MujicaEhoCara

Usuário Growroom
  • Total de itens

    48
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

25 Excellent

1 Seguidor

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Interests
    Outdoor, guerrilha e cultivo orgânico.

Últimos Visitantes

317 visualizações
  1. Valeu pelo esclarecimento então! Sempre achei que a semente, pelo próprio contato com a planta e a flor, manteria algum cheiro residual que os cães e seu maldito olfato ainda pudessem detectar. Faz tempo que não vou pra lá. Ouvi isso de um desses muambeiros que vão a Rivera trazer mercadoria pra revender. Não é direto, assim como a fiscalização, mas ele falou que, as vezes, tem cães também. Perguntei justamente pra ver se mais alguém confirma essa info, que achei meio estranha. Jà que na época que eu passava por lá, em 90% das vezes não tinha ninguém, muito menos cachorro.
  2. Conhece aquelas bandas? Tinha outro, Chronic Grow acho. Sabe como anda a fiscalização na RF do lado brasileiro? Ouvi dizer que eles tão usando cão farejador agora.
  3. Todos? Seria ótimo; mas o Fux pra mim também é "não". Isso pelo que a gente pode ler por aí né... vamos aguardar.
  4. Pessoal, são 11 votos, e já está 3 x 0 pra nós. Então precisamos de mais dois apenas, pois mesmo que desse empate o voto de minerva seria de Carmen Lucia, que ao que tudo indica é favorável à causa! Estamos bem, apesar de tudo, apesar do Alexandre de Moraes. Que ele vote logo o seu "não" e deixe o jogo andar.
  5. Eu já passei por isso. Há uns anos atrás, quando fazia faculdade, fumava quase todos os dias (prensadinho), quando o curso acabou, minha rotina mudou completamente, eu mudei de cidade e perdi meus contatos. Resultado: logo fiquei sem erva, sem poder fumar e me bateu uma ansiedade que jamais tinha sentido. Pensava direto em fumar, não conseguia me concentrar, fiquei até meio deprê. E como eu fui morar num lugar, digamos, bem inóspito para apreciadores da erva, tive que aguentar. Os primeiros três, quatro meses foram bem difíceis, até pensei que fosse realmente viciado, ou que o prensadinho tivesse alguma "mistura" que me deixou assim. Depois disso aquela obsessão foi passando aos poucos. Mas fiquei mais de um ano sem fumar. Hoje em dia, como me recuso a voltar ao prensado e não estou podendo plantar temporariamente, mais uma vez já estou há uns 6 meses sem fumar nada. Penso todos os dias nisso mas nem se compara ao que foi naquela época. Poderia ficar mais seis meses, ou um ano sem o verdinho e não iria enlouquecer. Não me atrapalha em nada, só é meio triste, as vezes vendo alguma cena ou estando numa situação qualquer pensar: cara, isso seria muito mais divertido se eu estivesse chapado. hehehe. Minha conclusão: é só uma fase.
  6. Alexandre de Moraes, Osmar Terra, ainda Bolsonaro em alta... Ao menos, não tem como ficar pior. E 2016 acabou e nada do Teori se manifestar. Passa a bola, Romário! Quantos anos ele tem mesmo? Talvez ele morra de causas naturais antes de dar seu voto. Na torcida aqui! (pelo voto).
  7. Fui para o Uruguai há umas duas semanas, mas no interior, não Montevideo, e por outras razões. Mas justamente na chegada dei de cara com uma growshop! Pior de tudo é que tive "medo" de entrar lá. Dá pra acreditar? Velha mania de perseguição adquirida aqui no Br, e não sei como eles tratariam brasileiros querendo comprar semente, se é que eles venderiam ou denunciariam... enfim, agora bate um arrependimento. Acho que perdi uma grande chance.
  8. Rapaz, que surpresa. Há pouco tempo costumava ler o jornal Zero Hora (do grupo RBS), e sempre me pareceram absolutamente contra a canabis, inclusive com matérias tendenciosas, dizendo que a legalização no Uruguai havia favorecido o tráfico, dando espaço na sessão de artigos pra todo tipo de gente, de pastor a político (Osmar Treva inclusive) meter o pau na plantinha, etc. Até por isso, parei de comprar esse jornal.
  9. https://www.youtube.com/watch?v=DW3pZjmS3rg Pra escutar com um bom aparelho d som!!!
  10. Uma dúvida que ainda tenho: não há seedbank locais, mas acesso aos seedbanks estrangeiros é permitido, certo? Quero dizer, um cidadão uruguaio pode comprar sementes da holanda ou espanha, via correio, e não estará infringindo nenhuma lei.
  11. "Quase metade", melhor seria dizer "Nem metade". Números terríveis, vergonhosos. O Brasil tá perdido.
  12. Parabéns pela iniciativa e muito boa sorte! Espero que essa regulamentação funcione no Uruguai. Será um soco no estômago dessa cambada antilegalização (pró-tráfico). Morar no Uruguai realmente é um sonho, mas que um dia vou realizar. Se vai esperar a coisa funcionar aqui no Brasil, você acaba morrendo de velho.
  13. Dub é muito bom cara, com erva é a combinação perfeita, o som ideal. Paulada esse rare dubs aí. https://www.youtube.com/watch?v=zzTWHWPKvbA https://www.youtube.com/watch?v=gNQM8HUCUhA