Ir para conteúdo
Growroom

oaaway

Usuário Growroom
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutral

Últimos Visitantes

592 visualizações
  1. " [...] O jardim é um vínculo concreto com a vida e a morte. Seria mesmo possível dizer que existe uma religião dos jardins, pois eles nos ensinam profundas lições espirituais e psicológicas. Qualquer coisa que possa acontecer a um jardim pode acontecer à alma e à psique — excesso de água, falta de água, pragas, calor, tempestades, enchentes, invasões, milagres, ressecamento, reverdecimento, bênçãos, cura. Durante a existência do jardim, a mulher escreve um diário, registrando os sinais de doação de vida e de retirada de vida. Cada registro ajuda a formar uma sopa psíquica. No jardim, adquirim
  2. oaaway

    Dúvida

    Vish, filho... complicado. só tive vibes boas até hoje, com os dois. É fato que a lombra com um natural vai mais longe... Mas tu tem que estar bem pra fumar, com pessoas com a mesma energia que você. Pode ser que com o natural vc fique tão em paz que nem tenha nada... Mas pode ser que seja mais foda pra tu voltar (acho difícil), mas ae... Conta mais dessas experiências. Por que acha que rolou? Quem te pesou?
  3. oaaway

    Viajando por dias

    Eu sei que se eu fumar eu fico meio truvado por dias e sei que a sensação é gradual, vai passando aos poucos. É uma condição, né? Uma consequência do uso. Pra mim, não é uma consequência boa ou ruim. É uma consequência, sabe? Vantagens: estou menos acelerado, um pouco mais criativo. Desvantagem: estou meio lerdo e indisposto. Mas é exatamente isso que você falou: sem excessos. De nada. Tudo em excesso faz mal. Eu estou conhecendo a maconha, então não sei se vou parar ou continuar. A maconha entrou na minha vida depois de muito conservadorismo. Eu sou um ativista anarquista, e uma coisa que não
  4. oaaway

    Viajando por dias

    Pois é, véi... Não sei o que rola. Tipo assim, agora já tô normal, mas demorou mto pra lombra passar. Mds do céu. Queria era estar lombrado na verdade. Eu tinha comido, né? E quando come é mais forte... Mas olha só, dois becks são mais do que o suficiente pra me deixar truvado. Isso misturado com a menor quantidade de álcool que seja, já era. Fico rasgado por três, quatro dias. Mas relaxa, é mto mais psicológico, eu acho. Não podemos ficar repetindo na nossa cabeça que estamos bem, e tals. Só temos que seguir com a nossa vida, normalmente. No final, ninguém percebe que estamos chapados... Só e
  5. oaaway

    universo

    Adorei o relato. Acho que você está no caminho certo. Acho que pra isso que a erva entra no caminho das pessoas, pra trazer esse tipo de esclarecimento, de lampejo genuíno de compreensão elevada. Assista Cosmos. É uma ótima série. Mas não fique preso naquilo que a ciência pode explicar. No que já está respondido. Procure uma brecha... Lembro que eu assistia algo assim, quando eu tinha uns quinze anos. Um programa que mostrava a explicação científica de algo e depois mostrava uma brecha, tipo, "a ciência já explicou tudo isso. Mas olha isso aqui que ela não explicou. O que está acontecendo aqui
  6. oaaway

    Viajando por dias

    O relato é grande, galera... Então paciência pra ajudar o amiguinho aqui. Chapei pela primeira vez há mais ou menos um ano... Foi de um brisadeiro que comi na ocupação da Universidade. Comi sem saber. Vi um docinho verde em cima da mesa e comi, sabe? Curti pakas mas fiquei um bom tempo sem fumar. E nessa primeira vez eu tinha comido de noite, fiquei acordado algumas horas curtindo a lombra e fui dormir. Dormi umas dez horas e quando acordei ainda tava meio chapado. Fiquei o dia todo chapado na ocupação, quando foi umas 17 fui pra casa, tomei banho e dormi mais umas 14 horas. Depois d
×
×
  • Criar Novo...