Ir para conteúdo
Growroom

Gabriel Is

Usuário Growroom
  • Total de itens

    164
  • Registro em

  • Última visita

Respostas em Status postados por Gabriel Is

  1. Pessoal tá tendo  ferts da GH PREÇO TOPP MELHOR QUE EBAY  https://m.facebook.com/BoutinAgriculturaeJardinagem/

    não estou divulgando pra eles mas adorei os preços aconselho pra quem tava na espera de um preço justo como nunca antes ! 

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Há alguns anos eu morei perto dessa loja e ia frequentemente nela, o dono uma vez me viu comprando alguns ferts e perguntou se eu usava hidroponia e comentou que em pouco tempo iria começar a comercializar os ferts da GH, só aguardava os trâmites para poder importar legalmente. Legal ver que ele tá vendendo e a preços bons

    2. (See 1 other reply to this status update)

  2. CFM desconsidera liberação da Anvisa para importar maconha medicinal

    cfm-desconsidera-liberacao-da-anvisa-par

    Conselho Federal de Medicina emite informe aos 430 mil médicos do país para desconsiderarem a liberação da Anvisa que reduz restrições para importação de maconha medicinal. Autarquia avisa a médicos que continua valendo avaliação de 2014, do próprio conselho. As informações são do O Globo e do Portal CFM

    O Conselho Federal de Medicina (CFM) distribuiu aos médicos do país um informe segundo o qual os profissionais de saúde não devem levar em conta a Resolução 66/2016, na qual a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autoriza a prescrição e a importação, para uso individual e medicinal, de produtos que contenham canabidiol (CBD) ou tetrahidrocanabinol (THC), substâncias encontradas na maconha.

    De acordo com o informe do órgão que normatiza e fiscaliza a prática médica, continua valendo a resolução 2113/2014, do próprio CFM, que “determina o uso compassivo do canabidiol para o tratamento de epilepsias da criança e do adolescente refratárias aos tratamentos convencionais”. Segundo o conselho, “não há estudos científicos válidos que comprovem a eficácia e a segurança desses fármacos no tratamento de doenças, sendo que esses critérios devem ser observados com rigor ao discutir sua prescrição e comercialização sob o risco de expor pacientes a efeitos adversos”.

    Na resolução publicada no último dia 21 de março no Diário Oficial da União (DOU), a Anvisa informou que a medida foi tomada em obediência a uma decisão judicial de novembro, quando a Justiça Federal determinou que o órgão, vinculado ao Ministério da Saúde, retirasse da lista de substâncias proibidas o THC, composto psicoativo da maconha. Até então, A Anvisa só permitia a importação de medicamentos derivados da maconha cuja concentração de canabidiol fosse superior à de THC. O pedido para a liberação do THC partiu de uma ação do Ministério Público.

    Na mesma decisão, a Justiça determinou o início de pesquisas científicas para avaliar segurança, eficácia e qualidade do uso medicinal da cannabis. Países como Chile, EUA e Canadá já reconhecem, baseados em estudos científicos, as qualidades terapêuticas da maconha. O Chile inaugurou em janeiro deste ano a maior plantação de maconha legal da América Latina, para atender a pacientes de doenças como câncer, epilepsia e mal de Parkinson.

    Entretanto, a própria Anvisa divulgou um comunicado, no mesmo dia da publicação da resolução, informando que “diante dos problemas que a decisão possa acarretar, uma vez que tanto o canabidiol quanto o THC não possuem registros no Brasil e, portanto, não têm sua segurança e eficácia comprovadas, a Anvisa está adotando as medidas judiciais cabíveis para derrubar a ação”.

    Ainda de acordo com a Anvisa, muitos produtos à base de canabidiol e THC não são registrados como medicamentos em seus países de origem e, portanto, não foram avaliados por qualquer autoridade sanitária competente. “Assim sendo, não é possível garantir a dosagem adequada e a ausência de contaminantes e tampouco prever os possíveis efeitos adversos”.

