Ir para conteúdo
Growroom

Need Weed

Usuário Growroom
  • Total de itens

    2157
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Need Weed postou

  1. http://oglobo.globo.com/rio/mat/2009/08/19/policia-encontra-maconha-hidroponica-oficina-de-armas-no-pavao-pavaozinho-um-dia-apos-visita-de-lula-757475826.asp
  2. Do que adianta trabalhar tanto e no final não pode ajudar a causa? 8/14
  3. Trabalhando ate dizer chega

  4. http://www1.folha.uol.com.br/folha/equilibrio/noticias/ult263u604111.shtml Curioso que faz tempo que não tenho problemas de memoria de longo prazo, só não lembro de detalhes enquanto eu estou chapado.
  5. Vale lembrar que este estudo foi de 2000. Em quase 10 anos surgiram muitas outras pesquisas, e em um volume bem maior que nas decadas passadas.
  6. ACABEI DE ASSISTIR A NOTICIA NA FOX !!! MUITO FODA !!!! Pena q eu não sei como gravar do TVU. Mas aqui tem uma matéria da cnn http://www.youtube.com/watch?v=JHzOu3_UnNY
  7. http://www.youtube.com/watch?v=JHzOu3_UnNY
  8. Hoje na KTVU FOX da bayarea vai passar no jornal das 5 uma reportagem sobre "uma nova descoberta demografica sobre usuários" e na chamada eles mostram uma mulher não identificada dizendo "Eu sou uma mãe tipica." e contando sua rotina. Quem quizer assistir basta ir no www.tvunetworks.com e assistir pelo browser ou baixar o programa. O nome do canal é "F O X" e vai ser as 21h de brasilia. Eles estão fazendo matérias sobre esse assunto de legalizar como é com o alcool e da taxação de Oakland desde o final da semana passada todos os dias, pena q ontem não deu pra assistir o jornal das 10 de lá.
  9. Queima filme ? queima sim, ainda mais porque explana o nosso até então desconhecido método de cultivo. Mas vamos ver pelo lado bom: Se em todo morro que pegarem uma estufa for nessas proporções, fica mais fácil exemplificar que sua produção não é em escala comercial, pois basta ver q os trafica usam mais de 50 plantas.
  10. Cabelo, vamos enxergar a realidade. Olha pras fotos, da pra ver que é tudo planta de semente, muitas ainda estão no primeiro par de folhas. EVIDENTE que ao menos dessa safra ele não vendeu nada. Agora... dispensável esse comentário final... por acaso você toma partido na guerra do trafico ? tem algum do coração ? Eu nasci na entrada da favela e nunca fiquei tomando partido de facção alguma, só me cuidava pra não ir em area rival daonde eu morava por questão de segurança, não por achar q um é alemão e o outro é irmão. Numa das minhas ultimas visitas a uma boca a mais de 1 ano atraz, o papo entre os vapores era pra ir na LanHouse procurar video no youtube ensinando a plantar. O problema pra eles era não saber ingles, mas é só chamar um morador q saiba pra traduzir e ta pronto... ou você acha que não tem cursinho de ingles comunitário ?
  11. Galeria de Fotos: http://oglobo.globo.com/rio/fotogaleria/2009/9445/
  12. Concordo com a posição do Steam, porém concordo mais com a posição do Bas. Questão de analizar a situação. 68 mudas numa estufa grande dessas no meio da favela é complicado. Pode até ser uso pessoal, o que não me parece ser o caso, mas o sujeito deveria ter o discernimento pra ver que esta numa situação facil pra ser acusado como trafico... a lei fala que tem que avaliar os antecedentes, os meios de cultivo, o local e a quantidade. Pelo local e meio de cultivo e quantidade de plantas parece ser comercial, como não prenderam ninguém como responsável pela estufa, não da pra saber os antecedentes da pessoa. Se fosse o caso de uso pessoal o cara poderia muito bem ter feito outros métodos de cultivo com menos plantas, reservando um espaço bem menor e mesmo assim ser auto suficiente, não apenas sendo pra uso pessoal mas tambem parecendo pra uso pessoal(não basta ser honesto, tem q parecer honesto). Eu to citando a lei não porque eu concorde com ela por inteiro, mas sim porque isso acaba virando uma questão estratégica. Se você quer se beneficiar da lei que não da o encarceramento ao cultivador domestico, então leia ela para saber como.
  13. http://oglobo.globo.com/rio/mat/2009/07/16/policia-encontra-estufa-de-maconha-no-sao-carlos-756841891.asp
  14. O 77 já entendeu que é uma desculpa, mesmo entre aspas. Eu acho estranho quando as pessoas acham q eu considero q o usuário recreativo é "vagabundo q tem q ser preso", ainda mais quando eu deixo explicito que é o contrario. Vai nos comentarios dos jornais pra ver oq tao falando... já vi uns estilo "então quer dizer q no posto 9 só tem doente"... "pode até ser remedio, mas não é pra isso que eles querem". Cuidado com o tiro no pé. Também deixei bem claro q não sou a pessoa mais ética do mundo, mas que tento sempre manter a coerencia, por mais que isso me traga prejuizos. Mas não sou santo. Já assisti um documentario espanhol da TVE falando sobre a luta pela legalização lá. Um dos ativistas era contra todo esse foco que se da a cannabis medicinal, pois pra ele aquilo ia desviar a atenção pro uso recreativo e só quem é "doente" poderia fumar. Eu apoio a posição dele. Todos tem q ter acesso... e perceba, ele quer q todos tenham acesso sem hipocrisia. Eu to com ele ! Cabelo, ce tinha que assistir a fox ou cbs pelo TVU... tinha q ter visto a desmoralização dos xaropes pra tosse lá nos eua. Até o south park fez um epsodio sobre... agora o acesso é mais complicado e o FDA ta considerando banir alguns remedios ou dificultar o acesso. Agora cabelo, imagina um bando de ateu profanador ir num encontro do Daime, deixar claro que ta querendo só curtir uma onda louca, que odeia religiao e vai contra os dogmas do Daime. O Renault vai dar daime pra eles ? Lá em Mauá eles reclamaram de eu ter levado maconha porque eles são um grupo religioso sério e que a maconha atrai a policia e má publicidade pra religião. Eu não fui pra tomar daime, mas tive q ouvir essa. Como todos aqui estão repetindo os mesmos argumentos, inclusive eu, pra mim a discussão ta encerrada. Concordamos em discordar. Afinal eu me mantenho firme aos meus posicionamentos e a galera q descorda de mim também. Então eu pulo fora deixando registrado oq penso sobre o tema.
  15. Isso é uma questão de principios. Tem pessoas que acham que os fins justificam os meios. Alguns tentam tapar o sol com a peneira. Eu sou contra a hipocrisia. Acho que da mesma forma que é uma hipocrisia a proibição em todos os ambitos, acho uma hipocrisia se aproveitar de uma brecha do uso medicinal para fazer o uso recreativo e ainda de uma forma tão grosseira. Acho errado mentir, ainda mais ir a um médico mentir para conseguir um beneficio... Eu já poderia estar aposentado por invalidez recebendo pensão pro resto da vida se quisesse, mas não vou mentir ou mesmo dar suborno a um médico como outros pacientes me sugeriram no hospital publico. Eu sou super afavor de um hash bar vendendo buds e extratos, com luz de neon, fumaça, lareira, trio eletrico e um papagaio. Mas sem se fantasiar de medicinal. Pode ser inclusive a ultima opção prum paciente de dor cronica que ta precisando no meio da noite, mas que tenha a honestidade e a coragem de falar que é um bar recreativo. Como já confidenciei pro Cabelo, se legalizarem o uso religioso da maconha eu vou insistir em falar ao policial que sou ateu, questão de princípios... Se é pra legalizar, que não seja pra um ou pra outro, que seja pra todos. Talvez alguns tenham um apelo mais forte, mas tem que ser para todos os fins. EDIT: Não sou santo que nunca cometeu um erro. Não to falando que sou melhor que ninguém nem coisa do tipo. Apenas tento ao máximo seguir a educação ética que recebi do meu pai.
  16. Eu to no trabalho e não estou com tempo agora pra dar respostas completas, mas ta vendo... eu sabia q tu não iria entender... é que nem quando eu critiquei a Marcha por fazer a passeata na praia... as pessoas acham q por eu ser contra uma característica, que no meu ver é negativa, eu sou contra a proposta inteira. Se eu não to incondicionalmente com elas, eu to contra elas...
