Ir para conteúdo
Growroom

sóamangarosa

Usuário Growroom
  • Total de itens

    648
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que sóamangarosa postou

  1. http://www.tujardincultivos.com.uy/316-cbd-crew
  2. aqui no brasil n sei dize n, soh no uruguai, cannatonic, dancehall, strains da cbd crew em geral.. isso vc acha no google vc tem q fumar pra ver como vc se sente, se vc sentir ansiedade para, cada pessoa é diferente e reage diferente, mas normalmente cbd te da uma sensação corporal/relaxante e alivia ansiedade
  3. Pode te dar crise de ansiedade sim, independente de ser prensado ou home grown Vc tem que estar muito bem da cabeça, relaxado, sem nenhuma preocupação, ou a maconha pode te trazer problemas Eu já fumei 316546 baseados e até hoje aprendo a usar melhor a erva, geralmente quando eu andava muito parado, deixando as coisas pra depois, qnd eu fumava um beck nossa, minha ansiedade ia a milhão Hoje em dia eu procuro ser bem ativo, fazer um monte de coisas, exercicio fisico, diminuir o consumo de erva, tem matado a ansiedade pra mim e trazido experiencias boas.. Strain com cbd alto é uma boa tbm
  4. tbm tenho essa dúvida, eu acho q com menos de 10 pés da pra dar um desdobre
  5. eu comprei nesse esquema e chegou de boas, eu dei um nome diferente do meu, e na hr q o correio veio eu olhei pra ver se a mulher do correio tava sozinha kk precaução só mas tipo, eu negaria velho, se vc compra com bitcoin a unica coisa q eles tem contra vc é um endereço muitas dúvidas juridicas da galera =/
  6. quanto vai custar a entrada? eu tava pensando em ir com o meu carro msm
  7. show em irmao, eh isso ai, encher os potes kkk
  8. Com certeza, maconha não é inofensiva como muitos dizem se vc fumar d+ pode desencadear problemas de ansiedade, over thinking, dificuldade pra se concentrar hj em dia eu evito fumar todo dia, e fumar prensadao do crime
  9. Galera, vcs sabem algum seedbank europeu q venda seed de gorila glue?e de chiquita banana? 

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. black flag

      black flag

      Só estou contando que é uma planta muito boa. Que vale a pena as sementes apesar das hermas.

    3. sóamangarosa

      sóamangarosa

      bacana, com ctz vou pegar, apesar desse risco, se acontecer de hermar tbm nao vou por a culpa em mim msm auhau

    4. annaX

      annaX

      theatittudeseedbank

  10. caralho q som q vibe, musica novíssima, totalmente underground, produção independente.. tem um brother meu na batera e outro q faz as paradas no skate depois de dar umas bongadas
  11. acabei de ver a fala do Emilio Figueiredo no Senado a respeito da SUG 25.. mandou ver.. tanta batalha que ele está alterando o rumo do país, chega a cair uma lagrima saber que um dos maiores ativistas juridicos do brasil é daqui da casinha

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. tikones

      tikones

      fora o show de deficiencia cognitiva que os 'Pró-família' deram né..

    3. sóamangarosa

      sóamangarosa

      mds velho eu procuro nem pensar mt nisso.. esses senadores sao um bando de folgado 

       

      "pro familia" "em nome de deus" eu nao acredito que esse tipo de gente ocupa cargos tao altos

    4. sóamangarosa

      sóamangarosa

      eh q nem eles dizem, os inteligentes estão cheio de dúvidas e os idiotas cheios de certeza.. acho q é por isso q nao temos mt gente inteligente na politica

