Jose Roberto Godoy

Usuário Growroom
  • Total de itens

    29
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Jose Roberto Godoy postou

  1. Amigos. Estive preso por 72 dias na cadeia de Baependi MG, fui julgado dia 16 de maio, sai com art.33, mesmo não havendo trafico. Estou preparando novo documento para STF e STJ, pois cai novamente com 53 pés, a mesma quantidade de 2010 quando sai com Art 28. Preciso de orientação quanto a quantidade pode ser colhida por pés, e especimes, uma vez que não tive tempo de fotografar e preparar o doc que vai para Brasilia. Meu consumo diario é de 10 cigarros de 1 grama ou 10 gramas diarias, 300 gramas mensais e 3.600 kilogramas ano. todas estas informações deveram estar presentes. Preciso de dados e fotos quem puder ajudar e participar deste documento ate mesmo assinando junto comigo. Já ganhei as passagens de ida e volta de avião, o esquema é ir a Brasilia e protocolar o doc em todos os orgõas responsaveis. Preciso urgente de toda força, pois não aceito, ter que ser subemetido a toda humilhação e mal tratos que recebi na cadeia. Vamos gente, a luta não é so na rua ou uma vez por ano. Todos os dias esta é minha vida, colaborem como for possivel. O passado precisa ser renovado com novas ações urgentes. Estou no aguardo. Quanto ao passado estive em Brasilia e so não prestei contas pela minha dificuldade de comunicação e todo dinheiro arecadado foi para o fim proposto. Atenciosamente José Roberto Godoy Meu tel 24 3387 2293 Cel 24 99733691 Filho
  2. DIA 9 DE JANEIRO DE 2012 BAR RANCHO MINEIRO Ponte dos Cachorros - Vale da Cachoeira ÀS 19:00 HORAS O voluntariado da Ponte dos Cachorros ( preparado pela Defesa Civil de Bocaina de Minas-MG, Resende e Itatiaia-RJ ) e moradores, cientes da URGÊNCIA da implantação do Plano de Contingência : CONVIDA As senhoras e senhores responsáveis pelo PLANO DE CONTINGÊNCIAS para a região de Visconde de Mauá ( Defesa Civil dos Estados de RJ e MG, Defesa Civil dos Municípios de Resende, Itatiaia e Bocaina de Minas, A.P.A Serra da Mantiqueira e Ministério Público Federal-Resende/Varginha ); Senhoras e senhores proprietários, inquilinos ou caseiros das localidades: Barreira, Estrada da Cachoeira, Vale da Cachoeira, Condomínio Zé Rodrigues, Comunidade Céu da Montanha, Gragoatá, Fazenda Santa Rosa, Fazenda Moises e todos que moram ou tenham estabelecimentos comerciais nestes limites: Para planejarmos a criação do Nudec colaborando com as Defesas Civis municipais e estaduais. Objetivo Geral do NUDEC Envolver as comunidades situadas em áreas de risco no processo de reflexão sobre a realidade dos riscos, incentivando a construção de uma consciência coletiva acerca da preservação do meio ambiente local, sobre a ótica da minimização dos desastres. "Para ajudar precisamos conhecer" Plano de Contingência EM DEFESA DA VIDA AS CHUVAS FORTES CHEGARAM Proteja sua família - Venha participar NUDEC "Núcleo de Defesa Civil Comunitária" Ponte dos Cachorros MG/RJ. SENHORES A LUTA CONTINUA. AS PLANTAS CRESCEM COMO NUNCA. E AI TODO MUNDO AFINOU NAS PROPOSTAS DE MOBILIZAÇÃO OU AINDA VÃO FICAR PRESOS AOS CUZÕES QUE NADA FAZEM. QUERO AÇÃO E RESPOSTAS
  3. Valeu Cassady. Ai sou da Moóca. SP. Prefiro ouvir um palavrão sincero, que palavras mansas e falsas. Feliz ano novo veio
  4. Amigos Maconheiros. Como ficou a leitura do STJ sobre a apologia? Houve realmente mudanças na lei? Vi uma entrevista na globo que falava algo sobre o assunto. Os advogados do Grow dizem oque? Tem inclusive me parece a possibilidade de abaixo assinado pela NET é vero? Se for de verdade vamos nessa URGENTE URGENTÍSSIMO. Minha plantação continua em casa, com quase 3 metros e varias especies. Continuo a insistir no SIM BRASIL. Continuo com a mesma proposta de levar as ruas, escolas, faculdades, Assembleias Legislativas e etc. Estou planejando uma ONG AMIGOS DO BEM BOM. Objetivo lutar pela regulamentação da Maconha no Brasil. Se o Growroom tiver material de propaganda e quiser me fornecer estarei atuando aqui em Visconde de Mauá e Região. Quanto ao passado... Não usei nenhum dinheiro que foi doado sem ser na luta. Continuo com a mesma dificuldade de comunicação, mas ainda estou fazendo historia. E para quem se interessar esta começando neste dia 13 14 e 15 de dezembro de 2011 em Visconde de Mauá com aula de campo no dia 18, o Curso EM DEFESA DA VIDA Plano de Contingencia de Defesa Civil para a Serra da Mantiqueira. PARTICIPE SALVE VIDAS
  5. Ai.

