Mactak

Usuário Growroom
  • Total de itens

    1264
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

30 Excellent

3 Seguidores

Sobre Mactak

  • Rank
    Usuário do mês 4:2009

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

1209 visualizações
  1. Estou lendo Mindhunter, o livro no qual se baseia a serie da Netflix. A relação série/livro é semelhante ao filme Tropa de Elite e o livro A Elite da Tropa. Nos dois casos as versões, série e filme, dramatizam casos citados nos livros. Estou gostando muito, flui bem e como todo bom livro sobre estudos de casos de crimes em alguns momentos é eletrizante. Recomendo.
  2. Terminei Novembro de 63, do Stephen King. Viagem no tempo sem terror mas cheio de adrenalina. Mais um que vai virar filme facil. Biografias de rockers, indico duas que curti pracarai. Commando, do Johnny Ramone. Que segundo ele mesmo foi o careta da banda (comparado com os outros) e conseguiu dar um direcionamento mais profissa ao grupo. Além de criar seu próprio estilo de tocar guitarra. E Mustaine, do Dave Mustaine, que nunca superou, e pelo vista jamais vai superar, o fato de ter sido despachado pra fora do Metallica sem cerimonias. Mas ele mesmo reconhece que as drogas causaram grandes prejuizos a sua carreira, que mesmo assim sempre foi muito consistente com grandes canções e performances na guitarra de fazer babar.
  3. Estou lendo "A ascensão de Prometeus", do Robert Anton Wilson. Muito bom. Terminei de ler Gonzo, a biografia de Hunter S. Thompson. Um doidão notável e muito inteligente.
  4. Mactak

    colheita de inverno

    germinação em junho
  5. Parabéns pelo tópico, sombra. Estou começando a leitura de Tesla, man out of time, da Margareth Cheney. Sempre li coisas interessantes sobre Tesla e sua inteligencia anormal. Não sei se vc conhece os livros de Robert Anton Wilson, especialmente O Gatilho Cósmico, que achei sensacional e vai de encontro a algumas de suas idéias. A discussão está boa.
  6. Recomendo Enter Night, do Mick Wall, biografia do Metallica. Muito bem escrito. Pensei que não havia mais nada de novo para se conhecer sobre o Metallica mas esse livro provou o contrário. Não é uma biografia chapa branca. Li também the heroin diaries, autobiografia do Nick Sixx, baixista do motley crue. Não é um puta livro, mas é bom para explicar o porque do povo do rock'n roll se fode tanto com drogas acidentalmente. A facilidade de enfiar o pé na jaca com um crédito sem limites e haver alcool e drogas e groupies em tudo quanto é lugar facilitam esses incidentes. O mix de substancias que ele e os caras da banda faziam também eram insanos, não se vive muito nessa batida. Outro que terminei de reler foi Deuses Americanos, do Neil Gaiman, roteirista de Sandman. Tudo que ele escreve é interessante. Esse é sobre deuses novos e velhos a beira de uma batalha apocaliptica. Harmoniza com um bom fumo e um som psicodelico estilo CAN.
  7. Já ouvi falar que o Uruguai é um país bem diferente. O jogo é legalizado. O povo, segundo alguns citaram, tem uma parcela conservadora mas eles são cultos. Um falecido tio uruguaio contava que a maconha não era vista como um problema grave, o consumo. Ele dizia que o problema era o pais ser rota de passagem do tráfico. Além disso, uma amiga que passou por lá recentemente conta que não é um "pais jovem", o fumo é facilmente encontrado e de boa qualidade. Se essas infos forem verdadeiras que sejam eles a nossa Holanda.
  8. Estou lendo Conversations with Scorsese, do Richard Schicke. É uma entrevista com o diretor sobre sua vida/carreira. O legal é que ele fala sobre todos os filmes dando uns detalhes muito curiosos. Li um livro do Ozzy Osbourne chamado confie em mim, eu sou o Dr. Ozzy. Engraçado pacas. O cara teve uma coluna num jornal em que dava dicas de saúde (hipocondriaco e tendo ido a muitos médicos ele se considera apto). Interessante como o álcool serve de remedio para quase tudo,segundo ele.
  9. kkkkk tá de sacanagem... eu peguei uma versão de Cronicas de gelo e fogo que a tradução deve ser portuguesa, esquisito pacas.
  10. Mastigue bem a comida. Tenha sempre meias limpas. (Aprendi no Forrest Gump) Jamais coloque na boca neve amarela. Se for plantar outdoor faça a logistica anteciapadamente para não cair na paranóia. Fume contra a ventania.
  11. Para quem não tem Cartão Internacional ai vai minha dica, faça o Visa Travel Money. É cartão de debito internacional, funciona como um cartão pré pago e você faz em agencia de turismo, algumas oferecem o Master (bandeira). Você recarrega ele na medida em que for usando, alguns recarregam com qualquer valor o meu tem um limite minimo (US$50), se suas compras forem em Euro você precisa avisar porque os créditos são específicos na moeda que você vai usar. Só precisa de cpf e rg para fazer. Se vc não usar a grana pode sacar no caixa eletronico.
  12. Mactak

    A Nova Ordem Mundial

    Março de 2012. So far so good...tudo dentro da mediocre previsibilidade.
  13. Esse ano já li: Open up and bleed, puta biografia do Iggy Pop escrita por Paul Trynka. Eu sou a lenda, do Richard Matheson, que inspirou o filme e também conseguiu ser melhor. 50 anos a mil, biografia do Lobão, que é meio chata por que ele abusa de adjetivos. Apathy for the devil, do Nick Kent. Esse cara escreve muito bem e esse livro é sobre o rock na Inglaterra nos anos 70. The dark side of the moon (the making of the pink floyd masterpiece), do John Harris. O nome diz tudo. Bastante rico em detalhes inclusive sobre as sessões de gravações. acho que pega bem para fãs da banda. To esquecendo algum, mas depois eu posto. Thanks to kindle