Fotossintese

Usuário Growroom
  • Total de itens

    392
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

44 Excellent

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

1113 visualizações
  1. Desculpa ae a repostagem, eu procurei o link da proposta no fórum pra saber se já tinha sido postado e não encontrei. Acho também que não é apenas uma notícia, por isso que postei na seção ativismo. O importante é divulgar o máximo possível não? Sintam-se à vontade para encerrar meu post moderadores. EDIT: por favor, coloquem na página principal, criem um vídeo pro canal do youtube, bora divulgar
  2. Iae galera, muito viram o resultado que deu a proposta de debater a maconha no site do senado. Agora surgiu outra, bem mais incisiva, pois trabalha em cima de uma lei já existente http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaopropostaaudiencia?id=13061 Tema Central ■ Maconha é remédio.E agora? Importância ■ Debater o Parágrafo Único do Artigo 2 da lei 11343/2006(Lei de Drogas), que permite à União autorizar o plantio, a cultura e a colheita de Cannabis, popularmente conhecida como maconha, exclusivamente para fins medicinais, em local e prazo predeterminados, mediante fiscalização. Vinculação a algum Projeto de Lei PLC 37/2013 Perfil dos convidados Ministério da Saúde Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Agência Nacional de Vigilância Sanitária Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID) Não só assine, compartilhe. Sugiro seguirem o André Kiepper, autor da proposta dos 20 mil que promoveu o debate no senado no facebook e também o Renato Malcher(Neurocientista), se você não os conhece, é hora de conhecer. Valeu!
  3. Agora precisa liberar as strains com alto teor de CBD, senão não adianta.
  4. Reportagem interessante que copio na íntegra, créditos no final Os médicos e a legalização da maconha Veja aqui o manifesto, liderado por Luiz Fernando Tófoli, médico psiquiatra da Unicamp, e os nomes de outros 85 médicos que apoiam a legalização da maconha. "O escritor Ruy Castro sugere, segundo o que foi exposto em sua coluna do dia 13/05/2014, que não existam médicos neste país que apoiem a legalização da maconha. Esta informação está incorreta. Nós somos médicos e consideramos que a política de controle dos malefícios da canabis por meio da proibição é ineficiente, desigual e perversa: ineficiente porque não resolve adequadamente os eventuais riscos associados à maconha; desigual por punir de forma discriminatória as populações mais pobres; e perversa por prejudicar o acesso aos benefícios médicos desta planta cujos registros de uso curativo remontam há cerca de cinco mil anos. Por uma política de regulação e educação sobre o uso consciente e controlado desta droga, nós, médicos e brasileiros, dizemos sim às iniciativas que discutam a legalização da maconha em nosso país". Assinam: 1 - Alexandre Barbeiro, psiquiatra, Mogi das Cruzes-SP 2 - André Luis Andrade Justino, médico de família e comunidade, Rio de Janeiro 3 - Ana Maria Fernandes Pitta, psiquiatra, professora universitária aposentada da FMUSP e em exercício na UCSAL 4 - Ana Raquel Santiago Lima, psiquiatra, especialista em saúde mental, CAPS AD de Aracaju-SE 5 - André Felipe Castro Ferreira Martins, médico, residente de Psiquiatria, EPM-UNIFESP 6 - Breno Corrêa de França, psiquiatra, Maringá-PR 7 - Bruna