Ir para conteúdo
Growroom

Não Compre Plante

Usuário Growroom
  • Total de itens

    1429
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Não Compre Plante postou

  1. Acho que seria interessante discutir tb sobre o PBM e a ideia sobre a igreja cannabica. Pesquisei uma que esta crescendo....o nome dela é templo 420 rsrsrsrsrsrs
  2. Confirmado. To dentro no dia 22. Não Compre Plante, Jardaon, Percoff, Chileno confirmados??? Eae galera vamos la essa primeira reunião vai dar animo pra um ano que promete. Quem mais?? A galera do RJ estara presente?? Brave?? Sano?? Abraços
  3. http://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI4871081-EI15606,00-Aplicativo+para+iPhone+ensina+a+enrolar+o+proprio+cigarro.html Aplicativo para iPhone ensina a enrolar o próprio cigarro Conhecida pelo rigor na liberação de aplicativos em sua loja virtual, a Apple surpreendeu ao aprovar um aplicativo para iPhone que ensina o usuário a enrolar seu próprio cigarro. O "Roll Your Own" é voltado para "entusiastas do tabaco e fumantes recreativos ou medicinais de maconha", segundo o site da empresa que desenvolveu o programa. O aplicativo gratuito traz fotos e vídeos que mostram duas técnicas para enrolar os cigarros, além de informações sobre tipos de papel, embalagens e como fazer as próprias misturas. "Há um espírito vibrante do faça-você-mesmo hoje em dia, mas a maioria dos fumantes não sabe como preparar seus próprios crigarros", afirma Alan Canton, consultor de marketing da companhia, em comunicado. Além das duas demonstrações gratuitas, os usuários podem baixar um pacote adicional por US$ 0,99 para aprender mais três técnicas diferentes, e há previsão de que mais pacotes sejam lançados em breve. Canton disse também que o app traz "qualidade de vida" e um "benefício real para as pessoas com prescrições para uso medicinal de maconha - principalmente aquelas que podem não estar familiarizadas com os métodos de usá-la". Além disso, o aplicativo permite que os usuários tirem dúvidas com os desenvolvedores e enviem a sua técnica de preparação. Classificado pela Apple na categoria "uso frequente ou intenso de álcool, tabaco ou drogas", o programa pode ser baixado na loja de aplicativos somente por maiores de 17 anos.
  4. Eu apostaria nisso. O esquema é trocar uma ideia com o cara, mas.... Cada minuto de vida dele deve valer mais do que ganharei na minha vida inteira. Mas que ele tava chapadim tava eim
  5. clap Brasil é o país da hipocrisia. Sou preso por fumar uma erva... Mas se eu for médico e estuprar 57 mulheres no meu consultorio não pega nada pra mim. Sou preso por cultivar uma planta... Mas se sou um jornalista com respaldo e muita grana posso matar minha esposa que nada me acontecerá. Sou preso por usar minha medicina... Mas se eu tiver uma industria farmaceutica de renome, posso vender medicamentos infectados com o virus HIV que nada acontece. Trabalho 56 horas por semana, pago meus impostos, sou mais um escravo do sistema e mesmo assim ainda posso ser preso... Mas se eu for Ministro Chefe da Casa Civil, pilhar o suor ($$$) da massa, ser indiciado por crimes graves como corrupção ativa, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e peculato, a unica coisa que me ocorre é cassarem meu mandato por alguns anos e uma mísera aposentadoria de + de 10.000 reais. Sabe o que axo caras....as vezes faltam no brasil carinhas desse nype aqui ó O cara escreve cartas, faz videos, explicando todos os motivos os quais lhe moveram a fazer isso. Motivos estes que a maioria dos brasileiros não enxergam. E simplesmente entra no congresso, casa civil, e todos os demais antros e chiqueiros em brasília e saem atirando numa pá de politico. O bom é que não importa quantos politicos o serial mate, só ficara 30 anos na cadeia. E com certeza saira aplaudido por muitos. 2x Meu sogro cara. Se soubesse que minha mina ja fumou comigo mandava interna ela e me matar.
  6. 2x Marquemos com 3 meses de antecedencia impossivel não arrumarmos 1000 usuarios. Quanto as assinaturas tb acho legal...eu arrumaria umas 100 ou mais na moral. 2x
  7. Exelente clap Parabens pedrada, sano , brave e todos os envolvidos. A divulgação das cartilhas foi nota 1000000000 Fiquei uns dias foras pelo fim de ano tumultuado. Só fiquei sabendo agora. Abraços
  8. 2x carai mano quais as chances de ser liberado justamente as 4:20???
