Ir para conteúdo
Growroom

Hector Berlioz

Usuário Growroom
  • Total de itens

    1106
  • Registro em

  • Última visita

4 Seguidores

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

Hector Berlioz's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

518

Reputação

  1. eu estive lá, 1.000 pessoas é piada... acho que tinha perto dos 10.000 mesmo, principalmente porque uma galera vai no começo e depois vai embora, outra chega no meio...
  2. Palmas pra atitude do usuário, que agiu como se a maconha fosse algo normal... E atenção pra atitude do políça, que quase disse "por enquanto ainda não é legalizado", ou seja, já tá se conformando com nossa vitória... Universitário é flagrado com cigarro de maconha e sem se importar diz que queria relaxar Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha Publicado em: 02/11/2012 - 05:36 | Atualizado em: 02/11/2012 - 19:20 Um estudante de direito da PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica) foi detido na noite desta quinta-feira (1°) por policiais militares do 12° Batalhão em frente à sede da universidade no bairro Prado Velho, em Curitiba. Ele foi flagrado pelos policiais no momento em que preparava um cigarro de maconha e praticamente ignorou a presença dos militares. Depois de detido, o jovem disse que precisava relaxar e por isso deixou a aula para fumar maconha. O soldado Dexcheimer comentou que o estudante preparava o baseado sem qualquer constrangimento. “Mesmo com nosso batalhão quase do lado e com a movimentação da rua, ele fazia o baseado como se a droga fosse liberada. Mas não está e por isso foi encaminhado à delegacia”, explicou. O universitário foi levado ao Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão (Ciac-Sul), no qual assinou um Termo Circunstanciado e foi liberado. fonte: http://bandab.pron.c...-relaxar-45366/
  3. acho que a idéia é expor a mensagem, independente de ser proibido ou não
  4. Mais um país que percebeu (e admitiu) que a guerra às drogas não leva a nada... Austrália quer legalizar maconha e ecstasy para controlar consumo O último estudo sobre drogas ilegais feito na Austrália e divulgado neste domingo propõe ao governo do país legalizar a maconha e o ecstasy para controlar o aumento de entorpecentes no país. O professor Bob Douglas, co-autor do relatório de 54 páginas, disse que ficou claro que a proibição das drogas não funciona e que é preciso adotar outros enfoques, como a legalização e o controle governamental do consumo, segundo a rádio ABC. O especialista acrescentou que "o relatório deixa patente que a polícia australiana, apesar de desempenhar um bom trabalho, não conseguiu ter um impacto sério no tráfico e consumo de drogas". As estatísticas da Polícia em operações contra narcotraficantes no país durante o exercício fiscal julho 2011-junho 2012 revela que a apreensão de drogas aumentou 164% e de produtos químicos para elaborar narcóticos subiu 263%. Os dados evidenciam um aumento do tráfico de entorpecentes na Austrália e que a cocaína e as anfetaminas superaram em preferência a heroína e a maconha. Uma das propostas do documento é que o governo controle a venda de maconha e ecstasy, que se ofereça apenas aos cidadãos maiores de 16 anos e acompanhada de programas de assessoria e tratamento. O professor Douglas assinalou que projetos similares foram adotados na Europa com bons resultados, e opinou que a Austrália necessita ter um debate sério sobre este assunto. "As pessoas que adotaram posições duras contra as drogas obtiveram juros políticos, mas já há muitos políticos na Austrália que reconhecem que esta postura deve mudar", disse Douglas. Cerca de 200 mil pessoas, de uma população de 22,3 milhões, fumam maconha na Austrália. Austrália e Nova Zelândia são as nações com a maior taxa de consumo de maconha e anfetamina no mundo, segundo um estudo publicado na revista médica The Lancet. fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI6140695-EI17616,00-Australia%2Bquer%2Blegalizar%2Bmaconha%2Be%2Becstasy%2Bpara%2Bcontrolar%2Bconsumo.html
  5. então, mas proibindo não vai acabar... talvez com mais informações as pessoas não entrem nessa... Paz!
  6. parabéns por ter conseguido sair dessa... agora, como a proibição evitou que você entrasse nela? e cuidado para não achar que por ter uma ampla experiência no assunto sua opinião não ter que responder às críticas que recebe...
×
×
  • Criar Novo...