Ir para conteúdo
Growroom

Praiero Hemp

Usuário Growroom
  • Total de itens

    583
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

273 Excellent

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Mano....então nem pensa em usar nada mais enteógeno...tipo cogumelo ou mescalina.....tu vai e não vai voltar mais....huashuashuashuas Mas é isso aí.....vc esta desplugado de Matrix, trinity!!.....huashuashuashuas Gostei do q o pinga falou de Exú....admiro mto as religiões afro-brasileiras e acredito nessa revelação vinda através dos elementos da natureza.... Dizem q sou filho de exú, e de fato, admiro suas qualidades....é o guardião das encruzilhadas espirituais, aquele que protege os limites dos mundos material e espiritual....Por isso nos terreiros, a primeira oferenda é de Exú, pois só ele permite a comunicação entre o mundo material e o divino. Laroiê!!! Os hindús acreditam que a erva tem o poder de aumentar os vertíces dos chakras....aumentando também o recebimento de energias.....por isso ela é também um enteógeno....pq te aproxima da natureza e do divino! Namastê! Sorte aí na sua metamorfose.....só não vá virar um inseto gigante....huashuashuashu...se a coisa ficar complicada, procure ajuda especializada, e não tenha receio de admitir q fuma....
  2. Mto legal o artigo!!! As minhas ficam em eppendorfs com uma bolinha de algodão, num pote escuro, na parte de cima da porta da geladeira, em frente ao congelador.... das ultimas q germinei, as que guardadas em 2011 são as plantas mais vigorosas q tenho no momento...vão até ficar pra florir no outono!...são Mr. Nice... pra erva Não tem segredo.... Umidade baixa temperatura baixa Escuridão
  3. É Isso....BigCunha e Canadense deram a letra... Será q o corpo jurídico do GR não tem nenhum consultor em SC pra dar um help pro irmão grower lá.... pelo aparato é provável q seja da casa.....será q ja sabem quem é?? Sorte lá pro mano.... Ps...POLÍCIA FILHA DA PUTA...ESTADO MALDITO....VÃO CORRER ATRÁS DOS BANDIDOS DE VERDADE DESSE PAÍS, ELES USAM TERNOS E FAZEM LEIS.......PQP ...DEIXA A GENTE PLANTAR EM PAZ
  4. Majority of Americans Now Support Legalizing and Regulating Marijuana like Alcohol Senator John McCain: “I Respect the Will of the People” On Tuesday, the Senate Judiciary Committee will hold a first-ever Senate hearing on the issue of marijuana legalization and the tension between state and federal marijuana laws. Last November, Colorado and Washington became the first political jurisdictions in the world to approve the legal regulation of marijuana. Twenty states and the District of Columbia have also approved the medical use of marijuana. On August 29, theDepartment of Justice issued a directive to federal prosecutors instructing them not to interfere with state marijuana laws – as long as a number of stipulations are adhered to, such as preventing distribution to minors. “On the one hand, it’s hard to fathom why the Senate had to wait until twenty states had legalized marijuana for medical purposes, and two more had legalized it more broadly, before taking up this issue for the first time,’ said Ethan Nadelmann, executive director of the Drug Policy Alliance. “But, that said, Senator Leahy’s leadership on this issue is highly welcome, and suggests that the Senate at last is acknowledging the remarkable shift in public opinion and state laws involving marijuana.” More than 750,000 people were arrested for marijuana in the U.S. in 2011, the last year for which data is available. Of those arrests, 87% were for mere possession. Polls show that a majority of Americans support legalizing and regulating marijuana like alcohol, and support is rising across the political spectrum. It is likely that more states will legalize marijuana between now and November 2016. Support is increasing in Congress for changing federal marijuana policies. Last week,Senator John McCain (R-AZ) made headlines when he said, “Maybe we should legalize [marijuana]. We're certainly moving that way as far as marijuana is concerned. I respect the will of the people.” Senate Judiciary Chairman Patrick Leahy (D-VT) has said the federal government “ought to respect” states that legalize and regulate marijuana. Senator Rand Paul (R-KY) has suggested decriminalizing all drug users, including marijuana users. A number of senators voted to prohibit the Drug Enforcement Administration (DEA) from spending any money undermining state medical marijuana laws when they were members of the U.S. House – Senators Jeff Flake (R-AZ), Christopher Murphy (D-CT), Mazie Hirono (D-HI), Martin Heinrich (D-NM), Tammy Baldwin (D-WI). Meanwhile, in the House, nine bipartisan marijuana law reform bills have been introduced, including two bills that would end federal marijuana prohibition. 