  9. Eu tava fazendo um mega resumo da historia, e iria aproveitar associar a historia do Godoy junto, pois ele tb acabou rodando com muitas plantas. O texto ta meio sem sentido eu iria acrescentar mais coisas e arrumar depois. Iria necessitar de mais tempo tb, porém esse texto deve ser enviado aos destinatários o mais rápido possivel. Mas teu texto ficou ótimo e mais enxuto e já ta a pampa. Só acho que a gente deveria pedir uma punição a delegada. Se isso ocorre-se com certeza outros delegados começariam a aplicar a lei do jeito certo. Assim como se ocorre-se um processo ao estado pela prisão arbitrária de pai, filho, godoy, mukeka e tantos outros por ai. Abs
  10. Eu ainda citaria: Brasil o país da hipocrisia No dia 21 de setembro de 2010, policiais da 17ª DP (São Cristóvão) baseados em uma denúncia anônima se dirigiram a um prédio situado na Rua Guilherme Almeida esquina com a Rua Jorge Cabral, no Recreio dos Bandeirantes, aonde prenderam em ‘’flagrante’’ pai e filho, adeptos de uma forma ‘’criminosa’’ de agricultura familiar como citou Cristiane Pelágio no jornal da globo. Foram presos o engenheiro Francisco Aurélio de Souza Grossi e seu filho o jornalista Gustavo Grossi, em flagrante pela posse de 108 pés de cannabis (maconha), mesmo ambos admitindo que as plantas fossem para consumo próprio. Ambos foram encarcerados e aguardam julgamento. Caso condenados, o artigo 33 prevê pena de 5 a 15 anos de reclusão. O pai Francisco Aurélio de Souza Grossi possui 67 anos, é engenheiro aposentado, e analista de sistemas empregado com renda mensal de 10.000 reais. O filho Gustavo Grossi era jornalista formato em comunicações e se preparava para prestar um mestrado. (By BAS) Francisco Aurélio de Souza Grossi Natural de Raul Soares, MG Residente em São Paulo Graduei-me em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em dezembro de 1967. Trabalhei durante 27 anos na IBM Brasil (1968-1995), tendo desenvolvido projetos de análise de sistemas, projetos de hardware e software para centros de computação, consultoria de sistemas operacionais, desempenho de hardware e software. Durante este tempo, transitei várias vezes entre São Paulo, Rio, EUA, e Europa. Participei de 15 projetos internacionais nos Estados Unidos: Poughkeepsie (NY), Kingston (NY), Endicott (NY), Gaithersburg (MD), Palo Alto (CA), e San Jose (CA). Trabalhei durante 3 anos (1973-1975) na IBM U.K. (Londres, Inglaterra) desenvolvendo sistemas operacionais e compiladores de linguagens para clientes da Europa, Estados Unidos, e Canadá. Trabalhei durante 3 anos (1991-1993) na IBM U.S.A. (Poughkeepsie, New York) liderando projetos técnicos que geravam publicações da IBM para apoio a clientes da IBM nos vários países onde ela opera. Sou autor de 13 Red Books (livros técnicos) em inglês publicados pelo International Technical Support Center da IBM. Fui professor da FASP (Faculdades Associadas de São Paulo, SP) de fevereiro de 1995 a junho de 2000, tendo lecionado lógica de programação, linguagens de programação, estruturas de dados, e desempenho de computadores. Fui professor da UNISA (Universidade Santo Amaro, SP) de fevereiro de 1997 a dezembro de 1997, tendo lecionado lógica de programação. Sou professor das Faculdades Tancredo Neves, lecionando Introdução a Programação, Algoritmos e Estruturas de Dados, Arquitetura de Computadores, Teoria da Computação, e Análise de Desempenho, todas para o curso de Ciência da Computação. Sou aluno de pós-graduação do curso de Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP na área de Computação Paralela. Meus interesses fora da área profissional envolvem esportes semi-radicais, dos quais estou um pouco afastado. Sou faixa-preta (primeiro Dan) de judô, tendo sido campeão brasileiro universitário, mas não pratico há muito tempo. Fui pára-quedista amador e mergulhador livre (skin diver) mas já os abandonei. Sou piloto de planador (vôo à vela) e de monomotor (hélice). Sou motociclista e gosto de motos de grandes cilindradas (tive algumas: Honda CB450, Kawasaki 1200 LTD, Yamaha Virago 1200, Honda CBX 750), mas atualmente estou sem nenhuma porque São Paulo não ajuda... Fonte: http://www.ime.usp.br/~fgrossi/geral/texto.htm Bem feito! Que cara mais "vagabundo": quer levar a vida inteira só estudando, trabalhando e ensinando... Vai ver, a culpa é da maconha! “Me contem, me contem aonde eles se escondem? atrás de leis que não favorecem vocês então por que não resolvem de uma vez: ponham as cartas na mesa e discutam essas leis” Planet Hemp (Em Mantenha o Respeito) Sigam-me no twitter: @UbirajaraRamos Francisco Grossi, USUÁRIO DE MACONHA COM AUTOCULTIVO, engenheiro eletrônico (ITA), pós-graduado em Ciência da Computação (USP) e... PRESO!!! Uma pessoa que ganha 10.000 reais mensais e quer traficar drogas soa incoerência a meu ver. Mas suponhamos que fosse o caso, me pergunto se com uma renda dessa não seria mais fácil comprar um sitio ou chácara em algum fim de mundo e cultivar logo 1 hectare ou mais de cannabis, pagar pra um caseiro tomar conta e fim de papo. A delegada Valéria de Castro provou (ao prender pai e filho) e comprovou (ao dar entrevistas) que não está totalmente interada a legislação antidrogas nacional na qual a lei 11.343 prevê pena sem restrição de liberdade a pessoas que forem flagradas com pequenas quantidades de plantas desde que não seja comprovado que a destinação das mesmas fosse para o comércio. Em entrevista a rede globo, afirmou que somente o ato de semear e cultivar plantas que produzam substância entorpecente é considerado tráfico. Vemos juízes de futebol sendo punidos por erros de arbitragem. Enfermeiras confundindo solução fisiológica com vaselina perdendo seu registro no corem e sofrendo processos. E até policiais aceitando suborno e liberando playboys que disputam rachas e matam inocentes, e posteriormente perdem seus empregos por conta dos próprios erros. Tendo culpa ou não, tendo a intenção ou não, em todos os casos citados, houveram Protagonistas (Juízes, Enfermeiras e Policiais), Erros (arbitragem, troca de medicações e prevaricação) Vitimas (jogadores e torcedores, pacientes, Mães e familiares) e punições. Nesse caso, deveria a delegada Valéria de Castro receber uma punição? Afinal alguém com uma profissão dessas não pode se der ao luxo de cometer erros, ainda mais quando são erros inconstitucionais sendo ela um agente da lei ser obrigada a ter conhecimento sobre a legislação, ainda mais se tratando de ‘’drogas ou entorpecentes’’, assunto amplamente discutido e de grande problema no país inteiro. Por causa de um erro desses, pai e filho, trabalhadores, pagadores de impostos, nível superior, bons antecedentes, que cultivavam cannabis para uso próprio tiveram sua residência invadida pela polícia, pela mídia, e foram massacrados por acusações com argumentos furados e ausência de fatos. Foram trancafiados por 88 dias, fora o prejuízo moral que em minha opinião não tem preço. Espero que a dona delegada Valéria de Castro seja punida, mas se não for, pelo menos se tiver aprendido de que o artigo 33 (tráfico) é diferente do artigo 28 (usuário) já ficarei feliz. (By Aquaponic) A policia deve apresentar alguma prova de que eles vendiam, nem que seja 1g, caso contrario, penso, cabe a ação buscando a responsabilidade civil do estado e a decorrente indenização pela prisão ilegal, como em todos os casos que não for provado pelo Estado, que o cultivo de cannabis não era destinado ao consumo. "Inicialmente é de se observar que a prisão ilegal viola a Constituição Federal quando esta garante a "dignidade da pessoa humana"(7), estabelecendo seu art. 5º que "todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade", e seu inciso X, que "são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem", "assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação"." - sugiro leitura - http://www1.jus.com....xto.asp?id=2273 Entendo também que caberia indenização pela exposição pública da imagem e violação do domicilio sem autorização legal, mesmo que sob suspeita de crime. me lembrei deste caso, guardadas as especificidades - Processo 1.0362.02.016932-6/001 "A desembargadora Maria Elza, relatora do processo, entendeu que o estado deve, sim, ser responsabilizado pela invasão e pela apreensão indevidas. “Não há justificativa para que o Estado de Minas Gerais não seja responsabilizado civilmente pela atitude arbitrária de sua Polícia Militar, que, baseada em denúncia anônima, invade domicílio e apreende bens, sem que houvesse autorização judicial para tanto. “A Constituição da República não consagrou um Estado Marginal, mas um Estado Democrático de Direito, o qual não se coaduna com a política criminal de invadir e apreender, para depois investigar”, considerou. - http://www.endividad...et.php?id=19901 Claro que ainda é proibido cultivar cannabis no Brasil, mas a simples ação da Policia Militar de invadir o lar deste cidadão, usurpando a função de Policia Civil de investigar, atropelando todos os direitos e garantia fundamental é deveras superior a penalidade imposta pela lei 11.343. O Estado só vai mudar quando sentir a reprimenda em seu patrimônio, por isso defendo que todos os cultivadores, em especial os medicinais, devem ser indenizados pelo Estado, baseado num dos fundamentos da Republica, a dignidade da pessoa humana.
