dp/dr melhorou? Buscaram ajuda médica ou algum outro tipo de ajuda? Eu continuo na mesma que citei algum tempo atras. O que mais sinto que atrapalha quando estou normal (relaxado, mas ainda sim com despersonalização) é a visão. Atrapalha pra ler letras pequenas, ver validade de produtos etc... E também pra dirigir, acho que perco um pouco da noção de espaço. Quando fico mais ansioso a dp/dr pega mais forte, a visão fica pior, parece um jogo em primeira pessoa, é difícil de explicar. Na verdade a visão meio que melhora pois eu pareço enxergar mais nitidamente, com foco, mas perco um pouco da visão periférica, é bem estranho . Os pensamentos também ficam meio bagunçados, pulando de tópico em tópico etc... E o corpo fica meio que anestesiado. Mas isso tudo apenas quando a despersonalização pega mais forte, e geralmente é quando estou ansioso.
  6. Galera vi que bastante gente se identificou com despersonalização/desrealização, algumas pessoas me mandaram mensagem privada perguntando se eu já tinha melhorado, se tinha alguma dica etc... Então vou postar algumas coisas aqui no tópico mesmo, pra outras pessoas que também se identificarem com os sintomas. Não melhorei, mas parece que me acostumei com isso. Não é tão ruim como era, mas ainda sim tem dias que só fico pensando em quando vou ''voltar ao normal''. Não busquei ajuda médica ainda, acredito que por medo deles nem conhecerem a despersonalização. Mas conheci um cara (pela internet) que também teve dp/dr, e esse cara virou psiquiatra, estudou fora com vários médicos conceituados, vou deixar as dicas que ele me enviou por email aqui: Completamente te entendo. Melhor que tu pensa. Se tu procurar pelo meu nome, vai ver que me tornei neurolinguista/hipnólogo aqui em Porto Alegre. Não é nem um pouco coincidência. Precisei com tanto FERVOR buscar soluções (que na época eram inexistentes, nulas) que tive de mudar toda a minha vida em função disso. Tive o pico disso aí há uns sete anos, no mais extremo que tu possa imaginar. Desde lá um mundo de coisas aconteceram. Pois bem. Não conheço outra pessoa além de mim que teve isto e saiu "intacto", porque cortei contato com todas as pessoas com isso (RECOMENDO FORTEMENTE QUE TU FAÇA O MESMO. É um favor mútuo a elas e a ti). Tenho duas notícias para ti, uma boa e uma ruim: - a ruim é que tu, metaforicamente falando, abriste a tua "caixa de pandora" pessoal com a maconha, o que te trouxe o sofrimento. (Tenho o entendimento mais técnico sobre o que ocorre, mas demora muito para explicar e tem média-baixa utilidade). - A Boa é que é fácil de resolver tudo isso quando se sabe o que está acontecendo e o que fazer. Dá até pra sair muito beneficiado na tua vida, em comparação às pessoas que não passaram por isso. Enfim, tu pediste ajuda, e aqui vai. Existe uma riqueza de materiais e soluções simples pra essa situação (normalmente em inglês). Eu sei que é "horrível", mas as soluções são muito, muito simples. Vou te dar o necessário e deixar que tu desenvolva o resto conforme tuas necessidades. O que fiz para "resolver" foi: 1 - SER EXTREMAMENTE FÍSICO E DAR ATENÇÃO E ÊNFASE NO EMOCIONAL. Me decidi por fazer tudo que SENTI VONTADE E PRAZER FÍSICO na linha de: esportes, artes marciais, caminhadas, etc. Meu corpo é muito mais para o lado do anaeróbico que o aeróbico, então adotei a musculação (ao invés da corrida, etc) como meio primário de me "ancorar" no FÍSICO. SEMPRE me ajuda e levanta meu humor em qualquer situação. É minha "arma" que jamais falha e, isso, levo como uma coisa que me tornei, não algo que "faço": sou uma pessoa que faz musculação, por prazer. 2 - Tirei férias do mundo abstrato, intangível, das ideias, até estar mais no controle, mais relax. Me distanciei absolutamente de qualquer pessoa que fosse negativista, falsa-positivista e me aproximei muito mais de pessoas positivas, práticas, sem frescuras com quem eu sinto prazer de estar. 3 - Aproveitei essa "viagem" toda para explorar o mundo da auto-hipnose. Não é necessário, mas já que o meu próprio corpo me larga em "transes" naturais, aproveitei pra me tornar especialista nisso. E que baita habilidade de se ganhar! Serve pra tudo na vida: auto-conhecimento, finanças, conhecimento avançadíssimo das pessoas... Uma máxima da hipnose: "O que resistimos persiste. O que ACEITAMOS, ganhamos PODER de UTILIZAR." 