    O órgão ressalta que, desde 2014, vem liberando importação de produtos com canabidiol para casos excepcionais. Em agosto de 2015, a Anvisa passou a autorizar a compra não só para pacientes com epilepsia, mas para patologias como dores crônicas e mal de Parkinson. Das 1449 solicitações recebidas desde 2014 até hoje, a agência autorizou 1.279 pedidos.

    De acordo com a última resolução da Anvisa, os medicamentos contendo as substâncias deverão ser importados em caráter de excepcionalidade por pessoa física, para uso próprio, para tratamento de saúde, mediante prescrição médica.

    Informe do órgão que normatiza e fiscaliza a prática médica, desconsiderando resolução da Anvisa que reduziu restrições para importação de maconha medicinal.

    CFM-canabidiol-informe-contra.png?w=848

    Fonte:http://smokebuddies.com.br/cfm-desconsidera-liberacao-da-anvisa-para-importar-maconha-medicinal/

     

     

     

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Mais ou menos né gente, eu não usei o melhor exemplo e me expressei meio mal, mas colocando dessa forma, Mitocondria, seria imperícia médica sim. Agora, se você está com um paciente fazendo o tratamento certo, com todas drogas certas, com doses otimizadas e ainda assim não obtém o resultado esperado?  Ou, se o paciente recusa, não quer tratar com o tratamento convencional mesmo sendo devidamente orientado?

      Se um paciente com câncer deseja fazer quimioterapia+radioterapia e uma terapia de homeopatia?  É lógico que inadvertidamente, sem o paciente saber quais são os melhores tratamentos disponíveis você apenas disponibilizar uma opção que não tem estudo nenhum você vai preso...

      Só ter coerência, dá pra entender...

    2. (See 11 other replies to this status update)

  3. CFM desconsidera liberação da Anvisa para importar maconha medicinal

    cfm-desconsidera-liberacao-da-anvisa-par

    Conselho Federal de Medicina emite informe aos 430 mil médicos do país para desconsiderarem a liberação da Anvisa que reduz restrições para importação de maconha medicinal. Autarquia avisa a médicos que continua valendo avaliação de 2014, do próprio conselho. As informações são do O Globo e do Portal CFM

    O Conselho Federal de Medicina (CFM) distribuiu aos médicos do país um informe segundo o qual os profissionais de saúde não devem levar em conta a Resolução 66/2016, na qual a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autoriza a prescrição e a importação, para uso individual e medicinal, de produtos que contenham canabidiol (CBD) ou tetrahidrocanabinol (THC), substâncias encontradas na maconha.

    De acordo com o informe do órgão que normatiza e fiscaliza a prática médica, continua valendo a resolução 2113/2014, do próprio CFM, que “determina o uso compassivo do canabidiol para o tratamento de epilepsias da criança e do adolescente refratárias aos tratamentos convencionais”. Segundo o conselho, “não há estudos científicos válidos que comprovem a eficácia e a segurança desses fármacos no tratamento de doenças, sendo que esses critérios devem ser observados com rigor ao discutir sua prescrição e comercialização sob o risco de expor pacientes a efeitos adversos”.

    Na resolução publicada no último dia 21 de março no Diário Oficial da União (DOU), a Anvisa informou que a medida foi tomada em obediência a uma decisão judicial de novembro, quando a Justiça Federal determinou que o órgão, vinculado ao Ministério da Saúde, retirasse da lista de substâncias proibidas o THC, composto psicoativo da maconha. Até então, A Anvisa só permitia a importação de medicamentos derivados da maconha cuja concentração de canabidiol fosse superior à de THC. O pedido para a liberação do THC partiu de uma ação do Ministério Público.

    Na mesma decisão, a Justiça determinou o início de pesquisas científicas para avaliar segurança, eficácia e qualidade do uso medicinal da cannabis. Países como Chile, EUA e Canadá já reconhecem, baseados em estudos científicos, as qualidades terapêuticas da maconha. O Chile inaugurou em janeiro deste ano a maior plantação de maconha legal da América Latina, para atender a pacientes de doenças como câncer, epilepsia e mal de Parkinson.

