Ir para conteúdo
Growroom

dogo420

Usuário Growroom
  • Total de itens

    1126
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

13 Good

3 Seguidores

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Não fala nada sobre haver perda de cerca de 90% dos cannabinóides. O que eles fazem é uma comparação da concentração desses compostos no vapor com a concentração deles na fumaça, não quer dizer que houve perda. A fumaça vai ter uma proporção menor de cannabinóides pois tem vários outros gases ali provenientes da combustão que diluem eles. Não quer dizer que houve qualquer perda.
  2. Nome da esposa? Se vier intimação, vai ser pra ela.. Se fosse minha esposa eu tava morto! Olha.. eu não sou advogado nem nada, mas eu nunca iria lá e admitiria que fiz a compra. Se eles quiserem te ferrar você tá dando uma confissão de mão beijada pra eles. A chance de eles te indiciarem pode ser pequena, mas tem tópico de grower que tá enrolado com acusação de tráfico internacional. Se você negar, o que eles tem contra você? Uma carta chegando na sua casa que poderia ter sido enviada por qualquer pessoa?
  3. Eu sei que o que eu vou falar não adianta pra você mas pode adiantar pra outras pessoas que lerem e se depararem com uma intimação da PF como você: NUNCA ADMITA NADA! Não importa se os policiais são os caras mais gente boa do mundo, que eles tratem do assunto como se fosse insignificante... Não admita! Você admitiu que pediu as sementes, nunca deveria ter feito isso. Se você não admitir eles não podem provar que você comprou, do contrário eu posso simplesmente comprar uns pacotes de seeds e mandar entregar na casa de um vizinho que eu não gosto e ferrar com o cara, já pensou? Boa sorte!
  4. Ele já se pronunciou sobre o assunto em outras ocasiões, ele é a favor do movimento. Apesar de falar umas grandes merdas de vez em quando, geralmente eu gosto dos comentários dele. EDIT: Comentário dele sobre legalização da maconha na rádio CBN 25/08/2009.
  5. É claro que ele sabe. Ele já participou de trocentos debates, escreveu trocentos artigos, já deve ter lido muito a respeito. Mente descaradamente pra dar suporte aos seus interesses.
  6. Eu tava assistindo o debate que o Prof. Pardal postou. O cara simplesmente desistiu de procurar argumentos válidos, tá só na base da mentira mesmo... É foda, o que tem que fazer é o que foi dito mesmo, temos que ir preparados pra esses argumentos toscos que ele usa pra já quebrar as pernas. Ele disse que no Brasil o usuário já foi descriminalizado. Todo mundo que já leu textos sobre esse assunto sabe que não é. INCLUSIVE ELE!!! Ou vocês acham que depois de tanto tempo envolvido no tema, participando de trocentos debates ele ainda não se ligou da diferença entre descriminalização e a ausência de pena restritiva de liberdade? Ele disse que a taxa de usuários de maconha na Holanda é igual a dos EUA, eu não sei os números, mas até onde eu saiba na Holanda o uso é menor. Existem até outros países na Europa como a Inglaterra que o uso é maior do que na Holanda. Estou errado? Ele repete a história dos 10% dos adolescentes que vão ter surto psicótico... Essa mesmo é importante que agente vá atrás, porque ele cita isso em TODO debate, e é uma afirmação bem cabulosa pra ser feita. Vamo fazer um sucão de laranja!!
  7. Concordo completamente, tem que desmascarar esse hipócrita oportunista. Edit: se ele recebe dinheiro do governo eles são obrigados a divulgar isso. Só teria que ver de onde ele viria, que projetos etc...
  8. Se esse é o único, então ele não tem nenhum. Ou você acredita que 10% dos jovens que fumam ficam psicóticos? Não estou dizendo que não faça mal, mas de onde veio essa informação, esse número? É um argumento igual esse de que o percentual de usuários subiria de 5% pra 15% com a legalização, de onde isso?? Ele deve sonhar com essas coisas, só pode.
  9. Ele quer mais eh que o estigma em torno da maconha seja mantido. Quanto que ele nao ganha com pais desinformados internando os filhos por causa de baseado??? Jah disse em outros textos que citam ele, ele ta simplesmente mentindo descaradamente. Nao tem mais argumentos, entao ele parte pra mentiras mesmo porque MUUUITA gente acredita na opiniao de 'expert' dele.