  17. Também não vou me estender muito. Não sei se você sabe, mas já existem médicos afavor do uso medicinal mas que não gostam da ideia de uso in natura fumado... a questão deles é o estigma do uso recreativo. Já li não uma mais algumas reportagens americanas questionando a honestidade dos dispensários. Esse ambiente dae não é pra compra apenas, é pra comprar e consumir.... ou eu to errado ? ou aquelas cadeiras estão lá pra ser uma "fila sentada", uma "dança das cadeiras" ? Eu to chocado agora em saber dessa farmacia japa, mas ao menos os caras não montaram um ambiente pro uso das bebidas. Eu não to regulando ninguém bixo. Só acho que as coisas devem ter seriedade, principalmente os estabelecimentos. O efeito da erva pode ser o mesmo, mas a questão não é aonde o cara vai usar que estou questionando... por isso q eu sabia que vc não ia entender, e pelo visto continua sem entender. A maconha não é que nem morfina, poderia dizer que é mais como uma nebulização. Quando eu era criança eu ia no hospital fazer nebulização. Minha namorada tem um nebulizador em casa, mas quando ela vai a farmacia comprar o remedio não existe uma sala de nebulização, principalmente com iluminação indireta, tv de plasma, atendentes "gostosas" e decoração de coffee shop(de café mesmo). Duvido que permitam que ela faça o uso do medicamento no local... Ela pode levar o nebulizador dela pro mato e usar lá, pode levar pra casa. e repetindo: NÃO TERIA FEITO ESSA DISCUSSÃO SE O ESTABELECIMENTO NAO FALASSE QUE É UM DISPENSARIO DE CANNABIS MEDICINAL. SE FOSSE CANNABIS CLUB EU NÃO ESTARIA AQUI ESCREVENDO ISSO.
  18. Eu iria adorar frequentar um lugar destes se ele fosse classificado como Coffee Shop, um Pub... mas não uma farmacia. Realmente não tem ninguém fazendo sacanagem ali, da mesma forma que numa adega também não tem... como qualquer estabelecimento legitimo.... Eu não teria dado a resposta q dei se o local tivesse o titulo de Pub, Cannabis Club ou qualquer outra coisa. O que acontece é que esse estabelecimento tira todo o crédito do uso medicinal... da a entender que o uso medicinal é apenas uma desculpinha de malandro. Afinal quantas vezes você foi a uma farmacia ou hospital para tomar sua medicação que parecesse com um Pub ? Não acho que minha causa seja mais nobre, deixei isso bem claro no post anterior. Acho errado a proibição em todos os sentidos, seja no medicinal ou no recreativo... maconha deveria ser vendido tanto em farmacia como em bar. Mas ter licensa pra vender maconha medicinal e criar um pico claramente de uso recreativo é jogar com a desonestidade. Uma farmacia vende inumeras drogas que podem ser usadas recreativamente, algumas até sem receita... um sujeito pode entrar numa farmacia e pegar um vidro de Vick 44E, levar pra casa ou pruma festa e derramar num gole só... a farmacia esta acreditando que o uso é medicinal e em nenhum momento deu a entender que a droga era pra uso recreativo, tão pouco montou um bar para que se faça o consumo dentro do estabelecimento.... o usuário que esta sendo desonesto. Eu tenho certeza que na california tem dispensaries que não se decoram pra transformar em bar. Esses locais, por mais que tenham clientes recreativos, não estão "compactuando" com esse desvio.... eles recebem a receita, e como qualquer outra farmacia ele da o medicamento prescrito. Ou você já foi em alguma farmacia que tivesse um bar pra vc fazer nebulização ou tomar injeção(aliais, hj isso é proibido aqui) ? Esse "detalhe burocratico que todos sabem" é oq tira a credibilidade do uso medicinal. Ou seja, uso medicinal é apenas uma desculpa pra usar maconha recreativamente... Agora imagina o contrário, se decidirem manter os locais medicinais e reverem as licenças dos pacientes... ai não avançou a discussão sobre o uso recreativo e acabou a farra do uso recreativo. Claro q o Schwarzenegger não vai querer fazer isso por conta dos impostos que ele tanto precisa, mas é só ele que ta endividado e que abriu espaço pra essa malandragem. De medicinal esse lugar só tem a erva... mas dai até qualquer dealer é um dealer medicinal. O meu principal problema não é a existencia deste estabelecimento e sim dele ser um bar fingindo ser farmacia. Se é pra ser medicinal, não tem porque ter bar. Se é pra ser bar, não tem porque ter o nome medicinal. Eu aprovo a existencia de um bar que venda maconha com fins recreativos, como são os coffee shops holandeses. Eu aprovo também a existencia de uma farmacia especializada em maconha pra fins medicinais, inclusive respeitando regras sanitárias e de controle de qualidade como acontece também na holanda. Pra mim este topic esta no board errado, ele deveria estar na area de Cannabis Livre pois todos que postaram aqui sabem perfeitamente que este estabelecimento tem uma proposta que vai além da venda pressupondo o uso medicinal.