  12. mano olha o topico q vc reviveu ahuauhauhauhuahua carai q engraçado kk vlw a pena ler de novo na real
  13. Rodrigo Maia cria comissão de juristas para fortalecer o combate ao tráfico de drogas e armas O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, criou nesta segunda-feira (9) uma comissão de juristas para elaborar um anteprojeto de lei sobre o combate ao tráfico de drogas e armas no País. O grupo será presidido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes e terá quatro meses para elaborar um anteprojeto com “medidas investigativas, processuais e de regime de cumprimento de pena”. De acordo com Rodrigo Maia, o combate à criminalidade organizada é prioridade absoluta. “São necessárias alterações legislativas que garantam o intercâmbio de policiais e o uso compartilhado de informações e equipamentos de inteligência, bem como a cooperação entre as equipes de perícias e apoio tecnológico em laboratório forense, especialmente em lavagem de dinheiro e financiamento de atividades ilícitas”, explicou o presidente.Integrantes Farão parte do grupo de trabalho oito especialistas em Direito Penal: - o presidente do Conselho de Política Criminal e Penitenciária, desembargador Cesar Mecchi Morales; - a defensora pública da União Érica de Oliveira Hartmann; - o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de São Paulo, Gianpaolo Poggio Smanio; - o subprocurador-geral da República, José Bonifacio Borges de Andrada; - a promotora de Justiça da Bahia Mônica Barroso Costa; - a advogada Patrícia Vanzolini; - o advogado Renato da Costa Figueira; e - o advogado Renato de Mello Jorge Silveira. A atividade dos integrantes do grupo não será remunerada e eles só terão direito ao custeio dos gastos com transporte e hospedagem. No ato da criação do grupo de trabalho, também estão previstas audiências públicas e reuniões com representantes do Judiciário, do Ministério Público, de administrações penitenciárias estaduais, da sociedade civil organizada, entre outros. Rodrigo Maia informou ainda que a presidência da Câmara vai estabelecer um canal de comunicação direta com sociedade para que ela encaminhe sugestões legislativas. Fonte: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/SEGURANCA/546332-RODRIGO-MAIA-CRIA-COMISSAO-DE-JURISTAS-PARA-FORTALECER-O-COMBATE-AO-TRAFICO-DE-DROGAS-E-ARMAS.html O Brasil esta caminhando na contra mão, nós precisamos fazer alguma coisa, vc viu como os senadores ignoraram por completo nossa sugestão legislativa nº 25/2017 a respeito da descriminalização do cultivo, e realizaram completamente o oposto, eu mandei email's pra esses deputados e senadores condenando essa atitude, também floodei os comentários da noticia na pagina da camara (mas eles filtram os comentários e só mostram os comentários que eles querem), a gente precisa fazer alguma coisa. Ao invés de combater a corrupção e descriminalizar o cultivo caseiro, eles querem criminalizar ainda mais nosso hobby e descriminalizar a corrupção, ve se pode uma coisa dessas..
  14. cara, q felicidade, fico muito feliz com isso, de coração mesmo.. Na real oque aconteceu é o que deveria acontecer com todos os casos semelhantes, só nós growers sabemos o tamanho das injustiças que a nossa policia comete... E falando nela, mais um trabalho RIDICULO da policia, como era de se esperar, laudo todo errado, incineraram a droga sem ordem judicial, garanto que cometeram inúmeras ilegalidades quando entraram na sua casa.. é foda.. acho que os juízes devem ficar putassos com esses policiais que atuam dentro do processo!! mano toda sorte do mundo nesse processo, ganha essa por nós!!
  15. Engraçado, tenho um amigo com um sério problema de criar uma conta no GR.. Aí os tutoriais e tal eu tenho td q copiar e colar pra ele ver, aí fiquei pensando, porra não é possível o cara nao conseguir criar uma conta num fórum. Aí fui criar pra ele, todos os meus e-mails no momento q eu ia criar o site dizia que já estavam em uso, aí criei uma conta de email novissima, só com esse objetivo, e retornou com a msm msg, q o email ja estava em uso, puta negócio chato, impossivel criar a conta pro cara, to até desistindo, acho q vou passar minha senha pra ele =x

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. Soqueroplantar

      Soqueroplantar

      Aconteceu comigo também, de certo o email não chega por algum motivo, mas eu só entrei com o login e senha e consegui criar, outra coisa também que funcionou com um amigo foi criar a conta na aba anonima (Ctrl+Shift+N).

    3. sóamangarosa

      sóamangarosa

      criar na aba anonima eu ja tentei, e n funcionou

    4. Yusk

      Yusk

      Tentem fazer o cadastro fora do horário de "pico" do sistema do fórum. Acredito que por volta das 7am o fórum deve aceitar o cadastro. Mas, obviamente, é só uma sugestão, portanto, não há garantia alguma.