Ballarotti, preceptora da residência de Medicina de Família e Comunidade de São Bernardo, Fórum Popular de Saúde-SP 8 - Bruno Forato Branquinho, residente de Psiquiatria, IPq-HCFMUSP 9 - Camila Damasceno, médica, Brasília-DF, setorial nacional de saúde do PSOL 10 - Carlos Eduardo Marra, psiquiatra do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP 11 - Celso Ricardo Bueno, psiquiatra, CAPS III Itaim Bibi, graduando em sociologia FESP-SP 12 - Cezar Augusto Ferreira da Silva, médico, CAPS-AD de Sobral-CE 13 - Ciro Matsui Júnior, médico pediatra, São Paulo - SP, Fórum Popular de Saúde-SP 14 - Cláudia Barros Bernardi, infectologista, Centro de Referência em DST/Aids de Campinas-SP 15 - Cristoph Surjus, psiquiatra, CAPS AD III de Sorocaba-SP 16 - Daniel Almeida Gonçalves, médico de família e comunidade, EPM-UNIFESP 17 - Denise de Amorim Paz, psiquiatra e psicodramatista, CAPS AD Capela do Socorro e Itaquera, São Paulo-SP 18 - Dartiu Xavier da Silveira, psiquiatria, coordenador do Programa de Orientação e Atendimento ao Dependente (PROAD) da UNIFESP 19 - Davi Camara Opaleye, medico geriatra, Complexo Hospitalar Ouro Verde, Campinas-SP 20 - Enrique Falceto de Barros, médico de família e comunidade, professor de Medicina da UCS-RS 21 - Érika Pellegrino, residente de psiquiatria, IPq HC-FMUSP 22 - Fabrício Donizete da Costa, médico residente em psiquiatria, FCM-UNICAMP 23 - Felipe de Oliveira Lopes Cavalcanti, médico sanitarista 24 - Felipe Gonçalves Corneau, médico da Estratégia de Saúde da Família, São Paulo-SP, Fórum Popular de Saúde SP 25 - Felipe Monte Cardoso, médico de família e comunidade na FCM-UNICAMP, Núcleo Campinas, Fórum Popular de Saúde-SP 26 - Fernanda Castro Dantas, psiquiatra, CAPS AD Paranoá, Brasília-DF 27 - Fernanda Gonçalves Moreira, médica psiquiatra, EPM-UNIFESP 28 - Fernanda Schutz, psiquiatra, CAPS AD Penha, São Paulo-SP 29 - Filipe de Barros Perini, médico infectologista, Florianópolis-SC 30 - Fillipe Silveira Loures, médico de família e comunidade, Sete Lagoas-MG 31 - Flavia Fernando Lima Silva, psiquiatria, Rio de Janeiro-RJ 32 - Flavia Taddei Conte, médica do trabalh, Instituto Nacional do Câncer, Rio de Janeiro-RJ 33 - Flavio Falcone, psiquiatra e ator (Palhaço Fanfarrone) 34 - Francisco Mantovanini Carvalho, residente de psiquiatria, Santa Casa de Misericórdia de São Paulo-SP 35 - Francisco Mogadouro da Cunha, médico de família e comunidade, Núcleo Campinas - Fórum Popular de Saúde SP 36 - Gabriel Quintella, psiquiatra, Rio de Janeiro-RJ 37 - Guilherme Florio, médico de família e comunidade, São Paulo-SP 38 - Gustavo Tenório Cunha, médico sanitarista, FCM-UNICAMP 39 - Henrique Sater de Andrade, médico residente de Medicina Preventiva e Social, UFF 40 - Jacqueline Segre, residente de psiquiatria, Santa Casa de Misericórdia de São Paulo 41 - João Paulo Silveira, médico de família e comunidade, Florianópolis-SC 42 - João R. L. Menezes, Médico e neurocientista, professor associado do ICB UFRJ 43 - John Araújo, médico e neurocientista, UFRN 44 - José Benedito Ramos Valladão Júnior, médico de família e comunidade, preceptor da Residência de Medicina de Família e Comunidade da FMUSP 45 - José Tadeu Tramontini Filho, médico de família e comunidade e acupunturista, Lauro de Freitas-BA 46 - Juarez de Oliveira Júnior, psiquiatra, Campinas-SP 47 - Larissa Nadine