    Liberdade.

    Se liga ai na sua proposta de 2010, Do professor Edward Macrae: A proibição de se discutir em público a Lei de Drogas

    1 de July de 2010

    .

    Vamos realizar cara.

    Procure Mandacaru

    José Godoy

  6. Srs. Edward MacRae e Liberdade Individual Hoje 2011, a luta é a mesma, porem sem ler esta materia até hoje. Estou no Rio, preparando minha ida a Brasilia, onde vou entregar e protocolar documentos, pedindo a URGENTE REGULAMENTAÇÃO. Estive em 2 reuniões que estavam presentes: Growroom, Marcha da Maconha, Hempadão, Partido Brasileiro da Maconha e Cannabicultores. Após e em companhia do Hindukush acabamos criando o ou reabilitando uma proposta antiga que é o SIM BRASIL e o SIM RIO que é a proposta que conhecide com a ideia e o questionamento do "LUGAR ERRADO" do amigo LIBERDADE INDIVIDUAL. Temos que fortalecer a MARCHA, mas se não usarmos dos argumentos do proprio SISNAD, nada conseguiremos. Então. Propomos: SIM RIO 2001 Simpósios a se realizarem em todas as Casas Legislativas do Pais. SIM BRASIL 15 de Março de 2011 BRASILIA Segue abaixo esboço: 1° SIM RIO 2011 SIMPÓSIO CANNABIS RIO 2011 Excelentíssimos Senhores Deputados do Estado do Rio de Janeiro. Nós Canabicultores membros de: Growroom, Cannabis Café, Hempadão, Marcha da Maconha, Tribos de Jah, Discipulos de Maria, Usuários do SUS e usários de Cannabis Medicinal e Religiosa. Mui respeitosamente, solicitamos a realização de Simpósios, Palestras, Seminarios, Audiências e Reuniões nos espaços da ALERJ. Auditorios, Salas de Reunião, bem como infra estrutura de trabalho, para que seja criada uma Frente Parlamentar Pró Regulamentação da Cannabis no estado. O Rio de Janeiro deve colocar em pauta a Redução de Danos e ações de defesa da saúde publica contribuindo e levando a Brasilia seu voto pela regulamentação da Cannabis. Afirmamos que este movimento se realizara em todas as Casas Legislativas dos Estados Brasileiro. Rio de Janeiro 04 de Fevereiro de 2011 José Roberto Godoy Relações Publicas do Coletivo
  7. Dankai. Não sei nada sobre o Partido. Agora fiquei sabendo da iniciativa, mas não tenho ainda uma completa conciencia de sua necessidade. Mas acho valido e interresante. Quanto a Marcha e a coleta de assinaturas, aguardo uma posição dos Juristas, na verdade todos os meios tem que ser usados, neste momento, não sou eu mas nós.
  8. Ai Israel Filho querido do Senhor. Quando vc nasceu eu já tava fumando um baseado com Jesus, para seu conhecimento, Mequilsedec "REI DE SALÉM, REI DA PAZ" recebeu de Abraão o dizimo e Mequilsedec ordenou a Abraão, Issac e Jaco, que pelo seu pai jamais bebesem vinho ou bebidas enebriantes e cultivasem a MACONHA. Ai colocaram um copo na mão de Deus encheram a cara de alcool e proibiram a MACONHA. Agora Jesus voltou fumando um e de braços abertos sobre a Guanabara, LIBEROU GERAL. Agora filhinho, você falar em delirio? Não entendi? Baseado em Jesus tudo pode.
  9. Gostei da ideia de Cannabicultores. Porem entendo que CANNABICULTURA é muito mais que plantar. Cannabicultura e apreciar, recohecer seu buquê de aromas, seu paladar refinado e suas cores encantatorias. Fortalecer as Marchas da Maconha sem duvida é uma grande mobilização, porem acredito que devemos transformar a Marcha tambem como um movimento de coleta de assinaturas para um abaixo assinado remetedido de todos os estados brasileiros. Manifestar, por manifestar não é o suficiente, temos que tirar frutos consistentes, politicamente e socialmente. Midias ao ar.
  10. Brave. O que falta na verdade é apoio formal. Dar tapinhas na costas, parabenizar, Godoy vc é o bicho e outras manifestações de apoio são maravilhosas. Mas para que tenhamos expressão não basta eu te apoio. Preciso mandar correspondencias e documentos as Assembleias e outros, faço e falo em nome de quem? Coloco tudo no meu nome? Então "É O MEU ATIVISMO, MEU PROJETO" Se toda manifestação é minha para que eu procuraria vcs. Para que vão me apoiar se o ativismo é teu. Juntos seremos fortes. Deu para entender que não é o meu PROJETO NEM MEU ATIVISMO. É UM BEM COMUM Abraço Se todos apoiam agora é hora de colocar no papel, assinar, estar presente
  11. Ai NA MOITA. Meu nome é Zé, não preciso ser Dr para ser respeitado. Quem tem que assumir é você e não ficar esperando que outros o façam. A discriminação esta na cabeça dos maconheiros.
  12. Por favor preciso de uma manifestação de apoio paupavel. O movimento exige dinamismo e ousadia. Se querem ajudar o Growroom ou a Marcha da Maconha e o movimento, está na hora de se manifestar pubicamente. Quero mandar e protopcolar documentos e visitar a ALERJ com representatividade. Agora posso falar em nome do Growroom, posso assinar como esta sendo assinado? Ou não existe um coletivo, mas sim interesses individuais. Vamos somar gente, preciso saber os nomes das Entidades que apoiam de verdade, e as pessoas. Tem gente presa por ser honesta. Tem gente sendo presa e pagando propina. Não tem mais como esperar. José Roberto Godoy
  13. Jose Roberto Godoy