  19. Vão me chamar de careta, sei que o cabelo vai achar besteira, mas é a minha opinião. Este estabelecimento não tem nada de medicinal. Ele é tão medicinal quanto uma adega de vinhos... os vinhos fazem um bem a saúde principalmente ao coração, mas ninguém ta indo lá fazer tratamento... estão indo degustar e se entorpecer. Esse local parece muito um bar chique, os bongs até me remete a tulipas estilizadas. As atendentes são mulheres e sempre bonitas, muito parecido com bares americanos como hooters... não que eu não goste de ver mulheres bonitas, mas é que nunca fui atendido em uma farmácia com iluminação indireta por atendentes sem uniforme e sendo todas do mesmo "porte estético". Eu acho triste usar a cannabis medicinal como desculpa para o uso recreativo. Não que o recreativo seja menos importante ou louvável... mas usar o argumento do medicinal para dar um "jeitinho" pro uso recreativo é sacanagem. É como a mulher separada que pede aumento na pensão do filho, mas usa o dinheiro pra comprar roupas pra ela. Desaprovo esse tipo de estabelecimento até que me convençam que estou enganado.
  20. Sua experiência lembra a minha hehehe Que bom que você conseguiu recuperar o peso ! sem falar no avanço que é sair de casa sem maiores problemas. Isso já é um bom passo. Sobre os preços dos remédios, os meus também eram caros... haviam alguns que eu conseguia comprar mais barato pedindo para uma farmacia de manipulação fazer... a fluoxetina ficava bem mais em conta. Aproveita que vai amanhã no psiquiatra e pergunta se ele aconselha que você mande fazer os remédios em farmácia de manipulação. Porém tinha um remédio q eu tomava, zyprexa, que custava na epoca R$500 a caixa e eu tomava 2 por mês, esse não dava para mandar fazer. Não deixe de relatar ao seu psiquiatra os avanços que você sentiu após ter terminado a abstinência, compensando a falta de um medicamento com maconha. Boa sorte na sua luta ! SAÚDE !
  21. http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20...imp394250,0.php *Marie Myung-Ok Lee, professora da Universidade Brown, trabalha num livro sobre imperícia médica
  22. Gente, vocês estão se esquecendo de como é facil fazer uma tintura de cannabis ? ou mesmo como que um vaporizador tem todas as vantagens de uma administração pela via respiratória sem as desvantagens da fumaça.... Aproposito, a GW até aonde eu sei não sintetiza seus cannabinoides e sim faz extratos apartir da matriz vegetal.
  23. O Barbadensa, as maconhas que você fuma são compradas ou cultivadas por você ? Se for homegrown, é in ou out ? Pelo visto o THCV e o CBD seriam os cannabinoides mais indicados pro tratamento... se você ta fumando strain X e ta tendo baixa na glicemia já da pra deduzir que tem algum desses cannabinoides em concentrações eficazes... Seria bom achar strains com um bom teor desses 2 cannabinoides, o que para nós vai ser muito dificil devido a falta de informação e informação duvidosa, sem falar nos custos de compra de sementes e testes de laboratório(por mais caseiros q sejam). Eu ainda estou fazendo minhas buscas pra achar strain com bastante CBD, mas os custos e a dedicação pra tal pesquisa quase que inviabilizam de serem feitas por uma pessoa comum. Acho que a forma mais facil e eficaz para nos agora é tentativa e erro....
  24. Mais informações sobre o estudo: http://production.investis.com/gwp/pressre...ess/2009-06-16/ PS: é bom avisar que este estudo foi produzido por uma empresa farmaceutica que desenvolve medicamentos a base de cannabis.
×
×
  • Criar Novo...