rafaelgov

Usuário Growroom
  • Total de itens

    26
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

11 Good

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Cara você já publicou quantos artigos sobre o assunto? Porque se você tem pesquisa na área, solta ai para podermos ler! Até onde sei todos dominadores de assuntos(pesquisadores), concentram suas pesquisas em documentos(artigos, livros) reais, não em falacia!
  2. Achei este! https://pt.aliexpress.com/item/33005657997.html?spm=a2g0s.9042311.0.0.1f9fb90a5g8c5F
  3. Cuidado para ngm ver! Se um policial ver ele pode entrar em sua casa sem mandado! Paz !!!
  4. Material de estudo para tih. Fundamental! Gosto dá um joia!
  5. Boa Noite !! Esse é meu primeiro post, quero tentar ser bem direto, então mato logo a cobra e mostro o pau, basta ler o Art.28 § 4o. Art. 28. Quem adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar será submetido às seguintes penas: I - advertência sobre os efeitos das drogas; II - prestação de serviços à comunidade; III - medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo. § 1o Às mesmas medidas submete-se quem, para seu consumo pessoal, semeia, cultiva ou colhe plantas destinadas à preparação de pequena quantidade de substância ou produto capaz de causar dependência física ou psíquica. § 2o Para determinar se a droga destinava-se a consumo pessoal, o juiz atenderá à natureza e à quantidade da substância apreendida, ao local e às condições em que se desenvolveu a ação, às circunstâncias sociais e pessoais, bem como à conduta e aos antecedentes do agente. § 3o As penas previstas nos incisos II e III do caput deste artigo serão aplicadas pelo prazo máximo de 5 (cinco) meses. § 4o Em caso de reincidência, as penas previstas nos incisos II e III do caput deste artigo serão aplicadas pelo prazo máximo de 10 (dez) meses. § 5o A prestação de serviços à comunidade será cumprida em programas comunitários, entidades educacionais ou assistenciais, hospitais, estabelecimentos congêneres, públicos ou privados sem fins lucrativos, que se ocupem, preferencialmente, da prevenção do consumo ou da recuperação de usuários e dependentes de drogas. § 6o Para garantia do cumprimento das medidas educativas a que se refere o caput, nos incisos I, II e III, a que injustificadamente se recuse o agente, poderá o juiz submetê-lo, sucessivamente a: I - admoestação verbal; II - multa. § 7o O juiz determinará ao Poder Público que coloque à disposição do infrator, gratuitamente, estabelecimento de saúde, preferencialmente ambulatorial, para tratamento especializado.