Marry G

Usuário Growroom
  • Total de itens

    222
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

21 Excellent

2 Seguidores

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

597 visualizações
  1. Certo. desculpe a minha exaltação, postei isso num momento de alegria e alivio de estar em casa...nem cheguei a ler o topico. Agora estou mais calmo e raciocinando melhor. Obrigado pelas dicas, amanhã entrarei em contato com meu advogado, perguntarei se ele quer entrar em contato com vocês. Agradecido desde já. Paz.
  2. Olá, boa noite. Na quarta-fera, dia 26 de setembro de 2012 eu e mais 8 pessoas que moram comigo fomos presos em flagrante, por portar 4 pés de cannabis, 30 gramas em paragas, uma balança, dichavadores, bongs. Prestamos nosso depoimento na delegacia. Fomos autoados pelos art. 33 e 35. ficamos na prisão durante 1 dia e fomos soltos no dia 27 de noite, pois o advogado conseguiu um abeas corpus pois todos eram reus primarios, e o juiz nos qualificou no art. 26. Estamos em liberdade provisória até o julgamento. Gostaria de receber dicas de quem já passou por essa experiencia, do que fazer o do que nao fazer, pois o advogado que esta cuidando do meu caso nunca cuidou dum caso desse, e ele nao me passou muita segurança. Agradeço desde já.
  3. Fala Rickroller, como vai? Fico feliz em saber que a reclassificação para o art. 28 mudam as coisas, mas ainda me restam alguma duvidas. Gostaria de saber qual o risco de eu ainda ser condenado por trafico, por portar a balança e os pés. E também algumas pessoas falaram que eu não deveria ter assinado a nota de culpa em hipotese alguma, isso teria me livrado de varios problemas. isso precede? abraços
  4. Pessoal do growroom, estou tendo meu primeiro acesso a internet, não li a todos os posts do topico, mas agradeço a todos que deram conselhos e ficaram na torcida. Infelizmente a o "justo" nem sempre é certo. Fomos tratados como assaltantes ou homicidas, sempre sendo conduzidos com algemas. Não sei se fomos manipulados a assinar a nota de culpa do art. 33 e 35, mas quando eu me neguei a assinar me falaram que era apenas um "visto" para dizer que eu estava ciente que fui pego em flagrante. Em seguida fomos conduzidos ao presidio de Pereira barreto onde passamos 1 noite, e no final da tarde nosso advogado conseguiu um abeas corpos para retirar o art 33 e 35, e para sermos julgados pelo art 26 e ficarmos em liberdade provisaria até o julgamento. Hoje de manhã compareci á delegacia para recuperar nossos bens apreendidos onde os policias se mostraram incorformados com nossa soltura, e até chegaram a falar "acham que ta tudo certo? voces vao voltar aqui logos mais". em seguida fomos ao forum onde recebemos instruções do Juiz. é isso galera. agora o negocio é andar na linha até que abaixe a poeira, e é isso ai. Abraço growers, estou de saida agora que ainda temos problemas pendentes a resolver.
  5. A gente ta em ilha solteira sp,divisa com ms...se precisar..pagamos despesas
  6. Marry G

    Ajuda Unesp Ilha Solteira

    Boa tarde, estou detido na delegacia com mais 8 pessoas que moram comigo. A policia aprendeu em nossa casa, 4 pes, algumas parangas nos quartos separadamente, e coisas para uso. Nao tinha nem 50g. E acredito que nao vao nos liberar para responder em liberdade. Como proceder? Espero a ajuda de vcs
  7. ai ate q deu pra tirar um fumo... fiz um leite cannabico aki...realmente contem thc
  8. já ouvi muito se dizer que a maconha é a porta de entrada para as outras drogas, porém discordo disso. pelas minhas "estatisticas", a primeira droga usada pela grande maioria das pessoas é o álcool. inclusive, antes de conhecer a cannabis, o uso de álcool entre eu e meus amigos era grande e agora é muito ocasional. salve ganja abrçs!
  9. beleza caras... entao a planta tem diversos buds...e parecem q tao se desenvolvendo ainda...e eu nao cruzei pq é a unica planta q eu tenho..haha por isso q quero aproveita-la uma foto dele atual