    Sim Rio 2011

    1° SIM RIO 2011 RIO DE JANEIRO PRÓ REGULAMENTAÇÃO. 1° SIMPÓSIO MACONHA NO RIO DE JANEIRO a se realizar na ALERJ ASSEBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Nós cidadãos brasileiros, pleiteamos a realização da discussão da REGULAMENTAÇÃO da CANNABIS, nas Casas Legislativas dos estados brasileiros. Visando levar ao Comgreso Nacional pleito sobre a REGULAMENTAÇÃO DA CANNABIS RIO 2011 SIMPÓSIO CANNABIS RIO 2011 Excelentíssimos Senhores Deputados do Estado do Rio de Janeiro. Nós Canabicultores membros de: Growroom, Cannabis Café, Hempadão, Marcha da Maconha, Tribos de Jah, Discipulos de Maria, Usuários do SUS e usários de Cannabis Medicinal e Religiosa. Mui respeitosamente, solicitamos a realização de Simpósios, Palestras, Seminarios, Audiências, Workshop e Reuniões nos espaços da ALERJ. Auditorios, Salas de Reunião, bem como infra estrutura de trabalho, para que seja criada uma Frente Parlamentar Pró Regulamentação da Cannabis do estado do Rio de Janeiro, pioneiro das transformações sociais do Brasil. O Rio de Janeiro deve colocar em pauta a Redução de Danos e ações de defesa da saúde publica contribuindo e levando a Brasilia seus votos pela regulamentação da Cannabis. Afirmamos que este movimento será realizado em todas as Assembléias Legislativas Estaduais Brasileiras. Rio de Janeiro 04 de Fevereiro de 2011. José Roberto Godoy Relações Publicas do Coletivo
  14. Vou estar em Brasilia em Março de 2011 entregando em mãos no Senado, Camara de Deputados, Presidencia e Ministros da Saúde e Justiça A regulamentação do uso da MACONHA bem como meu pedido de uso e plantio domestico. Pergunto aos brasileiros: Não é possivel reunir 1 milhão de assinaturas neste Brasil de maconheiros? Faça sua parte. Manifeste faça sua ONG se envolver. vamos juntos. a Brasilia em MARÇO DE 2011.
  15. Jose Roberto Godoy