  11. Baseado em que tu afirma isso ?? Testou em algum parente ou conhecido e não deu certo?? Caso contrário pra variar vc vem com posts subjetivos.
  12. Demoro pra fazer isso pro caso do mukeka e principalmente pro Godoy e Xambinho. Agora entendo a obrigação de se ter alguem pago pra fazer esse tipo de serviço, pois a essa hora ja estaria sendo cobrado e estaria agitando isso. clap Ta pronto ja só falta dar continuidade. Devemos bombardear principalmente a mídia. Essa foi uma das melhores idéias que ja vi no forum. Tem que ter algumas pessoas responsaveis por esse tipo de ações pois são de extrema importancia e alto impacto aos olhos do público careta. Se demonizaram pai e filho pq achavam 108 plantas uma floresta, a mídia cubrindo a soltura deles daria uma nova visão para a sociedade.
  13. Sugiro a criação de um tópico a fim de angariar fundos, que serião utilizados para custear a viagem de dois ativistas até MG para realizar uma video entrevista com o Godoy. Ou até economizariamos se ele estivesse disposto a vim em uma de nossas reuniões, porém acho dificil, pois como sabemos além da condição clínica dele o mesmo possui outros diversos problemas e talvez fique inviavel dele viajar até nós. O godoy na minha opnião é a chave do problema. O cara simplesmente avisou todos os orgãos competentes de sua condição e ainda assim foi ignorado, injustiçado e massacrado pela lei. Lei esta que permite ao usuario (no caso dele e de muitos) pena sem restrição de liberdade, caso seje flagrado pelo cultivo de poucas plantas. Lei esta ainda que impede um ser humano de cultivar sua própria medicina. Isso é simplesmente ABOMINÁVEL. Com essa entrevista espalhariamos pela internet e jornais. Com certeza acho que o pessoal da folha de SP e outros jornais iriam ficar no minimo curiosos coma idéia e isso seria uma brecha sem precedentes. O cara é um mártir e eu acho que ele deveria ser tratado como prioridade das prioridades, pois se ele conseguir nem que seje uma resposta negativa da ANVISA, já teriamos no que nos apoiar, e discutir com base do por que não permitirem. Ele mesmo deixou seu endereço, telefones, e demais dados. É só querermos de verdade e o cara com toda certeza ira colaborar da melhor forma possivel. Abraços
  14. Essa primeira reunião foi massa pra conhecer a galera e saber que tem muita gente boa envolvida, que nem ao menos se conheciam, mas com alguns ideais em comum. Espero que na próxima reunião de tempo para estabelecermos metas individuais e/ou em grupos. Vamos botar em prática tudo que foi e esta sendo conversado em prática, lembrando que cada um ajuda da maneira que puder e for melhor para o coletivo. Sugiro que, nesta próxima reunião em SP, os que irão estar presentes, reflitam baseado sobre o que os irmãos cariocas colocaram em pauta na ultima reunião no RJ, e já venham com idéias, ou sugestões de como e quando irão poder contribuir e ajudar a causa. Essa próxima reunião deve ser objetiva. Temos que subir um degrau da teoria para a prática. Vamos arregaçar as mangas e tentar pelo menos arranhar a superficie de algo concreto que possa ajudar na nossa luta rumo a mudança da historia. É nóis Abraços
  15. clap clap Cara até to pensando viu mano. Sera que tem como trazer pra ca?? Temple 420
  16. clap clap Cara até to pensando viu mano. Sera que tem como trazer pra ca?? Temple 420
  17. Voltando ao tópico parabens ao Gilberto e a redação da folha. Assim que é, assim que tem que ser. :rasta2bigsmoke0gf:
  18. To com vc chileno Dezembro de 2012 Pelo menos se não legaliza o mundo acaba.
  19. To com vc chileno Dezembro de 2012 Pelo menos se não legaliza o mundo acaba.
  20. http://www.agoracampogrande.com.br/ver_not.php?id=34510 SAÚDE - Terça-Feira, 07 de Dezembro de 2010 12:19:00 Maconha alivia inflamações, mas aumenta risco de infecção Pesquisas recentes mostram que ao "anestesiar" nosso sistema imunológico, a canabis (planta que dá origem à maconha e haxixe) alivia doenças inflamatórias, mas também aumenta o risco de infecção. Cientistas da Universidade da Carolina do Sul descobriram que seu ingrediente ativo atinge um recém descoberto tipo de célula que diminui a resposta imunológica do organismo, facilitando a entrada e instalação de infecções. Prakash Nagarkatti, líder de um grupo de pesquisa, injetou o principal ingrediente ativo da maconha, o delta-9-tetrahidrocanabinol (THC) em ratos de laboratório. O THC ativou dois tipos de receptores canabinóides nas células dos sistema imunológico dos animais, chamados CB1 e CB2. A ativação desses receptores levou à mobilização em grande escala de células mielóides supressoras (MDSC). Elas têm um papel importante na diminuição da resposta do sistema imunológico, fazendo com que ficar em níveis normais, como quando não há infecção. A descoberta oferece uma possível explicação dos motivos pelos quais usuários de maconha apresentam mais risco de infecções do que quem não fuma a droga, de acordo com os pesquisadores. Além disso, o resultado sugere que o THC poderia ser usado quando houver necessidade de suprimir o sistema imunológico, por exemplo, após transplantes, quando não é interessante que o organismo do receptor tenha reações contra o novo órgão.
  21. http://www.sidneyrezende.com/noticia/111863+preco+da+maconha+vai+dobrar+apos+ocupacao+do+complexo+do+alemao Preço da maconha vai dobrar após ocupação do Complexo do Alemão A ocupação do Complexo do Alemão pode fazer o preço da maconha dobrar no Rio de Janeiro. A informação é do setor de Inteligência da Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso do Sul. O valor sofrerá um reajuste tanto na fronteira do Brasil com o Paraguai, quanto na chegada à cidade carioca. De acordo com informações da PRF, o quilo do entorpecente custa R$ 40 para os fornecedores que levam a maconha para o Rio. Como os traficantes da cidade estarão enfraquecidos, o preço cobrado pode chegar a R$ 100. Já no Rio, o quilo da maconha importada do Paraguai custa R$ 300, e pode passar a custar R$ 700. "Os traficantes paraguaios estão até comemorando o problema que houve no Rio porque vão aumentar o preço", disse um agente da PRF. A corporação não soube afirmar se o mesmo reajuste também implicará no preço da cocaína e do crack.
  22. Galera esqueci de falar. Vamos fazer uma vaquinha e pagar a passagem pra alguém ir atrás do Godoy. (pode ser eu porem alguem do rio seria mais rapido e menos expensivo) O cara é a peça chave! Ninguém fez tanto barulho como ele e com certeza ele deve estar cultivando novamente pois o cara necessita como parte de seu tratamento como ele mesmo afirmou. Poderiamos bolar uma série de perguntas a ele, fazer uma edição do video e espalhar nas redes sociais virtuais, e mandar pra orgãos públicos como ANVISA, MP, etc... O GR já tem uma filmadora. Só precisa ir alguém atrás do cara que ja deixou até telefone e endereço aqui no GR. Pra mim ainda é o caminho mais curto pra tentar arranhar a superficie de uma possivel resposta da ANVISA. E mesmo tendo uma resposta NEGATIVA, aí sim poderemos questionar do porque é proibido. Mas enquanto não perguntarmos ninguem ira nos ofetar nada. NÃO COMPRE PLANTE
  23. Rapazeada 100% na reunião! Espero que existam outras, se possivel uma a cada mês ou mês sim mês não. Parabéns a galera que se prestou a passar a tarde discutindo as propostas e idéias. As idéias e soluções estão ai! O momento é de organizar e planejar as ações conjuntas e individuais de cada um. Não lembro de terem tocado no assunto do Censo GR. Será que falaram e eu viajei??? Abraço e vamos nos agilizar. PS: O Pintolico parece filho do Dedão Verde ou é impressão minha???
×
×
  • Criar Novo...