Ir para conteúdo
Growroom

weeders

Usuário Growroom
  • Total de itens

    14
  • Registro em

  • Última visita

Sobre weeders

  • Data de Nascimento March 8

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

weeders's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

3

Reputação

  1. Isso é extremamente relativo. Na verdade essa opinião sobre o Estado tem muita ideologia liberal heheheh Um Estado intervencionista pode agir tanto para o mal quanto para o bem. Eu posso argumentar, por exemplo, que o que mantém a canabis ilegal é o interesse privado dos traficantes e seus "parças". Isso engloba a biqueira, o comando, a polícia corrupta, os políticos envolvidos e infelizmente o usuário que compra também. O Estado não é (ou pelo menos não deveria ser) uma instituição separada do povo. Muito pelo contrário: o Estado é a única esfera onde o povo possa ter um lugar de discussão sem a interferência do capital do setor privado. O povo nunca na história conseguiu seus direitos na livre negociação do setor privado. É no Estado (mais precisamente no setor legislativo) que estamos conseguindo um diálogo (STF) que nos dá um horizonte de legalização no Brasil. O setor privado (aquele 5% que é dono do Brasil) investe é na droga ilegal, que dá muito mais lucro e com os contatos certos, nunca dá problema. E eles ainda têm mais grana pra coptar o próprio Estado e estagnar essa discussão. Se o Estado não tivesse essa interferência do setor privado, teríamos uma verdadeira discussão popular e nacional. Se as eleições não fossem todas financiadas por esses 5%, teríamos representantes de diversos pensamentos e posições políticas. Imagina se todos os candidatos tivessem a mesma chance, o mesmo tempo de TV, a mesma grana pra suas campanhas... muito provavelmente nós teríamos políticos que chegariam mais perto de nos representar. Não dá pra exigir o ideal, essa corja não vai se afastar de uma vez, mas teríamos ao menos uma chance de progresso. Tenho certeza que a gente levaria Renato Cinco e André Barros pra câmara ou senado. Tendo uma discussão justa e clara na hora de decidir as leis, os rumos do país, as coisas seriam diferentes. Mas infelizmente o setor privado não deixa o Estado ser assim. E é justamente pra esses 5% que interessa esse discurso de "menos Estado". Essa mentira de que o livre mercado se auto-ajusta já foi desmentida lá nos anos 90 mas até agora o teatro não acabou. Essa lorota disfarçada de ciência só interessa pra esses 5%. No fim das contas, parceiro, é a falta de Estado o que nos fode.
  2. O pessoal aqui lida com exaustores e ninguém comentou do bom e velho ventilador na janela! Heheheh O melhor e mais eficaz método de disfarce é conseguir jogar o máximo de fumaça e marofa para fora. Um ventilador na janela, virado obviamente para fora, faz todo o trabalho. Se tu puder, fuma bem atrás dele que vai ver que é instantâneo ele puxando a fumaça e jogando para fora. Quando não puder mesmo ter um ventilador na janela onde for fumar, tente métodos mais severos (heheh). Segue abaixo: Pipe (cachimbo), moeda e isqueiro. Temos sempre que pensar que, ao fumar em um ambiente fechado, nosso primeiro objetivo é deixar o mínimo de fumaça nesse ambiente. Precisamos, de alguma forma dissipar essa marofa. A melhor maneira é jogando ela pra fora por uma janela ou abertura qualquer. Como dito acima, o método do ventilador como exaustor é o mais eficiente pela potência, mas há outras maneiras de chapar quando não dá pra sair de um ambiente fechado. O método do pipe requer pouca habilidade mas também um pouco de "treinamento" do fôlego. É bem simples: quando estiver fumando em um cachimbo, assim que acender o bow dele cheio de ganja, com o isqueiro, trague o fumo e antes de acabar o trago, tape o bow do isqueiro com uma moeda (ou qualquer objeto que consiga tapar totalmente o bow). A única regra é fazer todo o processo inalando o trago, sem parar. Você puxa o ar no cachimbo, continua puxando, acende, continua puxando, vai tragando, solta o isqueiro, pega a moeda e tapa o bow. Tudo sem parar de puxar a fumaça. Assim que tirar o cachimbo da boca, tape a extremidade bucal com o dedo. Enquanto você deu o trago, não saiu absolutamente nada de fumaça do cachimbo, porque você estava puxando o ar. A fumaça só iria sair do bow do cachimbo quando você parasse, mas você a tapou antes disso. Tapando a outra extremidade depois, não há vestígios, a não ser o seu pulmão super carregado QUAAASE ESTOURANDO DE FUMAÇA se você puxar demais. Aí é só soltar a fumaça pela janela e correr pro abraço (ou desmaiar). Para garantir, pegue um revista e abane um pouco em direção à janela (pode parecer bobeira mas isso também funciona como um exaustor um pouco menos potente, mas que ajuda muito). Espirrar um bom ar ou até mesmo um desodorante no banheiro é garantia garantida heheh.
  3. Gostaria muito de aprender a cultivar meu próprio fumo.

×
×
  • Criar Novo...