mary.wanna

Usuário Growroom
  • Total de itens

    1507
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

22 Excellent

Sobre mary.wanna

  • Rank
    Cannabicultor
  • Data de Nascimento 02/02/1989

Contact Methods

  • Website URL
    http://
  • ICQ
    0

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasil

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. UFC 158 - Cannabis Vs. Esteroides. hahah

  2. da pra chegar nos 400.000 tranquilo! vamo votar rapaziada!
  3. Po pernola eu acho que ele não viu é nada pelo jeito! hehe O edit que ele deu no post dele ficou feio, po 021 tu falar uma parada dessa das flores mais comentadas do evento é estranho isso! talvez voce tenha esquecido neh, coisa de maconheiro, hahah O nao compre plante deu o papo, falou oque a maioria queria falar e nao tiveram coragem. Teve flores muito melhores que nem entre os 5 ficaram, é mto estranho uma parada dessa! E oque se ve só da margem para oque pode ter acontecido, talvez tenha se perdido algum papeis das notas pelo caminho, vai saber é oque a gente gostaria de acreditar, que ouve algum erro nas contagem. porque o resultado da cup, foi diferente do que os competidores acharam. mas que tudo isso sirva de lição para o proximo evento ser o mais correto possivel, é com os erros que se aprendem é com isso que contamos! Paz e Bem!
  4. sensacional a matéria! show de bola! vamo que vamo brasil!
  5. da pra perceber que eles tao lendo sobre o assunto um pouco mais.. mais como jornalistas nao pode deixar o merito deles de lado, qndo deixa a BURRICE FALAR POR SI... ahhaha quanta besteira! nova droga velha droga, que merda de imprensa!
  6. LOJA DE MATERIAIS ELETRICOS
  7. po o site ta em local q a lei permite.. é so nao mandar entao man!
  8. galera ta rolando um site ae WWW.LIBERDADESATIVA.ORG é so manda o video pro email [email protected], que a galera publica de la pra nao ter problema com identificacão no video! vamo lotar de videos de apoio ao sativa na net! Po, ia esquecendo, tem nem oq falar pro irmao mouchoque! mando bem demais como sempre! é nois! LIBERDADE SATIVA LOVER!
  9. aaah, essee quer atenção aki tbm! muleke !
  10. bom, como nos vimos se a gente fala mesmo, alguma coisa muda! entao vamos la! realmente site da marchadamaconha.org esta um lixo!
  11. Manifestantes também "fumaram" um baseado gigante, feito de papel de jorna Ao contrário do que ocorreu no sábado em São Paulo, a Marcha pela Liberdade de Expressão em Curitiba não registrou confrontos com a polícia. Cerca de 200 pessoas percorreram neste domingo as ruas do Centro - que estava praticamente vazio. Alguns manifestantes até fumaram maconha durante o evento, que se tornou pela liberdade de expressão depois que a Marcha da Maconha, ideia inicial dos organizadores, foi proibida na última quinta-feira pela Justiça paranaense. Os deputados federal Fernando Francischini (PSDB-PR) e estadual Leonaldo Paranhos (PSC) entraram com medida cautelar alegando que o evento faria apologia ao uso da droga. Na prática, o que aconteceu hoje foi uma Marcha da Maconha. Muitos manifestantes usaram camisetas com estampas que traziam a folha da droga. Cartazes informavam que as pessoas não podem ser reprimidas apenas porque fumam maconha. Durante a passeata, alguns manifestantes carregaram uma faixa com a palavra "censura". Ao final, outros simularam estarem fumando um baseado gigante, feito de papel de jornal. Para completar, os participantes gritavam frases como "Sou maconheiro, com muito orgulho, com muito amor", que ecoavam no calçadão da rua XV de Novembro, normalmente um dos locais mais movimentados de Curitiba, mas que hoje estava praticamente deserto. Tudo isso aconteceu apesar das orientações das lideranças da marcha de não se fazer nada relacionado à maconha. Também houve pedidos para não confrontar os policiais, caso ocorresse uma aproximação. A Polícia Militar apareceu apenas no final da passeata, na Boca Maldita, tradicional local de manifestações no centro de Curitiba. Duas viaturas foram até a região, mas os policiais apenas observaram a movimentação final do grupo. Um dos líderes do movimento, Shardie Casagrande, acredita que houve uma "desmobilização" entre os potenciais participantes diante da proibição da Marcha da Maconha e os confrontos de ontem em São Paulo. "Nós só queremos poder de voz, de poder conversar sobre esse assunto. Essa discussão vai ter que acontecer em algum momento, assim como a legalização vai acontecer em algum momento", afirmou. De acordo com ele, a legalização da maconha forçaria a redução do tráfico de drogas, além dos benefícios na área medicinal. Poderia ainda ser usada no tratamento de dependentes químicos das drogas consideradas mais pesadas, como cocaína e crack. A proposta seria restringir o consumo de maconha para maiores de 21 anos e em determinados locais, seguindo o mesmo princípio da lei antifumo vigente hoje em vários Estados brasileiros. "Nós queremos levar o tabaco e o álcool para esse mesmo patamar", comentou Casagrande. O comerciante Jonny Ratier levou para a concentração da marcha folhas de seda, encontradas em lojas de conveniência e em outros estabelecimentos, e usadas para enrolar cigarros de tabaco e também de maconha. Ele disse que quis levar o produto para mostrar como a discussão sobre o assunto deve ser ampla. "Legalizando o uso da maconha, muitas famílias não teriam tanto problemas com traficantes. Cada um pode plantar e fazer consumo próprio", contou. FONTE:TERRA
  12. esse é artista! tamoo juntoo smokee! marchaaa GERALLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL!