Ir para conteúdo
Growroom

aesolla

Usuário Growroom
  • Total de itens

    96
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

7 Neutral

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. até onde eu sei, tem macho / femea / hermafrodita , que da flores igual fêmeas e tem bolas de machos
  2. Foi o Dr. Delegado Que Disse Bezerra da Silva
  3. mijo, hamonia, coisa que em uma maconha cuidadosamente feita nao vai sair, sei lá o que era, mais coisa boa nao eh, maconha de prensado de favela vc fuma uns 2 trago vem aquele peso da hamonia e sei la mais o que deve tar curtindo pra da mais brisa e peso no prensado, ja tirei terra, cabelo e pelo, pedaço de crack misturado em prensado de favela, o que é sair um mijo?, pra mim era urina sim, quanto as informação citada por mim acima, nao é oficialmente publicada, só as regras de ouro, outras coisas eu fiz deu certo e estou publicando meu ponto de vista, nao sou medico, nem botanico, mais to desenvolvendo estudos para uso medicinal da cannabis (minha mãe portadora de esclerose-multipla, brigo muito com ela mando só fuma maconha ela fica tomando injeção SERONO 1 dia sim um dia nao, pra mim ta definhando mais do que tomar dosem menores e dias mais longo pra outra dose, mais enfim, o MEDICO é estudado né, a fé nao cura nada," bullshit, coitado é aquele q nao cre"), e pros mais aventurados como eu , que tal uma oaksterdan no u.s.a daki uns tempo? 2 anos de curso deve ser feraaa www.oaksterdamuniversity.com/
  4. Boa Tarde Pessoal da Gastronomia Cannabicas, sou aluno de Gastronomia atualmente no segundo semestre e gostaria de compartilhar com vcs umas regrinhas basicas de higiene e manipulação de alimentos que aprendi em aula. As 10 Regras de Ouro da O.M.S. para a preparação higiênica dos alimentos 1-Escolher alimentos que foram tratados com fins higiênicos. •Ao fazer as compras deve-se ter em mente que os alimentos não somente são tratados para que se conservem melhor, como também para que se tornem mais seguros no ponto de vista sanitário. •Alguns deles que são consumidos crus, como as verduras e frutas devem ser lavados cuidadosamente. 2 Cozinhar bem os alimentos. •Muitos alimentos crus (em particular os frangos, carne e leite não pasteurizado) estão contaminados por agentes patógenos. Estes podem ser eliminados se o alimento estiver bem cozido, assado ou fervido. •Não se pode duvidar que a temperatura aplicada deve chegar a pelo menos 70°C em toda a massa deste. Se a carne de um frango assado se encontra cru junto ao osso, deverá ser submetido de novo ao forno. •Os alimentos congelados (carne, pescado e frango) devem ser descongelados completamente antes de serem cozidos ou assados. 3-Consumir imediatamente os alimentos cozidos. • Quando os alimentos cozidos esfriam na temperatura ambiente, os micróbios começam a proliferar. Quanto mais se espera maior é o risco. Para não correr perigo, convém comer os alimentos imediatamente após o preparo. 4-Guardar cuidadosamente os alimentos cozidos. • Se se quer ter uma reserva alimentos cozidos, ou simplesmente guardar as sobras, deve-se garantir seu armazenamento em condições de calor (acima de 60°C) ou de frio (abaixo de 10°C). Esta regra é vital quando se pretende guardar comida por mais de 4 ou 5 horas. • No caso de alimentos para lactentes o melhor é não guardá-los. • Um erro muito comum que acarreta casos de intoxicação é a guarda de alimentos na geladeira em grandes porções. • Em um refrigerador abarrotado, os alimentos cozidos não se resfriam por dentro, tão depressa como deveria . Se a parte central do alimento se mantém quente (acima de 10°C) por longo tempo, os micróbios proliferam e alcançam rapidamente una concentração capaz de enfermidades. 5 Reaquecer bem os alimentos cozidos. •Esta regra é a melhor medida de proteção contra micróbios que podem ter proliferado durante o armazenamento (um armazenamento correto retarda a proliferação microbiana mas não os destrói). Também neste caso, o reaquecimento ideal deve garantir que todas as partes do alimento atinjam a temperatura mínima de 70°C. 6 -Evitar o contato entre os alimentos crus e cozidos. •Um alimento bem cozido poderá se contaminar mesmo se tiver um contato mínimo com o alimento cru. Esta contaminação cruzada pode ser direta através do contato do alimentos entre si, ou indireta através de facas e outros utensílios usados de forma comum. Após a contaminação o alimento passa a oferecer todos os riscos que o alimento tinha antes de ser preparado. •Deve-e tomar especial cuidado com a contaminação cruzada que envolve a carne de frango. 7 Lavar as mãos cuidadosamente e freqüentemente. •Deve-se lavar as mãos antes de iniciar o preparo dos alimentos e depois de qualquer interrupção, especialmente apos o uso de banheiro. •Se estava preparando um alimento cru, tal como pescado, carne, frango, deverá lavar sempre as mãos novamente antes de manipular outros alimentos •No caso de infecção das mãos deverá recobrir o ferimento antes de manipular qualquer alimento •Não duvide que os animais de companhia (gatos, pássaros, tartarugas) albergam vários agentes patógenos perigosos que podem passar para as mãos das pessoas e daí para os alimentos. 8 Manter criteriosamente limpas todas as superfícies da cozinha. •Como os alimentos se contaminam facilmente, convem manter perfeitamente limpas todas as superfícies utilizadas para prepará-los. •Não há que duvidar que qualquer migalha ou mancha pode ser um reservatório de germes. •Os panos que entram em contato com os pratos ou utensílios devem ser trocados a cada dia e serem fervidos antes de usá-los. •Também deve-se lavar com freqüência as vassouras utilizadas para esfregar o piso. 9 -Manter os alimentos fora do alcance de insetos, roedores e outros animais. •Os animais podem transportar microrganismos patógenos que originam enfermidades alimentares. A melhor medida de proteção é guardar os alimentos em recipientes bem fechados. 10 – Utilizar sempre Água tratada. •A água pura é tão importante para preparar os alimentos como para beber. Se a origem da água não é confiável, convém ferver a água antes do uso em alimentos Importa sobretudo ter cuidado com a água utilizada para preparar a comida dos lactentes Atualmente , estou em aulas de confeitaria e panificação, e assim que terminar minhas aulas colocarei a disposição de vcs tudo que aprendi, pq melhor do que aprender, é compartilhar o aprendizado , fiquem com deus
  5. então, a questão manteiga e margarina é discutida entre nutrição e gastronomia, um gosta de manteiga outro gosta de margarina na receita, de fato errei falei manteiga mais fiz com margarina, outra questão é lavar o prensado, coloca agua numa leiteira esquente a agua ateh o ponto de ebolição e desligue o fogo, joogue o presado e mexa até sai tudo aquele lixo (nao precisa dixava pra joga na agua, a agua quente faiz o prensado voltar a forma original do bud) , até mijo tirei no ultimo prensado, agua amarela, nojento mesmo, os cara seca a maconha no paraguai e mija nela pra ter mais peso e vender mais .... A questão da Duvida em ingerir prensado, nas minhas aulas de higiene e manipulação de alimentos, aprendi que , fungo, bacteria, ou qualquer outro microbio, sao seres vivos, e se mantem vivos entre temperatura ambiente, logo acima de 40 graus , morrem todos, resumindo, a maconha pode tar cheia de bacteria, mais no processo de fazer a manteira no fogo , fica entre 70 e 80 graus (ponto de ebolição da agua) matando assim qualquer tipo de bacteria, sim, se pegar a maconha na biqueira e mastiga e engoli 99% de chance de vc desenvolver stafloccocus e te dar uma caganeira, mais, assim como reaquecer bem um alimento antes de consumi-lo