drecol

Usuário Growroom
  • Total de itens

    12
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

5 Neutral

1 Seguidor

  1. Fala galera do GR, a muito tempo estudo e acompanho o fórum e estou pretendendo montar meu Grow. Antes disso resolvi germinar e colocar minha primeira Prenseed na terra para ver no que dava, e surpreendentemente deu! rs. Germinei no papel toalha e coloquei na terra preta sem nenhuma mistura, a planta começou a crescer e foi tomando forma, como o vaso era pequeno com umas 2 semanas vi que ela não estava mais crescendo muito e começaram a aparecer umas manchas amarelas nas folhas mais antigas somente. Mudei para um vaso maior e preparei um solo com terra preta a base de turfa, humus de minhoca, fibra de coco, vermiculita e calcareo dolomitico, seguindo uma proporção daqui do GR mesmo. Pelo que li parece que está faltando mg (magnésio) ou pode ser mto sol também. Se puderem ajudar fico grato, seguem as fotos do começo até como elá está agora. Obrigado desde já pelo conhecimento adquirido! Logo menos faço meu diário de cultivo no Indoor.
  2. Relembrando o tópico... O esquema da secagem, agora eu peguei mais o jeito... Tem que lavar (no método que fiz mesmo) e se secar muito ele fica palha, fica muito seco e apaga fácil (isso não tem nada a ver com a qualidade do pren), se você deixa ele com alguma humidade por dentro ele mofa, portanto o segredo está na secagem. Estou deixando mais ou menos 40 min na frente do ventilador e depois vai pra um pote de vidro fechado com silica gel por 2 dias. Foi o melhor resultado que consegui até agora.
  3. Salve Growroom! Gostaria da ajuda de algum advogado que defende a causa... é o seguinte: Um amigo meu foi demitido do emprego hoje, ele é Rasta e sempre trabalhou em lojas de roupas e acessórios de Surf. Ele estava trabalhando nesta loja a 5 dias, já tinha vendido cerca de R$15.000,00 nestes 5 dias e estava entre os melhores vendedores da loja. Acontece que hoje pela manhã, o gerente da loja saiu e entrou um novo no lugar. Esse gerente novo o chamou para conversar (provavelmente pelos dreads dele) e o questionou sobre uso da Cannabis antes do serviço e no horário de almoço. Ele nunca deu nenhuma pala em anos e anos de serviço em lojas do mesmo seguimento, portanto não seria diferente nessa. Meu amigo disse a verdade sobre o assunto, que as vezes dava "um dois" e que como o gerente podia ver nos resultados de venda dele, isso não influenciava em nada no seu trabalho, porém o gerente o demitiu por essa alegação. Gostaria de saber se isso é correto (se o gerente está dentro da lei), ou se cabe uma ação judicial por se tratar de preconceito (pois ele não foi pego usando Cannabis no horário de trabalho e nem fora dele), sendo assim, não teria motivo para o gerente questiona-lo sobre o assunto a não ser pelo uso de seus dreads. Se algum advogado puder dar uma luz sobre o que faze nesse caso eu ficaria muito agradecido. Valew Growroom! Sempre fortalecendo a luta, seja no cultivo, tanto quanto nas dicas gerais, quanto na parte jurídica!
  4. Fora o fato de podermos ter um lindo jardim no quintal, sem preocupações, todo florido (ta bom, as flores a gente colhe) rsrs
  5. Boa entrevista, apesar de ter um "que" de sensacionalismo. "Maconha faz mau? Sim.". Já começa por ai. É mesma coisa que colocar na capa de uma revista: "Picanha faz mau? Sim" ou até mesmo: "Café faz mau? Sim." Tudo tem seu lado bom e seu lado ruim, agora quando falam de maconha tem que ter um certo cuidado ao colocar isso na capa de uma revista, já tende a pessoa a ler a entrevista com outros olhos, seria totalmente diferente estar na capa de uma revista: "Maconha faz mau?"