Rybka, medica, CAPS AD Independencia, Campinas-SP 48 - Liamar Ferreira, psiquiatra, CAPS AD Itaquera, São Paulo-SP 49 - Lua Sá Dultra, médica de família e comunidade, Salvador-BA 50 - Luís Fernando Farah de Tófoli, psiquiatra, professor de Psiquiatria na UNICAMP 51 - Luiz Fernando Chazan, psiquiatra, professor da Faculdade de Ciências Médicas da UERJ 52 - Magda Almeira, médica de família e comunidade, professora assistente da Universidade de Fortaleza 53 - Marcelo Niel, médico psiquiatra, mestre em Ciências e doutorando pela UNIFESP 54 - Marcelo Taricani, medico de família e comunidade 55 - Marianna Gonzalez de Oliveira Andrade, psiquiatra, São Paulo-SP 56 - Mariângela Costa Vieira, médica de família e comunidade 57 - Maria Cristina Pereira Lima, psiquiatra e psicodramatista, livre docente na UNESP, Botucatu-SP 58 - Maria da Graça Barbosa Xavier, médica especialista em Atenção Básica e Saúde da Família, Campo Grande-MS 59 - Maria Fernanda Cruz Penkala Dias, psiquiatra, coordenadora da Residência Médica em Psiquiatria e da 60 - Residência Multiprofissional em Saúde Mental Coletiva, São Lourenço do Sul/ESP-RS 61 - Maria Castro Lima Vargens, cirurgiã geral e médica intensivista, Hospital Universitário Professor Edgar Santos - UFBA 62 - Maria Gabriela Curubeto Godoy, psiquiatra, médica de família e comunidade, professora da UFRGS 63 - Martin Taborda, médico de família e comunidade, pesquisador da área de Saúde Mental na Atenção Primária e NASFs 64 - Mauricio Diament, médico residente em Psiquiatria, IPq-HCFMUSP 65 - Maximiliano Loiola Ponte de Souza, psiquiatra, pesquisador da FIOCRUZ, Manaus-AM 66 - Miriam Abou-Yd, psiquiatra, Belo Horizonte-MG 67 - Moisés Vieira Nunes, preceptor da Residência de Medicina da Família e Comunidade do Rio de Janeiro-RJ, Setorial Nacional de Saúde do PSOL 68 - Natália Bezerra Mota, psiquiatra, CAPS Infantil de Natal-RN 69 - Rafael Baquit Campos, psiquiatra do CAPS AD e UAI de Iguatu-CE, Professor da Escola de Saúde Pública do Ceará, membro do Coletivo Balanceará de Redução de Danos e da Associação Brasileira de Redução de Danos 70 - Ricardo Ferreira, médico especialista em cirurgia de coluna e tratamento de dores crônicas, Rio de Janeiro-RJ 71 - Ricardo Lugon, psiquiatra da infância e adolescência, Novo Hamburgo-RS 72 - Rogerio Panizzutti, médico psiquiatra, professor associado do ICB-UFRJ 73 - Rodrigo Borges, psiquiatra, CAPS AD Itaquera, São Paulo-SP 74 - Rodrigo Luciano Bandeira de Lima, médico de família e comunidade, Recife-PE 75 - Rosana Onocko Campos, médica e psicanalista, professora do Departamento de Saúde Coletiva da UNICAMP 76 - Rubens Araújo de Carvalho, médico de família e acupunturista, Aracaju-SE 77 - Rui Porto Morais, médico generalista, Campinas-SP 78 - Sandra Fortes, psiquiatra, professora da Faculdade de Ciências Médicas da UERJ 79 - Silvia Martins, psiquiatra, professora do Departamento de Epidemiologia da Columbia University, New York, EUA. 80 - Suzana Campos Robortella, psiquiatra comunitária, apoiadora em Saúde Mental em São Bernardo do Campo e Mauá-SP 81 - Tamiris Esteves Nagem, residente de psiquiatria, Santa Casa de Misericórdia de São Paulo-SP 82 - Thais Machado Dias, médica residente em Medicina de Família e Comunidade, UFPB 83 - Thiago Cherem Morelli, médico residente em Medicina de Família e Comunidade da SMS, Florianópolis-SC 84 - Thiago Henrique Silva, médico de familia e comunidade, mestrando em Saúde Pública da USP 85 - Vanessa Ferreira, médica do trabalho 86 - Vicente de Aguiar Dunningham, médico plantonista na emergência psiquiátrica do Hospital Especializado Mario Leal, Faculdade de Tecnologia e Ciências, Salvador-BA Fonte: http://oglobo.globo.com/rio/ancelmo/posts/2014/05/15/os-medicos-a-legalizacao-da-maconha-535908.asp
