Ir para conteúdo
Growroom

arnoldweed

Usuário Growroom
  • Total de itens

    27
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

24 Excellent
  1. Update 3 meses e meio depois, com uso de mais ou menos 1x/semana, acabou de chegar na metade!! Acabei descobrindo que minha dose preferida é de 3g da infusão. Isso que chamo de eficiência 🍀
  2. Fala galera, Dei uma lida nos métodos aqui e o meu foi um pouco diferente e muito eficaz. Os passos que segui foram: 1) Cura em água Comecei com 20g de uma ganja de média qualidade, por isso resolvi fazer esse processo e eliminar quaisquer impurezas. Consiste em colocar os buds em uma vasilha completamente cheia de água e trocar a água diariamente, de 5 a 7 dias. No último dia, a água deve estar transparente. Deixei secando no ventilador de um dia para o outro. 2) Descarboxilação Usei um forno elétrico Fischer pré-aquecido a 120°C por 30 minutos. Dichavei com teso
  3. Fala Black sabath, Tenho sua idade também, 23 anos. Primeiramente, minha família tem diversos históricos de transtornos psiquiátricos, maioria Transtorno Bipolar ou Depressão. Como eu já sabia disso, nem dava vontade de experimentar a cannabis. Então amigo, sem nunca ter fumado maconha na vida, aos 20 anos tive um episódio misto de hipomania e depressão e fui diagnosticado com Transtorno Bipolar tipo 2. Comecei a tomar anti-psicoticos (os que lembro são Seroquel e Olanzapina) e estabilizador de humor (Depakote). No transtorno Bipolar tipo 2 existe mania mas não há psicos
  4. kkkkkkkkkk, Canadense não tá pra brincadeira. (impressionante a diferença entre THC puro e THC+canabinoides) Vale ressaltar essa parte do texto: "(...)cannabis may have an effect on the age of onset of schizophrenia." Cannabis pode ter um efeito sobre a idade de um acesso de esquizofrenia. Pessoalmente, acredito que isso acontece porque a maconha potencializa o pensamento, abre novos caminhos. Logo, se não se cuidar, pode potencializar padrões mentais prejudiciais. Consumo consciente é fumar para limpar a mente, cultivar bons pensamentos, boas vibrações, estar mais próximo da n
  5. Fonte: http://psychcentral.com/news/2013/12/10/harvard-marijuana-doesnt-cause-schizophrenia/63148.html Harvard: Marijuana Doesn’t Cause Schizophrenia By JOHN M. GROHOL, PSY.D. Reviewed by John M. Grohol, Psy.D. on December 10, 2013 Good news for people who’ve worried that smoking too much marijuana (cannabis) — especially as a teenager — might lead to some dramatic problems in the future, even schizophrenia. New research from Harvard Medical School, in a comparison between families with a history of schizophrenia and those without, finds little support for marijuana use as a cause of s
  6. Oh yeah.. Let's get fritz No entanto vale ressaltar que muitos "LSDs" do mercado ilegal não são realmente LSD, mas outras substâncias: essas sim nocivas.
  7. 1,5 kg de maconha, duas pedras de crack e tubos de cocaína, uma balança de precisão e cerca de R$ 1600 em dinheiro. Nao e conclusivo, pode ser usuario de crack e cocaina mas ficou parecendo que era pequeno traficante.
  8. 1) Ta ai. Plante e seja feliz . 2) Consiga uma Mary solta de boa qualidade. Faca bases finos, eles queimam mais lento, da mais tempo pra a fumaça quente passar e levar os canabinoides junto (não e a fumaça da queima que da a onda, mas o fato dela passar pelo material ainda não queimado). 3) Fume em um ambiente em que você fique relaxado, e com pessoas que fique desinibido. Se não bater, você e um espécime raro.
×
×
  • Criar Novo...