4 - Muitas pessoas gastam fortunas para tomarem drogas para alterarem a consciência. Eu estava tendo isso ao natural. APROVEITEI aonde meu corpo me levava (relaxei e aproveitei a doideira, ao invés de tentar resistir futilmente. Confiei no meu corpo 100%, que é uma máquina biológica desenvolvida já há muitos milhões de anos. Me joguei na coisa e relaxei. Comecei a chegar em lugares muito mais interessantes de se explorar.) 5 - Literalmente, amigavelmente me informei com o meu corpo prestando atenção nele, e gentilmente guiei ele - conversei com ele um pouco. Entendi que isso é de extrema utilidade estudando PNL compulsivamente. Parecendo completamente maluco ou não (e é), para mim só é relevante o que funciona - que reconheço diretamente que traz resultados reais, mensuráveis. Tu deve ter notado que a minha vontade de ajudar quem passa por isso aí é FORTE. É porque sei como é ruim estar naquela porcaria, e quão fácil é sair dessa. Te dei toda ajuda que acho que pude de forma não-presencial por aqui e espero que algo te seja útil. Se precisar de um apoio extra, te disponibilizo a consulta de PNL (meus detalhes estão abaixo e me considero extremamente competente), mas imagino que não seja necessário, já que tu pode sair disso sozinho. Também imagino que tu não viva em Porto Alegre, e consulto somente aqui. Enfim, a MAIOR das boas sortes e muita SOLUÇÃO pra ti.
  7. Leiam o tópico e as mensagens antes de darem suas opiniões, eu fui atualizando o tópico. A ultima vez em que fumei foi a vez em que fiquei com essas ''brisas loucas'' no dia seguinte após ter fumado. O que tenho parece ser despersonalização/desrealização. Hoje eu ainda estou com isso mas parece que eu me acostumei tanto que parece ser uma coisa normal. Pra quem está com os sintomas que citei no tópico e nas mensagens procure sobre despersonalização/desrealização e veja se bate com o que você tem. Não procurei nenhum médico por medo dessa ''doença'' ser pouco conhecida no brasil, e ai fico com um certo receio do cara achar que o que tenho é esquizofrenia ou qualquer outra parada louca, e me encher de remédios etc... Pra falar a verdade, hoje estou tao acostumado com isso, que parece que eu tenho algum problema na visão, pois é a única coisa que eu tenho 100 % de certeza que ainda está diferente do normal. Meus pensamentos parecem estar normais como eram antes, acho que não sinto mais meu corpo anestesiado como sentia antigamente, o negócio é mais na visão mesmo, Ou eu que me acostumei tanto que nem percebo. Mas não acredito ser algum problema de visão, pois tiveram dias em que eu estava 95 % melhor da despersonalização e nesses dias minha visão voltou a ser como antigamente (sem parecer uma visão de filme ou sei lá como descrever) mas isso aconteceu nos primeiros meses.
  8. Exatamente cara. Postei um tópico há um tempo atrás, tive alguns dos sintomas que o colega teve ai, e foram nas ultimas 3 vezes que fumei. Acontece que 3 amigos fumaram comigo, do mesmo prensado, e fumaram bem mais que eu. Neles não deu absolutamente nada. Eu fiquei por horas achando que ia morrer, com o coração saindo pra fora, o corpo frio, sensação de morte etc... Acabou que fiquei com esses sintomas de forma reduzida, mesmo sem estar chapado. Descobri que se tratava de uma despersonalização, e estou com isso até hoje (faz um ano e pouco) Vou dizer os sintomas que tenho, veja se você tem algum, caso tenha pode ser despersonalização/desrealização e não síndrome do pânico. Visão em túnel ou em zoom é difícil de explicar, cores mais vivas, corpo anestesiado, você toma água ou coça seu braço e parece só sentir meio segundo depois, tem um certo delay. Pensamentos aleatórios indo de tópico em tópico sem fazer muito sentido, olhar pra mão e estranhar a visão. Enfim, esses são alguns dos sintomas que eu tenho até hoje, sem fumar. Tive 3 ''ataques'' nas 3 ultima vezes que fumei, e na ultima vez que fumei fiquei com tudo isso sem estar chapado. Antes disso tinha fumado maconha umas 7 vezes na vida. Agora estou com isso que chama despersonalização, e isso as vezes aumenta/diminui conforme a ansiedade. Se eu fumar com certeza vou piorar pois a maconha vai ser como um ''ZOOM' no que já estou sentindo. E lembro que nas 3 ultimas vezes que fumei eu estava ansioso por estar em casa de amigos, parentes etc... Então na ultima a crise deve ter sido forte que o cérebro pra me proteger entrou nesse estado de ''despersonalização''