163 Representatives voted last year to prohibit the DEA from undermining state medical marijuana laws, including 28 Republicans. Earlier this year 225 House members approved a successful amendment allowing colleges and universities to grow industrial hemp for research purposes, if it’s legal under state law. In late August, Attorney General Eric Holder announced that he informed the governors of Washington and Colorado that the Department of Justice will allow the states to implement their ballot initiatives that legalized the production, distribution, and sale of marijuana for adults. Deputy Attorney General James Cole also issued a memo to U.S. attorneys across the country outlining priorities for federal prosecutors enforcing marijuana laws. In a surprising twist, the memo notes that state regulation may further federal interests by reducing organized crime and making marijuana less available to youth. “Legalizing marijuana and shrinking the number of people behind bars in the U.S. is an issue the left and right can join together on,” said Bill Piper, director of national affairs for the Drug Policy Alliance. “Like the repeal of alcohol prohibition, the repeal of marijuana prohibition will save taxpayer money, put organized crime syndicates out of business, and protect the safety of young people.” tradução by google: Maioria dos americanos agora suporte legalizar e regulamentar a maconha como o álcool O senador John McCain: "Eu respeito a vontade do povo " Na terça-feira , o Comitê Judiciário do Senado vai realizar uma audiência first-ever do Senado sobre a questão da legalização da maconha ea tensão entre as leis de maconha estaduais e federal. Em novembro passado, Colorado e Washington se tornaram os primeiros jurisdições políticas no mundo para aprovar a regulamentação legal da maconha. Vinte estados e no Distrito de Columbia , também aprovou o uso medicinal da maconha . Em 29 de agosto , o Departamento de Justiça emitiu uma directiva para o Ministério Público Federal , instruindo-os a não interferir com as leis estaduais de maconha - desde que algumas condições sejam cumpridas , como a prevenção de distribuição para os menores. "Por um lado, é difícil entender por que o Senado teve que esperar até vinte estados já haviam legalizado a maconha para fins medicinais , e mais dois haviam legalizado o mais amplamente, antes de assumir esta questão pela primeira vez " , disse Ethan Nadelmann , diretor-executivo da Drug Policy Alliance. " Mas , dito isto , a liderança do senador Leahy sobre esta questão é muito bem-vinda , e sugere que o Senado finalmente está reconhecendo a mudança notável na opinião pública e as leis estaduais que envolvem a maconha . " Mais de 750 mil pessoas foram presas por maconha em os EUA em 2011, último ano para o qual há dados disponíveis . Dessas prisões , 87% foram para a mera posse. As pesquisas mostram que a maioria dos americanos apoiam a legalização e regulamentação da maconha como o álcool, e de apoio está a aumentar em todo o espectro político. É provável que mais estados vai legalizar a maconha entre agora e novembro de 2016. O apoio é crescente no Congresso para mudar as políticas de maconha federais. Na semana passada , o senador John McCain (R- AZ) fez manchetes quando ele disse: " Talvez devêssemos legalizar [ a maconha ] . Estamos certamente se movendo dessa forma , tanto quanto a maconha está em causa. Eu respeito a vontade do povo ". Judiciário do Senado Presidente Patrick Leahy (D- VT) , disse que o governo federal " deveria respeitar ", afirma que legalizar e regular de maconha. O senador Rand Paul (R- KY ) sugeriu que descriminaliza a todos os usuários de drogas , incluindo usuários de maconha . Um número de senadores votaram para proibir a Drug Enforcement Administration ( DEA) de gastar todo o dinheiro minar as leis estaduais de maconha medicinal quando eles eram membros de os EUA House - Senadores Jeff Flake ( R- AZ) , Christopher Murphy (D -CT ) , Mazie Hirono (D- HI) , Martin Heinrich (D- NM) , Tammy Baldwin (D- WI) . Enquanto isso, na Câmara, nove projetos de reforma da lei de maconha dois partidos foram introduzidas, incluindo dois projetos de lei que iria acabar com a proibição da maconha federal. Representantes votaram 163 no ano passado para proibir a DEA de minar as leis estaduais de maconha medicinal , incluindo 28 republicanos. No início deste ano, 225 membros da Câmara aprovou uma emenda permitindo sucesso faculdades e universidades para cultivar o cânhamo industrial para fins de pesquisa , se é legal sob a lei estadual . No final de agosto , o procurador-geral Eric Holder anunciou que informou aos governadores de Washington e Colorado que o Departamento de Justiça vai permitir que os Estados membros a implementar as suas iniciativas eleitorais que legalizou a produção , a distribuição ea venda de maconha para adultos. Procurador-Geral Adjunto James Cole também emitiu um memorando para procuradores em todo o país delineando as prioridades para o Ministério Público Federal fazer cumprir as leis de maconha . Em uma reviravolta surpreendente, o memorando observa que a regulação estatal pode promover os interesses federais , reduzindo o crime organizado e tornar a maconha menos disponíveis para os jovens. " Legalizar a maconha e diminuir o número de pessoas atrás das grades em os EUA é uma questão da esquerda e direita podem se unir ", disse Bill Piper , diretor de assuntos nacionais da Drug Policy Alliance. "Like a revogação da proibição do álcool , a revogação da proibição da maconha vai economizar o dinheiro do contribuinte , coloque sindicatos do crime organizado fora do negócio, e proteger a segurança dos jovens. " http://www.drugpolicy.org/news/2013/09/tomorrow-historic-us-senate-hearing-marijuana-legalization
  5. Paguei a minha dia 12.....ainda to no aguardo...uma hora chega........kkk
  6. Mto bom relato big....sabe mto.... to lendo mto artigo q fala td nessa linha de pensamento.... http://www.thcfloripa.com/2013/03/canabinoides-e-leite-materno-nao.html Minha esposa bebeu, festejou, e fumou erva todos os dias até o terceiro mês e meio da gravidez.....mas não sabíamos, ela tbm tomava anticoncepcionais até essa data.....mta balada, rave, micareta, churras, noites sem dormir e td mais..... quando descobrimos ela parou com tudo, pois ficamos meio perdidos por não esperar o nenem agora e tal, sem saber o q fazer....mas a gravidez foi super tranquila, sequer um enjoo ela sentiu...lá pelo sexto ou sétimo mês ela passou a sentir mais o peso do nenem, a mudança do corpo e dos hormonios...aí resolveu dar uma, duas bolas, dia sim, dia não....quando sentia que precisava dar uma relaxada a mais, ou dormir melhor....e foi assim até o dia q a bolsa estourou... Meu filho nasceu dia 5 de maio último, com 39 semanas de parto normal, super saudável, com 49cm, 2.8kg, gato tipo o pai e chorando alto de arder o ouvido... Na primeira consulta dele o médico me informou q é normal os bêbes nascerem com um pouco de sopro no coração....mas q o meu não tinha nenhum...o coração dele bate forte e ritmado....a produção de hormônios da tireóide é a melhor possível (falhas na tireoide do recem nascido pode causar retardo mental)...e o desenvolvimento psicomotor dele tá sendo normal...tudo perfeito.... agora q ele completou 1 mês minha esposa voltou a dar uma bolinha diária no fim do dia, afinal, rotina de mãe não é mole não.....ajuda ela a relaxar...e não vimos nenhum tipo de alteração na rotina dele....ele mama normal, dorme bem...chora normal tbm...kkk, acorda sozinho pra mamar, enfim....não temos percebido nenhum tipo de mudança no seu comportamento.... um pouco de tempo e uma pesquisa bem feita no google ajuda mto a tomarmos esse tipo de atitude com informação e responsabilidade....procure estudos e artigos sérios....informação tá aí pra quem se interessa em procurar direito... mta sorte pra vc e seu bebê, Xtacy.....