    Entretanto, a própria Anvisa divulgou um comunicado, no mesmo dia da publicação da resolução, informando que “diante dos problemas que a decisão possa acarretar, uma vez que tanto o canabidiol quanto o THC não possuem registros no Brasil e, portanto, não têm sua segurança e eficácia comprovadas, a Anvisa está adotando as medidas judiciais cabíveis para derrubar a ação”.

    Ainda de acordo com a Anvisa, muitos produtos à base de canabidiol e THC não são registrados como medicamentos em seus países de origem e, portanto, não foram avaliados por qualquer autoridade sanitária competente. “Assim sendo, não é possível garantir a dosagem adequada e a ausência de contaminantes e tampouco prever os possíveis efeitos adversos”.

    O órgão ressalta que, desde 2014, vem liberando importação de produtos com canabidiol para casos excepcionais. Em agosto de 2015, a Anvisa passou a autorizar a compra não só para pacientes com epilepsia, mas para patologias como dores crônicas e mal de Parkinson. Das 1449 solicitações recebidas desde 2014 até hoje, a agência autorizou 1.279 pedidos.

    De acordo com a última resolução da Anvisa, os medicamentos contendo as substâncias deverão ser importados em caráter de excepcionalidade por pessoa física, para uso próprio, para tratamento de saúde, mediante prescrição médica.

    Informe do órgão que normatiza e fiscaliza a prática médica, desconsiderando resolução da Anvisa que reduziu restrições para importação de maconha medicinal.

    CFM-canabidiol-informe-contra.png?w=848

    Fonte:http://smokebuddies.com.br/cfm-desconsidera-liberacao-da-anvisa-para-importar-maconha-medicinal/

     

     

     

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Amigos, isso não proíbe os médicos de prescreverem. É uma recomendação do CFM. Se o médico não quer segui-la, ele tem autonomia, ele tem esse poder de decisão. Por exemplo, se eu quero usar homeopatia pra tratar câncer, pois eu tenho uma experiência boa com isso, mesmo que não haja estudos que comprovem a eficácia, se eu, no meu diálogo com meu paciente desejar usá-la, sou livre para isso. O médico tem essa liberdade, o CFM não proíbe, a experiência e decisão do profissional é válida.

      A questão é que o negócio é tão burocratizado que desanima e desestimula os profissionais a tentarem... Fosse assim fácil seria um sonho. O CBD tá muito mais fácil, porque claramente têm estudos mostrando sim os benefícios dele. Mas o THC tá engatinhando, não existem estudos de máxima validade científica (duplo-cegos randomizados) com THC, até porque não tem muito como. A ideia do duplo-cego é dividir os participantes do estudo em 2 grupos, um tomará placebo e outro o medicamento, mas eles não sabem o que tão tomando. Como o THC é bastante psicoativo, quem tomá-lo saberá  o que está tomando, bem como quem tá tomando placebo saberá também... Já impossibilita esse estudo.

    2. (See 11 other replies to this status update)

  4. salve r.odolfo sou iniciante cara vc poderia dar uma olhada na galeria e ver minha menina e me dar uns conselhos?

     

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Amigo, tem que ter um pouco de vontade de pesquisar também né?

      Navegue pelo fórum, tem seções específicas para diários de cultivo. Entre em uns e leia, leia muito que tu vai aprender muuuita coisa sem ter que ficar perguntando em específico. Os diários são os tópicos onde provavelmente mais você vai aprender. Grande parte das suas dúvidas já foram de outros cultivadores, e estão bem explicadas nos diários, principalmente naqueles que estão fixados no topo da página. 

