Vegano Velho

Usuário Growroom
  • Total de itens

    85
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Vegano Velho postou

  1. Entra em vigor hoje (10) a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regulamenta a fabricação, a importação e a comercialização de produtos derivados da cannabis para fins medicinais. A norma foi aprovada em dezembro do ano passado. A íntegra está disponível no site do órgão. O produto estará disponível somente em farmácias sem manipulação e em drogarias. Para a compra, o paciente deverá ter uma receita fornecida exclusivamente por um médico. Os produtos devem ter teor de THC de até 0,2%. Acima desse patamar, o uso só poderá ser prescrito a pacientes terminais que tenham esgotado outras formas de tratamento visando a cuidados paliativos. A entrada no mercado só poderá ocorrer mediante autorização da agência, que avaliará os pleitos de laboratórios e empresas com vistas à atuação nessa área e fornecerá uma autorização sanitária, e não um registro, permitindo a oferta. Cannabis é um elemento encontrado nas plantas de maconha. Os produtos derivados não serão considerados medicamentos, mas uma categoria específica. A resolução da Anvisa abriu perspectivas de comercialização dessas substâncias, demandadas para o tratamento de doenças neurológicas diversas, da dor crônica ao parkinson. Elas não são consideradas medicamentos porque, segundo a Anvisa, “não há dados suficientes para a comprovação da segurança, eficácia e qualidade da maior parte dos produtos obtidos”. Por isso, a liberação se deu levando em consideração informações sobre o emprego desses elementos em tratamentos em outros países, como Alemanha, Estados Unidos, Canadá e Israel. O uso de medicamentos derivados de cannabis já pode ser solicitado à Anvisa desde 2016, mas a análise se dá caso a caso e demanda a aquisição de um produto no exterior, o que encarecia o acesso a esse tipo de terapia. Na resolução que entra em vigor hoje, a agência diferencia os produtos dos medicamentos à base de cannabis. Exigências A autorização sanitária será fornecida apenas para substâncias de aplicação pelas vias nasal e oral. Não cabem aí, por exemplo, aquelas de consumo sublingual ou por inalação. A resolução veda a comercialização do que chama de “forma de droga vegetal da planta ou suas partes, mesmo após processo de estabilização e secagem, ou na sua forma rasurada, triturada ou pulverizada, ainda que disponibilizada em qualquer forma farmacêutica”. Também são proibidos cosméticos, cigarros e outros fumígenos e alimentos à base de cannabis. Para solicitar, a empresa deve ter autorização de funcionamento da Anvisa, podendo ser nacional ou internacional. Em caso de importação, será necessário comprovar que o produto é legalizado no país de origem, com documento da autoridade competente local. Firmas nacionais ficam impedidas de promover o cultivo no Brasil, podendo, em vez disso, trazer de fora matéria-prima semielaborada para a fabricação dos produtos processados no país. Para integrante da Comissão de Assuntos Regulatórios da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e ex-integrante do Conselho Nacional de Drogas Rodrigo Mesquita, a nova regulação consolida o valor medicinal da cannabis, amplia as possibilidades de acesso por parte dos pacientes e permite que empresas explorem esse mercado no país. Contudo, o impedimento do cultivo no Brasil dificulta o desenvolvimento de uma indústria nacional e de pesquisas com a cannabis, além de influenciar os custos, uma vez que demanda a importação dos insumos. “Isso terá impactos bastante perceptíveis no preço, pois os extratos brutos deverão ser importados para então serem fabricados aqui. Fica uma cadeia produtiva limitada e dependente de outros mercados, o que afeta o preço final e o acesso”, comenta. https://thegreenestpost.com/fabricacao-e-venda-de-produtos-derivados-da-cannabis-entram-em-vigor/?fbclid=IwAR2xYLk6THriECgbj0FBrmQy0iREEyNd6ToVBtbV_kXJaHWFAA1JP0mtFjI
  2. Colhi uma Blue Dreamatic Auto da Fast Buds, e para minha surpresa, tinha uma semente com cara boa. O que será que vai sair dela?
  3. Também sou adepto do Flowermind e, como vocês, achei ele fraco para a flora, dando carências e amarelamento nas folhas de baixo. Estou levando uma Super Lemon photo com solo orgânico por mim preparado e a cada rega vai flowermind (4ml) e na outra água de côco,15ml/L. Parece que está ajudando. Tenho um bat guano 0-13-0 e estou considerando usar chá dele.
  4. Cinzas de madeira são bem alcalinas, além de rica em potássio
  5. O Royal Botanic Kew Gardens há anos usa os airpots.
  6. Ae galera, bom dia! Estou quebrando a cabeça para identificar este problema numa Super Lemon com 3 meses ( acabei de passar para o 12/12) Solo orgânico turfa/perlita e regando com a solução mais fraca do flowermind. Começou amarelar umas folha do meio para baixo da planta e um monte secaram e caíram. Já o resto da planta está super saudável. Cinco dias atrás borifei calmag e ontem reguei com sal amargo. Vejam:
  7. Bom dia. Estou para por uma menina nos 12/12. Aqui no Nordeste está dando quase 13 horas de luz, Tudo bem 13/11 ou tem que ser mesmo 12/12? Grato,
  8. Toda encomenda internacional tem que pagar R$ 15,00 para despacho aduaneiro e envio.
  9. Solo 50/50 turfa/perlita, 15% de húmus e flowermind. PH 6.8. É uma Royal Dwarf auto na terceira semana de floração. O Flowermind é legal, mas sempre na floração está dando essas deficiências. Ontem dei um chá de bokashi. Vamos ver como responde.
  10. Ae gente, bom dia. Estou com umas deficiências que não consigo identificar. Já consultei as tabelas de deficiências e não identifico o problema. Solo 50/50 turfa/perlita, 15% de húmus e flowermind. É uma Royal Dwarf auto na terceira semana de floração. O Flowermind é legal, mas sempre na floração está dando essas deficiências. Ontem dei um chá de bokashi. Vamos ver como responde. Vejam..
  11. Valeu, bro, é somente para uma viagem. Já tinha pensado nisso, mas teria que bolar mais de um lugar de gotejamento no vaso. Dá para molhar os vasos para até uma semana. Vou tentar pelo menos 2 gotejadores por vaso, um de cada lado da planta para ficar homogênea a irrigação.
  12. Vou ter que passar uns 15 dias fora de casa. Alguma idéia para irrigar as meninas?
  13. Bom dia galera. Entre os nutrientes Advanced Nutrients e General Hydroponics, qual vocês acham mais top? Grato,
  14. Em volta do vaso..pode cortar somente a parte afetada da folha.
  15. Sim, arranque as folhas e jogue longe do grow, senão elas tomam conta. Canela em pó é um ótimo repelente natural dessa praga. Ponha em volta do vaso. Se estiver no indoor dá uma saneada no teu espaço. No outdoor é mais difícil controlar pragas. Posta fotos.
  16. Só fêmeas! Já os belos buds vai depender de você.
  17. Ae, bro, arranca essas 2 ou 3 folhas embaixo que estão com mosca minadora e joga na privada. Coloca canela em pó nas bordas do vaso. É um excelente repelente.