    Decreto De Guerra

    Já mandei Presidencia da Republica,Senado e algumas imprensa, AMAN A.P.A Mantiqueira etc. Espalhem por favor nós podemos muito mais. AOS BRASILEIROS CIVIS, MILITARES E POLITICOS Eu cidadão José Roberto Godoy, venho solicitar IMEDIATO DECRETO DE GUERRA CONTRA O FOGO em todo território nacional. Que o SENADO e PRESIDÊNCIA DA REPUBLICA E MINISTÉRIO PUBLICO FEDERAL, DETERMINE JÁ, recursos as FORÇAS ARMADAS, BOMBEIROS, Militares e Civis, Brigadas PREVFOGO, Voluntários e DEFESA CIVIL Com, remuneração, equipamentos, viaturas, aeronaves, ferramental e etc. Para supressão imediata de qualquer risco de fogo ou foco existente, bem como determinar a continuidade destas ações no fogo ou nas águas. Compra de aviões de grande porte para bombardeio liquido, ou adequação de aeronaves já adquiridas. Implantar em regime de URGÊNCIA as BRIGADAS MUNICIPAIS PREVFOGO contemplando IMEDIATAMENTE OS MUNICIPIOS QUE ESTÃO EM ÁREAS DE GRANDE RIQUEZA HIDRICA em qualquer parte do território nacional. Senhor Presidente Senhores GENERAIS, ALMIRANTES, BRIGADEIROS, TENENTES CORONEIS BOMBEIROS onde está a verdadeira lição de um comando? Seus quartéis estão em chamas, seu povo acuado, ABASTECIMENTOS DE ÁGUA E ALIMENTOS seriamente comprometidos, suas tropas desgovernadas e despreparadas. PERDEU MANO... Com certeza devem se orgulhar do poder das armas, tirar vidas e mais fácil que salvar. José Roberto Godoy Brigadista Socorrista Brigada de Voluntários Visconde de Mauá Ponte dos Cachorros
  16. Amigos. Acredito ser importante este assunto. Hoje entrei em combate, um incêndio florestal aqui na região de Visconde de Mauá, Ponte dos Cachorros no Vale da Cachoeira. E foi lá na cachoeira lotada que se deu um principio de incêndio,. Eu sou Brigadista Voluntário e atuo junto aos Bombeiros de RJ e MG e tenho meu nome no Conselho de Defesa Civil de Bocaina de Minas, com isto são 15 anos de combate a incêndios. A maior lição de um BOMBEIRO ou BRIGADISTA é: A PREVENÇÃO SALVA MAIS VIDAS QUE UMA GRANDE EQUIPE DE BOMBEIROS ATUANDO JUNTAS. Assim coloco aqui uma proposta. Vamos criar Brigadas de Prevenção é possível e com certeza estaremos contribuindo muito para a imagem e o estigma do maconheiro irresponsável. No fogo acima relatado e em muitos que combati sempre surge a frase: Foi um maconheiro. Eu sou um Maconheiro e tenho orgulho, porem é pena que muitos de nós, não tenham a mesma responsabilidade com o próximo: ALERTA DENUNCIE BALÕES. NÃO PROCVOQUE FOGO EM VEGETAÇÃO. AO AVISTAR FOGO OU FUMAÇA NAS MATAS LIGUE 193 CORPO DE BOMBEIROS 199 DEFESA CIVIL PROCURE O IBAMA E AS BRIGADAS PREVFOGO FALE COM SEUS AMIGOS. PROCURE O BOMBEIRO OU DEFESA CIVIL DE SEU MUNICIPIO SOLICITE TREINAMENTO DE BRIGADAS E BRIGADISTAS SOCORRISTAS CRIAÇÃO DE NUDECS Núcleos de Comunitários de Defesa Civil ATITUDE PELA ÁGUA BRASIL
  17. Então, vale mesmo a pena ir até este encontro, Prisioneiro das Drogas? Estou escrevendo sobre DEPENDENCIA OU MORTE, quem hoje vive dependente de medicamentos. Se alguem puder me dar um apoio, eu vou. Vou ver como posso ir e me instalar no Rio 2 dias, conto com alguma ajuda? Estou em Visconde de Mauá. Faça contato. [email protected] José Godoy
  18. Exmo. Sr. José Gomes Temporão D.D. Ministro da Saúde Fui preso por 78 dias na Cadeia Publica de Aiuruoca, em MG, por ter plantado em minha casa 53 pés de Maconha “Cannabis” para uso terapêutico. Já tinha comunicado os Srs. que eu estava plantando Maconha em casa.em 2008 e 2009 foram também convidadas várias autoridades (dentre essas o Ministro da Saúde à época) a participar do SIM BRASIL “Simpósio Maconha no Brasil”. Não sou traficante e plantava para não ter que financiar mais crimes e considerando o laudo do LAFEPE, UNICAMP, USP, Sociedade Brasileira de Neurociência e Comportamento, etc., há 20 anos convivo com HIV/AIDS, tomando os medicamentos e usando com certeza a Maconha. Tenho dois filhos, que vivem comigo, um de 28 anos que é deficiente auditivo e com transtornos psiquiátricos e outro de 23 anos um jovem “normal” que tento guiar no bom caminho. Vivo em minha casa própria, na região de Visconde de Mauá, ganho o pão do meu trabalho como cenotécnico, eletricista, encanador, manutenção de estradas e ex-combatente brigadista/socorrista do Parna Itatiaia, Ibama Prevfogo e Defesa Civil de Resende, Bocaina de Minas 1999 a 2010. Onde tenho vários processos ambientais com meu nome e documentos na Varas Federais e Estaduais de SP, RJ e MG no Ministério Publico Federal de Resende e passagem pelo Provita por ameaças de caçadores, que se estendem até hoje. O triste Senhor é que após eu ter denunciado em mãos as autoridades competentes aqui na região e aos senhores, somente foi tomada atitude de me prender quando um traficante e um caçador fizeram a denúncia. Sem procurar confronto, vivo acuado, a violência pela atividade de Brigadista Florestal e na Defesa Civil Ambiental me fez inimigos cruéis, quando pelo cumprimento da lei, na defesa da vida. Enfim venho solicitar: 1 URGENTE e IMEDIATA: DESCRIMINALIZAÇÃO : Mudança na Lei de Drogas, quanto ao uso da “Maconha” “Cannabis Sativa” e o seu plantio para consumo pessoal, sendo supervisionada pela ANVISA, Saúde e Justiça acabando assim com o financiamento do tráfico. (Já existe em tramitação no Congresso, de autoria do Exmo. Deputado Paulo Teixeira (PT/SP) um projeto de lei no sentido de descriminalizar o plantio da maconha para consumo pessoal.) O LAFEPE desenvolveu e já comercializa há anos o DRONABINOL para EUA e EUROPA com autorização dos senhores. Porque eu como brasileiro, então sou tratado como marginal, quando o Governo Federal e a Ciência brasileira reconhecem a Maconha terapêutica para estrangeiros, e eu brasileiro, aidético e os cancerosos e glaucomatosos somos traficantes? 