      Se o seu cultivo é outdoor, procure por diários outdoor. Se indoor, procure na seção de indoor. Se é hidropônico, procure na seção de diários de hidroponia. Assim por diante

    2. (See 8 other replies to this status update)

  5. salve r.odolfo sou iniciante cara vc poderia dar uma olhada na galeria e ver minha menina e me dar uns conselhos?

     

  6. salve r.odolfo sou iniciante cara vc poderia dar uma olhada na galeria e ver minha menina e me dar uns conselhos?

     

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Bah nem tinha reparado. Realmente... Prensado vc nunca vai encontrar uma indica pura, os prensados que temos no Brasil ou vêm do paraguai ou do nordeste, em ambos locais são cultivadas genéticas sativas. As indicas são comuns nas regiões mais frias, subtropicais... Então sim, provavelmente é indica, talvez discretamente híbrida se alguém tiver cruzado, mas acho muuuito improvável. Ela ser hermafrodita é complicado dizer cara, pode ser por stress sim, mas pode também ser pela própria genética dela. Te recomendo abrir um diário, postar as fotos e dúvidas lá, fica melhor que responder aqui

    2. (See 8 other replies to this status update)

  7. salve r.odolfo sou iniciante cara vc poderia dar uma olhada na galeria e ver minha menina e me dar uns conselhos?

     

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Seja mais específico, quais suas dúvidas?  Ela parece super saudável cara, tá enorme, bem verde, sem folhas queimadas... Única diferença é que eu teria podado ela, mas tá ótima assim e agora que já tá florindo não vale a pena podar.

      Usa um fertilizante de flora pra bombar as flores e aguarde que os buds tão começando a se formar ainda

    2. (See 8 other replies to this status update)

  8. Boa tarde,

    Alguém já teve problema com LED UFO 127w?  Eu não costumo usar muito, só pras seedlings, mas agora ele fica piscando fraquinho, as vezes acende e fica 1min, volta a piscar, apaga... Fica nessa, abri ele e aparentemente tá tudo em ordem. Alguma luz?

    Valeu

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Tá aí as fotos, consegui tirar uma de quando ele ficou aceso. Será que o problema é por causa dos 3 leds apagados ali (aparentemente queimados)?

      Obrigado

      led 2.jpg

      led1.jpg

    2. (See 1 other reply to this status update)

  9. Qual a distância aconselhável para se manter uma planta hermafrodita das fêmeas no outdoor? A dor no coração de matar uma herma ta grande!

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      cara, vai ter semente com certeza, mas se tiver longe talvez não seja numa grande quantidade a ponto de prejudicar tua colheita...

    2. (See 14 other replies to this status update)

  10. Potes herméticos de vidro ou de plastico/acrílico para a cura? Fazem diferença? E potes de vácuo, é tão importante o vácuo para a cura? Não consegui encontrar potes de vidro com fecho a vácuo.

    Já li os posts sobre cura mais ainda restou essas dúvidas.

    :muros:

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Po, que eu sei no processo de cura tem que ter contato com o ar, justo pro oxigênio ir trabalhando os terpenos e aí que a planta vai se modificando. Quando você deixa num ambiente a vácuo não tem ar pra realizar esse processo
      O ideal seria curar em potes hermeticamente fechados, conserva que seja, depois de curados guardar nos potes a vácuo, que daí o vácuo protege do mofo e do envelhecimento precoce

    2. (See 10 other replies to this status update)

  11. Todas as fan leaves ficando desse jeito, e folhas mais novas com um verde escuro saudável. Flutuação de pH? 

    4e51a57.jpg

    5b4288e.jpg

    5be1484.jpg

    62e1666.jpg

     

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      entendo, a gente sempre quer tudo a 200% né

      as vezes pecamos por excesso de preocupação, no meu cultivo tive alguns problemas por isso

      Parece tranquilo por não tar afetando muitas folhas, mas se começar a tomar toda a planta com ctz tem algo errado e cabe intervir, mas agora ao meu ver tá tudo ok

    2. (See 6 other replies to this status update)