  7. http://liberdadeeconomica.com/home/2013/05/20/ribeirao-das-neves-e-os-presidios-privados/ confere! e não pára por aí não....o q é pior... http://www.brasildefato.com.br/node/11852
  8. Newsflash – Medicinal use of cannabis legalised in France! This announcement should create waves throughout Europe and the rest of the world: France, one of the most repressive countries in Europe in regard to cannabis, has just legalized the medicinal use of the substance! We will however have to wait for the sanctioned publication of this decree before officially celebrating this historical event. Today, Friday 7th of June 2013, Decree n° 2013-473 of June 5th 2013 was published, modifying the dispositions of article R. 5132-86 of the Public Health Code related to the prohibition of operations linked to cannabis and its derivatives. Basically, article R. 5132-86 prohibited all non-industrial use of the cannabis plant. Exemptions to this needed to be granted by the General Director of the National Security Agency for Medicines and Health Products, which vary rarely happened. The implementation of the law is left as the responsibility of the Minister of Social Affairs and Health Marisol Touraine, who will be ratifying the decree in the coming weeks. It is therefore not yet possible to determine the exact consequences of this decree for French patients who could enjoy the benefits of therapeutic cannabis. Vigilance is however required, due to the mention of necessary authorisation before bringing a (cannabis) product onto the market so as not to be in violation of the law. This clause suggests that it will be difficult for organizations and patients themselves to produce their own medicinal cannabis despite the low costs related to its cultivation and processing. It is above all a huge step forward for French patients already using cannabis to relieve the symptoms linked to their illnesses: to witness their drug of choice finally become legal in the eyes of the government. Sensi Seeds has supported the development of medical marijuana across the world for many years and this news can be considered a victory for all activists who support a legislative change concerning cannabis. A more detailed article will follow when the execution of the decree is officially published, to better understand and explore the impact of its implementation. The cannabis plant, removed from the official pharmacopeia in 1953, is making its official comeback, 60 years later. Fonte: http://sensiseeds.com/en/blog?p=7851&preview=true Google tradutor: Este anúncio deve criar ondas em toda a Europa e no resto do mundo: França, um dos países mais repressivos da Europa em relação à cannabis, acaba de legalizar o uso medicinal da substância! No entanto, terá que esperar a publicação deste decreto sancionado antes de comemorar oficialmente este evento histórico. 68917_321582664623149_789470869_nToday, sexta-feira 7 de junho de 2013, Decreto n ° 2013-473 de 05 de junho de 2013 foi publicado, modificar as disposições do artigo R. 5132-86 do Código de Saúde Pública relacionada à proibição de operações vinculadas a cannabis e seus derivados. Basicamente, o artigo R. 5132-86 proibido qualquer uso não-industrial da planta de cannabis. Excepções a esta precisava ser concedida pelo Director-Geral da Agência de Segurança Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, que variam raramente aconteceu. A implementação da lei é deixada como a responsabilidade do Ministro dos Assuntos Sociais e Saúde Marisol Touraine, que será a ratificação do decreto nas próximas semanas. É, portanto, ainda não é possível determinar as conseqüências exatas deste decreto para os pacientes franceses que poderiam usufruir dos benefícios da cannabis terapêutica. Vigilância, porém, é necessário, devido à menção de autorização necessária antes de trazer um produto (cannabis) no mercado de modo a não estar em violação da lei. Esta cláusula sugere que será difícil para as organizações e os próprios pacientes para produzir seu próprio cannabis medicinal, apesar dos baixos custos relacionados ao seu cultivo e processamento. É acima de tudo um enorme passo em frente para os pacientes franceses que já utilizam a cannabis para aliviar os sintomas relacionados com as suas doenças: para testemunhar a sua droga de escolha, finalmente, tornar-se legal aos olhos do governo. Sensi Seeds tem apoiado o desenvolvimento de maconha medicinal em todo o mundo por muitos anos e esta notícia pode ser considerado uma vitória para todos os ativistas que apóiam uma mudança legislativa relativa à cannabis. Um artigo mais detalhado seguirá quando a execução do decreto está publicado oficialmente, para melhor compreender e explorar o impacto da sua implementação. A planta cannabis, removido da farmacopéia oficial em 1953, está fazendo o seu retorno oficial, 60 anos mais tarde.
  9. falou tudo....huashuashuashuashuas mto bom....é esse tipo de notícia que a gente tem q espalhar...não adianta esperar a globo ou a record mostrar, pq não vão..... hora de ativismo.....enviar, colocar no face, imprimir....qualquer merda, por menor q seja, abrindo a cabeça de uma pessoa só q seja, já é uma grande coisa... mto bom....
×
×
  • Criar Novo...