2- Autorização para plantar em minha casa, Maconha “cannabis”, que me comprometo a não comercializar, como fazia quando plantava. Assim resta senhor para mim, dizer “Dependência ou Morte!” Tenho que tentar manter-me vivo, tenho tido bons resultados como cobaia e não vou comprar maconha. Não eram muita quantidade, considerando que os pés estavam em vários estágios de crescimento e colheria no máximo 1 quilo ou 1 quilo e 500 gramas, na filmagem parece uma quantidade imensa, mas não é assim senhor, minhas sementes eram comuns e não européias e modificadas e a quantidade colhida seria suficiente para o consumo anual, até a próxima colheita que ocorreria em meados de maio de 2011. Não tenho posses, e sou um cidadão honesto, assim reivindico o uso e a descriminalização da Maconha. Atenciosamente José Roberto Godoy R.G 8.576.477-2 SSP-SP Tel 24 3387 2293 Bocaina de Minas / Visconde de Mauá Distrito de Mirantão Ponte dos Cachorros estrada da Faz São José S/N Estrada Mauá x Campo Alegre Km 7
  19. Exmo. Sr. José Gomes Temporão D.D. Ministro da Saúde Fui preso por 78 dias na Cadeia Publica de Aiuruoca, em MG, por ter plantado em minha casa 53 pés de Maconha “Cannabis” para uso terapêutico. Já tinha comunicado os Srs. que eu estava plantando Maconha em casa.em 2008 e 2009 foram também convidadas várias autoridades (dentre essas o Ministro da Saúde à época) a participar do SIM BRASIL “Simpósio Maconha no Brasil”. Não sou traficante e plantava para não ter que financiar mais crimes e considerando o laudo do LAFEPE, UNICAMP, USP, Sociedade Brasileira de Neurociência e Comportamento, etc., há 20 anos convivo com HIV/AIDS, tomando os medicamentos e usando com certeza a Maconha. Tenho dois filhos, que vivem comigo, um de 28 anos que é deficiente auditivo e com transtornos psiquiátricos e outro de 23 anos um jovem “normal” que tento guiar no bom caminho. Vivo em minha casa própria, na região de Visconde de Mauá, ganho o pão do meu trabalho como cenotécnico, eletricista, encanador, manutenção de estradas e ex-combatente brigadista/socorrista do Parna Itatiaia, Ibama Prevfogo e Defesa Civil de Resende, Bocaina de Minas 1999 a 2010. Onde tenho vários processos ambientais com meu nome e documentos na Varas Federais e Estaduais de SP, RJ e MG no Ministério Publico Federal de Resende e passagem pelo Provita por ameaças de caçadores, que se estendem até hoje. O triste Senhor é que após eu ter denunciado em mãos as autoridades competentes aqui na região e aos senhores, somente foi tomada atitude de me prender quando um traficante e um caçador fizeram a denúncia. Sem procurar confronto, vivo acuado, a violência pela atividade de Brigadista Florestal e na Defesa Civil Ambiental me fez inimigos cruéis, quando pelo cumprimento da lei, na defesa da vida. Enfim venho solicitar: 1 URGENTE e IMEDIATA: DESCRIMINALIZAÇÃO : Mudança na Lei de Drogas, quanto ao uso da “Maconha” “Cannabis Sativa” e o seu plantio para consumo pessoal, sendo supervisionada pela ANVISA, Saúde e Justiça acabando assim com o financiamento do tráfico. (Já existe em tramitação no Congresso, de autoria do Exmo. Deputado Paulo Teixeira (PT/SP) um projeto de lei no sentido de descriminalizar o plantio da maconha para consumo pessoal.) O LAFEPE desenvolveu e já comercializa há anos o DRONABINOL para EUA e EUROPA com autorização dos senhores. Porque eu como brasileiro, então sou tratado como marginal, quando o Governo Federal e a Ciência brasileira reconhecem a Maconha terapêutica para estrangeiros, e eu brasileiro, aidético e os cancerosos e glaucomatosos somos traficantes? 2- Autorização para plantar em minha casa, Maconha “cannabis”, que me comprometo a não comercializar, como fazia quando plantava. Assim resta senhor para mim, dizer “Dependência ou Morte!” Tenho que tentar manter-me vivo, tenho tido bons resultados como cobaia e não vou comprar maconha. Não eram muita quantidade, considerando que os pés estavam em vários estágios de crescimento e colheria no máximo 1 quilo ou 1 quilo e 500 gramas, na filmagem parece uma quantidade imensa, mas não é assim senhor, minhas sementes eram comuns e não européias e modificadas e a quantidade colhida seria suficiente para o consumo anual, até a próxima colheita que ocorreria em meados de maio de 2011. Não tenho posses, e sou um cidadão honesto, assim reivindico o uso e a descriminalização da Maconha. Atenciosamente José Roberto Godoy R.G 8.576.477-2 SSP-SP Tel 24 3387 2293 Bocaina de Minas / Visconde de Mauá Distrito de Mirantão Ponte dos Cachorros estrada da Faz São José S/N Estrada Mauá x Campo Alegre Km 7