vc esta se livrando das bacteria matandoas queimadas, portanto, nao tenham medo de consumir uma manteiga bem preparada, seja prensado ou cultivado, tenha medo de deixar um arroz e feijao fora da geladeira de um dia pra outro e no dia seguinte depois de moscas e mosquitos pousarem em cima vc consumir sem reaquecer o alimento a temperatura q as matem (bacterias)... ai vai uma dica da OMS (organização mundial da saude) As 10 Regras de ouro da OMS: As 10 Regras de Ouro da O.M.S. para a preparação higiênica dos alimentos 1-Escolher alimentos que foram tratados com fins higiênicos. •Ao fazer as compras deve-se ter em mente que os alimentos não somente são tratados para que se conservem melhor, como também para que se tornem mais seguros no ponto de vista sanitário. •Alguns deles que são consumidos crus, como as verduras e frutas devem ser lavados cuidadosamente. 2 Cozinhar bem os alimentos. •Muitos alimentos crus (em particular os frangos, carne e leite não pasteurizado) estão contaminados por agentes patógenos. Estes podem ser eliminados se o alimento estiver bem cozido, assado ou fervido. •Não se pode duvidar que a temperatura aplicada deve chegar a pelo menos 70°C em toda a massa deste. Se a carne de um frango assado se encontra cru junto ao osso, deverá ser submetido de novo ao forno. •Os alimentos congelados (carne, pescado e frango) devem ser descongelados completamente antes de serem cozidos ou assados. 3-Consumir imediatamente os alimentos cozidos. • Quando os alimentos cozidos esfriam na temperatura ambiente, os micróbios começam a proliferar. Quanto mais se espera maior é o risco. Para não correr perigo, convém comer os alimentos imediatamente após o preparo. 4-Guardar cuidadosamente os alimentos cozidos. • Se se quer ter uma reserva alimentos cozidos, ou simplesmente guardar as sobras, deve-se garantir seu armazenamento em condições de calor (acima de 60°C) ou de frio (abaixo de 10°C). Esta regra é vital quando se pretende guardar comida por mais de 4 ou 5 horas. • No caso de alimentos para lactentes o melhor é não guardá-los. • Um erro muito comum que acarreta casos de intoxicação é a guarda de alimentos na geladeira em grandes porções. • Em um refrigerador abarrotado, os alimentos cozidos não se resfriam por dentro, tão depressa como deveria . Se a parte central do alimento se mantém quente (acima de 10°C) por longo tempo, os micróbios proliferam e alcançam rapidamente una concentração capaz de enfermidades. 5 Reaquecer bem os alimentos cozidos. •Esta regra é a melhor medida de proteção contra micróbios que podem ter proliferado durante o armazenamento (um armazenamento correto retarda a proliferação microbiana mas não os destrói). Também neste caso, o reaquecimento ideal deve garantir que todas as partes do alimento atinjam a temperatura mínima de 70°C. 6 -Evitar o contato entre os alimentos crus e cozidos. •Um alimento bem cozido poderá se contaminar mesmo se tiver um contato mínimo com o alimento cru. Esta contaminação cruzada pode ser direta através do contato do alimentos entre si, ou indireta através de facas e outros utensílios usados de forma comum. Após a contaminação o alimento passa a oferecer todos os riscos que o alimento tinha antes de ser preparado. •Deve-e tomar especial cuidado com a contaminação cruzada que envolve a carne de frango. 7 Lavar as mãos cuidadosamente e freqüentemente. •Deve-se lavar as mãos antes de iniciar o preparo dos alimentos e depois de qualquer interrupção, especialmente apos o uso de banheiro. •Se estava preparando um alimento cru, tal como pescado, carne, frango, deverá lavar sempre as mãos novamente antes de manipular outros alimentos •No caso de infecção das mãos deverá recobrir o ferimento antes de manipular qualquer alimento •Não duvide que os animais de companhia (gatos, pássaros, tartarugas) albergam vários agentes patógenos perigosos que podem passar para as mãos das pessoas e daí para os alimentos. 