  9. Te mandei mensagem privada.
  10. Eai cara, então, li seu tópico e realmente, bem parecido. Tu teve isso mais vezes? Eu infelizmente ainda estou com essa "brisa", que na verdade tenho quase certeza que é despersonalização/desrealização. Já faz alguns meses que estou assim. Eu tinha melhorado mas isso voltou. Se tu ainda tiver problemas com essas brisas estranhas dá uma pesquisada em despersonalização e desrealização, nesse tópico mesmo um cara postou um vídeo falando sobre, que me ajudou a identificar o provável problema que venho tendo. Acontece que não sinto coisas mais fortes como não reconhecer familiares, não saber quem sou etc... Sinto os membros dormentes, e conforme fica mais intenso os membros ficão mais dormentes. O pensamento parece bem acelerado e "embaralhado", quando vejo tv por exemplo as vezes fico repetindo mentalmente o que estou ouvindo. Minha visão também esta diferente, vejo as coisas com cores mais fortes, como se estivesse em alta definição. Quando bate mais forte também pareço estar em um sonho, mas tenho ciência de que é real. Enfim, tenho 99 % de certeza que é dp/dr, mas estou enrolando pra procurar algum médico hahaha. Espero que melhore se ainda está tendo essas brisas. Abraço
  11. Vou postar aqui pois o moderador fechou o tópico "Ajuda acho que vou morrer" Dei uma resposta ao usuário e o moderador disse o seguinte: sibanacavitas Não espalhe seu medo e incertezas no fórum , BIGROMAN.. Olhe o que VOCÊ MESMO DISSE : http://www.growroom....dias/?p=1149210 "Todas as vezes que fumei dei um intervalo de tempo, somente nas três primeiras vezes q fumei q foram onde não tive bad nenhuma (Acredito que por estar na praia, um lugar sem preocupação, sem ninguém que pudesse me incomodar por eu estar fumando etc... eu apenas fiquei bobo, rindo de tudo por uns 30 mins e passou." E esse médico de MEEEERRDA que mandou essa pra vc??? http://www.growroom....dias/?p=1143106 " pratique o relaxamento umas 3 vezes por dia para refazer os neuronios afetados " Relaxamento refaz neurônios??? a-han...tah "serto"... _____________________________________________________ LENNON.... acontece, cara! SIMPLESMENTE ACONTECE! Uma hora uma badtrip bate mais forte ! Hidrate-se ! BEBA MUITA< MUITA< MUITA ÁGUA! Canabinóides não tem correlação "chave-fechadura" com a muscultaura cardíaca , NADA VAI TE ACONTECER! Você não vai infartar! Nem morrer! Aqui é muito MEL, biscoito da vaquinha, Nescau. LARICA MASTER !!! ÔÔÔ DELICIAAA!!! E de extra, siga ESSAS DICAS: http://www.resinclub.org/como-recuperar-la-sobriedad-si-fumado-marihuana/ Uso o google translator, em caso de dúvidas! Fuja dos urubus agourentos e desinformados! A diferença entre o antidoto e o veneno é a dose. Equilibrio é a plavra chave! Tudo vai ficar bem!Confie e bora pra cozinha atacar!!!!!!!!! Abração! Cara, sinceramente não entendi muito bem o que você quis dizer, você não quer que eu alerte o cara de uma coisa que pode acontecer com ele? Ou vai dizer que você não sabe que maconha pode se um gatilho pra doenças preexistentes? Assim como álcool e outras drogas. Eu não disse em momento algum que foi a maconha que fez isso comigo, mas pode ter sido um gatilho, eu poderia ter essa doença preexistente com 20, 30, 40 anos, assim como ela poderia nunca ter se manifestado, mas a maconha foi um gatilho. Sobre o médico que você disse ser um merda, segue o curriculo dele: http://drolegario.com/curriculo/ O cara disse estar com medo disso não passar e tu acha que ele esta zoando. Eu já tive como ele e sei o quão foda é, a pessoa realmente fica com pensamentos estranhos, hoje estou há quase 2 meses assim, sinto que não esta tão forte como antes, mas vezes tenho uma ou outra crise mais forte. Vou buscar ajuda médica logo. Enfim, eu estava tentando alertar o cara de algo ruim que me aconteceu e você parece ter visto a minha mensagem como um ataque a maconha. Tem gente que não pode comer doce cara, eu adoro doce, mas nem por isso saio falando pro cara ir la e comer, nem todo mundo pode fumar maconha, eu sou um cara que dificilmente voltarei a fumar, não digo que nunca voltarei, mas estou há 2 meses sem estar normal. Repito que não foi a maconha que fez isso, poderia ter acontecido com o álcool ou com qualquer outra droga, mas foi com a maconha. Enfim, espero descobrir realmente o que é isso logo, e me curar completamente. E desejo melhoras ao Lennon. E se o moderador quiser entender melhor o que é despersonalização http://www.despersonalizacao.com.br/Artigos.aspx#maconha