  20. Amigos. O tempo vem nos apertar, uso maconha como remédio desde os 14 anos, conheci e sem apologia o negocio funciona. Tanto que aqui estou com meus 53 anos. Por ironia do destino, quem como eu denunciou caças, apreensão de pássaros, combates a incêndios e extremamente ameaçado pela violência do campo e da luta ambiental no Brasil me vejo agora, não no PROVITA mas sim na cadeia. Nos que lutamos por nossa saúde com todas as forças, por mais inconseqüentes que possamos ter sidos em nossa juventude estamos vivos , estudando,m trabalhando cuidando de nosso futuro, de nossos filhos de nosso planeta. A saúde sempre esteve ligada ao meio ambiente, e infelizmente ainda não conseguimos entender que para segurar tanta química e ter um mínimo de sobrevida saudável é essencial a presença do VERDE. LAFEPE "Laboratório Farmacêutico de Pernambuco" desenvolveu e pesquisou todos os tipos de uso da Canabis, um relatório cientifico de aproximadamente 1000 paginas, comprova pela ciência brasileira o uso terapêutico da maconha em suas diferentes formas de consumo e aplicação. Assim foi criado a medicação DRONABINOL similar ao MARINOL americano e autorizada pelo Conselho Federal a desenvolver a pesquisar, plantar, produzir e comercializar aos EUA e Europa, porem ao povo Brasileiro foi proibido seu uso em qualquer circunstancia. EU EIM. EU SOU O MARGINAL? Minha casa fica na beira da estrada, 500 m² e 80 m² de área construída.Bom hoje provavelmente a policia invade minha casa, as terças o Delegado da região atua, veremos e aguardem isto é inevitavel, ninguem planta maconha assim. Não tenho como plantar escondido a anos venho timidamente cultivando alguns pés e nunca deixei de assumir meu uso e minha condição de HIV +, mesmo a policia, bombeiros e agentes federais irem a minha casa esporadicamente a serviço. Meu consumo caseiro em media antes de crescerem meus filhos era de 100 a 150 gramas mensal, hoje com as conseqüências da vida, este consumo foi para 600 a 700 gramas mensal. Bem não tenho outra alternativa se não assumir e mostrar a plantação, minha condição financeira não permitiam mais a compra, bem como eu sempre vestido meio como bombeiro acabei sendo proibido de entrar em bocas é perigoso para mim e para quem me fornecia, acabei fazendo uma cerca viva, sendo assim quem passa na rua, tem uma visão esplendida de meus pés de maconha. Neste verão expicionalmente cresceram muito, não tenho dinheiro para comprar sementes, lâmpadas e estas coisas da maconha moderna. Maconha para mim é aquela bem cuidada onde seu sabor e seus efeitos promovem bem estar, segurança e disposição para trabalho. Maconha não é coisa para vagabundo, maconha ajuda em muito no trabalho estafante do campo, na concentração para o trabalho, bem como auxilia como redutora de danos nas quimioterapias. Bom eu tenho um nome a zerar, meu nome é Zéroberto, como cidadão, José Godoy sou profissionalmente artista plástico cenotécnico, Hoje sobrevivo da construção civil. Voluntário Brigadista/Socorrista BRIGADA DE VOLUNTÁRIOS VISCONDE DE MAUÁ Observatório Nacional RJ, PNI Prevfogo Ibama ICM-BIO, Defesa Civil, Bocaina de Minas MG, Visconde de Mauá RJ, SP Corpo de Bombeiros SP, MG, RJ Cruz Vermelha Brasileira
  21. Amigos. O tempo vem nos apertar, uso maconha como remédio desde os 14 anos, conheci e sem apologia o negocio funciona. Tanto que aqui estou com meus 53 anos. Por ironia do destino, quem como eu denunciou caças, apreensão de pássaros, combates a incêndios e extremamente ameaçado pela violência do campo e da luta ambiental no Brasil me vejo agora, não no PROVITA mas sim na cadeia. Nos que lutamos por nossa saúde com todas as forças, por mais inconseqüentes que possamos ter sidos em nossa juventude estamos vivos , estudando,m trabalhando cuidando de nosso futuro, de nossos filhos de nosso planeta. A saúde sempre esteve ligada ao meio ambiente, e infelizmente ainda não conseguimos entender que para segurar tanta química e ter um mínimo de sobrevida saudável é essencial a presença do VERDE. LAFEPE "Laboratório Farmacêutico de Pernambuco" desenvolveu e pesquisou todos os tipos de uso da Canabis, um relatório cientifico de aproximadamente 1000 paginas, comprova pela ciência brasileira o uso terapêutico da maconha em suas diferentes formas de consumo e aplicação. Assim foi criado a medicação DRONABINOL similar ao MARINOL americano e autorizada pelo Conselho Federal a desenvolver a pesquisar, plantar, produzir e comercializar aos EUA e Europa, porem ao povo Brasileiro foi proibido seu uso em qualquer circunstancia. EU EIM. EU SOU O MARGINAL? Minha casa fica na beira da estrada, 500 m² e 80 m² de área construída.Bom hoje provavelmente a policia invade minha casa, as terças o Delegado da região atua, veremos e aguardem isto é inevitavel, ninguem planta maconha assim. Não tenho como plantar escondido a anos venho timidamente cultivando alguns pés e nunca deixei de assumir meu uso e minha condição de HIV +, mesmo a policia, bombeiros e agentes federais irem a minha casa esporadicamente a serviço. Meu consumo caseiro em media antes de crescerem meus filhos era de 100 a 150 gramas mensal, hoje com as conseqüências da vida, este consumo foi para 600 a 700 gramas mensal. Bem não tenho outra alternativa se não assumir e mostrar a plantação, minha condição financeira não permitiam mais a compra, bem como eu sempre vestido meio como bombeiro acabei sendo proibido de entrar em bocas é perigoso para mim e para quem me fornecia, acabei fazendo uma cerca viva, sendo assim quem passa na rua, tem uma visão esplendida de meus pés de maconha. Neste verão expicionalmente cresceram muito, não tenho dinheiro para comprar sementes, lâmpadas e estas coisas da maconha moderna. Maconha para mim é aquela bem cuidada onde seu sabor e seus efeitos promovem bem estar, segurança e disposição para trabalho. Maconha não é coisa para vagabundo, maconha ajuda em muito no trabalho estafante do campo, na concentração para o trabalho, bem como auxilia como redutora de danos nas quimioterapias. Bom eu tenho um nome a zerar, meu nome é Zéroberto, como cidadão, José Godoy sou profissionalmente artista plástico cenotécnico, Hoje sobrevivo da construção civil. Voluntário Brigadista/Socorrista BRIGADA DE VOLUNTÁRIOS VISCONDE DE MAUÁ Observatorio Nacional RJ, PNI Prevfogo Ibama ICM-BIO, Defesa Civil, Bocaina de Minas MG, Visconde de Mauá RJ, SP
  22. MINHA PLANTAÇÃO DE MACONHA

  23. Amigos e Simpatizantes: Peço encarecidamente que se manifestem pelo uso da Maconha. Hoje sexta feira 19 de março de 2010 recebi em minha casa as 15:00 horas a Policia Militar de Minas Gerais, DPO, Maringá, Bocaina de Minas , vieram por que eu chamei, pelas ameaças e agressões que venho sofrendo, pelo meu envolvimento na luta ambiental, atuando como brigadista/socorrista, na região de Visconde de Mauá, Parque Nacional de Itatiaia. Eu já havia comunicado e encaminhei o pedido de uso e plantio e convite para o SIM BRASIL "Simposio Maconha no Brasil" para a Presidência da Republica aos cuidados do Exmo.Sr. Luis Inácio Lula da Silva,Presidente do Brasil, que encaminhou ao Ministério da Justiça onde a resposta mande que eu aguarde as medidas cabíveis. Eu já tinha mandado para o Ministério da Saúde e Justiça, bem como ao General da Aman e Procuradoria da Republica Resende RJ Pm RJ, Policia Civil Mineira e Carioca e ao Dr. Marconi da Policia Federal, Volta Redonda, sendo assim aguardo a decisão da Justiça, seja ela qual for, a maconha continuara a ser plantada em minha casa, seu uso é terapêutico e a ciência brasileira já reconheceu como medicamento segundo estudos do "LAFEPE" Foi tudo fotografado e será encaminhado ao Promotor da Comarca de Aiuruoca ou Liberdade MG e agora aguardo provavelmente para segunda feira a minha prisão bem como a invasão de minha casa pela Policia. Não tenho feito tráfico, sobrevivo do meu trabalho, por favor manifestem este pedido de ajuda. Jose Roberto Godoy SIM MACONHA NO BRASIL Aos 14 anos quando fumei meu primeiro cigarro de maconha, eu passava muito mal com uma crise de bronquite asmática, padeci na mão de médicos, hospitais nas madrugadas que meu pai com os poucos recursos que tinha, lutava para salvar a vida de seu único filho homem. Minha mãe, com suas crenças na cultura popular fez por mim tudo que foi possível dentro das terapias caseiras de nosso Brasil bem como das ciências indígenas e africanas que formam a diversidade de nosso povo e da minha família. A cultura divulgada sobre a maconha não demorou a se abater sobre minha pessoa, com 15, 16 anos eu não entendia onde estava a marginalidade da qual me acusavam quando eu fazia uso de um medicamento condenado pela ignorância de poderes econômicos e sociais. Aos 17 anos pedi a meu pai a emancipação para que assim eu manifesta-se minha opinião publicamente sem que meus pais respondessem por isso, assim aos 17 anos lá estava eu na Faculdade do Largo São Francisco em SP falando sobre o uso terapêutico e a descriminalização da Maconha Conheci outras drogas, o álcool foi primeiro até que a veio a devastação, a COCAINA O CRAK, etc, etc, etc e a AIDS. 35 anos vi minha vida ir parar no Emilio Ribas, sem solução para a AIDS e muito doente resolvi me suicidar, não deu certo, então mudei para o mato, vim para Visconde de Mauá atrás da bebida indígena YAGÉ ou AYUASCA, muito conhecida como Santo Daime, eu já tinha ouvido falar dos poderes deste chá sagrado para os índios e assim sem nada a temer, mas procurando um remédio e não um milagre, comecei a fazer testes, mesmo com a contestação de meus médicos. Virei cobaia da floresta, comecei a plantar maconha e a fumar diariamente a seguir terapias sensatas que me deram esta sobrevida que tenho até hoje mesmo tomando o coquetel. !991 definitivamente em Mauá e com a saúde restabelecida, comecei por necessidade em 93 e a saúde permitiu a combater incêndios florestais que ameaçavam e ameaçam constantemente as propriedades e este rico manancial que é a Serra da Mantiqueira. Minhas atividades como profissional ceno-técnico me levaram a ter uma outra compreensão das ações de prevenção e preservação, e aqui em Visconde de Mauá junto ao PNI e Ibama Prevfogo, formamos a 1ª Brigada de Voluntários de Visconde de Mauá em 1999 e consequentemente em 2001 nossa iniciativa resultou na formação da 1ª Brigada Prevfogo PNI. Para mim quando formamos a Brigada de Voluntários em 1999 já era de se esperar retaliações e intimidações, afinal não é somente incêndios florestais que atingem a região, caçadores, palmiteiros, passarinheiros, pescadores predadores cruéis e assim por diante, foi se