  10. Passamos! SIM - 46.79% - 9049 votos NÃO - 46.35% - 8964 votos Continuar votando pra colocar uma margem galera!! Alguém sabe até quando vai essa enquete?
  11. Não precisa apagar histórico, só os cookies. SIM - 44.75% - 8129 votos NÃO - 48.10% - 8737 votos NÃO SEI - 7.16% - 1300 votos Vamo lá!
  12. Is France's cannabis debate stuck in a cul-de-sac? A new parliamentary report recommends legalising the cultivation and consumption of cannabis in France. But one leading critic of international drug policy doubts that the debate will inspire a sea change in French policy. The issue of legalising cannabis is once again making headlines in France following the release of a parliamentary report on Wednesday recommending that the drug should be subject to “controlled legalisation”. The report, compiled by an opposition working party, recommends that the cultivation and sale of cannabis should become a state-controlled activity, like the sale of alcohol and tobacco, and concluded that the government could not continue to “advocate the illusion of abstinence”. The report has some support within the opposition Socialist Party, although two Socialist candidates for next year’s presidential campaign, Ségolène Royal and Manuel Valls, have spoken out against the proposal. The conservative ruling UMP party has largely rejected the findings, the party consensus being that legalising or decriminalising cannabis would increase the number of users and that traffickers would move into distributing harder drugs. French inflexibility According to a leading critic of international drug control policies, the legalisation debate -- which is raised in France regularly -- is unlikely to gain much ground because of France’s inherently inflexible, top-down political system. Ethan Nadelmann, founder of the US-based Drug Policy Alliance, welcomed the report, but was not optimistic that France would adopt the kinds of policies that have led to decriminalisation in countries like Holland and Portugal. In Switzerland and Germany, he argued, local initiatives had paved the way for a change in political attitudes. While drugs remain illegal in these countries, addiction is often seen more as a health problem than a criminal activity. Not so in France, Nadelmann said, where policymaking tends to come from the higher political echelons and where “there is much less opportunity for local innovation and citizen activism”. Prohibition 'has never worked' Psychiatrist Alain Rigaud, head of the French National Association for the Prevention of Alcoholism and Drug Addiction, said he believed prohibition had proved to be counterproductive and called for the debate to be taken seriously. “Prohibition does not work and has never worked,” he said. “Decriminalisation does not augment consumption -- that is a mistaken assumption made by politicians who advocate prohibition.” “Look at the Netherlands -- cannabis is decriminalised there and consumption has not exploded," Rigaud said. "Portugal, where one is allowed to carry cannabis for personal consumption, has one of the lowest consumption rates in Europe.” France, on the other hand, is one of Europe’s biggest cannabis consumers. It also has some of the toughest anti-drug laws. The country has 1.2 million regular cannabis users (smoking more than 10 times a month) and 3.9 million occasional users (at least once a year). That figure has quadrupled since 1990. Fonte: http://www.france24.com/en/20110616-french-cannabis-debate-cul-de-sac-legalisation-consumption-marijuana-parliament-report
  13. Eh foda... A corda estourando onde sempre estoura, nos coitados que nao ganham quase nada que soh estao querendo sobreviver de maneira digna. O traficante ta la numa boa, os policiais tao la posando de superman (assim como ainda vao posar promotores, juizes, politicos "que nao toleram o crime) e os agricultores que nao ganham nada numa jaula do lado de assassinos, assaltantes, sequestradores...
×
×
  • Criar Novo...