  12. Toma cuidado cara, isso pode ser alguma doença preexistente e a maconha pode ter sido só um gatilho. Mas não fique na paranoia, tente relaxar e não fique pensando nisso, tente se distrair. Não quero te assustar, mas se quiser leia meu tópico, fumei maconha e estou há 2 meses com o que tenho quase certeza que é despersonalização. É uma coisa horrível, quando eu tava na brisa também achava que ia morrer, mas acordei no dia seguinte e a brisa não tinha passado, quando fui pesquisar e vi que poderia ser despersonalização. Vou postar meu tópico, se quiser leia todos meus posts nele, pois eu cito mais o que venho sentindo. Se tu se identificar eu aconselho a não fumar mais, tentar relaxar e não ficar pensando nisso, sei que é difícil mas tente ao máximo se distrair. Se isso persistir busque ajuda médica, coisa que estou pra fazer. http://www.growroom.net/board/topic/54674-brisa-durando-dias/
  13. Cara na minha primeira bad trip que foi na quarta vez q fumei sim, achei que ia morrer. A respiração estava difícil, coração saindo pela boca, corpo frio, me sentia distante do mundo kkkkkkkk, mesmo sabendo que nunca morreu com maconha, achei que estava tendo uma experiencia de quase morte. Mas depois de eu tomar um calmante que um amigo me deu, fui dormi e tudo voltou ao normal quando acordei. nas três vezes posteriores a isso que fumei, também tive bad, mas só na ultima que foi na sétima vez e que já deve fazer mais de um mês fiquei assim até hoje. Nas outras vezes q tive bad isso passou questão de horas. Uma vez eu prestei atenção e durou umas 4 horas. Todas as vezes que fumei dei um intervalo de tempo, somente nas três primeiras vezes q fumei q foram onde não tive bad nenhuma (Acredito que por estar na praia, um lugar sem preocupação, sem ninguém que pudesse me incomodar por eu estar fumando etc... eu apenas fiquei bobo, rindo de tudo por uns 30 mins e passou.
  14. Mjr05, juro que ri da sua história kkkkkkkk. Tanto por ser uma coisa incomum, como por me aliviar um pouco. Mas os sintomas que tu sentia são os mesmos que eu relatei, tu teve esse negócio de corpo anestesiado, enxergas as coisas de outra forma, pensamentos meio bagunçados etc...? As vezes tomo uma coisa quente e não sei dizer se esta quente ao ponto de queimar a boca, e tem vezes que melhoro. Poderia dar mais detalhes? Digo isso pois fico tranquilo com cada coisa positiva que leio. Pô não me assusta com esse negócio de esquizofrenia kkkkkkk. Zuera, toda informação é bem vinda, mas acredito não ser isso não cara, tomara que eu não fique que nem o tarso da novela kkkkkkk Abraço e valeu por responder galera, isso ajuda muito, espero sair disso tudo logo!
  15. Comigo o engraçado é que as vezes os sintomas diminuem/aumentam, agora por exemplo pareço estar normal, curado disso, não sei se vai voltar. Sobre os sintomas mesmo é a visão que quando esta mais forte parece que vejo as coisas em alta definição, elas ganham um foco maior e mais cor também. Corpo anestesiado, na visão os seus movimentos parecem meio acelerados, como se você tivesse acelerando um filme no dvd, mas não tão acelerados assim. A fumaça do cigarro parece que você consegue ver ela em câmera lenta, ou vê ela saindo mais nitidamente. Pensamentos meio desorganizados, quando estou vendo tv por exemplo parece que cada palavra que o apresentador ou seja o que for diz eu repito no pensamento, e a memória parece estar afetada, esqueço de coisas simples como quais emails que já chequei. Moro com meus pais e estou pensando em ir num psiquiatra, mesmo que eu me cure disso, tenho curiosidade em saber o que é realmente. Eu acho não ser despersonalização/desrealização pois pelo que li alguns sintomas batem sim, mas geralmente quem tem também tem outros sintomas bem mais fortes, como não reconhecer ou não ter sentimento por familiares etc... E o que tenho é só que já relatei nesse tópico mesmo. Tomara que eu melhore logo, ainda não fui tirar minha carteira por conta disso. Você procurou ajuda médica? Tinha algum outro sintoma? Como se curou? E os sintomas não voltaram mais? Nem um pouco? Pois eu tinha melhorado 4 dias após, somente ao despertar da cama que parecia estar com 5 % dos sintomas, mas assim que eu levantava já passava, depois ao fumar narguilê tudo voltou;
×
×
  • Criar Novo...