  16. cara, vc acertou em cheio.. nesse país prefiro levar uma vida ermitã msm, e outra q eu nao confio em ngm no poder público daqui, muito menos espero alguma iniciativa positiva do congresso nacional nessa área, é uma questão de realismo msm, se eu quisesse viver em sociedade num país decente eu me mudava daqui ow vc acha q a bancada envagélica vai deixar a gnete "se drogar"? vc viu o parecer do petecão a respeito da sug 25/2017? e a entrevista do magno malta? não q a criação de clubes não seja valida, mas eu não vou esperar abrir um clube q eu me associe pague mensalidade e me deem flores, olha o qnt eu iria ter q esperar, gastar dinheiro, papelada, burocracia, possibilidade juridica disso, eu to fora disso aí kkk e nesse tempo enquanto eu fico sonhando com clube de cannabis vou fumar o q? outra coisa, pelo q eu entendi dessa parada da anvisa. Ela quer dar a permissão para que CERTAS empresas (isso aqui no brasil q é um país crivado de corrupto e bandido vc falar em escolha por edital é mt engraçado kkk) depois de uma burocracia que vai ser enorme (anvisa é 100% burocracia e RDCs gigantes e estupidas já trabalhei nesse lixo de autarquia) possam cultivar um número determinado de plantas, somente para os fins de extratos e matéria prima para medicamentos, para que empresas gigantes tipo a gw pharma possa produzir o mevatyl por exemplo, e eles vão monopolizar o comércio de medicamentos a base de cannabis para pacientes, e o povo brasileiro ainda vai fornecer a matéria prima pelo que eu vejo da ANVISA, vai se desenhando uma formatação para restringir as possibilidades economicas do negócio a alguns poucos e abrir janelas para proliferar nossa industria de propinas e a gama de crimes associadas a pretensos controles estatais É muito mais facil a gnt conseguir a legalização do cultivo doméstico da cannabis através do PL 7270/2014 que diga-se de passagem é perfeito, é um modelo pro mundo, do q tentar cadastrar um cnpj na anvisa.. Só q esse projeto de lei ta no congresso fazem 3 anos e vai morrer lá
  17. nao consigo logar no forum usando tapatalk =//////////////////

    1. Mostrar comentários anteriores  %s mais
    2. sóamangarosa

      sóamangarosa

      mas ai eu  consigo postar e anexar arquivos?

    3. black flag

      black flag

      Eu logo direto e posto coisas.
      Só não anexo fotos porque a câmera do meu cel tá quebrada, mas acredito que dê sim

    4. sóamangarosa

      sóamangarosa

      eu nao consigo postar, a caixa de texto n aparece =/

  18. ta rolando uma promoção bacana de vap na namaste vapes https://www.namastevapes.com.br/