... Simplesmente isso, uma pessoa leiga leria com outros olhos. E detalhe para uma parte absurda da matéria, a qual um Delegado ou algo assim diz que o traficante afirmou uma vez para ele que mesmo sendo legalizada, ele competiria com a venda da maconha legal, pois os "clientes" dele sabem da qualidade e bom preço de sua erva. Para nós que vivemos e sabemos a qualidade da maconha oferecida pelos traficantes é ridiculo uma revista publicar isso. Traficante só vende prensado, muitas vezes com substancias misturadas para conservar melhor a erva. Imagina o governo vendendo legalmente vários tipos da erva, com controle da ANS? Não teria comparação com a erva vendida pelos traficantes nem de longe, tanto no quesito qualidade, quanto no quesito preço (R$2,00 a R$4,00 reais um grama de prensado, proveniente do Paraguai e com a erva que sair do solo ou R$30,00 a R$50,00 o grama de uma erva plantada de um tipo específico). Acredito que o governo praticaria o preço do mercado negro (R$3,00 o gr) porém, por uma erva de excelente qualidade, a mesma vendida por alguns hoje em dia na média de R$35,00 a R$40,00 o gr.
  6. Salve galera do GR... Fiz pela primeira vez o procedimento de lavar o prensado em água quase fervendo. É impressionante!!! Ai sim você vê o que está fumando, meu fumo saiu sujeira, mas por ser um fumo de qualidade, comparado ao de alguns que vi foi pouca sujeira. E o mais impressionante, os camarões formadinhos, que coisa linda, nunca tinha visto isso no prensado. Ai uma dúvida. Pra vaporizar coloquei um antes de secar e vaporizei e foi que foi lindo, chapei até mais que antes de lavar, agora pra fumar o base ficou apagando toda hora. Alguém tem alguma dica pra não ficar apagando? (Obs.: Deixei uma noite toda secando na frente do ventilador, pode ter secado muito ou teria sido o método acelerado de secagem?) Ano que vem, lá pra Março começo meu Grow, por enquanto é só no pren pren mesmo (antes que alguém como sempre comente "Joga fora e planta e tal...").
  7. Valew pelas dicas Chofer, os cara tão muito rápido! Já está no Brasil o NO2, agora é só esperar ver se passa na receita ou não. E sabendo dessas dicas quando ele chegar eu já vou levar no primeiro dia! Agora vai dar pra tirar mais onda ainda no som, uhauhauha. "Uma garrafinha de 600ml!" Quando li isso já me vieram idéias mirabolantes de muquiar o mesmo, pq como eu vou pra trampar, não tenho problema em entrar nos lugares com uma garrafa de 600ml no bolso, ainda darei uma vaporizada na frente dos segura... quando chegar pode ter ctz que acharei alguma coisa perfeita para deixar ele totalmente "stealth" e acharem que é um Squeeze ou algo do tipo. Ainda não tenho ele em mãos para ter a idéia, mais pode ter ctz que dentro de algumas semanas eu postarei um tutorial de "Como deixar seu Vap NO2 Stealth" rsrs
  8. Uma viagem minha (depois de um verdinho ainda rs)... não, não, só disse pra descontrair, mais tenho várias certezas sobre a proibição da maconha. Uma delas está nessa lista. Com tantos benefícios, a indústria farmaceutica com ctz teve grande influência sobre a proibição da maconha por meados de 40 nos EUA. Imagina o que uma planta dessa faria, inofensiva, pode crescer em qualquer vazo velho que se tenha em casa, diminuiria uns 70% o uso de remédios manipulados em laboratório. Realmente essa plantinha é um perigo!!! (Para os lucros absurdos dessa área e pq não o controle do mundo, pois o fazem com remédios, coqueteis, etc). #DesabafodaMadrugars
  9. Comprei no Ebay também e paguei nessa faixa... Em relação ao que eu disse de andar na rua com um Vapir NO2, na vdd acho q já estou meio desleixado com relação a isso. Sou músico e dou aquela andada depois de acordar e almoçar (por volta de 15:00h), e passo por ruas meio desertas que tem aqui no bairro queimando um, quando passa alguém perto dou aquela escondida no meio da mão, prendo a fumaça e solto quando passei da galera. Pode ser um erro eu estar desse jeito, mais sei lá, não to fazendo mau pra ninguém, dou aquele 2, meto o fone e pratico minha atividade física, suavemente. Comprei ontem no ebay um Vapir NO2, foi postado hoje, e já estou acompanhando ancioso chegar no Brasil (sexta recebi um produto que demorou 10 dias por First Class Mail), espero que este seja nesta mesma velocidade. Paguei o total de U$134,00 com frete, fiz os esquemas de declarar menos e tal, vamos ver, se td der certo vem sem taxa, chega no Brasil por R$277,00. Como disse