  12. Todas as fan leaves ficando desse jeito, e folhas mais novas com um verde escuro saudável. Flutuação de pH? 

    4e51a57.jpg

    5b4288e.jpg

    5be1484.jpg

    62e1666.jpg

     

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      parecem bem saudaveis as plantas

      cuidado pra não noiar e mexer demais no solo achando que tem muita coisa errada, depois que enfiar muita coisa n tem volta =[   (experiência própria)

    2. (See 6 other replies to this status update)

  13. Buenas amigo tricolor, tenho numa dúvida sobre onde postar esta pergunta no forum: meu primeiro grow caseiro está dando bons resultados, porém, as meninas já estão com um bom tamanho e já quase tocam as lampadas, quero coloca-las na floracao porém não cabe uma hás dentro do meu grow, o que posso usar para florir.

    Obrigado pela atenção, e esse ano vai!!! pra sempre imortal tricolor

    20160106_171151.jpg

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Com licença para responder

      Existe esse tópico: 

       

      Suas plantas estão lindas, parabéns antes de mais nada!!! Agora, pra fazer florir, as plantas tem que tar num regime de fotoperíodo 12/12, ou seja, 12h luz, 12h escuridão ininterruptas.

      O problema é que se elas já estão tocando as lâmpadas agora você tem um problema com espaço. Elas aproximadamente triplicam de tamanho durante a flora. Vá na seção de informações básicas e devore todos os tópicos, leia diferentes diários de cultivo, corra atrás e aprenda!!

      Parabéns pelas plantas novamente, estão ótimas

       

       

    2. (See 1 other reply to this status update)

  14. Minha 1ª colheita!! 

    Infelizmente tive problemas, ao botar na cura, de 1 dia para outro tive vários buds mofados :(

    Botei novamente na secagem, deixei mais 3 dias, botei novamente para a cura e uma strain (Nort. Lights) mofou novamente =[

    A Skunk #1 ta ok

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Deixei uns 3 dias, achei que tava bom... Dai vi que começou a mofar, deixei mais 2, mas pelo visto tinha que ter deixado bem mais. Enfim, plantando e aprendendo =]]

       

    2. (See 5 other replies to this status update)

  15. To buscando ferts base orgânicos  vega e flora para próxima temporada de guerrilha, opiniões: Biobizz, General Organics ou Batguano? Nenhum deles? Fico no chá de húmus + farinha de osso + chá de banana mesmo? Valeu!

  16. salve galera, to fazendo um tratamento para vermes com o remedio ANNITA, faz mal queimar um? valeu

  17. analgesico e anti-inflamatorio: pus meu oleo (alcool cereais) pra descarboxilar e mandei pra guela baixo... vamo ver se melhora...

  18. analgesico e anti-inflamatorio: pus meu oleo (alcool cereais) pra descarboxilar e mandei pra guela baixo... vamo ver se melhora...

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      PufPufPass, não sei qual a origem das tuas dores, mas em alguns casos de origem auto-imune é recomendado que tome os antiinflamatórios e use cannabis como um coadjuvante no tratamento. A cannabis vai te aliviar as dores, porém ela não vai agir tão intensamente no processo inflamatório de imediato, portanto vai ser meramente sintomático. A partir do momento que você fez o tratamento com anti inflamatório, acho justo suspendê-lo e manter ap...

    2. (See 9 other replies to this status update)

  19. Manos se caso a planta estiver apresentando algumas sementes rola de arrancar elas assim como faz com as flores machos das hermas ?

  20. Maconheiros e no maconheiros, vamos lá votar na proposta para regulação do cultivo da cannabis!! é agora!!! http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaopropostaaudiencia?id=16821

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      Vamos assinar gente! ~2500 assinaturas já, 25% da meta completada =]

    2. (See 4 other replies to this status update)

  21. Só quero o que é meu.

    1. Gabriel Is

      Gabriel Is

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      esse é o lema do nosso governo

    2. (See 2 other replies to this status update)

×
×
  • Criar Novo...