IAJ

Usuário Growroom
  • Total de itens

    21
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

14 Good

Profile Information

  • Gender
    Male
  1. Caraca, li 17 páginas e ninguém sabe da situação do cabelo? E é uma pena saber que o protesto em frente da delegacia não rolou.
  2. É possível mudar o apelido?

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. biscoito71
    3. PPerverso

      PPerverso

      É proibido mudar o nick! É proibido fazer propaganda de mudar o nick. Vai que você tenta mudar o nick na frente de uma criança?!?!?!!?

    4. survive
  3. Cada um com seu entretenimento. Seu filme, UFC, vídeo game ou qualquer coisa que você gosta não é melhor do que qualquer novela, futebol ou Big Brother, é apenas diferente. E justamente pra isso que serve a classificação indicativa. E assim os pais podem controlar o que seu filho vai ver, mas na rua a imagem é jogada na cara do filho e não há nada que se possa fazer. Ainda não tem meu apoio pois não parei pra pensar bem no assunto, como é nos países em que essa lei já está em vigor e até que ponto isso é controlável ou influenciável, apenas estou dando minha opinião no momento sem ter parado um minuto pra refletir. Mas me interessei e vou dar uma estudada. Mas em relação a propaganda sou totalmente contra sobre qualquer droga, nem que seja xarope pra tosse e não há nada que me faça mudar. E realmente, postou na board errada. Isso não tem nada a ver com ativismo de cannabis.
  4. Não dá pra atribuir uma personalidade ao fórum, são milhares de pessoas com pensamentos bem diferentes. As similaridades são em relação a erva e param por aí. Tanto é que até agora o tópico teve mais apoio do que o contrário. Outra coisa, não tem ninguém querendo banir a substância.
  5. São sim, falo por experiência própria. Sempre achei maneiro fumar, sendo que na minha família não tem nenhum fumante, fui totalmente influenciado vendo as pessoas na rua fumando. Quando tinha uns 8 anos pegava um monte de folhas secas e botava na folha de caderno e ficava fumando (sem tragar). O mesmo ocorreu com a bebida, mas meu papai bebia, porém não culpo ele. Ele nunca ficou bêbado na minha frente ou até mesmo bebia, só via mesmo as coisas na geladeira. Tive curiosidade por ver as pessoas usando em festas e por ver como elas ficavam. Bebi minha primeira latinha de cerveja com 11 anos. Crianças se impressionam MUITO fácil. E me fala, quantas vezes você já viu nego fazendo merda na rua bêbado? É feio generalizar, mas a verdade é que álcool é uma droga que pode tirar quase que completamente a sanidade da pessoa.
  6. Tem alguém aqui pedindo pra proibir a bebida? Se o usuário só prejudicasse ele mesmo ao invés dos filhos dos outros, o mundo seria muito melhor. Quer beber? Bebe num bar ou na sua casa. Quer dizer, pode beber na rua. Infelizmente acho muito difícil isso ir pra frente.
  7. O que eu acho que vocês não estão entendendo é que isso é prejudicial! Não é só um tópico desnecessário a mais na primeira página, é um tópico a mais no resultado da pesquisa pra dificultar. E cada board só possuem nove páginas, então quando um novo tópico é criado, um bom tópico que está na nona página "morre". E como assim uma wiki? Além do post principal do criador do tópico, tem os comentários da galera, QUE INCLUSIVE os novatos podem postar e interagir. Não há justificativas pra PREJUDICAR os outros.
  8. Não poderia concordar mais! Não tem motivo pra ser compreensível com novato, aqui já tem TUDO de mão beijada, só não acha quem não quer. Não vamos inverter os papéis e fazer os novatos de coitadinhos, pois não passam de preguiçosos. Pelo contrário, eles que são os vilões da história e só atrapalham os outros! Perdi as contas de quantas vezes minha busca no fórum foi prejudicada por causa deles. Não vamos fazer jus ao esteriótipo de maconheiro preguiçoso. E se o cara se abala por um simples "tem de tudo pra você no fórum, deixe a preguiça de lado e use a busca. Aqui não é lugar pra criações de tópicos sobre fertilizante, tem uma board só pra isso e até um tópico específico pinado", então o usuário não está tão comprometido assim com a causa. Não estou falando que tem que ser ignorante e faltar com respeito, mas a tolerância tem que ser próxima de zero. A melhor solução pra isso já foi indicada: ter no MÍNIMO uma semana de cadastro pra poder criar um tópico.
  9. Não se sinta ofendido, não estou querendo desmerecer o modo de viver de ninguém. Mas não é explanatório só pra mim, é impossível usar dreads sem ser taxado de maconheiro mesmo sem a pessoa ter trocado uma palavra com você. E igual sair com uma camisa com uma folha de maconha e escrito 4:20. E são pouquíssimas pessoas que associam dreads com religião, a grande maioria nem sabe da existência de uma religião chamada Rastafari. Diga-me, quantos anos faz que você ouviu a palavra rastafari em canal aberto? Eu mesmo nunca ouvi. E a televisão é a nossa maior fonte de informação. Nem mesmo os jovens conhecem, é um ou outro, e quando conhece é maconheiro ou curte reggae. Não sei se estou sendo prepotente em achar que meu bairro é referência pro Brasil todo, mas duvido muito que essa não seja a realidade brasileira.
  10. Dread é muito explanação, até hoje não conheci uma pessoa que tem dread e não fuma. Vocês passaram a serem mais abordados pela polícia por conta disso? E quem tem cultivo em casa, não preocupam em saber que seus vizinhos sabem que você fuma maconha (todo mundo tira essa conclusão)? Não tenho nenhum interesse em fazer dreads, só por curiosidade mesmo.
  11. IAJ

    .

    Se você pagou menos de R$ 150,00 num papel, as chances de serem Nbome são gigantescas. Se você pagou menos de R$ 80,00, nem fica na ilusão que tomou LSD. Nbome é vendido por 1$ ou até menos vindo da China, LSD dificilmente você encontra por menos de 30$. Agora faça as contas. E não acredito que tenha produção de LSD ou Ecstasy no Brasil, vem tudo de fora. Nessa vergonha de país mais da metade da maconha vem de fora, imagina essas drogas extremamente complexas. Aliás, nosso país é um muito ruim em relação as drogas, não tem nada de qualidade nessa merda. Até tem, mas é difícil arranjar uma fonte boa, quando acha não dura por muito tempo, os caras rodam rápido demais. Além do preço. Quer saber o que você tá tomando? Compra um kit reagente, tá uns 15$. Quem tá falando que tomou LSD puro, vai se decepcionar muito, é mais fácil encontrar um unicórnio na guerrilha do que LSD no Brasil.
  12. Primeiro programa de entrevista onde o entrevistador se preocupa única e exclusivamente em limar o entrevistado, ode ao esquerdismo. O mais engraçado dessa entrevista foi ele querendo pagar de moralista, mas não foi ele que teve problemas judiciais por fazer piada de humor negro? Foi bom pra nossa causa, mesmo isso sendo feito por um idiota desse.
  13. Assim como não deixarei meu filho beber e fumar cigarro, também não deixarei fumar maconha. E é sim uma droga, não vamos mascarar a realidade, não precisamos disso pra legalizar.
  14. Algumas favelas dominadas A.D.A NUNCA chegaram a vender crack, um grande exemplo é a Rocinha. Eu não sei como vai ficar agora, mas pelo jeito a nova política do C.V é parar com a venda do crack mesmo. Sempre quando eu preciso, compro no Cajueiro (Favela dominada pela C.V), lá tinha uma cracolândia grande, pessoas em uma situação deplorável, até criança no meio tinha. Semana passada eu fui lá, não tinha NENHUM viciado no local e há uma placa escrito "Sossego". Ainda estão vendendo crack, mas só até acabar o último estoque (Isso segundo o traficante, perguntei pra ele).
  15. Tenho alguns conhecidos que já usaram outras drogas enquanto estavam sobre o efeito do álcool.