Verdulengo

Usuário Growroom
  • Total de itens

    115
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

17 Good

4 Seguidores

Sobre Verdulengo

  • Data de Nascimento 07/10/1971

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. "Porque o prejuízo da droga vem a longo prazo." Sei não, tô com 45, fumo desde os 15 e sou dono de 2 empresas. Nem por isso me atirei no crack. Tõ aqui firme - só fumo meu baseadinho, nem bebo mais ... Caracter cada um tem o seu, mas se tiver a presença de alguma droga, ai a falta dele é culpa dela ....
  2. Pô mais uma então ... mas quem não conheceu ainda em Porto Alegre a Flor do Sul - tá lá junto do Zéquinha aberta - e essa agora que vai abrir... Parabens Porto Alegre - finalmente teremos 2 growshops Peace Verdulengo
  3. Eae galera ! Finalmente uma Growshop em POA - Estive na loja e comprei perlita. Tens uns lances bem legais lá http://www.flordosul.net/ Peace Verdulengo
  4. Agora sim! Chapecó esta livre de um poderoso traficante .... Brasil!
  5. O presidente do Uruguai, José Mujica, declarou que a legalização da venda da maconha, um projeto que seu governo articula com intenção de fragilizar a ação do trafico, só será implementada se a maioria dos uruguaios concordarem, informaram nesta quinta-feira fontes oficiais. Ao fazer referência ao projeto de lei, o chefe de Estado, em declarações a jornalistas no departamento de Soriano, disse que "se 60% do país não respaldar, essa medida será renunciada". Segundo Mujica, "o objetivo" é fazer com que "o país inteiro discuta de maneira ampla e profunda essa iniciativa". No último dia 20 de junho, o governo uruguaio anunciou sua vontade de legalizar a venda de maconha como forma de combater o narcotráfico. Segundo dados oficiais, o Uruguai possui cerca de 150 mil consumidores de maconha, a maioria jovem. Por causa da ilegalidade, alguns deles acabam se aproximando da cocaína, que possui um poder de dependência muito maior e é apontada como a principal responsável pelo aumento da criminalidade. Além da legalização da venda, o governo uruguaio pretende fazer um controle dos consumidores de maconha e, se necessário, encaminhar os usuários aos centros de reabilitação. No Uruguai, o consumo da maconha não é considerado crime, mas sua produção e comercialização são. A iniciativa da legalização da venda da maconha gerou grande polêmica no país e no próprio governo, já que a coalizão governista de esquerda Frente Ampla (FA) não se mostrou a favor. Entre os políticos que se opõem à medida está o vice-ministro do Interior, Jorge Vázquez, que é ex-diretor da Junta Nacional de Drogas e irmão do ex-presidente uruguaio Tabaré Vázquez (2005-2010). Vázquez também aparece como o possível candidato do FA à presidência nas eleições de 2014. Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5893705-EI8140,00-Mujica+condiciona+legalizacao+da+maconha+ao+apoio+popular.html Além de cagar pra trás só falta agora pedirem um plebiscito para o "povo". Peace Verdulengo
  6. Esse Crack é uma grande m###da ! Estava lendo sobre o caso dos milionarios britanicos que eram viciados em crack e moravam em apenas dois quartos dentro da mansão ... Loucura mesmo. A mulher - que já morreu - era herdeira da Pepsico e o cara sera herdeiro da Tetrapack ! Quem quiser olhar http://m.publico.pt/Detail/1554447 Eu fora dessas pedras - Viva a maconha ! Peace Verdulengo
  7. Estamos todos juntos nessa. Precisamos fazer barulho e a hora é agora. Bas e irmãos cultivadores. Nossa vitoria não será em vão. Sorte e todos Peace
  8. Presidente do Uruguai cogita abrir mão de legalizar maconha O presidente do Uruguai, José Mujica, afirmou nesta quinta-feira que cogita mudar o projeto do governo sobre narcotráfico e abrir mão de legalizar a maconha como tentativa de conter a violência provocada pela venda de pasta base de cocaína. Em entrevista ao portal uruguaio UNoticias, o mandatário fez a afirmação ao comentar uma pesquisa do instituto Interconsult, publicada pela página, apontando que 60% dos cidadãos do país sul-americano são contrários à legalização da droga. Outros 36% estão a favor. "Se 60% da população não entende a iniciativa [a legalização da maconha] temos que retirar o projeto, porque isso é uma batalha de uma nação inteira, que não tem a ver com colorados, blancos ou frenteamplistas", afirmou. O presidente fez referência aos partidos opositores Blanco e Colorado e à governista Frente Ampla. Após a apresentação do projeto, no último dia 20, os adversários condenaram a ideia e até a agência sobre drogas da ONU (Organização das Nações Unidas) comentou a proposta. "Devemos ter um debate aberto em toda a sociedade, livre de todos os preconceitos para tentar solucionar o problema do narcotráfico". REDUÇÃO A medida faz parte de um grupo de 16 projetos para diminuir o tráfico e o consumo de pasta base de cocaína, uma das principais drogas em países do Cone Sul. A intenção é diminuir os efeitos do narcotráfico sobre a segurança pública, além da arrecadação das quadrilhas. O projeto será avaliado pelo Parlamento do país e tem a aprovação da chamada Frente Ampla, do presidente José Mujica. "Temos que experimentar o caminho da legalização para ver o que acontece, porque se alguém quer se drogar é difícil convencer que largue e com repressão não se consegue nada", afirmou o deputado Álvaro Vega. Ainda não há previsão sobre o uso da droga por estrangeiros, incluindo os que moram em cidades fronteiriças, como os casos de Santana do Livramento e Atlântico (RS). Caso seja aprovada, será a primeira medida do tipo em toda a América Latina, região que sofre com as consequências do tráfico de drogas para a segurança pública. Cartéis da droga, como o de Cáli, na Colômbia, e Los Zetas, no México, causaram a morte de milhares de pessoas. Em virtude do aumento da violência, lideranças da região, como os ex-presidentes do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, e do México, Vicente Fox, se manifestaram favoráveis à legalização como forma de corrigir os conflitos armados. Fonte: http://www.jornalfloripa.com.br/mundo/index1.php?pg=verjornalfloripa&id=19751 Agora essa , quando estamos avançando vem os proibicionistas e seus discursos. Peace Verdulengo
  9. no fundo mesmo acredito que a máquina que movimenta tudo é a necessidade de acabar com a má fama da maconha perante os olhos do mundo. Daí pra frente rola o canhamo industrial, biodisel, etc .... é onde se encaixam os milionarios .... Peace
  10. Parabens ai galera :emoticon-0137-clapping: Só temos a comemorar Peace Verdulengo
  11. Hahahahahahahahaha !!!! Capturamos a "erva do diabo" ! Nos somos fo ..... Que ridiculo
  12. Ótima noticia ... Isso quer dizer que "pequenos traficantes não vão pra cadeia" ? O que são pequenos traficantes ? Então grower's acusados muitas vezes injustamente como traficantes a partir de agora se cairem no máximo vão prestar serviços comunitarios ? Peace Verdulengo