Ir para conteúdo
Growroom

aleluia

Usuário Growroom
  • Total de itens

    389
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    2

aleluia last won the day on August 8 2012

aleluia had the most liked content!

Últimos Visitantes

1177 visualizações

aleluia's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

  • Reacting Well Rare
  • Week One Done Rare
  • One Month Later Rare
  • One Year In Rare

Recent Badges

204

Reputação

  1. Comprei o arizer solo em maio desse ano e foi ótimo enquanto durou. Menos de dois meses de uso e ele quebrou (acende só a luz azul e não esquenta mais daí desliga). Imaginem a frustração... Agora tenho de mandar email pra namastevapes e eles respondem com aqueles irritantes emails automáticos/ padronizados (achei o serviço de pós venda deles péssimo, considerando que VC paga uma fortuna num aparelho e eles sequer se dão o trabalho de responder o email corretamente). Eles vão trocar o aparelho, mas vou arcar com o envio do defeituoso e ficar umas semanas sem o aparelho. Segundo a arizer, o problema acontece com 1% dos vaporizadores... Enfim... vaporizador por convecção, fácil de limpar, maaaaaaasssss cheio de fios finos e circuitos eletrônicos, o que aumenta e muito a chance de dar problema. Como sou usuário bem ocasional, na próxima compro o magic box, de preferência fora do Brasil que é bem mais barato, que ten garantia vitalícia e quase nenhum circuito eletrônico pra dar pau. Quem não teve vaporizador ainda, acredite, isso vai ser a coisa que VC mais vai querer qnd tiver um
  2. Fala bily jack. Existe um filme chamado "A cura de Gerson" sobre um médico judeu alemão do começo do século 20 que descobriu uma alternativa ao ttmento de cancer. Recomendo bastante que você (e sua mãe) veja com atenção. Quanto ao uso da com maconha, você tem de abrir o jogo com sua mãe. Por mais que vocÊ tenha boa intenção, dar para ela sem ela ter noção, poderá mais atrapalhar que ajudar... Conheci uma mulher bem nova que teve cancêr e eu perguntei pq de fumar com cancêr, ela disse que ajudava muito a aguentar as sessões de quimioterapia, que mudava a postura dela e a animava.
  3. Legal o tópico. Como maconheiro com uns 15 anos de experiencia, já dei uns tempos: 1) É bom dar um tempo de tempo em tempos, fazer uma detox no organismo e tb para você treinar seu autocontrole. 2) Tenho certa compulsão quando fumo, principalmente quando tenho em casa. É fissura tipo TOC, de querer toda hora estar queimando um. Trabalho nisso e já melhorei bastante, ultimamente ando fumando um por semana e para mim está ótimo.
  4. Difícil é não ficar com raiva dessa (in)justiça; e também de toda a sociedade hipócrita que, com seus preconceitos e ignorâncias, justifica e fundamenta esse tipo de arbitrariedade.
  5. Manda a ver! Me lembrou um amigo meu que aconteceu algo surreal com ele. Ele foi condenado a prestar serviço comunitário por um tempo, por ter sido flagrado com maconha. Daí ele tava indo certinho na instituição, cumprindo a determinação. Até que certo dia resolveu acender umzinho lá, achando que ninguém ia perceber. Daí o supervisor do negócio flagrou o movimento. Mas ao invés de se ferrar, a estória do amigo termina bem -- o supervisor queimava um também e depois do serviço os dois queimaram uma vela junta. Detalhe: colocada pelo supervisor!
  6. Fala Ferdinand! Odeio hipocrisias, mas acho que nessa você está sozinho. Olha só, pense como a regra de maiores de idade é extremamente razoável. Ela dá certa legitimidade ao fórum. E também evita pretextos para qualquer medida no sentido de tirarem a força o growroom do ar. Entende o que eu digo? Acesso esse site desde 2004, muita coisa mudou de lá pra cá, mas nos primórdios daqui existia uma maior a repressão a um fórum que discutia um assunto que era tabu no país. Lembro que existia um fórum gringo e outro de Portugal (não lembro dos nomes) que foram fechados por incentivo/ apologia as drogas. Imagine o risco que o growroom corria. Eis porquê sempre o lema de não comercializarem nem trocarem nada além de ideias e de não aceitarem menores de idade. Isso é extremamente razoável, evitar os pretextos meu camarada.. Além do mais, é possível acessar sem login diversas áreas do fórum, em especial as sobre comportamento, onde há os tópicos sobre problemas com os pais ou informações básicas, dos quais os novatos poderão aprender muito
  7. Que deprê... Acho que você precisa mais de um psicólogo do que de drogas. Na verdade você espera dessas químicas, algo além do que elas podem dar. Você quer encontrar nelas, algo que falta dentro de você (autoestima? paz? aceitação?). Só que é ilusão, não é nelas que você vai encontrar isso, isso só vai atrasar sua vida. Sério. Aproveita que tá num fórum sobre maconha e pesquisa mais sobre essa planta magnifica, acho que você pode aprender muito com ela. Se ela não adapta bem ao seu dia a dia, não tem problema. Ela também não se adapta ao meu dia a dia e é por isso que uso só nos fins de semana.
  8. Sofri com gastrite por 10 anos. Café, álcool, frituras, nem pensar... Omeprazol, pantoprazol, aloe vera, leite de magnésia... sabia de tudo. Suas bads acontecem por um motivo simples, corpo são mente sã. Se o corpo não tá legal, a mente também não fica irmão. Nâo foi omeprazol e cia que curou minha gastrite. Eles são paliativos. Evite café, álcool e cia, mas a causa mesmo do problema é psicológica. O que pegou mesmo, foi, dia após dia, antes de dormir e logo que acordava, eu meditava e praticava uns exercícios respiratórios. Na internet você acha um monte de tipos, ache algum, de preferencia bem simples, que se adapte a você; Se puder também tente algum exercício físico (eu particularmente corro duas vezes por semana) Suspende a ganja por uns meses, qnd se sentir bem de novo volte com moderação, em situações que esteja bem e não tenha preocupações e tal. Tomara que ajude e não veja esses maus momentos como algo ruim, mas sim como uma oportunidade de evoluir! Força que isso passa. sucesso!
  9. Tecnicamente é primário sim. Se cumpriu medidas sócio educativas (não é pena) menor de idade, isso não conta como antecedente, já que era considerado inimputável.
  10. Especulando, acho que talvez houve um abuso na quantidade utilizada, ou melhor, excesso de frequência de uso. Lendo o tópico que o irmão fumava 50g por semana, talvez houve um uso abusivo da parte dele. Eu tb tive minhas crises de: estou perdendo meu tempo com isso, vou parar para sempre. Mas daí pensava no álcool (nunca fui de beber). Eu jamais tive essa preocupação com álcool. Se com 60, 70 anos estarei tomando cerveja ou não. Isso é uma preocupação irrelevante, diante do meu desapego com álcool. E aí vem o ponto. Eu era extremamente apegado com maconha. Pensava nela o dia inteiro, fazia planos. Hoje estou mais maduro e a reutilização veio de forma natural. Me faz sentir vivo, percebo com mais nitidez toda a beleza da vida. Fumo, medito, corro, vou pra sauna... E pra ficar junto com a namorada não tem coisa melhor! Me policio para não ocorrer abusos, fumo bem pouco (uma média de uma vez a cada 15 dias). Lembrem-se: Menos é mais.
  11. aleluia