8 Manter criteriosamente limpas todas as superfícies da cozinha. •Como os alimentos se contaminam facilmente, convem manter perfeitamente limpas todas as superfícies utilizadas para prepará-los. •Não há que duvidar que qualquer migalha ou mancha pode ser um reservatório de germes. •Os panos que entram em contato com os pratos ou utensílios devem ser trocados a cada dia e serem fervidos antes de usá-los. •Também deve-se lavar com freqüência as vassouras utilizadas para esfregar o piso. 9 -Manter os alimentos fora do alcance de insetos, roedores e outros animais. •Os animais podem transportar microrganismos patógenos que originam enfermidades alimentares. A melhor medida de proteção é guardar os alimentos em recipientes bem fechados. 10 – Utilizar sempre Água tratada. •A água pura é tão importante para preparar os alimentos como para beber. Se a origem da água não é confiável, convém ferver a água antes do uso em alimentos Importa sobretudo ter cuidado com a água utilizada para preparar a comida dos lactentes
  6. fumando um baseado com uma faca ?? estranho, parabens a mais um policial que entrego suas energias para tirar vida, que sua geração e geração dos seus filhos sofra com a miseria de espirito que um karma de assasino traiz
  7. loca pra ser chamada por uma "playboy" , exibionista , se eu fosse general do quartel ja afastava por ma conduta , assosiação ao trafico e apologia ao crime organizado, cabe tambem responder por atentado ao pudor publico com essas fotos , e se alguem reclamar vai ser desacato! = )
  8. quando a nossa geração tomar poder no legislativo, ai sim vamos desfrutar de growshop e outras mais, mais, por enquanto, essa geração de velhos carniças que soh gostam de puta,e quando olha para a maconha desvia a atençao do assunto, deixem engordarem de $$$$ de corrupção, vai engorda e desenvolver alguma doença, e , todo o dinheiro guardado, eh motivo de rompimento familiar e, quando dividi a todos familiares vai perde tudo rapidinho cada centavo fraudado , QUERO QUE VCS RECEBAM O DOBRO QUE DESEJA A MIM, 50 CENTAVO 25 CENTAVO OU 10 CENTAVOOOO /o/, parei pra pensa esses dias, quando uma planta esta dentro do controle, ela vibra com expressao visuais deslumbrantes, porem, submetidas a erros de ferts, raiz, oxig, etc , ela se expressa mal cuidadas, folhas amarelas, pontas queimadas etc.... e, quando um governo governa mal, a expressao vem para a populacao, olha o crack como destroi, e , se para pra pensa, o governo ta é poco se lixando com quem usa, ja que aqueles que controlam mesmo entradas e saidas, ganham um adicional $$ para permitir, brasil eh corrupto, muito deprimente viver com desonestos, porem, brasil neh, tamo chegando la.. de bicicleta mais no caminho certo , e quando surge assunto de corrupcao virar crime ediondo, nao nao, ninguem ta enteressado em aprova isso ;D , o mal do esperto é achar que os outros é tonto
  9. transferir o odio em um forum que só nois vai ler nao tem graça, tem que sequestra um avião mesmo e joga na camera dos deputados, com direito a ejecao do piloto , pra nao ter feridos importantes
  10. boa Homo , mais , a parte de joga a diamba nao achei legal nao, que tal extrair o nectar em uma manteiga onde no processo as impurezas sao filtrada? sai uma sujera da po* até terra no ultimo presado que peguei tirei da agua, só lavar a diamba e agua morda, coloca o prensado direto lá que em 5 minutos os buds se soltam e volta a forma original, depois pega agua suja joga fora , agua nao tira o thc , testado e aprovado, ai com a manteiga fazer a vitamina, e manga extende a onde mesmo antes de falarem façam