antes, trabalho com Musica e tal, e hoje em dia fumo um na porta das baladas, quando tem camarim aberto queimo um lá mesmo, as pessoas estão mais suaves (Por estar na casa trabalhando, os seguranças não falam nada). Vcs acham que consigo colocar o Vapir NO2 no Bolso de uma Bermuda Jeans? (Uso bermudas bem largas) E outra, em relação ao cheiro, conseguiria queimar um por exemplo na passagem de som no palco, sem que a galera da casa percebesse? Pergunto em relação ao cheiro, pois com ctz irei criar alguma gambiarra pra muquiar o vapir, ngm verá que estou vaporizando. Como disseram que no cinema da pra queimar um sem perceberem, será que rola? Já vou agradecendo antes de mais nada pelas respostas, infelizmente comprei primeiro esse Dragon pela falta de grana, mais esse mes deu pra pedir o NO2. Mais uma coisa, esses dias colei com uns parceiros Rastas e um deles estava com uma coisa que não sei o nome, mais vou chamar pelo princípio do mesmo de "Pipe Elétrico" ou "Pipe a Pilha" rsrs. Alguém conhece ou sabe o nome de vdd? É uma parada que vc coloca a erva, se parece esteticamente com um narguile, porém é pequeno e não vai água. Põe fogo nela, e aperta um botão na lateral. O "Pipe" tem tipo um exaustor, que suga a erva aumentando a queima, concentra a fumaça dela em um reservatório de vidro e manda só a fumaça pelo caninho, mais muiiiiiitttttaaaaa fumaça. Achei muito loco. Se alguém souber o nome, por favor, mais essa dica. Valew!
  10. Bom... meu primeiro post aqui no Growroom... Seguinte, comprei a um tempo atrás o "Magic Dragon Lite", no ebay. No mercadolivre custa em torno de 200,00, acabei pagando na faixa de 60 dolares com frete. Ele é esteticamente igual esse magic flight box, porém é preto. Sinceramente, achei muito ruim, acabei dando pra um primo meu pra ver se ele consegue tirar melhor proveito que eu. Pontos Fracos: - Vem em uma caixa sem manual nem nada do tipo, pra quem nunca usou um Vap portátil, tem que olhar pra ele e seus acessórios (tampa da pilha, tela adicional, escovinha de limpeza e tubo para puxar o vapor) e imaginar como se usa. - Ao colocar a pilha com o suporte, não tem uma trava ou um clique, você coloca e vai rodando o suporte da pilha até ele não cair, porém não fica travado. - A pilha esquenta muito, coisa de queimar a mão ao deixar a mesma por volta de 2 minutos no vap. Aparenta estar até em curto (quando usei a primeira vez achei que estava), porém, dá pra ver pelo vidro que a erva está sendo vaporizada, faz uma fumacinha de nada. - Sinceramente, senti uma brisa parecida com quando a uns 10 anos atrás eu fumava ganja de biqueira, os comerciais bem fraquinhos, aquela brisa que você nem sabe se está acontecendo mesmo ou se é seu psicologico somente que está lhe dando a impressão que deu alguma coisa de nada. - Não sei como é este do tópico, mais como o Dragon é muito parecido deve ser igual, o vidrinho que fecha o compartimento da erva não lacra a mesma lá dentro, fica um vão bem pequeno entre o vidro e o compartimento da erva, acredito que nessa perca-se muito vapor. Pode ser que eu não tenha usado corretamente, pra mim os vaps são um mundo novo, mais gostaria de saber de vocês se este do tópico acontece a mesma coisa (esquentar pilhas, etc). Minhas conclusões finais: NÃO COMPREM ESSE MAGIC DRAGON LITE. Com a decepção que me trouxe, logo após não ter o resultado esperado, tive que fazer a velha e boa vela pra esquecer a decepção rsrsrs... Pode ser que eu usei errado, mais é de muito baixa qualidade o material, acabamento e peças nele. Fica a dica rs... Gostaria da opinião de vocês, estou meio que decidido a comprar o Vapir NO2, me parece ser excelente, porém, parece não ser tão portátil. O que me dizem dele? Quanto a não ser portátil, andar com um desse na mão no meio da rua acho que não seria problema, já que ninguém sabe o que é e pra que funciona, só quem já usou um, e estes são aliados! Acredito que pelo formato dele achariam que eu sou gaucho e estou tomando um Chimarrão rs... Agradeço a todos do Growroom que postam, isso só fortalece a massa!