arctic

Usuário Growroom
  • Total de itens

    10
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutral

Últimos Visitantes

249 visualizações
  1. Fala irmão, tudo bem? De fato o extrato de tiririca é um enraizador. Pode-se fazer um extrato com água com os bulbos da tiririca e suas folhas e emergir os clones nessa solução para favorecer o enraizamento de clones. No caso das sementes não podemos afirmar com certeza, seria necessário realizar um simples experimento testado a influência do extrato aquoso em sua germinação. Vale lembrar também que na fase inicial também é importante a adubação fosfatada que favorece esse desenvolvimento. Junto com essa adubação pode-se aplicar ácidos orgânicos como ácidos fúlvicos e húmicos que estimula o desenvolvimento radicular e aumentando o teor de fósforo disponível para a planta (75% a 95% do fósforo levado ao solo, se perde no processo denominado fixação)
  2. Boa tarde, venho através desse post pedir ajudar: A alguns anos meu pai descobriu que possui uma doença conhecida como Espondilite Anquilosante (EA), doença inflamatória crônica que atinge as articulações da coluna e da bácia. Essa doença não tem cura e ultimamente ele faz tratamento com um remédio, o Enbrel, esse remédio é custeado pelo Estado (custa em torno de R$ 7000,00 reais). Sou usuário e defensor da maconha e conheço por cima suas propriedades medicinais, e em pesquisas consegui achar algumas coisas que citam o tratamento do EA com auxilio da maconha, como por exemplo em: History of Cannabis as a Medicine, de Lester Grinspoon A locomoção de meu pai é muito limitada e consequentemente sua vida que se resume em acordar/comer/fisioterapia/dormir. Ou seja a qualidade de vida de meu pai é péssima e hoje bateu um desespero em procurar a ajuda. O problema é que, o velho é cabeça dura quanto ao uso da maconha, gostaria de introduzi-lá sem que ele soubesse para depois explicar o que ele tem tomado. Sou estudante de eng. agronomica e daria a desculpa que é uma tintura feita apartir de ervas. Bom, gostaria de pedir ajuda do fórum para saber qual seria a melhor forma de consumo para ele. Em pesquisas aqui no fórum encontrei esse vídeo: Onde é feito o oleo da cannabis. O fato é que, preciso de propiedades anestesicas e propiedades anti-inflamatorias em um mesmo produto. Qual melhor forma de obter esse produto? Pq li que o THCA (que tem propiedades anti-inflamatorias) é transformado em THC após o aumento da temperatura e etc. E caso eu não aumente essa temperatura não vai ter efeito anestesico... confuso para mim Agradecido desde já, e espero que possa contar com a ajuda de vocês.
  3. Fazer "cachaça" de maconha iria precisar de um destilador. Já um fermentado(como cerveja, vinho, etc) é só colocar a ganja, algo com açúcar (suco, água e açúcar, leite com açúcar, etc) e levedura
  4. arctic