  19. Ainda dá tempo de mudarmos de rumo, mas o Brasil está a caminho de virar um narcoestado, com o PCC ou o CV fazendo o papel que já foi de Pablo Escobar e dos cartéis mexicanos Seis anos atrás, fui para Portugal, conhecer por dentro o famoso “sistema português” de drogas, que na época celebrava seu décimo aniversário. Lá entendi a diferença crucial que é lidar com as drogas da perspectiva da saúde, em vez da justiça. O sistema português foi todinho estruturado com o foco em tratar as pessoas que precisam de tratamento. Ninguém lá está em julgamento: as pessoas são cuidadas, e apenas quando querem. São apoiadas em suas trajetórias pessoais para se livrar das drogas ou dos males que elas causam. (Se quiser saber mais sobre como funciona, no detalhe, publiquei aqui um capítulo do meu livro “O Fim da Guerra”, de 2011, sobre o assunto.) Na época, fiquei encantado com o conceito e tive a sensação de que nossos primos lusos estavam no caminho certo. Os resultados, no entanto, ainda eram frágeis e pouco conhecidos. Havia uma sensação de melhora em vários indicadores – uso por menores de idade, busca por tratamento, sucesso no tratamento, contaminação de HIV e hepatite, uso de drogas pesadas, overdoses, poder do tráfico, capacidade da polícia e da justiça –, mas eram avanços pequenos, no máximo um punhado de pontos percentuais ao ano. Reinava ainda uma certa dúvida: com uma crise econômica adiante, será que o país afundaria de novo nas drogas? E, com a mudança de partido político no poder, será que o sistema iria dançar? As respostas a essas dúvidas saíram publicadas esta semana na coluna do jornalista Nicholas Kristof, do New York Times: claramente Portugal ganhou a guerra às drogas. Ao parar de perseguir usuários e, em vez disso, tratar deles quando eles precisam, o pequeno país europeu conseguiu resultados extraordinários e indiscutíveis, tanto na saúde como na segurança. Passados 17 anos do início da experiência, o número de usuários de heroína caiu 75%, as infecções de HIV por uso de droga diminuíram 90%, o número de mortes por overdose caiu 85%. Agora apenas 52 pessoas morrem de overdose em Portugal a cada ano. Enquanto isso, os Estados Unidos, que tentaram lidar com o mesmo problema com repressão, perderam 64 mil pessoas em overdoses – um número chocante, equivalente a todas as mortes de americanos nas guerras do Iraque, Afeganistão e Vietnã, somadas. Kristof ainda lembra que o sistema português custa apenas cerca de US$ 10 por cidadão ao ano, enquanto o americano custa milhares de dólares. Uma coisa que notei é que Kristof, em 2017, entrevistou muitas das mesmas pessoas que eu havia conhecido em 2011, e que seguem trabalhando no sistema. Houve continuidade num programa que estava dando certo, apesar de o governo ter mudado de mãos dos socialistas para os conservadores e depois para os social-democratas. Quem fazia um bom trabalho continuou. E, com isso, as pequenas melhoras incrementais que eu havia observado em 2011 viraram estrondosos sucessos acumulados em 2017. O governo português obviamente fez algo que deu certo. Achei importante contar isso neste momento, em que a política de drogas do Brasil caminha a passos largos para dar desastrosamente errado, a ponto de destruir muito deste país. Você está vendo o que está acontecendo: organizações criminosas estão em guerra aberta para disputar as principais rotas do tráfico. Essa guerra vira notícia quando gera caos no Rio de Janeiro, ou quando explode em massacres nos presídios no Norte e do Nordeste. Mas, longe daqui, tem algo ainda mais assustador acontecendo: PCC e Comando Vermelho estão se estruturando para virarem grandes cartéis internacionais. No início do ano, o governo colombiano alertou que o PCC está se entranhando nas florestas da Colômbia e oferecendo empregos a narcotraficantes que antes trabalhavam para as Farc, o exército revolucionário colombiano. Com as negociações de paz entre os guerrilheiros e o governo, as Farc estão entregando as armas. Mas isso não significa que os produtores de cocaína que trabalhavam para eles vão todos alegremente se aposentar – muitos estão adorando a ideia de virarem soldados do PCC. Com isso, a organização criada nas cadeias paulistas, que já domina bastante da produção de maconha paraguaia, está a caminho de integrar toda a cadeia de produção e distribuição de drogas na América Latina. Considerando a posição estratégica do Brasil, o único país que faz fronteira com todos os produtores mundiais de cocaína (Bolívia, Peru e Colômbia), é questão de tempo para que nossos mafiosos comecem também a tentar conquistar as rotas do Atlântico, que conectam o Brasil ao mundo desenvolvido. Sabidamente, cartéis muito poderosos e governos fracos e corruptos são a fórmula para criar um narcoestado: países comandados pelo poder do tráfico internacional de drogas. Aconteceu recentemente com a Colômbia, como você talvez tenha visto na série “Narcos”, do Netflix, e em seguida com o México e boa parte da América Central, como você vai ver nas próximas temporadas da série. Estamos embarcando pelo mesmo caminho – tenho absoluta certeza de que PCC e CV já são financiadores relevantes de políticos brasileiros (fique especialmente atento àqueles que propõem endurecer o combate às drogas, discurso típico de político financiado pelo tráfico). Se tudo der certo nos planos das organizações criminosas brasileiras, talvez a quinta ou sexta temporadas de “Narcos” se passe em São Paulo, ou no Rio. É possível escapar dessa maldição. Portugal aponta um caminho. Os Estados Unidos e o Canadá, que estão legalizando a maconha e assim descapitalizando os narcotraficantes mexicanos, apontam outro. A própria Colômbia tem acertado muito depois de aprender com seus erros do passado. Não faltam iniciativas bem-sucedidas para nos inspirar. Mas os políticos tradicionais brasileiros têm se mostrado valiosos aliados dos narcotraficantes. Em vez de fazer políticas racionais, baseadas em ciência, focadas nos cuidados, eles seguem insistindo numa estratégia de confronto, que só serve para aumentar o poder das organizações criminosas. Por exemplo: a prefeitura de São Paulo invadiu em maio uma cena de uso de crack sem nem planejar antes os cuidados à saúde. É erro típico de políticos tradicionais, que se guiam mais por marketing do que por resultados, mais por preconceitos do que por ciência. A intervenção desastrosa resultou naquilo que se esperava: no espalhamento do uso de crack e no aumento do poder do crime organizado. Algo que, depois do óbvio sucesso do sistema português, supôs-se que jamais precisaria acontecer de novo. O PCC agradece.Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/colunistas/2017/A-%C3%BAltima-temporada-de-%E2%80%98Narcos%E2%80%99-poder%C3%A1-ser-gravada-bem-perto-da-sua-casa esse artigo me deixou preocupado, o que dizer do Brasil.. a gnt tem Narco-senador, pastor evangélico-senador, deputado federal traficante.. como vamos ganhar no congresso desse jeito..?
×
×
  • Criar Novo...