  11. Olla pessoal vou direto ao assunto neste topico, é a receita do canadense mais com alguns ajustes para quem nao tem forno eletrico por exemplo, controlar a chama durante a cocção e sem a clarificação dela ao final, fica bem verde e nas receitas percebe-se grotescamente o sabor de algo que quem nao experimento nao conheçe, para mim foi novidade o sabor. Itens: 100g de manteiga dividida em etapas (nao joga tudo de uma vez) 20g da sativa ou indica (no meu caso usei uma indica copo de agua, max.100ml (para "lubrificar" quando necessario) 1 Shinowa (peneira de aluminio) - (quem nao tiver pode fazer com penera plastico normal, mais vai passar residuos da erva pra manteiga) Modo de preparo: Pegue uma frigideira com tampa, despeje toda erva e pegue mais ou menos 1 quarto da manteiga, 1 colher bem carsada, esquente a frigideira derreta a manteiga e junte tudo a erva, nessas primeira etapa da manteira observe o ponto de ebulição da agua, ajuste o gas na valvula como mostra a foto, e deixe a chama quase sumir, pronto, agora eh igual malte de wisk quanto amis tempo melhor rsrsrs , na minha receita fiz em 9 horas de cocção, nao se esqueca de verificar quando a agua da manteiga sumir, é a hora de completar com agua, de golhe em golhe, só pra ter agua pra evaporar, é quase imperceptível ao olho ver a agua sumir, eh super importante o ajuste na valvula do gas, pq qualquer fogao no minimo que seja ja entra em ebulição rapido, e o que pra nossa receita não é interessante, ja que é demorado. depois das longas horas de espera, pegue a resina que mais vai parece um oleo misturado na erva na frigideira e passe no coador ou numa camisa velho mesmo, escorra o oleo e no final da uma torcida no pano pra utiliza o maximo esse oleo, o nectar, tenha certeza de deixar um pouco de agua na frigideira ateh o final, pois essa agua que é a sujeira e o oleo sobe ao copo, formando a manteiga, despeje esse oleo do coador dentro de um copo e leve pra geladeira, deixe uns 20minutos, até ela fica dura, a parte de baixo é a agua, tire a manteiga e despense a agua suja, fica mais ou menos assim, eu nao usei coador de aluminio por isso passou um poco de erva e sujou a manteiga, mais o interior nao, pelo processo do oleo/agua na geladeira a erva fico entre eles, e nao suja o interior da manteiga com esse processo voce garante extracao total do thc, a erva vira igual bagaço de cana (que a proposito a foto da erva no incio do topico ja ta zerada, nem chero faiz se queima rsrs) com essa manteiga vc faiz as suas receitas , qualquer coisa que use manteiga vc pode dar uma adulterada xD Gente fazendo a extracao , esperimentando aqui e ali o gosto, no fim raspei a panela do brigadeiro e comi uns 2 bolota meuuu paiii , eu fumo pra caramba e vo pra qualquer lugar , mais deu uma bad q nao queria levanta da cama , giro igual samba de festa junina, passei um mallll , tomem muito cuidado que esse metodo derruba o guarda !! (acredito que da mais onda que fuma pq queimando o thc se perde no ar, e assim usa 100% do thc da erva) eu fiz brigadeiro, e nao tinha granulado de chocolate achei um coco ralado no armario e joguei por fora, combino de mais ja que passou alguns residos de erva na manteiga, mastigando o coco ralado nem percebe a erva ;;DD a receita ? pelo amor né turma um brigadeiro: 1 lata leite condesado (lata ou caixa papel) MAnteiga mariana 7 colher de nescau preparar: derreta a manteiga na panela e despeje tudo o leite condessado, jogue as colher de nescau e deixe em fogo medio mexendo sem para até o fogo borbulhar o leite condesado, abaixe no minimo o fogo e de o ponto que deseja, tem gent q gosta mole, ou dexe quase queima pra fica durinho, cuidado queimar geladeira 10 minutos e fazer as bolinhas de brigadeiro e confecsionar com granulado ou o que tiver Valeu Canadense, aprendi uma que nao esperava. Valew GR, foi mal a escrita, nao fui bom aluno de portugues.
  12. quem ganha amis dinheiro no brasil, anbev ou trafico?
×
×
  • Criar Novo...