    .

    8 anos sem carne... Talvez a cannabis tenha a ver com isso. Ou teria sido um processo natural mesmo sem ela. Difícil saber. Acho que o problema não é a carne em si, mas sim a industria da carne que cria, tortura e mata os bichos. QUem quiser ver assista o filme terráqueos no youtube, sobre a isso... Vai fundo, dieta vegetariana equilibrada é tudo de bom: corro toda semana, até maratona, sobra energia...
  12. Ia comentar, mas desanima... Brasil não tem jeito não, o jeito é devolver pros índios e pedir desculpa. Enquanto isso político moralista (e corrupto) fingindo que é crente agarra voto de milhões e rouba seus milhões... Espero que o irmão tenha força para se livrar dessa palhaçada, situação muito triste, atitude CRIMINOSA por parte do estado brasileiro e de toda a sociedade que apoia a perpetuação dessa palhaçada. Em tempo: como acusam de tráfico sem provas? Cade o resultado financeiro do suposto tráfico?: E o in dubio pro reu?
  13. Aff psicólogo de merda...simplesmente isso Tudo é muito relativo: é muito raro de eu beber, mas se beber bastante a ereção fica "meia-bomba" e não gozo de jeito nenhum Com maconha é o seguinte: na época em que eu abusava eu nem ligava pra isso, fiquei mais de um ano sem sexo. Mas não por ser brocha, mas por não sentir falta/ ter alguém que valesse a pena. Agora eu namoro faz dois anos e fumo um com parcimônia: o negócio é tipo viagra...
  14. Vejo uma hipótese bem plausível para esse caso. O Sr. delegado sabe que os jovens não são traficantes. Mas esse não é o caso. Ele cumpre metas, as vezes para traficantes ou outros bandidos (reais) que a polícia faz vista grossa devido a propinas, alguém tem de pagar o pato por isso. Ou seja, o delegado tá querendo mostrar serviço prendendo inocentes... Existem estatísticas, metas de combate a criminalidade e a polícia, vez ou outra, tem de pegar algum "bandido".
×
×
  • Criar Novo...