    Moloko Vellocet *Experimento*

    Bom é meu primeiro post aqui no fórum... Faço um curso superior dentro da area de tecnologia de bebidas <p> Pensando rapido tentei bolar uma maneira de fazer alguma bebida alcoolica com a cannabis Não pude testar pois infelizmente não planto ainda e não tenho acesso à ganja de origem vamos se dizer "conhecida" Se alguém tiver diposto a tentar: xg de ganja(como não tenho acesso ao green use uma quantidade moderada) xg de levedura(Preferencialmente saccharomyces cerevisea cerevisea com fator killer de preferencia) usa-se 20g/hL ou seja a cada 100litros usa-se 20g xg de açúcar(Bom, como não sei se existe algum açúcar presente na ganja, vai ter que ser adicionado. Mas pq? O papel da levedura é transformar o açúcar em etanol+gás carbônico+ moléculas de calor, e como não tenho conhecimentos de açúcares presente na ganja vai ter que ser adicionado. Usar --> para cada 17g - 1ºGL. Ou seja se você quer uma bebida com 8 de grau alcoolico você precisa adicionar 136g de açúcar comum). xL de leite(Bom, com o que li no fórum a cannabis é liposoluvel, então você usando leite irá aumentar sua concentração de THC de sua bebida.) O leite contém açúcar então cuidado na graduação alcoólica de sua bebida(não tenho equipamentos para fazer a analise de açúcar total do leite de caixa, mas acredito ser pouco e não interfira na sua graduação alcoólica. Você irá precisar calcular as quantidades baseando na quantidade de leite(liquido total) que você deseja obter: 17g de açúcar = 1º GL Quantidade de levedura você vai ver na inoculação das leveduras INSTRUMENTOS 2x Garrafa que feche com a medida que você queira(pode ser garrafas de 3litros de coca cola ou garrafa de 20L de água) Mangueira que entre na sua garrafa Papel Filtro Balança Fogão Seringa Funil MODO DE PREPARO 1º Passo: INOCULAÇÃO DAS LEVEDURAS Bom, antes de mais nada você vai precisar de inocular as leveduras para que ela se adapte ao ambiente. Então vou fazer uma simulação como eu faria pra 2Litros da bebida. PARA ESSA MISTURA UTILIZE UM COPO Água mineral 10x a quantidade de levedura -> 10 . 0,4 = 4mL de água (PODE USAR UMA SERINGA OU PESAR 0,4g DE ÁGUA JÁ QUE QUE A DENSIDADE DE ÁGUA É QUASE 1) Esquente a água até que atinja 35º à 38º, deixe alguns segundos no fogão acredito que uns 10 segundos já basta. Ai você vê se ta quentinha. 10g ---- 100L xg ----- 2L 0,2g de açúcar. Açúcar Levedura Regra de três simples: 20g ----- 100litros xg ------ 2litros 0,4g de Levedura É importante seguir essa ordem: Água > Açúcar > Leveduras Após isso você deve notar as atividades das leveduras, após elas começaram a fermentar você adiciona um pouco de leite, espere um tempo e vá adicionando até encher o copo. 2º Passo: Fermentação Bom, após a inoculação das leveduras você deve preparar o local onde irá fazer a fermentação. Utilize garrafas de 3 litros ou de 20litros. Com o auxilio de um funil coloque mais ou menos 1,5~2 litros de leite, a ganja, e o açúcar devidamente pesado(lembrando que você vai calcular a quantidade em quantos graus GL você deseja obter) em uma garrafa de 3 litros, após isso coloque as leveduras inoculadas. Feche a garrafa mas não vede completamente, pois as leveduras produzem gás carbônico que precisa ser liberado. Você pode fazer alguns buracos com alfinetes na tampa ou usar uma papel filme. Você vai notar o trabalho da levedura por meio de pequenas borbulhas dentro de seu recipiente e um deposito de "borra" no fundo do seu recipiente. 3º Passo: Fim da Fermentação Após cerca de 15 à 20 dias sua fermentação deverá ser concluída. Após isso sua bebida já tem certa graduação alcoólica. Você ira transferir o liquido com auxilio de uma mangueira pra outro recipiente e se possível filtre com papel filtro com intuito de eliminar todas os coloides formados no fundo do recipiente. Você pode não usar o papel filtro com objetivo de ainda "comer" a ganja que não precipitar, mas elimine a borra pois o seu gosto é desegradavel. 4º Passo: Deguste Não apenas "beba", mas deguste afim de encontrar defeitos que possa ser melhorado. CONSIDERAÇÕES FINAIS Bom acredito que essa bebida pode dar certo, não tive a oportunidade de provar nem tentar fazer. Porém como a filtração dela não é suficiente pode ficar com gosto de levedura(cerveja). Você pode misturar ainda com outras coisas essa bebida... Porém destaco o seguinte: A bebida foi elaborada em leite que tem alta concertação de lipídios fazendo que o THC seja dissolvido nele e também nas moléculas de calor que são produzidas na fermentação. Se possível mantenha durante a fermentação em lugar quente com sombra afim de dissolver mais ainda o THC. Evite o contato da bebida com o oxigênio.(Lógico que vai existir o contanto mas EVITE) Assim que eu conseguir uma quantidade que dê pra eu fazer tal experimento vou tentar e postar o que eu achei. Bom espero que ajudem a tentar desenvolver essa bebida ai