  5. Vou assistir os videos porque briso D+ nessas coisas.. Bom.. Pelo menos o que eu entendo do assunto.. porque misturam religiao e alienigenas e o caralho... Tem um livro que chama The Lost Book of Enki, que eh uma coletanea de textos antigos(em tabuas de barro) compiladas pelo autor, e que conta a historia da criacao do homem. Foi escrito pelos Sumerios ou Mesopotamios da BRIBA.. O resumo da historia eh o Genesis. 1 - Alienigenas desceram na Terra pra minerar ouro 2 - Criaram o homem misturando os genes com os primatas mais evoluidos, dando assim "a palavra" ao homem (o poder de falar) 3 - Ensinaram boas maneiras, cultivar o Alimento (jardim do Eden) e tudo que precisavam. (Por isso tantas civilizacoes antigas mais avancadas, porem extintas) 4 - Isso ocorreu no mundo inteiro Peru, China, Africa(Egito), India(que eh a civilizacao mais antiga e continua da humanidade) 5 - Algo deixou os Deuses muito putos (provavelmente a falta de controle sobre os homens, coisa que nao conseguimos ter como um todo) e eles foram tentaram resetar com o Diluvio. Alguns aliados, ou sei la, apaixonados, pais de meio humanos avisaram alguns pra sobreviver. A papagaiada da arca de Noe pode ser uma interpretacao de um banco genetico. Agora a versao da BRIBA 1 - Deus criou o Universo, blabla 2 - Resolveu cagar em tudo e criar os humanos, do barro. 3 - Deu o paraiso, que ficava no ceu ou sei la aonde a Terra, sei la pra que servia... Provavelmente a plantacao de churrasco AHueHAUaHE 4 - Deus ficou puto com o que ele ja sabia o que ia acontecer(porque ele eh onisciente) e mandou os humanos praquele maldito deserto banhado ha anos com sangue de inocentes. Aonde esta a jogada... Os "deuses" sairam fora depois disso porque precisavam (algo sobre a proximidade do planeta deles com o nosso eh mencionado). Ficaram as historias, que vao passando de boca em boca e gerando mitos, lendas, fabulas, etc etc.. A verdadeira historia nunca sera revelada por quem nao acredita nela. Ou com quem lucra com a mentira. Isso aconteceu com a maconha quando a conspiracao do petroleo, preconceito, etc etc. Agora, sobre energia infinita... isso é foda... Preferem vender tratamento LONGO do que a cura, RAPIDA...
  6. Vale hidro? Acho que cabe uns 600ml no começo, agora deve estar uns 300 no máximo, início da flora tava assim:
  7. Se ele tem filho, esse MACONHEIRINHO é o culpado de tudo então? Parece que é pessoal. Ou ele pegou a mulher dele na cama com outro fumando um baseado!!! hehehe...
  8. Se incrementar, dá pra rebater todos os argumentos furados do Laranjeira: PS: a parte dele tem que encher só o tópico DESMITIFICAR!!!
  9. Sim (73%, 72 Votes) Não (27%, 26 Votes)
  10. Piiiiiiiiiiiintão na cara de gente ignorante!
  11. Puuuuuuuuuuts... Mas que merda hein... Geraldinho foi corajoso de se expor assim... E esperou o momento certo! Sucesso! Abraços
  12. Que bom que está ecoando!!! Agora a gente não pode deixar esfriar!!! O pintão nem tá no debate!