Ir para conteúdo
Growroom

WeedMan127

Usuário Growroom
  • Total de itens

    453
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

539 Excellent

7 Seguidores

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Fiz isso hoje, após 5 dias penduradas de ponta- cabeça dentro do guarda- roupa . Eu estava sem erva já uns dias, não aguentei e fiz isso, só que embrulhei os buds em pedaços quadrados de papéis de folha de caderno . Deu muito certo ! O gosto não ficou ruim, a brisa veio fulminante acho que pelo fato da erva tá fresca . De 10 em 10 segundos, exatamente . Por 2, 3x no máximo . Mas veja bem : minha erva já tinha 5 dias de secagem . Dá sim amigo . É só envolver num papel para proteger o bud . Leva pro microondas de 10 em 10 seg. . Mas aconselho uma secagem de 5 dias ant
  2. Revivendo mais um bom conteúdo de 2011 . Fiz uma cura de uma planta em 2016, uma Ruderalis hibrida, que durou 16 dias . Leio muito o povo dizer que pra uma boa cura é preciso de alguns meses pra deteriorar a clorofila etc e tals, mas não é preciso . O fato é que quando curamos a erva em um maior período de tempo, a gente perde o mais interessante que é o THC . (pra quem ama THC) Meu conselho pra quem quer uma erva forte e de bom gosto, é curar em no máximo 20, 25 dias . Não haverá o gosto ruim da clorofila que nem dizem . Além do mais, curas corretas e de curto período
  3. Conteúdo pouco explorado, mas muito bom . Encontrei a venda alguns desses equipamentos . http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-847941383-sistema-de-cromatografia-a-liquido-marca-waters-confira-_JM Será que é o aparelho certo ?
  4. Só complementando que hibridas entre Sativas e Indicas, que puxam mais para as Indicas (folhas mais largas), se adaptam melhor ao frio também . Tenho 3 plantas aqui no meu grow, todas hibridas de preenseeds, porém cada 1 deu uma Maria com uma característica diferente e com fases de vega e flora diferentes . Adaptações diferentes e em mesmo ambiente . Porém tratadas de forma diferente e todas explodiram em buds e tamanho de buds . Enfim ! Até as características fazem diferença . Uma Sativa SATIVA predominante mesmo, no frio se adapta menos, porém tem esses truquezinhos da alimentação pra mudar
  5. Tópico antigo, de 2012, mas vale a pena UPar . Minhas Marias vivem em Out e passam pelo inverno aqui no Rio de Janeiro, suave . Uma coisa que eu aprendi é a usar Silica (Rhino Skin) da AN . A silica reforça o sistema imune da planta e ela passa pelo frio sorrindo e crescendo . Existem também várias formas de você levar a sua planta, com alimentações e vitaminas que elas precisam, dando total diferença também no crescimento e desenvolvimento da Maria em fases tanto de dias quentes quanto de dias frios e de extremo frio . Várias formas de reforçar a saúde das plantas para que elas
  6. Passa lá no meu diário do Outdoor . Atualizei ele hoje com fotos .
  7. Acabei de postar fotos do meu grow atual no meu diário . Passa lá irmão . Agradeço as suas palavras . #TMJ
  8. 3 anos na caminhada, 2 anos colhendo, 2 plantas colhidas . Nunca medi EC, uso água de torneira, terra vegetal, húmus de minhoca e diversos fertilizantes bons e que me recompensam colheitas e plantas que eu até creio ser milagre de Deus, de tão lindas que dão as Marias . Tudo isso sem complicar ! Pra quê complicar ? Me digam . As pessoas querem começar a subida do final da escada, depois toma tombo e volta pro primeiro degrau e só ai começa a aprender de verdade que a vida das Marias dependem muito mais do que dicas complicadas de estudantes do Indoor . Pelo amor de Deus ! Quanta complicação ..
  9. Amigo, boa pa nóis . No caso o @mospri quis dizer que uma planta em determinado grau de latitude, que não toma o sol diretamente sobre os buds como em outro determinado grau de latitude onde o SOL é mais intenso sobre os buds, que os buds com MENOR exposição ao SOL (pela latitude), produzem menor nível de THC (o que é um PARADOXO se analisarmos) . O bud sob menor intensidade da luz do SOL não sofre tanto quanto a planta que estará num grau de latitude onde o SOL judie muito mais dos BUDS (das Marias) . Neste caso (onde os buds não recebem tanto sol pela latitude), em Indoor se consegue um
  10. Se liga nessas matérias ai . http://www.diariodaerva.com/2014/03/o-misterio-da-cannabis-roxa.html O MISTÉRIO da CANNABIS ROXA Quando você descobrir que as folhas de sua planta de cannabis estão ficando roxas, enquanto deveriam ter uma cor verde brilhante, você pode pensar que comprou a "strain" errada, ou há algo errado com a planta devido ao mau tempo ou nutrientes. Folhas roxas / botões geralmente aparecem nas chamadas "cepas roxa" como Blue Berrie e Bubbelicious mas, mesmo assim, podem ocorrer que a planta fique verde. Existem diferentes razões para que as folhas fiquem
  11. Revivendo bons tópicos ... Eis que no frio a planta produz resina para proteger os buds, e no calor produz resina para proteger também os buds . Em ambas as situações, a Maria produz resina para proteger seu sexo, que é de onde ela vem e é de onde ela procria a espécie . Aprendemos aqui também que mais resina não é + THC, isso porque a luz do sol degrada o THC já existente e produzido, para criar a resina . Também entendemos que a resina é a forma de prender as patas dos insetos, salvo as aranhas e outro bicho ai que consegue andar sobre os buds . Resina também serve p
  12. Essa gente ai que de 2011 para cá tirou onda com essa da manga, primeiro deveria aprender a ler, estudar, pegar uma visão para abrirem suas bocas podres ou movimentarem seus dedos inúteis para digitar opiniões e achismos, conjecturas, que sinceramente me enoja, pois para nada contribui e ao contrário do que se espera, acaba atrapalhando aquele que está em busca da informação e do conhecimento embasado em verdades, e não em conjecturas de pessoas medíocres . Pelo amor de Deus ! Tenho nojo desse tipo de GROWER que tem dentro da cabeça um grão de arroz . Menor que o de feijão ! Virem homem, seus
  13. Água com açúcar na Maria (RETIRADO do CANNABIS CAFÉ) Continuando ... Fontes... http://www.portalsaofrancisco.com.br...ssintese-3.php ... e uma licenciatura em biologia (e detestava botânica).Ora, não é nada simples perceber a degradação (e formação dos açucares) numa planta. Aliás, ainda há muita coisa que não se sabe.Basicamente é uma questão de fosforilação do ATP (Adenina Tri Fosfato).O que importa reter é que a criação de açucar pelas plantas é extremamente, e friso, extremamente dispendiosa em termos energéticos.E isto apenas para fazer açucares simples do tipo C6H12O6 - glicose
×
×
  • Criar Novo...