delineando nossas ações que acabaram por viram um processo no Ministério Publico Federal de Resende bem como minha entrada em 2006 no PROVITA "Programa de Proteção a Vitimas e Testemunhas" do MPF. Não era justo eu abandonar minha casa ter que explicar a um deficiente que ele não poderia mais voltar para sua casa, como explicar que os assassinos estavam na rua e nos é que estávamos presos e com a família esfacelada. Sai 9 meses depois aguardei o pedido de 2 anos fora da região e ai em 2008 voltei eu e meu filho Rian que é deficiente. Assim que me viram, homens que retiram areia do Rio Preto já vieram me perguntar se eu estava voltando para o Ibama, pediram que eu não volta-se, não me querem aqui, nem eles, nem caçadores etc., eu sou uma ameaça a sua sustentabilidade. Ai meu primeiro incêndio de 2008 em uma madrugada, quando sai do mato pela manhã encontrei um caçador que já me vendo fardado e em combate, imediatamente falou: "E A LIÇÃO QUE EU TE DEI NÃO VALEU ? BOMBEIRO AIDETICO, FILHO DA PUTA CE TEM QUE MORRER SECO" 1999 a 2008 a 2010, Já tomei tiro em casa, apanhei na rua, por causa de pitbul, quase já me cegaram, por falta de higiene, fui agredido em ponto de ônibus por caçador ameaças de atropelamento e conselho de militares que dizem que não dá pra fazer nada o melhor é eu me mudar. Bom diante das circunstancias, meio ambiente e saúde, expandi minha plantação de maconha, eu sabia que de qualquer maneira viriam contra mim, uma armadilha estava sendo planejada, ameaças e agressões não pararam e ai Boletins de Ocorrência Policial e Resende, Itatiaia, RJ e Bocaina de Minas, MG desde 1999 vão formando minha pasta da Defesa Civil SócioAmbiental. Implantar estas ações de Defesa Civil, na mentalidade de nosso povo e que estas ações façam parte da educação nacional é um grande desafio que nossos Generais, Almirantes e Brigadeiros e subalternos deveriam por em pratica, esta deveria ser a meta do CREA e do Ministério da Educação e etc. Não existe preservação muito menos reflorestamentos se os primeiros passos não forem precisos em ISOLAR A ÁREA E AFASTAR O PERIGO. Assim com estas atividades criei meus 2 filhos, trabalhando com artistas, técnicos, engenheiros, bombeiros publicitários, professores, advogados, pedreiros, ajudantes de obras, militares, políticos e civis, formei minha opinião definitiva e assim sabendo que eu seria encarcerado a qualquer momento pelo uso, da maconha e vendo nosso poder publico podre pelo uso do álcool, onde a lei serve para os outros e não para nos, e a impunidade grassando em todos os poderes. Diante de todos os fatos em minha casa , meu filho mais novo que na minha ida para o PROVITA ficou com sua mãe em SP, acabou se envolvendo com o Crak, Álcool e a Cocaina e veio a cometer furtos que resultaram em uma surra com um bastão da alumínio que o deixou com as duas pernas fraturadas e metalizadas bem como um dos braços, praticamente quase o tornando mais um deficiente para eu cuidar, hoje vive comigo sob extrema dor pelas fraturas e usa analgésicos alucinadamente, sob minha ordem, reduzi o numero de analgésico e aumentei a dose da maconha e o mínimo deslize para o retorno as drogas eu mesmo o denuncio, prendo ou interno se necessário. O Rian acabou com tudo isto tendo aumento em seus transtornos psiquiátricos que resultaram em internações e tratamentos e medicamentos, somando-se a deficiência auditiva, sua existência sempre foi delicada, um rapaz amoroso e muito atencioso, que vive em seu mundinho todo especial de disco voadores e sua visão contundente desta sociedade. Bem esta é a realidade não sei mais que fatos poderiam me livrar desta cadeia insana que me espera. Sei que diante da realidade brasileira e mundial sobre a maconha o que posso afirmar é que: Traficante é o Juiz o Promotor o Delegado, o Comandante Militar da Área e seus subalternos, traficante é o Presidente da Republica o passado e o presente, traficantes são os políticos que conhecendo a vida de milhares de pessoas como eu que honestamente vivem e fazem o uso da Maconha, venham a nos condenar a trancafiar-nos em suas masmorras sórdidas erguidas por suas mentes moralmente deficientes. Jose Roberto Godoy --